Perdidos na Estante #006 – Os nossos Perdidos na Estante

9

Salve, salve podosfera! Nesse episódio, fazemos um “inception” com o nome deste programa. Domenica Mendes, Priscilla Rúbia e Lucas Ferraz convidam o Marcelo Zaniolo do LivroCast para a sessão de vergonha alheia. Existe isso de comprar livros demais? Mesmo quando são ebooks? Há muitos livros perdidos na nossa estante? Quais são os livros que queremos ler, não queremos mais ler, ganhamos de presente e ainda estão pegando poeira na estante ou no Kindle? E o mais importante: como quebrar esse ciclo? Confira ouvindo e rindo com este episódio!

Atenção!

Para ouvir basta apertar o botão PLAY acima ou clique em BAIXAR.

Citados durante o programa

[Site] Marcelo Zaniolo 
[Podcast] LivroCast

Compre

[Amazon] O Senhor das Moscas
[Amazon] As Crônicas de Nárnia
[Amazon] Ensaio sobre a Cegueira
[Amazon] Só o vento sabe a resposta
[Amazon] Caixa de Pássaros
[Amazon] A Bússola de Ouro
[Amazon] Os Filhos de Anansi
[Amazon] O Advogado do Diabo
[Amazon] Fios de Prata
[Amazon] Filhos do Éden
[Amazon] Magisterium. O Desafio de Ferro
[Amazon] Germinal
[Amazon] Novembro de 63
[Amazon] Eu, Robô
[Amazon] Donnie Darko
[Amazon] Belas Maldições
[Amazon] Duna
[Amazon] Deuses Americanos
[Amazon] Grau 26
[Amazon] O Templo dos Ventos do Marcelo Zaniolo

Agradecimentos:

Arte de logo e layout de vitrine: Rebecca Agra

  • Beatriz Kollenz Gama

    Adorei o programa! Já sou graduada em mudanças, sempre que sofro com o transporte dos livros, digo que não vou comprar mais só pra voltar a adquirir montanhas de livros e sofrer na próxima transferência de casa. Ano passado eu saí da casa da minha mãe pra morar no meu pai e foi uma tortura tremenda carregar todos os meus livros e mangás, mas como tudo tem seu lado bom descobri um monte de livros perdidos. Fiz um levantamento do que eu não iria ler e desde de então tenho trocado no Skoob. Já me desfiz que quase todos eles, alguns estavam em tão bom estado que troquei 2 créditos o que me rendeu mais livros ainda ahahaha Desde então passei a ser mais consciente, tenho lido os ebooks dos livros que são só para fins de entretenimento barato ou de autores que são desconhecidos. Se eu gosto eu adquiro o físico para ter na minha coleção e reler, funcionou para mim 🙂

  • LivroCast

    Gente, que programa divertido! Sem dúvida umas das pautas mais legais da qual eu já participei. Muito obrigado pelo convite, e parabéns pelo episódio. Um forte abraço e um grande beijo para vocês! o/

    Marcelo Zaniolo, 30 Anos. Florianópolis/SC.

  • Sempre sofro horrores nas mudanças por conta das quantidade de livros. Meu marido também é um apaixonado por livros e alem disso, trabalhamos com livros, então sempre tem um monte de livros novos (e esquecidos) na minha estante. Tenho lido muito mais que em outros anos, mas ainda não consigo dar conta. Adorei o programa!

  • Cpt. Ace Barros

    Saudações pessoas deste universo Cabuloso!
    Graças aos Deuses Galáticos não tenho um problema muito grande com a questão do consumo, mas ainda tenho livros não lidos perdidos na estante.
    Costumo comprar muito pouco no impulso, dando preferência a comprar já pra ler, exceto por séries em aberto que compro por completismo (vergonhosamente). Só que quando se trata de e-book as coisas mudam muito; primeiro porquê dá pra comprar muitos mais por menos (ê Draco com seus preços delícia); segundo porque não ocupam espaço e são mais práticos como foi dito pelo Zaniolo. Daí vem o que realmente complica: o hábito da leitura digital não é o mesmo que o físico. Leio muito no transporte e ler com o dispositivo digital fora de casa acaba sendo mais arriscado por conta da nossa violência urbana, acabava deixando de lado e postergando. Com isso a biblioteca do Kindle foi crescendo em um ritmo maior que eu desse conta.
    Quanto a escolhas de vocês, principalmente as do Lucas e do Zaniolo, acaba sendo questão de gosto mesmo. Comigo Espíritos de Gelo não rolou, mas Cemitério dos Dragões foi de boa, mas tenho minhas ressalvas com o Dracon. As vezes a leitura vale pelo desafio.

    Ace Barros,
    Capitão da Interlúdio e Host do Multiverso X

  • JF Wagner

    É… tem horas que bate uma depressão com desespero por ver tantos, tantos, TANTOS livros (e eBooks!) acumulados e não ter tempo para lê-los. Aqui sobre minha mesa tenho novinhos “A corte do ar” (comecei a ler – muuuuuito chato!!!), “A maldição de Alaizabel Cray”, “Century”, vol 2 (gostei do primeiro. Light) e “Duna”, da Aleph (ansioso para ler desde que o carteiro o entregou há três semanas!). Ebooks já comecei a ler uma infinidade, e a cada um que começo o desespero aumenta por não terminar a leitura. Aliás, quando termino um livro comemoro como se tivesse ganhado a Copa!!! Bem, muito bom esse Podcast. Parabéns a todos!

