[Resenha] O Trono do Sol – A Magia da Alvorada – Stephen Leigh Farrel

0
O Trono do Sol
Recorte da capa do livro. No fundo uma parede de construção antiga, no centro um trono dourado refletindo luz. Em primeiro plano o título do livro: "O Trono do Sol"

Ao terminar este livro cheguei à conclusão de que se a HBO quisesse uma série para manter o espírito das primeiras temporadas de Game of Thrones, uma adaptação de Trono do Sol seria mais eficiente do que qualquer spin off que eles tenham em mente.

Essa trilogia vai nos contar a história de um reino através das vidas de seus habitantes, principalmente os que governam e os oprimidos. Pessoas com atitudes boas, pessoas com atitudes ruins, egoístas ou que apenas estão buscando o melhor para si mesmos e seus povos; em meio a isso, um sistema de magia encarado como religião onde aqueles que veem de outra forma são considerados hereges e, por isso, perseguidos.

O Império Nessântico

Desde que Marguerite subiu ao trono há 50 anos atrás, o Império Nessântico vive em prosperidade e paz com os outros povos, mas nem todos estão felizes com a situação. Iniciamos o livro com os preparativos do jubileu de Marguerite como Kraljica. E ela sabe que a paz que trouxe para o reino não agrada a todos, seu braço direito Dhosti – líder religioso da fé concénsiana também prevê que uma guerra se aproxima.

A religião tem um papel vital nesse lugar e é por isso que a personagem mais próxima de um protagonista que temos nessa história é Ana, uma moça que acaba de realizar o sonho de se tornar uma acólita, mesmo sabendo que comete um grande pecado do ponto de vista da Divonloté (livro sagrado): Ana usa de forma instintiva o dom de Concénsia, mostrando que pode ir além do que lhe é ensinado e isso não é apenas proibido, é heresia.

Além desses três personagens, os outros pontos de vista se constroem pelos personagens que querem trazer guerra à Nessântico, aos que querem manter a paz e aos que nós, leitores, não temos ideia de quais são suas intenções.

É difícil falar sobre “Trono do Sol – Magia da Alvorada”, pois S. L. Farrell construiu um mundo extremamente complexo, com uma trama política e cheia de reviravoltas e personagens em que você se pega torcendo, mesmo que não sejam boas pessoas. São várias nomenclaturas novas e um sistema de mundo em que somos jogados e vamos entendendo aos poucos. Para os que adoram uma leitura complexa é aí que está a graça!

Minha experiência de leitura

Nem tudo foi perfeito: apesar da boa construção dos personagens e suas histórias de vida, não me apeguei a nenhum deles. Então, quando alguém morria (minha comparação inicial com GoT não foi à toa), fiquei mais impressionada pela nova dinâmica que a situação trazia para a história do que pelo carinho pelo personagem. Mas, o principal defeito desse livro para mim foi um romance sem sentido que surge ali pela metade. Nasce do nada e faz com que a personagem que mais tive empatia e realmente gostava começasse a tomar decisões estúpidas. Felizmente, apesar de toda a raiva que senti, a reta final foi incrível: a personagem voltou aos eixos e espero que nos próximos livros esse romance seja deixado de lado.

Mas é bom?

Incrível, complexo e com uma reviravolta no final que me deixou muito animada para continuar acompanhando toda história. Amo fantasias que constroem um novo mundo e me fazem aprender sobre ele e a série Ciclo Nessântico é uma das que faz isso de forma mais bem feita. Só não dei nota máxima para esse primeiro livro por conta dos defeitos que já comentei, mas que espero que não voltem nos próximos livros.

Nota

4 selos cabulosos

Garanta seu O Trono do Sol – A Magia da Alvorada no link abaixo e boa leitura!

logo da “amazon” em preto num fundo amarelo

Ficha Técnica:

Título: O Trono do Sol – A Magia da Alvorada
Autor: S. L. Farrell
Tradução: André Godirro
Editora: Leya Brasil
Ano: 2012
Páginas: 580
ISBN: 9788580444483
Sinopse: Nessântico – terra de luxúria e perigos, que durante séculos influenciou povos além de suas fronteiras. Uma cidade forte, sedutora, e que mesmo sob o efeito do comércio e da guerra abriga intelectuais, ricos e poderosos de todo o país. Um lugar muito invejado, e por isso as coisas estão prestes a mudar. Governada por Marguerite ca’Ludovici, que agora prepara-se para celebrar seu Jubileu e passar o seu legado para seu filho Justi, enquanto Jan ca’Vörl, um poderoso nobre, tenta armar uma rebelião. Archigos Dhosti ca’Millac, líder da Fé de Concénzia e aliado de Marguerite, luta para controlar fundamentalistas como Orlandi ca’Cellibrecca , enquanto eles clamam por uma ação contra aqueles que insistem em afirmar que a magia não está ligada à fé em Cénzi. Presa no meio desta disputa por poder está a jovem sacerdotisa Ana co’Seranta, cuja impressionante habilidade com a magia a torna um peão na luta pelo poder.
O trono do Sol é uma trama onde o elenco ativo é um fascínio imenso, muitos dos quais se alternam na narrativa. Leitores que apreciam a construção de um mundo de intriga e ação mergulharão nesta história rica e complexa.