[Resenha] Todos os Santos Malditos – Maggie Stiefvater

1
[Resenha] Todos os Santos Malditos – Maggie Stiefvater
Recorte da capa do livro. Ilustração, no fundo representando um Sol grande e alaranjado, um passáro branco voa à frente do Sol. Próximo ao primeiro plano, flores e plantas em um tom monocromatico e escuro. No centro o título em branco: "Todos os Santos Malditos"

Os primos Daniel, Beatriz e Joaquim Soria cresceram no vilarejo de Bicho Raro, Colorado, sabendo de duas coisas: a primeira era que sua família, os Soria, podem realizar milagres, fazer com que as pessoas enxerguem a escuridão dentro de si para se livrar dela; a segunda é que se a pessoa que recebeu o milagre não conseguiu se livrar dessa escuridão, os santos da família Soria não podem mais ter contato com elas ou o desastre será muito maior. E o número de peregrinos que não conseguem alcançar o milagre completo tem aumentado nos últimos anos.

Mas os três primos não estão satisfeitos com essas imposições e a chegada de dois estranhos em Bicho Raro – Tony, um peregrino em busca de um milagre e Pete, que só quer um caminhão – poderá trazer as mudanças necessárias.

Bicho Raro

Maggie Stiefvater se inspirou no Realismo Mágico latino (acho que para algumas pessoas nem existe outro tipo) para dar vida à história de Bicho Raro, um local onde as coisas mais fantásticas acontecem sem explicação ou estranheza. Elas simplesmente são assim. Como uma família capaz de trazer à tona a escuridão existente nas pessoas, uma moça em um vestido de noiva coberto de borboletas e com uma chuva intermitente sobre ela ou um padre com cabeça de coiote. Mas esse livro não é sobre essa estranheza, é sobre os personagens.

Em um livro tão curto, a autora consegue que nos apeguemos a esse leque de pessoas, tanto a família Soria quanto os peregrinos presos em Bicho Raro que não podem ir embora até que seu milagre esteja completo. Mas os verdadeiros protagonistas são os três primos.

Daniel é o santo oficial, o que parece mais tranquilo e confortável com a situação, por isso mesmo quando a reviravolta de sua história acontece, nos pega sem aviso e foi o plot que eu mais fiquei interessada (na verdade desesperada para saber o que ia acontecer). Beatriz se vê como uma pessoa sem sentimentos, mas será que ela é realmente assim ou só acabou influenciada pelo que passou a vida escutando? Enquanto isso, Joaquim, o mais novo, deseja sair de Bicho Raro e se tornar um famoso locutor de rádio o Diablo Diablo.

E para coroar essa história que apesar da premissa meio sem sentido é muito singela, temos a escrita sempre maravilhosa da Maggie Stiefvater. Para os que já conhecem podem ficar felizes, sua prosa está cada vez melhor. Para os que nunca leram nada dela, essa autora é muito poética, faz umas metáforas que geralmente não fariam sentido, mas na verdade fazem, mas nem de longe tão pretensiosas quanto pode soar neste parágrafo. A escrita dela é muito simples e direta, de certa forma.

“O silêncio era quase total, exceto pelo rádio e pelos milagres”

Preciso terminar dizendo o quão encantada eu fiquei com esse livro. Apesar de amar a autora, ao ler a sinopse de Todos os Santos Malditos não fiquei atraída pela premissa e a verdade é que se não fosse um livro da Maggie Stiefvater eu teria deixado para lá. O que seria uma grande perda. Posso estar sendo repetitiva, mas me surpreendeu como um livro com uma premissa tão estranha, na verdade foi uma história simples e que me trouxe várias reflexões sobre autoconhecimento. 

Mas é bom?

Maravilhoso! Apenas leiam. Mas fica o aviso, não vá esperando uma trama épica ou respostas para acontecimentos extraordinários. Essa é uma história de personagens que fala sobre a vida, amadurecimento e mudanças, mas de um jeito leve, simples e muito gostoso de acompanhar.

Nota

5 selos cabulosos

Garanta seu Todos os Santos Malditos no link abaixo e boa leitura!

logo da “amazon” em preto num fundo amarelo

Ficha Técnica

Não esqueça de adicionar ao seu Skoob

Título: Todos os Santos Malditos
Autora: Maggie Stiefvater
Tradução: Rogger Ritter
Editora: Verus
Ano: 2019
Páginas: 252
ISBN: 9788576867715
Sinopse: Eis algo que todo mundo quer: um milagre. Eis algo que todo mundo teme: o que é preciso para conseguir um… Qualquer pessoa que visite Bicho Raro, no Colorado, vai encontrar um cenário de santos sombrios, amor proibido, sonhos científicos, corujas loucas por milagres, afetos distantes, um ou dois órfãos e um céu cheio de estrelas vigilantes. No coração desse lugar está a família Soria, cujos membros têm a capacidade de realizar milagres.

E no coração dessa família estão três primos que desejam mudar o futuro: Beatriz, a garota sem sentimentos, que quer apenas ser livre para examinar seus pensamentos; Daniel, o santo de Bicho Raro, que faz milagres para todo mundo, menos para si; e Joaquin, que passa suas noites no comando de uma estação de rádio usando o nome Diablo Diablo. Eles estão todos à procura de um milagre. Mas os milagres de Bicho Raro nunca são exatamente o que você espera.

Com Todos os Santos Malditos, Maggie Stiefvater ― chamada de “grande contadora de histórias” pelo USA Today e “incrivelmente criativa” pela Entertainment Weekly ― nos traz a história extraordinária de uma família extraordinária, um conto magistral de amor, medo, escuridão e redenção.