O Cavaleiro da Morte – Crônicas Saxônicas # 2 | Bernard Cornwell

0
#Acessibilidade Fotomontagem para divulgação. À direita está a capa do livro "O Cavaleiro da Morte" de Bernard Cornwell. Na capa tem um guerreiro à direita em cima de um cavalo. No centro da capa está escrito em letras maiúsculas e em preto "O Cavaleiro da Morte - Bernard Cornwell". À esquerda da fotomontagem tem uma imagem montada com fundo sépia onde está escrito em preto "'IWyrd biõ ful ãraed', eu disse. Destino é destino. Ele não pode ser criado ou alterado.'"

O destino é inexorável

“O Cavaleiro da Morte” é o segundo volume das Crônicas Saxônicas, série de livros escritas por Bernard Cornwell onde acompanhamos a vida de Uhtred (saxão herdeiro de Bebbanburg) que foi sequestrado por vikings quando era criança e criado por eles até a vida adulta. Dividido entre seu amor pelos dinamarqueses e sua lealdade à Alfredo, rei cristão de Wessex, Uhtred precisa escolher por qual dos povos irá lutar. Mas será que realmente se trata de uma escolha ou tudo já está decidido pelo destino?

Resumo

O acordo entre Guthrum “Sem-Sorte” (rei dinamarquês da Ânglia Oriental) e Alfredo foi quebrado. O último reino saxão se vê reduzido à região pantanosa de Aethelingaeg, pra onde Alfredo fugiu com sua família e alguns de seus seguidores. Uhtred, mais uma vez preso à Alfredo por juramento, se vê envolvido na batalha desesperada onde o último exército saxão lutará pela existência da Inglaterra.

Análise Crítica

Meu primeiro contato com as obras de Bernard Cornwell se deu em 2012. Na época, eu não conhecia a existência de ficção histórica e fiquei encantada ao perceber que poderia aprender fatos históricos através de uma narrativa de aventura e vingança. Em seus livros, Cornwell vai apresentando ao leitor não apenas os acontecimentos que levaram à unificação da Inglaterra, como também o estilo de vida dos saxões no século IX e as invasões vikings às terras inglesas, tudo isso acompanhado de diálogos rápidos, momentos cômicos, batalhas de tirar o fôlego e personagens estupidamente humanos.  E se a história não fosse interessante por si só, acrescente algumas doses de crítica à instituição da Igreja e à forma como outras religiões são tratadas.

Detalhe para as capas dos volumes de série que se completa formando uma grande imagem (foram os livros expostos lado a lado que me chamaram a atenção e me levaram ao primeiro contato), além disso, as capas são prateadas (a edição que li venho em um box com os cinco primeiros volumes, e nesse box as capas são foscas, mas os volumes lançados individualmente são prateados). O livro também conta com mapas e notas históricas.

E se ainda eu não consegui te convencer a ler, acrescente as descrições viscerais de batalha, regadas a sangue, suor, hálito de cerveja e/ou hidromel, fezes e o barulho ensurdecedor de duas paredes de escudos se chocando, acompanhado dos gritos de dor e júbilo da batalha. Eu prometo que você terá uma das séries mais empolgantes que tive o prazer de ler.

Nota

Garanta o seu exemplar e boa leitura!

Amazon – Capa comum
Amazon – Ebook Kindle

Não esqueça de adicionar o livro no Skoob

Nome:
 O Cavaleiro da Morte (Crônicas Saxônicas #2)
Autor: Bernard Cornwell
Tradução: Ivanir Alves Calado
Edição: 1ª
Editora: Grupo Editorial Record
Ano: 2007
Páginas: 392
ISBN: 9788501075529
Sinopse: Uhtred é um saxão cuja herança foi usurpada. Está à deriva num mundo de fogo e traições e precisa fazer uma escolha: lutar pelos vikings, que o criaram, ou por Alfredo, rei dos saxões, que o odeia.
São tempos terríveis para os saxões. Derrotados pelos vikings, Alfredo e seus seguidores sobreviventes procuram refúgio em Æthelingæg, a região a que ficou reduzido o reino de Alfredo. Aí, encobertos pela neblina, viajam em pequenos barcos entre as ilhas na esperança de se reagruparem, e encontrarem mais apoio.
Ao reunir o Grande Exército, os vikings têm apenas uma ambição: conquistar Wessex. Quando atacam em uma escuridão impiedosa, Uhtred se vê surpreendentemente do lado de Alfredo. Aliados improváveis: um rei cristão devoto e um pagão que vive da espada. Alfredo é um erudito; Uhtred, um guerreiro cheio de arrogância. No entanto, a desconfortável aliança é forjada e os conduzirá dos pântanos para a colina íngreme, onde o último exército saxão lutará pela existência da Inglaterra.
O CAVALEIRO DA MORTE é o segundo volume das CRÔNICAS SAXÔNICAS, série que apresenta a história do lendário Alfredo, o Grande, e de seus descendentes. Bernard Cornwell tece um belíssimo relato de lealdade dividida, amor relutante e heroísmo desesperado.


Patrícia Souza é bibliotecária de formação (e de vocação), entrouno mundo dos livros através de uma toca de Hobbit e depois disso não conseguiu mais sair.