Covil de Livros 118 – O Assassinato de Roger Ackroyd

1
Vitrine do podcast Covil de Livros. No primeiro plano, recorte da capa do livro, mostrando no topo o texto "O Assassinato de", logo abaixo a ilustração de uma adaga perfurando uma carta manchada de sangue, ao lado da adaga o texto: "Um caso de Hercule Poirot". Na base da imagem o texto: "Roger Ackroyd". Na lateral direita, faixa vertical escrito "Podcast Covil de Livros" e o número da edição: 118.

Bem-vindos, amigos, ao Covil de Livros! Hoje Basso recebe Bruno Motta e Ana Rusche para continuar falando sobre a obra de Agatha Christie! Dessa vez, o livro analisado é O Assassinato de Roger Ackroyd.

O romance foi publicado em 1926 e foi o grande sucesso da escritora, sendo por muitos considerado o responsável pelo “boom” de sua carreira. Na época (e até hoje), a reviravolta da revelação de quem foi que matou Roger Ackroyd é um dos maiores casos de sucesso. Como o Bruno mesmo comentou no podcast, é comparável a revelação do filme Sexto Sentido!

Sendo a revelação da(o) assassina(o) algo tão elementar, seria difícil falar do livro sem dar spoilers! Portanto, já deixamos todo mundo avisado desde já que é altamente recomendado que você já tenham livro o livro antes de escutar o podcast. Sua experiência de leitura poderá não ser a mesma, estejam avisados.

A ideia é continuar a ler os romances da A.C. com esta mesma equipe. Portanto, deixe suas sugestões nos comentários de qual poderia ser o próximo livro da escritora aqui no Covil de Livros. Aproveitem e falem o que estão achando dessa “série informal” que estamos fazendo. Afinal, sua opinião é muito importante para continuarmos com o podcast!

Atenção!

Para ouvir basta apertar o botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como para salvar o episódio no seu pc). Obrigado por ouvir ao Covil de Livros.

Seja padrinho, madrinha, patrão, patroa, colega e companhia boa!

Sendo padrim do nosso parceiro podcast Perdidos na Estante você também apoia o site Leitor Cabuloso. Assim você garante que tenhamos como alimentar o Otto (nosso monstro do fosso) e pagar a manutenção da ponte levadiça. Combinado? Paga a entrada do Perdidos no Covil!

Nos siga nas nossas redes sociais