  • Paulo Renato

    Boa noite cabulosas e cabulosos!!! Achei muiiito legal esse episódio !!! Me identifiquei demais com todos e estou me sentindo melhor em saber que não acontece só comigo…rsrs. Bom, nunca tive o hábito de ler muito, acho que se eu lia 3 livros por ano era muito. Mas de uns quatro anos pra cá, tomei o gosto pela literatura e depois que minha filha nasceu em 2015, tomei a decisão que queria ser um papai com bagagem literária pra poder apresentar minha Catarina ao mundo dos livros. Desde então tenho comprado compulsivamente obras clássicas e obras juvenis e infanto-juvenis, quero ler de tudo e assim ter uma visão geral do que se passa no mundo da literatura. Encontrei alguns booktubers ( NuvemLiteratia da Ju, Ler antes de Morrer da Isa, Literature-se da Mell) dentre tantos outros, que me deram uma visão panorâmica das obras clássicas e juvenis. Li os Miséraveis em uma leitura coletiva da Fran do Livro&Café e me encantei com Harry Potter depois dos meus 46 anos em outra leitura coletiva com a Ju do NuvemLiteraria. Desde então os livros são um deleite para mim, comprei muitos e muitos e estou lendo aos poucos, basicamente leio na volta do trabalho em aproximadamente uma hora e meia e assim vou indo. Tenho muitos não lidos, ainda no plastiquinho, mas tenho a certeza que vou ler. Algum que tenho e não quero ler, bom, comprei o “Cinquenta Tons de Cinza” comecei e parei bem no começinho, depois disse que não leria mais. Sempre vejo muitas criticas ruins sobre ele, porém penso que se não ler não poderei tirar minhas próprias conclusões, e não poderia falar pra Catarina no futuro, filha se quer ler uma boa historia erótica leia esse ou aquele livro. Bom, também já comprei livro porque tinha o nome da minha filha ” Catarina a Grande” e é enorme cerca de 600 paginas, mas esse vou ler com certeza. Bom, é isso ai!!! Parabéns a todos pelo trabalho, as meninas são muito fofas e adoro todas !!! Um grande abraço !!! Paulo Renato

  • Renato Dantas

    Salve gente,

    Adorei esse episódio e dei muitas risadas no mercado.

    Tenho também os meus perdidos na estante, entre eles o Ruas Estranhas – uma coletânea de contos de Fantasia Urbana editada pelo Martin, é um gênero que eu amo, mas sei lá porque eu não consigo avançar na leitura e ele fica lá pela estante. Tenho também dois livros lindos da Darkside, o Prince of Thorns e o Senhores dos Dinossauros (esse último se não me engano ganhei no amigo secreto do CabuloCast do ano retrasado, acho que do Lucas inclusive), mas não me empolguei com nenhum dos dois, não por serem ruins, mas acho que o momento que estava vivendo não bateu com as leituras, pretendo tentar relê-los, mas não sei quando isso vai acontecer. Além deles posso contar nessa lista ainda o X-Men Espelho Negro, daquela coleção de romances dos heróis Marvel, e um livro do Resident Evil, ambos foram presentes de amigo secreto e que me dão uma preguiça enorme de começar, sendo que o dos X-Men foi um presente de amigo secreto que recebi do meu namorado e bate uma baita culpa quando olho para ele na estante (mas a culpa não é maior que a preguiça, então ele continua lá).

    Abração queridos!

  • Camila Vieira

    Olá!
    Ouvi o cast hoje, dia em que vou montar a quarta estante para guardar todos os livros que ainda não li!
    A gente não resiste aos livros novos mas esquece que não tem tempo para ler tudo.
    E quando a gente descobre aquele autor maravilhoso e ele já lançou trocentos livros? “Maldita” hora que conheci Robert Jordan e Brandon Sanderson! =D
    Estou olhando minhas estantes nesse momento e vejo que preciso desapegar de algumas coisas. Tem muito livro que não li e provavelmente não lerei.
    Só para citar alguns que já passaram muitos aniversários na minha estante: Trilogia do Século (Ken Follet), Trilogia da Escuridão (Del Toro), As Crônicas de Nárnia, vários do Harlan Coben.

    Passei por uma situação parecida com a da Priscila e dei a mesma solução. Meu noivo se mudou para Aracaju uns seis meses antes de mim. Toda vez que ele ía para Maceió, voltava com a mala cheia de livros.

    Enfim, adorei o cast =D

  • NicoRobinAzul

    Organizo minha biblioteca do kindle com o skoob, porque lá tem a opção de formato de livro: papel ou ebook, dai ponho ebook e vou na minha estante e tem a aba ebooks, sussa….kkkkkkkk