CabulosoCast #192 – Metas literárias para 2017

8

Olá Cabulosos e Cabulosas do meu Brasil e Booklovers de todo mundo! Neste capítulo, eu (Lucien o Bibliotecário), Priscilla Rúbia e Domenica Mendes convidamos Dani Gomes para fazermos uma lista de 5 (cinco) livros para serem lidos em 2017. Será que conseguiremos? Dê o play para descobrir quais livros desejamos ler neste ano. Um bom episódio para vocês!

Atenção!

Para ouvir basta apertar o botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como para salvar o episódio no seu pc). Obrigado por ouvir o CabulosoCast!

Quer baixar o episódio em arquivo rar?

Para baixar a versão em zipada clique aqui, em seguida cole o link de download e clique na opção convert file.

Citados durante o episódio

Recomendamos

Mídias Sociais

Assine nosso Feed

Nossa Página no iTunes

Nossa Página do You Tuner

  • Mundo das Leituras

    Adorei a Meta de Leitura de vcs e colocarei abaixo os meus 5 Livros que pretendo ler esse Ano:

    1- Admirável Mundo Novo do Aldous Huxley
    2- Fahrenheit 451 do Ray Bradbury
    3- Orgulho e Preconceito da Jane Austen
    Os 3 Acima é Somente por Querer Ler Mais Classicos, Nada de Especial
    4- Cronicas de Gelo e Fogo: A Guerra dos Tronos do Titio Martin
    Por Ouvir Muitas Pessoas Falando dos Livros e da Série e Também porque tenho os 5 Livros + O Cavaleiro dos Sete Reinos Abandonados na Estante Então Acho Melhor Começa-lo logo.
    5- IT A Coisa do Stephen King Esse é Porque Quero Assistir o Filme que estreará dia 07/09 e Também Ouvir o Cast especial de Vcs já que ele é 100% com Spoilers.

    Então é Isso Galera, um Grande Beijos para a Tia Do, Para a Priscila Rubia e para Dani Gomes e um Abração para o Lucien (que me fez ler o primeiro Machadão com o Conto “A Igreja do Diabo” e Amar) Vcs são meu Podcast Literário Favorito.

    Obs1: Tia Do do Meu Coração Leia a Espera de um Milagre do King, pois ele é um Drama muito lindo e intenso mesmo que vc já tenha assistido o Filme com o Tom Hanks e o Michael Clarke Duncan. Obs2: Foi Minha Primeira Experiencia com o Autor e não poderia ter começado melhor. Obs3: Melhores Indicações de Livros para a Lucas kkkkkk.

  • Patricia Souza

    Olá equipe cabulosa!

    Gente, o que são essas indicações pro Lucas? E como assim ele ainda não as leu? São leituras fundamentais para qualquer leitor.
    Acho que precisa ter video com as impressões dele dessas obras.

    Bem, minha meta de leitura para 2017:

    1. As Crônicas de Nárnia – C. S. Lewis (que já estou lendo, e pedindo ao Deus da Leitura que me ajude a terminar porque está dificil)
    2. A trilogia 1Q84 – Haruki Murakami (jazz, gatos, orelhas e senas WTF?)
    3. O prisioneiro do céu – Carlos Ruiz Zafón (é o único livro do Zafón publicado para Alfaguara que ainda não li. Está prevista a continuação para 2017 e é sempre bom revisitar o Cemitério dos Livros Esquecidos)
    4. Deuses Americanos – Neil Gaiman (porque é Neil Gaiman)
    5. O nome do Vento – Patrick Rothfuss (se boa parte da podosfera literária fala bem desse livro, quem sou eu para descordar?) Na verdade, comecei a ler em 2016, mas por total preguiça de carregar um calhamaço desses na bolsa eu desistir. Mas pretendo retomar a leitura nas minhas férias.

    Fora todos os outros que irão aparecendo para tornar infinita a minha já grande lista dos “Quero ler” no Skoob.

    Bom, é isso. Parabéns pelo ótimo trabalho de vocês, feliz 2017 para todos, e boa sorte para o Lucien pra cumprir suas metas.

  • Vale sempre lembrar que os leitores podem enviar contos para o site seguindo as regras do seguinte link: http://leitorcabuloso.com.br/2016/11/regras-para-submissao-de-contos/

    E também que metas, promessas, acordos e termos are made to be broken;

  • Janaina Muniz

    Olá Cabulosos,

    Meus 5 primeiros livros da meta de 2017 são:
    1- A Paixão Segundo G.H. (Clarice Lispector): eu li 6 páginas e já comecei a questionar toda a minha existência
    2- Os Verdes Abutres da Colina (José Alcides Pinto): escritor cearense.
    3- O Feiticeiro de Terramar (Ursula K. Le Guin): eu quero ler a série.
    4- Grande Sertão Veredas (JGR): agora pra terminar. Fiz o Lucien com esse livro.
    5- Psicopata Americano: agora pra terminar 2 (tentei ler ano passado, cheguei na metade mas o livro me deu uma bad!)

