Boteco dos Versados 57 – Olhos D’Água – #OPodcastÉDelas2021

0
Boteco dos Versados 57 - Olhos D'Água
Vitrine do episódio do podcast Boteco dos Versados. Na esquerda tem uma coluna vertical, com a logo do podcast no topo, a logo do Leitor Cabuloso no meio e o numeral 57 na base, indicando a numeração do podcast. Em destaque a direita, a capa do livro Olhos D'água, da Conceição Evaristo. Ela é composta por uma ilustraçao em um fundo branco. O desenho é de um olho castanho, feito em traços que parecem de lápis e alguns trechos coloridos em aquarela, um pouco mostrando a cor dos olhos e um pouco passando a sensação de maquiagem borrada. Na lateral interna do olho, umas pequenas manchas de aquarela em azul também dá a impressão de lágrimas recentes derramadas.

E aí, chefia. Sejam todas, todes e todos bem-vindos ao Boteco dos Versados!

Hoje temos o retorno da nossa queridíssima Patrícia Souza como host no nosso humilde botequinho! E não poderia ser numa ocasião mais especial!

Sob o comando da Paty, hoje começamos um projeto de episódios sobre livros escritos por pessoas negras, com uma bancada composta somente por pessoas negras! Sim, nos moldes da nossa mesa PCD do ano passado.

E pra esse primeiro episódio, junto da nossa host temos a Carissa Vieira, já pela segunda vez na casa, e o estreante André Felipe, um querido! Eles abrem a série conversando sobre o livro Olhos D’Água, da Conceição Evaristo, publicado pela editora Pallas.

Esperamos que gostem! <3

Sinopse da editora:

Em Olhos d’água Conceição Evaristo ajusta o foco de seu interesse na população afro-brasileira abordando, sem meias palavras, a pobreza e a violência urbana que a acometem. Sem sentimentalismos, mas sempre incorporando a tessitura poética à ficção, seus contos apresentam uma significativa galeria de mulheres: Ana Davenga, a mendiga Duzu-Querença, Natalina, Luamanda, Cida, a menina Zaíta. Ou serão todas a mesma mulher, captada e recriada no caleidoscópio da literatura em variados instantâneos da vida?Elas diferem em idade e em conjunturas de experiências, mas compartilham da mesma vida de ferro, equilibrando-se na “frágil vara” que, lemos no conto “O Cooper de Cida”, é a “corda bamba do tempo”. Em Olhos d’água estão presentes mães, muitas mães. E também filhas, avós, amantes, homens e mulheres – todos evocados em seus vínculos e dilemas sociais, sexuais, existenciais, numa pluralidade e vulnerabilidade que constituem a humana condição. Sem quaisquer idealizações, são aqui recriadas com firmeza e talento as duras condições enfrentadas pela comunidade afro-brasileira.

Avisos:

Esse programa faz parte da campanha #OPodcastÉDelas de 2021! Para saber mais sobre o projeto, clique aqui!

Aproveitem para conhecer os outros projetos dos nossos participantes!

Conheça o canal do Youtube da Carissa!

E aquele recadinho de sempre, se gostou do episódio, então venha falar conosco! Portanto, assine o nosso FEED e siga as redes sociais do Leitor Cabuloso para ficar sabendo de mais notícias do mundo dos leitores. Apoie o Catarse do LC e ajude a gente a pagar as contas da nossa casa.

Primordialmente, não se esqueça de seguir o Boteco nas redes sociais: @botecoversados

Créditos:

Pauta: Paty Souza

Identidade visual: Jessica Souza

Identidade sonora: Samuel Muca

Limpeza e edição de áudio: Ace Barros

Trilhas e mixagem: Samuel Muca