Precisamos falar sobre o estupro da Caska

1004

Não há dúvidas de que Berserk é uma obra renomada. Uma obra que vendeu mais de 40 milhões de volumes pelo mundo e sendo serializado desde 1989 que tem filme, anime, jogos, além de diversos outros produtos. Não dá pra negar o sucesso de Berserk.

O mangá começou a ser publicado pela Panini em meio-tanko, uma versão que é a metade do volume japonês e  foi republicada em uma versão de luxo que atualmente está no volume 13. E é sobre esse volume que vamos conversar.

berserk-nova-edicao-vol13

Atenção: A partir de agora irei revelar acontecimentos da trama, portanto se você ainda não leu o volume e tem interesse de ler, saiba que esse texto contém SPOILERS.

O que nos trouxe aqui

Griffith ofereceu todo o seu bando – o Bando do Falcão, para o sacrifício em troca de poder. Todo o bando recebe o “estigma”, uma marca, que os define para sempre como sacrifícios e que atrai e dá o aval para demônios atacarem. Assim, todo o bando que está em uma outra dimensão se vê rodeado de demônios e a matança começa.

Para quem não conhece a obra, Caska é uma integrante do Bando do Falcão (que é resumidamente um grupo de mercenários) e a única mulher da turma. Ela tem uma queda por Griffith, o líder, o homem que usou todos os seus companheiros para se tornar um ser poderoso.

Então temos a cena: o bando tentando sobreviver em um local que aparentemente não tem saída e está cheio de demônios. Todos estão chocados: uns pensam que estão tendo um pesadelo horrível, outros estão catatônicos e muitos já foram estraçalhados. É esse o cenário do início desse volume.

berserk1

Na imagem acima vemos a Caska e lendo o mangá você vai ver que ela tenta a todo custo salvar seus amigos, mas é tudo em vão. Ela está completamente abalada com isso e então Griffith “acorda”.

Depois de oferecer o bando em sacrifício, Griffith começa a se transformar no que seria um God Hand, um ser com grandes poderes. A transformação acaba e Griffith agora é Femt. Caska já estava em uma situação complicada, presa, nua, sendo estuprada por vários demônios. Então ela vê o que era Griffith e, não sei, talvez pensa que ele irá salvá-la, mas ele a estupra.

Infelizmente tem mais…

O negócio é que a cena é claramente um estupro, mas o autor tentou parecer que não fosse. Ela coloca a Caska de modo completamente exposto, inerte, sem qualquer chance de reação. Mas ela parece gostar do que está acontecendo.

berserk2

Vamos relembrar algumas coisas:

  1. Caska tem uma queda por Griffith.
  2. Ela está em um mundo desconhecido.
  3. Ela está cercada de demônios.
  4. Ela viu seus amigos sendo mortos.
  5. Ela foi estuprada por esses demônios.
  6. Ela está sangrando.

MAS, dizer que ela tem uma queda por Griffith não justifica criar uma cena em que ela geme enquanto é estuprada!!!!

Ouvi falar de justificativas onde: “mesmo que ela não queria, ela recebeu o estímulo e daí gostou“. NÃO. Quem falou isso é certamente um homem, assim como é um homem o autor do mangá. Não tem como uma mulher sentir prazer só pelo fato de estar sendo penetrada. Isso não acontece.

Não há necessidade alguma dessa cena de estupro. A cena é usada claramente como estopim para Gutz, o personagem principal da obra, que já teve uma relação (e essa foi consensual) com Caska e que está assistindo enquanto ela é estuprada por um capítulo inteiro com ângulos diferentes. O objetivo era deixá-lo muito puto. Porque matar todos os seus amigos não era o suficiente. A única mulher da obra com um papel importante, precisava ser estuprada para acontecer a grande virada do mangá!

berserk3

Eu não quero julgar quem lê a obra com esse texto, até porque eu só li esse volume porque coleciono a obra. Você não precisa deixar de ler Berserk, se não quiser. Você só precisa entender que foi uma cena desnecessária e muito, muito errada! Precisa aceitar que Miura errou feio, errou rude. Nenhuma mulher sentiria prazer em uma situação como aquela. Não importa se ela gostava do agressor. O autor quis transformar a cena em um hentai, um pornô, mas não se engane: foi um estupro! É isso que nós queremos dizer quando falamos sobre cultura do estupro. Por causa de cenas assim.

Caska deixou de ser uma personagem na obra. Ela, assim como Gutz, conseguem sair do inferno e sobrevivem. Mas ela fica completamente abalada. Para sempre. Ela nunca mais será a mesma, ela age como uma criança assustada pelo resto da obra que ainda não chegou ao fim.

berserk4

Ainda temos que conversar

Precisamos conversar sobre o estupro da Caska e de tantas outras personagens que têm seu corpo violado para ser a reviravolta de alguma obra. Não vejo porque criar personagens femininas fortes e determinadas para depois humilhá-lhas dessa forma.

Precisamos repensar o que escrevemos e o que consumimos. Precisamos entender a diferença entre diversão e influência. Precisamos ver que algumas coisas não são necessárias ou justificáveis dentro de uma obra. Precisamos parar de promover a cultura do estupro.

