Agora você pode vender seus livros novos e usados na Amazon!

1

Sabe aqueles livros que você não pretende ler e que gostaria de vender? A Amazon pode te ajudar! A empresa lança hoje seu marketplace para a venda de livros.

Você pode pensar que isso irá prejudicar os sebos, mas muito pelo contrário: pessoas físicas e jurídicas poderão vender livros novos e usados no site da Amazon. Ou seja, o sebo poderá colocar seu estoque a venda, assim como o leitor e colecionador.

Para a Amazon o resultado promete ser satisfatório. Com alguns parceiros iniciais o site ganhou a adição de 100 mil novos títulos, sendo exemplares novos, usados, raros, esgotados, dentre outros. Para o consumidor, pouco muda. Ao comprar pelo site o comprador poderá ver se o livro é vendido pela Amazon ou por terceiros, além de poder conferir taxa de entrega e estado do livro (no caso dos livros usados).

Amei! Quero colocar meus livros a venda a-go-ra! Como funciona?

A Amazon oferece dois tipos de cadastro de vendedores: o profissional e o não profissional. Para o profissional há uma mensalidade de R$ 19,00 (isenta nos primeiros três meses) e traz alguns benefícios, como possibilidade de venda para o exterior (Estados Unidos, Canadá e México) atualização por API, criação de políticas de fretes diferenciadas por região do país, cadastro de múltiplos livros por tabela, entre outros.

Para o não profissional, não há limite de venda, mas é bom calcular para ver qual perfil se enquadra melhor baseado na quantidade que você pretende vender no site. Isso porque a cada livro vendido a Amazon cobra uma taxa de R$ 2,00 e a empresa também fica com 10% do valor da transação, incluindo o preço do produto somado ao frete. Por isso, se você pretende vender mais de 10 livros por mês (10 x R$ 2 = R$ 20, número maior do que os 19 reais da assinatura) melhor assinar o perfil profissional.

Mas e os espertinhos de plantão? Será que não vai ter calote?

Essa é uma preocupação da Amazon e a empresa vai ficar de olho nos vendedores. Os que recebem reclamações constantes e são muito mal avaliados, com vários problemas não resolvidos, serão avaliados e podem ser proibidos de vender no site.

Isso porque o comprador fica coberto pela Garantia de A a Z da Amazon, ao efetuar uma compra no marketplace, seja a Amazon ou não o vendedor em questão. Isso garante que o produto será entregue no estado de conservação cadastrado no site. Caso o vendedor não deixe o consumidor satisfeito, a Amazon entra em campo. A empresa poderá devolver o dinheiro integral do consumidor que se sentir lesado.

Já começou a fazer sua listinha do desapego?

Fonte

  • Eldes

    O que eu gostaria mesmo é algum esquema de poder vender ou emprestar algum ebook que eu tenha comprado para Kindle. Nem compartilhamento familiar, como na Apple, existe para o Kindle.