[Resenha] O Chamado do Anjo – Guillaume Musso

0
[Resenha] O Chamado do Anjo – Guillaume Musso
Capa do livro. Ilustração com o céu e o topo das casas em Pari, com a Torre Eiffel no fundo. Em primeiro plano, uma pessoa sendada em uma cadeira arredondada, segurando um telefone ao ouvido e uma arma na outra mão. A imagem da pessoa na cadeira está escurecida pela sombra. No topo, o nome do autor em preto, e o título do livro em vermelho.

O Chamado do Anjo, do escritor francês Guillaume Musso, começa com uma coincidência que mais parece coisa do destino e continua com uma trama cheia de reviravoltas que torna o livro impossível de largar.

A troca

Madeleine e Jonathan se esbarram no aeroporto JFK em Nova York. Durante a confusão que se segue, eles acabam ficando com o celular um do outro e só percebem a troca muito depois. O problema é que Madeleine mora em Paris e Jonathan nos Estados Unidos, na cidade de San Francisco.

A troca de celulares seria um problema facilmente resolvido se ambos não fossem muito curiosos e acabassem sendo consumidos pelos segredos que descobrem um do outro.

Convergência

No início, o livro parece que será um simples romance mas a trama toma um rumo inesperado, e muito bem vindo, quando Jonathan descobre arquivos ocultos no celular de Madeleine. Essa descoberta acaba sendo chocante, pois é revelado que existe um ponto de ligação entre as vidas de Madeleine e Jonathan, algo que mudou o rumo da vida deles no passado e que também pode mudar o futuro de ambos.

Ótima surpresa

A sinopse oficial deste livro não entrega nada e isto é ótimo, pois me permitiu ser pega de surpresa pelos rumos da trama. No começo parecia que ia ser uma comédia romântica com um toque de drama, mas a história se tornou um ótimo suspense.

Jonathan e Madeleine são personagens bem desenvolvidos e com histórias de vidas interessantes. Madeleine é uma mulher muito forte, determinada e capaz de muitos sacrifícios, enquanto Jonathan é um homem tentando reencontrar seu lugar no mundo depois de mudanças bruscas na vida.

Confesso que achei uma coincidência grande demais o fato que une o passado dos protagonistas, mas dá para aceitar que foi o destino e aproveitar a história. Esse ponto de convergência na vida deles nos permite adentrar no passado de Madeleine e descobrir porque agora ela mora em Paris, onde é dona de uma floricultura e está num relacionamento que não nos passa uma sensação muito boa. Também descobrimos como a vida de Jonathan mudou de rumo simplesmente por ele estar no lugar certo na hora certa.

A trama tem bastante reviravoltas, o que nos mantém grudados nas páginas. Os capítulos finais são cheios de ação dignos de um bom filme. Enfim, O chamado do anjo é um ótimo livro de suspense, com bons personagens e uma trama envolvente.

Nota

Quatro selos cabulosos. A nota mais alta são 5 selos cabulosos.
Quatro selos cabulosos. A nota mais alta são 5 selos cabulosos.

Garanta a sua cópia de O Chamado do Anjo!

Ficha Técnica

Título: O Chamado do Anjo
Autor: Guillaume Musso
Tradutor: André Telles
Editora: Verus
Ano: 2013
Páginas: 428
ISBN: 9788576861805
Sinopse: Nova York, Aeroporto JFK. Na sala de embarque lotada, um homem e uma mulher se esbarram, espalhando suas coisas pelo chão. Após uma discussão banal, cada um segue seu caminho. Madeline e Jonathan nunca haviam se visto e jamais deveriam voltar a se encontrar. Porém, ao recolher seus pertences, trocaram por descuido os celulares.

Quando percebem o engano, já estão a dez mil quilômetros um do outro — ela é florista em Paris, ele tem um restaurante em San Francisco. Não demora muito para ambos cederem à curiosidade, explorando o conteúdo dos respectivos aparelhos. Uma dupla indiscrição, que leva a uma revelação inesperada: suas vidas estão ligadas por um segredo que eles julgavam enterrado para sempre… O chamado do anjo é uma trama magistralmente construída, que passeia entre o romance e o suspense, com um final de tirar o fôlego.