Maresi – Maria Turtschaninoff

0
Capa do livro, com fundo vermelho, com moldura dourada, o nome da autora no topo, e o texto: "As Crônicas da Abadia Vermelha", na base, ambos em dourado. No centro, letras estilisadas e emolduradas, cada uma em um quadrado, formam o titulo: "Maresi".

Maresi é o primeiro volume da série “As Crônicas da Abadia Vermelha”, prevista para ser uma trilogia da escritora Maria Turtschaninoff. A edição brasileira foi lançada pela editora Morro Branco, com tradução de Lilia Loman e Pasi Loman. Por Maresi, a autora recebeu o Finlandia Junir Prize e o Swedish YLE Literatyra Prize, e o texto será adaptado para o cinema pela Film4 (informações retiradas da orelha do livro).

Resumo

Quando Maresi chegou à ilha da Menos, depois do inverno da fome, não acreditava realmente na existência da Abadia Vermelha. Mas o lugar existe, ele é real, e assim como as outras garotas que moram na Abadia, se tornou um lugar seguro para ela. Meninas vão para a Abadia por diferentes motivos, algumas porque seus familiares querem que elas tenham boa educação, outras por que suas famílias são muito pobres e não conseguem sustentá-las, algumas por terem alguma doença ou deficiência e outras são fugitivas de terras onde mulheres não podem saber ou dizer nada. Independente do qual motivo levou uma garota até a ilha, na abadia ela encontra um lar, um lugar seguro, um centro de aprendizado e uma irmandade onde todas se ajudam. Uma ilha onde homens não podem entrar e onde as mulheres se sentem seguras sob a proteção da Deusa e da Primeira Madre tem sua paz abalada após a chegada de Jai, que além de cabelos emaranhados, cicatrizes e roupas sujas, trás os perigos dos quais ela fugiu em sua terra natal.

 

“É difícil escrever sobre a morte, mas não há desculpa para não fazê-lo”

A história é apresentada pelo ponto de vista de Maresi , que está escrevendo sobre o que aconteceu na ilha e na Abadia após a chegada de Jai. Em sua narrativa, somos apresentadas às outras noviças e irmãs que compõem essa comunidade, onde mulheres convivem juntas e se ajudam mutuamente, sem a necessidade da presença masculina, exceto para transações comerciais que são realizadas no cais. No texto também é apresentada a mitologia da criação da Abadia, com a vinda das sete irmãs fundadoras e de como a Deusa as protegeu de antigos ataques dos homens. A crença na Deusa em suas diferentes facetas (a Donzela, que representa o início e a fertilizada, a Mãe com sua maturidade e cuidado e a Velha com o fim do ciclo e o conhecimento que vem com a morte) é o que dá o toque fantástico para ao texto, ele é apenas mais um elemento na construção da obra. Em suas quase 200 páginas, Turtschaninoff apresenta histórias de medo, superação e sororidade, mostrando que mulheres podem fazer qualquer coisa, e que a união dessa irmandade é o que as tornam mais fortes.

Maresi é um texto de leitura simples, mas nem por isso apresenta uma história rasa. A sutileza da obra de Turtschaninoff está justamente em apresentar diferentes personagens, de diferentes idades e origens, como a vida dessas mulheres é afetada por fatores externos, e como apesar de suas histórias e medos individuais, elas conseguem se juntar como uma irmandade para o crescimento de todas.

Um detalhe que eu gosto muito é da “câmara do tesouro”, que é a biblioteca da abadia, lugar que abriga o conhecimento trazido pelas primeiras irmãs, e que foi crescendo com o relato das novas irmãs. Maresi é que batiza a biblioteca de câmara do tesouro, pois para ela, quem não sabia que existiam tantos livros no mundo antes de chegar a abadia e para outras que viviam em uma sociedade onde as mulheres não podem estudar, conhecimento se torna o maior dos tesouro.

 

Nota:

4 SELOS CABULOSOS

 

Ficha Técnica

Nome: Maresi (As Crônicas da Abadia Vermelha, #1)
Autor: Maria Turtschaninoff
Edição: 1ª
Tradução: Lilia Loman e Pasi Loman
Editora: Morro Branco
Ano: 2018
Páginas: 200
ISBN: 9788592795276
Resumo: Uma história sobre amizade e sobrevivência, magia e encantamento, beleza e terror.

Maresi chegou à Abadia Vermelha quando tinha 13 anos, durante o Inverno da Fome. Antes disso, só ouvira rumores e fábulas sobre o lugar. Em um mundo onde garotas são proibidas de estudar ou seguir seus próprios sonhos, uma ilha habitada apenas por mulheres soava como uma fantasia incrível. Agora Maresi vive ali e sabe que é real. Ela está segura.

Tudo muda quando Jai, com seus cabelos emaranhados, cicatrizes e roupas sujas, chega em um navio. Ela fugia da crueldade e dos perigos escondidos em sua terra natal – mas os homens que a perseguem não vão parar por nada, até encontrá-la.

Agora as mulheres e meninas da Abadia Vermelha terão que usar seus poderes e conhecimento ancestral para combater as forças que desejam destruí-las. E Maresi, assombrada por seus próprios pesadelos, deve confrontar seus mais profundos e terríveis medos.