CabulosoCast #184 – Americanah

5

Olá Cabulosos e Cabulosas do meu Brasil e Booklovers de todo mundo! Neste capítulo, eu (Lucien o Bibliotecário), Lady Sybylla, Lu Bento, Soraya Coelho, Micaela R. e Viviane Moraes (vivimpessoal@gmail.com) falaremos sobre Americanah da Chimamanda Ngozi Adichie. Querem saber quem é a autora? Sobre o que fala sua obra? Então ouçam esse CabulosoCast que está imperdível! Um bom episódio para vocês!

Atenção!

Para ouvir basta apertar o botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como para salvar o episódio no seu pc). Obrigado por ouvir o CabulosoCast!

Quer baixar o episódio em arquivo rar?

Para baixar a versão em zipada clique aqui, em seguida cole o link de download e clique na opção convert file.

Citados durante o programa

Recomendamos

Mídias Sociais

Assine nosso Feed

Nossa Página no iTunes

Nossa Página do You Tuner

  • Renato Dantas

    Renato, 36 anos, Revisor de Texto, São Paulo, SP. Lendo O Sangue do Olimpo, do Rick Riordan.

    Simplesmente incrível esse episódio. Eu me identifiquei muito com aquela fala do começo, especialmente na parte de neve e cerveja de gengibre, me sentia exatamente assim quando criança vendo os episódios e edições de natal dos meus desenhos e quadrinhos favoritos. E mesmo quando lia quadrinhos nacionais ou via conteúdo televisivo nacional, geralmente a realidade apresentada era a do Rio ou de São Paulo, bem diferente da minha realidade recifense.

    Fiquei muito curioso de ler esse e outros livros dela e também de conhecer mais histórias africanas.

  • Juliana Santos

    Juliana, 21 anos, estudante de Química Industrial, lendo We real cool, autora bell hooks

    Chimamanda mudou minha vida. Como mulher negra, só percebi que nunca tinha lido mulheres negras até meus 20 anos. Ano passado, me permiti ter uma overdose de Chimamanda lendo todos os livros publicados dela, inclusive o livro de contos que não foi citado no podcast The thing around your Neck. Toda a leirura mudou minha vida, minha perspectiva sobre a literatura, e o que eu desejo de autores nacionais e internacionais.

    O programa foi excelente, além de mostrar que a autora tem uma maior penetração por ter uma figura ocidentalizada, conseguiu dar mérito ao livro.

    Eu só tenho uma grande indicação : Leiam bell hooks !!! hooks é uma feminista negra americana que aborda exatamente o sentimento de transformar o diferente em “o outro” falado no podcast. Deixo aqui o livro da autora que fala sobre a situação:

    https://aboutabicycle.files.wordpress.com/2012/05/bell-hooks-black-looks-race-and-representation.pdf
    No mais, que programa excelente !!!
    Um grande abraço !

  • Magdiel, 21 ou 22 anos, instrutor de informática, blogueiro, e acariciador de gatos. Lendo A Cidade e a Cidade do China Mieville (é bem legal). E me perdoem por sempre esquecer de por isso nos comentários. Vi o pessoal aí em embaixo e lembrei desse padrão.

    Nossa! Já havia ouvido falar um pouco de Chimamanda, Americanah e Hibisco Roxo, mas só depois desse programa é que todos os livros dela forma automaticamente pra minha lista.

    Eu acho muito foda esse pensamento de literatura local, influências e vivências locais. É como na minha adolescência, onde eu via todos aqueles filmes de seção da tarde sobre escolas legais e juventudes maravilhosas, e a minha realidade era o contrário daquilo. É a minha lembrança referente a isso que mais me incomoda. Tem muitas outras coisas.
    E eu creio que a produção local, aproveitando que cada vez mais vem crescendo o número de escritores brasileiros, tem que olhar esse lado, e também os leitores procurar mais esse lado também.

    PS. Sybylla <3

  • Beatriz Santos

    O cast tá muito bacana. Engraçado, achei que, assim como eu, a galera tinha começou a se interessar mais pela escrita da Chimamanda a partir do TED talks sobre o perigo da história única. É pq grande parte do meu círculo de amigos viu primeiro os TEDs. Tive acesso a essa palestra no fim da graduação e foi um divisor de águas pra mim, logo em seguida aaí correndo pra ler o Meio Sol Amarelo. É muito importante que mulheres como a Chimamanda venham ganhando mais espaço nas mídias, finalmente!
    E fiquei mto feliz tbm por vcs terem trabalhado esse livro logo depois da minha indicação pra vcs no dia do podcast! <3 uma pena que não deu pra participar.
    Obs: Vivi, que citou a Spivak, o Said e o Bauman: sua maravilhosa <3 <3 <3
    Muito amor por essas referências. "É nós" estudiosos da literatura aqui tudo junto!!! <3

  • Adriana Rodrigues

    Adriana, 22 anos, formada em Tradutor e Intérprete, revisora de texto técnico. Estou lendo: O Príncipe – Nicolau Maquiavel

    AAAAAAAAAAAA CHIMAMANDA, ESPEREI TANTO POR ESSE DIA, ADOREI O CAST <3

    Uma curiosidade: Tem um livro dela, o "The Thing Around Your Neck", que não foi traduzido para o português.

    Abraços!