Star Wars: A Trilogia – George Lucas e Outros

Recorte da capa do livro. Fundo preto com uma mancha branca pontilhada indistinguivel à direita. À esquerda um selo dourado, dentro do selo, no topo em preto, o texto: "Especial Edition". Na base do selo, em preto, o nome da editora Darkside. No centro do selo, em fundo preto, o título: "Star Wars A Trilogia", na fonte oficial da marca.

Há várias maneiras de se enxergar Star Wars. A luta de um império contra rebeldes, um garoto vindo do nada que foi muito além dos seus sonhos e por aí vai. Depois de ler Star Wars: A Trilogia da Dark Side tive outra conclusão:

Há muitas galáxias e em cada pedacinho delas você pode viver uma aventura.

É diferente do filme?

No inicio da leitura desta linda edição, eu insistia em fazer um check-list na minha cabeça:

  • Isso tem no filme?
  • Não lembro exatamente dessa cena…
  • Será que terei que assistir a trilogia clássica outra vez?

Parei, respirei e decidi encarar o livro como um livro. A partir desse momento tudo se transformou. O ritmo aventureiro e cheio de bons diálogos começou a me conduzir. Os filmes foram deixados de lado e senti que estava vivendo algo totalmente novo. C3PO passou a ser muito mais engraçado, Tatooine e outros cenários foram ganhando vida e a personalidade cheia de expectativa de Luke me conquistou. Esses “novos” momentos, esse desbravar do livro sem se preocupar com a mídia cinema já vale a experiência por si só. Mas a Star Wars: A Trilogia vai além.

Uma escolha foi feita

Nessa adaptação o autor escolheu alguns aspectos para usar de forma pesada a sua mão de escritor. E tenho que dizer que fez a escolha certa. Em todo livro é criada uma atmosfera densa e pesada envolvendo Darth Vader. Me ajeitava no sofá e apertava o livro com mais força sempre que o vilão aparecia. Esse mesmo esmero também é adotado nas batalhas com sabre de luz. Não temos lutas rápidas e cheias de pirotecnia. O autor sabe criar tensão e novamente prende o leitor em uma atmosfera única. Parece que toda a galáxia se apaga e só há dois homens, e dois sabres.
A experiência vivida.

Essa leitura acabou me obrigando a enxergar a franquia com mais calma. O “roteiro” é muito bem feito. O treinamento de Luke ganhou um significado mais profundo. Pude enxergar a importância de se manter parado, não reativo. Não se mover sempre está relacionado a servir e não atacar. Atitudes simples que levam ao lado da luz e não ao lado negro. Vendo agora parece óbvio. Quando vi o filme não notei isso. Se você ler a obra pode ter esses descobrimentos. Tive mais destas sacadas com Han Solo, C3PO e Darth Vader.

A literatura é usada nas coisas grandes e nas pequenas. O autor precisa de poucas frases para dar mais vida para Wedge Antilles, para mostrar a importância de Mon Mothma e Almirante Ackbar. Há momentos que o autor está sem nenhuma amarra e usa a personalidade de Lando Calrissian para brincar com a narração. Achei isso criativo e o narrador ganhou mais vida.

Sempre existirá um lado negro

Em algumas batalhas, principalmente nas espaciais, a sensação de urgência, o ritmo frenético e todo o panorama são transmitidos e mostrados. Infelizmente isso não se mantém em todos os momentos de Star Wars: A Trilogia. Em algumas batalhas com vários personagens fiquei perdido: eu não conseguia me situar na cena criada. Pensava que o personagem estava em um canto e ele estava em outro. E perguntas do tipo “Como ele chegou ali?” surgiam na minha cabeça. Essa mesma pontuação pode ser feita em relação as descrições. Criaturas são bem descritas e foi fácil imaginá-las. Naves e veículos, em sua maioria, possuem só o nome e nenhum tipo de descrição. Isso não interfere de nenhuma maneira na experiência (já vi as naves e veículos nos filmes e recorri as lembranças).

Aquela sensação transmitida ao assistir os filmes pela primeira vez é praticamente impossível de ser replicada. Acredito que os idealizadores desse livro sabem disso e fizeram uma outra experiência. Vale muito a pena consumir toda a identidade e a mitologia de Star Wars através das palavras.

Aventure-se. Explore essa franquia através dos livros.

Nota

4 selos cabulosos

Garanta seu exemplar no link abaixo e boa leitura!

logo da “amazon” em preto num fundo amarelo

Ficha Técnica

Não esqueça de adicionar ao seu Skoob

Nome: Star Wars: A Trilogia
Autor: George Lucas, Donald F. Glut e James Kahn (Adaptação)
Tradução: Antonio Tibau (Episódio IV), Alexandre Matias (Episódio V), Érika Lessa e Peterso Rissatti (Episódio VI)
Edição:
Editora: DarkSide Books
Ano: 2014
Páginas: 528
ISBN: 9788566636260
Sinopse: A saga que atravessou o espaço e inúmeras gerações de fãs retorna ao público brasileiro em grande estilo. As histórias clássicas de Luke Skywalker, Han Solo, Princesa Leia, Mestre Yoda e Darth Vader ganham as páginas luxuosas de Star Wars, A Trilogia. A obra reúne os romances inspirados nos três primeiros filmes do universo fantástico criado por George Lucas: Uma Nova Esperança, O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi. Os três títulos chegaram a ser lançados no Brasil, sendo o último deles em 1983. Mas esta é a primeira vez que a trilogia completa é editada em nosso país num único volume, em capa dura. O acabamento segue o padrão quase psicopata de qualidade da editora DarkSide.