    Janaina Muniz. Universitária. Fortaleza/CE. Lendo: A Paixão Segundo G.H.

  • Camila Vieira

    Olá!
    Que maldade com o Lucas! Só pérolas da literatura!!

    Sobre a meta dos Cabulosos:
    – Último turno do Stephen King: adorei o livro e achei um ótimo fechamento para a jornada do Bill Hodges. Apesar de ter começado como uma história clássica de detetive, Tio King não resistiu e acrescentou um toque sobrenatural na trilogia.

    – O Pistoleiro do Stephen King: realmente é um livro não muito fácil de ler, mas vale a pena o esforço pois A Torre Negra é uma obra magnífica. O volume 2, A Escolha dos Três, já é um livro impossível de largar!

    – Loney: fiquei o livro todo me perguntando quando iria acontecer algo de relevante mas gostei do final. Seria melhor se fosse apenas um conto com bem menos enrolação.

    Principais livros que quero ler esse ano:

    1. Words of Radiance – Volume 2 da trilogia The Stormlight Archive (Brandon Sanderson): estou simplesmente fascinada por esse autor. Li o primeiro livro da trilogia ano passado e fiquei encantada com o universo criado, pelos personagens e pelo enredo.

    2. O Dragão Renascido – Volume 3 da séria A Roda do Tempo (Robert Jordan): outra série que comecei ano passado e estou gostando muito. São 14 livros, então tem muito caminho pela frente.

    3. The Fiery Cross – Volume 5 da série Outlander (Diana Gabaldon): sou apaixonada pela história de Claire e Jaime. Quero ver como eles irão se sair no meio de mais uma guerra.

    4. O Nome do Vento (Patrick Rothfuss): depois de tantas recomendações, tive que colocar na minha lista.

    5. O Guerreiro Pagão – Volume 7 das Crônicas Saxônicas (Bernard Cornwell): por motivos de Uhtred =D

    Tem muitas outras coisas que gostaria de ler, vamos torcer para ter tempo!

  • Vitor Sandrini de Assis

    Olá, meus caros cabulosos. Vou dispensar apresentações por já me considerar de casa (tenho tentado comentar sempre que possível).
    2017 é um ano que coloquei apenas uma meta: não ficar preso a metas. Mas vamos cagar regra um pouco e criar as metas literárias.

    – O Nome do Vento: primeira meta porque já faz um tempo que quero ler e o senhor Marcelo Zaniolo fez um L: ivrocast que definiu minha primeira (e até então única) meta literária do ano;

    – Dom Quixote: por causa do episódio do Cabulosocast. Fiquei muito interessado e está definido que lerei este ano;

    – O Frágil Toque do Mutilados: por causa do Cabulosocast de retrospetiva. O AJ indicou e fiquei maluco com ele;

    – Uma Longa Queda: após ouvir a sinopse no Livrocast (estou percebendo que me influencio muito por podcasts literários…) fiquei maluco e finalmente vou ler este ano (já estou na metade dele);

    – Ensaio Sobre a Lucidez: faz anos que quero ler este livro e agora vai, porque, como disse a Domenica, 2017 é pra ler o só o que queremos mesmo.

    Valeu, pessoal e adorei novamente o exercício e a participação. Abraço a todos!

  • Petrus Augusto

    Petrus A, Programador, 29, Hellcife – PE.

    Metas para 2017? Concluir a meta de 2016, hahahha

    Mas, falando mais sério agora, até o momento, são apenas.
    1 -> Jorge Amado, Capitães da Areia
    2 -> Cervantes, Dom Quixote (comprar e ler a versão linda da Martin Claret)
    3 -> Dostoiévski, Memoria da casa dos mortos (Martin Claret tmb, tenho os dois dele pela Martin, quero manter a linha. xD)
    4 -> A. Duma, O conde de monte cristo (Zahar)
    5 -> Dostoiévski, O Idiota (Preciso dizer que é a edição da Claret tmb? Gostei muito da edição deles dos livros que tenho)
    6 -> Terminar de ler A Torre Negra, só falta o último livro (mas, estou com pirangagem de pagar 70 Temers nele)

    Essa é de fato a meta, mas, o que vim ao longo do ano tá bom! xD

  • Olá Cabulosos,

    Esse ano vai ser o meu ano das releituras e vejam só, Lucien, eu (que posso dizer com orgulho que há muito tempo indiquei a vc essa espetacular edição da Zahar) tbm vou reler o fabuloso “O Conde de Monte Cristo” – que tbm é um dos meus livros de cabeceira.

