[Resenha] Exorcismo – Thomas B. Allen

0
[Resenha] Exorcismo – Thomas B. Allen
Capa do livro. Um fundo preto com algumas ranhuras, no centro um cruz branca rudimentar, no centro da cruz está o nome do livro.

Muito mais assustador do que o clássico do terror “O Exorcista” é um livro lançado anos depois chamado “Exorcismo“. Escrito por Thomas B. Allen e lançado em 1994, o livro teve uma nova tradução feita por Eduardo Alves e lançado em uma bela edição física pela Darkside em 2016.

Diferente de outros livros de terror que tratam de influências espirituais e temas relacionados, “Exorcismo” assusta pela realidade da qual trata: baseado em um caso real ocorrido em 1949 na cidade de Maryland (Estados Unidos), o livro apresenta o que aconteceu com o menino Robert “Robbie” Mannhein (nome ficcional) e sua família após acontecimentos assustadoramente bizarros passarem a acontecer com o menino. O que seria? Esquizofrenia? Ilusão? Possessão demoníaca?

“Forças poderosas começavam agora a se concentrar no lar dos Mannhein, uma casa assobradada de madeira em Mount Rainier, Maryland, um subúrbio de Washington, DC. Podemos chamá-las de forças psicológicas, mas esse é um termo débil para designar o terror opressivo que se seguiu. Outros, naquela época ou hoje, podem querer chamar essas forças de diabólicas, sobrenaturais ou paranormais. Qualquer que seja a origem, algo poderoso estava prestes a invadir a mente de Robbie – e possivelmente sua alma.” (p. 17)

“Livrai-nos do mal, amém”

Os acontecimentos assustadores da história de Robbie começam como a maior parte dos filmes ficcionais de terror que conhecemos: o ambiente da casa da família fica estranho, barulhos assustam os moradores, os quadros se desalinham nas paredes sem explicação aparente. O mais chocante é quando os efeitos de tudo isso começa a afetar a vida de Robert, primeiro com o surgimento de marcas estranhas no corpo da criança, depois com a perda de capacidade de pensar e agir do menino e aos poucos com o surgimento de uma nova personalidade muito violenta. O problema é que são reais.

Desesperados, os pais de Robert utilizam todos os recursos que possuem em busca de uma resposta para o que acontece com o filho. Quando não a encontram na ciência dos homens, buscam força e resposta na religião. É assim que começa o processo de investigação da Igreja para verificar se é um caso autêntico de possessão demoníaca e o burocrático processo para autorização do exorcismo da criança. Seriam elas capazes de salvar a alma e a vida de Robbie?

Um livro não ficcional

“Diferente da ficção, a realidade tem que fazer sentido”. Esse lema sempre me ajuda a pensar e analisar qualquer livro que eu leia. É justamente por isso que eu repito o que eu digo no começo dessa resenha: “Exorcismo” é um livro muito mais assustador do que “O Exorcista”.

O livro é uma obra não ficcional escrito por um jornalista com detalhamento de dados, fontes e depoimentos dos envolvidos. Se você gosta de obras ficcionais e não curte obras jornalísticas, se você busca por um livro de narração, esse livro não vai te agradar. Porém, se você gosta de um livro de terror, é respirar fundo, acender uma vela e ler durante o dia.

Li esse livro há alguns anos já e todas às vezes que penso no poder da arte e da religião, em todo mês de outubro quando se fala sobre o terror, penso no quanto o sofrimento daquele família e o seu desespero são muito mais aterrorizantes do que se pode imaginar. Nunca mais pude ver nada relacionado ao clássico “O Exorcista” sem pensar em Robbie e sua família. Quantos Robbies e famílias já passaram por todo esse sofrimento? Independente da sua fé, religião ou crença… eu jamais desejaria que você entendesse o que eles passaram.

Nota

Três selos cabulosos. A nota mais alta são 5 selos cabulosos.
Três selos cabulosos. A nota mais alta são 5 selos cabulosos.

 

 

Garanta a sua cópia de Exorcismo!

Ficha Técnica

Capa do livro “Exorcismo”

Não se esqueça de adicionar no seu Skoob!

Título: Exorcismo: a história real que inspirou o clássico O Exorcista
Autor: Thomas B. Allen
Editora: Darkside Books
Ano: 2016
Páginas: 254
ISBN: 9788566636987
Sinopse: Se a ficção consegue ser tão assustadora, imagine o poder contido na história real? Muitos não sabem, mas a obra-prima de W. Peter Blatty, O Exorcista, não se trata de uma invenção. Ela foi inspirada num fenômeno ainda mais sombrio, desses que a ciência não consegue explicar: um exorcismo de verdade.

A história real aconteceu em 1949, e você pode conhecê-la — se tiver coragem! — no livro EXORCISMO, do jornalista Thomas B. Allen, lançamento da DarkSide Books em 2016. Exorcismo narra em detalhes os fatos que aconteceram com Robert Mannheim, um jovem norte-americano de 14 anos que gostava de brincar com sua tábua ouija, presente que ganhou de uma tia que achava ser possível se comunicar com os mortos.

Thomas B. Allen contou com uma santa contribuição para a pesquisa do seu trabalho. Ele teve acesso ao diário de um padre jesuíta que auxiliou o exorcista Bowdern. Como resultado, seu livro é considerado o mais completo relato de um exorcismo pela Igreja Católica desde a Idade Média. Os investigadores paranormais Ed e Lorraine Warren definiram a obra de Thomas B. Allen como “um documento fascinante e imparcial sobre a lluta diária entre o bem e o mal”.