    O Conde de Monte Cristo é um livro que além de apresentar uma história magnifica, me serve de estudo para melhorar minha própria escrita. Se há um cara que sabe contar a história de forma magnética, este cara é o Alexandre Dumas. Ele é o cara.

    Mas não é com Dumas que estou começando minhas releituras, e sim com Eiji Yoshikawa; já estou relendo o magnifico Musashi (outro livro que está entre os que eu mais admiro).

    Na verdade eu gosto muito deste livro – Musashi – pois ele é uma verdadeira viajem no tempo para o Japão antigo, além de possuir uma simbologia muito legal em relação a um conceito oriental chamado Shibumi e que diz respeito à busca do auto aperfeiçoamento. Este livro sempre me inspira e estou em um momento em que preciso de inspiração para lidar com as turbulências deste nosso mundo caótico.

    Também estão na minha lista de re-leituras:

    Kwaidan – Assombrações de Lafcafio Hearn; livro mais que indicado para os fãns do folclore Japonês e/ou daquelas histórias que com toda simplicidade conquistam nossa alma;

    O Conquistador – De Conn Igguldenn: Uma ficção histórica que narra a vida de Genghis Khan. Indico para quem gosta de Historia e de conhecer outras culturas. Em particular, eu tenho grande fascínio pela historia do grande Khan e pelo fenômeno que foi o Império Mongol: Sua ascenção, Dominio e Queda.

    O Imperador – Tbm de Conn Igguldenn. Uma ficção histórica que narra a historia de Julio César. Quem acreditar que o Brasil é o inventor do “circo” que é Brasília, recomendo muito. Qual não será a surpresa daqueles verão na antiga Roma um Senado praticamente igual ao nosso em todos os sentidos. O que nos faz parar para pensar: Já não está na hora de pensar em novas formas de Governo? A Republica e a Democracia são realmente algo positivo? Bom, mas o livro não foca apenas politica, ele tbm é uma viagem no tempo muito rica e espetacular;

    A Arte da Guerra – De Sun Tzu. Este eu quero reler para fins de estudo mesmo, pois apesar de ser um livro difícil de ser interpretado ele nos dá pistas de como as pessoas daquele período pensavam o mundo a sua volta.

    Agora, os livros que pretendo ler e/ou continuar lendo, são:

    Os três Mosqueteiros – de Dumas: porque? Ora porque tudo o que o Alexandre Dumas escreveu é foda! kkk

    O Livro do Travesseiro – de Sei Shonagon; um livro escrito entre o fim do século X e inicio do XI, por uma dama da corte da Imperatriz Teishi (no Japão). Meus motivos para ler esta obra são parecidos com os que me levam a ler o “Sun Tzu”; trata-se de um documento, uma obra escrita em um tempo tão remoto por uma pessoa com uma cultura e modo de visão do mundo absolutamente diferente do que conhecemos. Indicado para quem gosta muito da cultura oriental e/ou gosta de estudar obras que abordem o mundo antigo;

    O Livro das Mil e Uma Noite – traduzido direto do árabe por Mamede Jarouche Mustafa, conterrâneo meu aqui de Osasco – SP, kkk. O livro está dividido em 4 tomos. Já li o primeiro e pretendo continuar o segundo e demais tomos (embora certamente não os conclua este ano). O livro é um espetacular documento que mescla o fantástico e o histórico, pois mostra muitos lugares do mundo antigo e como funcionava sua dinâmica. Para quem quer escrever contos eu recomendo muito como uma forma de estudo. Para quem gosta de ler contos, mais que indico para ler à noite, como um passatempo terapêutico para curar-nos das doenças mentais (Sim, Sherazade é capaz de curar com suas histórias envolventes, fabulosas e auspiciosas). E digo um pouco mais, é imperioso que leiam e conheçam este livro.

    PS.: O Livro das Mil e Uma Noites não é indicado de forma alguma para o publico infantil.

    Bom, é isso meus Cabulosos amigos. Listei apenas os principais livros na minha lista para 2017 (embora hajam – como deve ser o caso de todo mundo aqui – muito mais livros na minha interminável lista e embora eu não garanta que serei capaz de concluir a empreitada a que estou me propondo, pois sempre leio bem de vagar estas maravilhosas janelas para outros mundos e épocas). Adoraria poder dizer que vou reler também “O Nome do Vento” e iniciar de uma vez por todas “O Temor do Sábio”, e que também vou reler o sombrio “O Estranho Misterioso” de Mark Twain, massssss, acho que me faltarão horas nos meus dias para tanto. Talvez fiquem aí para 2018, kkkk.

    Um grande abraço.