  • Joyce Matias

    Eu li a resenha e quando li “ela geme enquanto é estuprada!!!!” me fez lembrar aquele caso da “Menina e os 30” , pois varias pessoas argumentaram que viram o video e teve um momento q ela gemia , “Ela tinha gostado” e que “Tinha um namoradinho dela lá também ” e é LAMENTÁVEL ter que explicar que ninguém sente prazer depois de ser agredido/violentado/enganado , é algo que todos deveriam saber … porém é mais fácil colocar a culpa na mulher , principalmente por conta do passado.

    Já estou cansada também de ver em series e filmes estupro sendo usado como uma justificativa para a personagem ficar mais forte (lembra do caso Sansa de Game of Thrones).
    Bela resenha , é dificil pensar no assunto, mas é necessario

    • Oi Joyce, pelos comentários acima já dá pra perceber como é difícil sequer pensar no assunto. Acho que quem usa e faz uma cena do tipo, não entende nada sobre prazer feminino.
      Obrigada pelo comentário!

      • Conde

        Você é uma gorda baleia, baleia, saco de areia, cagou banana podre, morreu de caganeira, com óculos, cabelo mal cuidado, pele fodida e que tem gato para matar a carência.
        O QUE VOCÊ SABE DE PRAZER FEMININO, JUBARTE?

      • Conde

        Você é uma gorda, baleia, saco de areia, cagou banana podre,
        morreu de caganeira, com óculos, cabelo mal cuidado, pele fodida e que
        tem gato para matar a carência.
        O QUE VOCÊ SABE DE PRAZER FEMININO, JUBARTE?

        https://uploads.disquscdn.com/images/848d9272ce729fb5796cf7e2348314b2da1431c0b618c9056cf7c7a72f4e80e2.jpg

        • tevao

          meu deus conde, eu achei todo esse post todo bem bosta mas seu comentário superou

          • Conde

            “AAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIINNNNNNNNNNNNNN, RESPEITA AS MINA”
            Maximum CORNO.

    • Marcelo de Assis

      Bem falado, pois a autora dessa postagem usa o “gemido” da Caska justamente pra afirmar que ela foi retratada como se estivesse gostando, quando na verdade não quer dizer nada!

    • Guilherme Alves

      Se você acha que não vai ver coisas com estupro em series/filmes/mangas/livros com tema idade media, a errada é vc.

      • Joyce Matias

        Eu acredito que a questão é a necessidade de toda obra que envolva “uma idade media ficcional ” (afinal na idade media que nossa sociedade viveu não existe dragões , fadas e qualquer tipo de demonio bizarro) sempre faz uso do “estupro” e/ou “humilhaçoes” com gatilho para alguém crescer como personagem .

        Sabe, porque uma pessoa não pode ser simplesmente forte ou amadurecer depois de tudo que passou ? Sabe as vezes dá a impressão que estupro é banalizado e usado como clichê apenas por ser usado e quando é contra a mulher muitas vezes ganha uma aspecto de “sensualizar “e “normal’.

        Eu entendo que Berserk é uma obra violenta o tempo todo, talvez essa cena não tenha sido tão gratuita em Berserk quando se comparado com outras midias , porém será que é mesmo tão necessaria as cenas meio hentai (pelo menos é o que me parece)?

        PS: Te recomendo um documentario no Netflix chamado “India Daughter ” e um bom filme sobre idade media – O nome da Rosa.

    • Conde

      Se cenas de estupro e violência te afetam, então vai ler Turma da Mônica.

      • Joyce Matias

        Aff , esse tipo de argumento é triste. Tem muita gente que discorda e isso é otimo , aprenda a argumentar invés de “só mandar fazer algo” , porque da mesma maneira que eu devia ler Turma da Monica , você devia ler algum livro do tipo “Argumentos for Dummies”

    • tevao

      achar que a menina dos 33 estava sentindo algum prazer um horror sim, imbecil quem dizia isso, mas e quanto a achar que a personagem do mangá também estava?

      • Joyce Matias

        Então lendo os trechos de mangá acima dá essa impressão , também vi um trecho do anima dublado em espanhol e tinha um gemido (estilo atriz porno manja), mas na versão em ingles deixaram silencioso e parece mais horrenda a cena . Vendo as imagens acima deu essa impressão para eu , porém acredito que possa ser questão de interpretação , se você acredita que não foi isso também acho valido.

        Ponto de visto é ponto de visto neh _(ツ)_/¯

      • Até agora houve esclarecimentos no caso da menina dos 33? Trocaram de delegado, a delegada já soltou um áudio supercortado falando que houve estupro, baixou de 33 para 6…

        Quer citar estupro mesmo? De verdade? Cita uns do Oriente Médio, do ISIS. Aí sim a gente tem certeza.

    • Não, você está confundindo totalmente.
      Primeiro, o ‘gemido’ se perdeu na tradução, foi um acto de dor e não de prazer.
      Segundo, “sentir prazer” e mesmo ter orgasmo não implica que não houve estupro. Estas reações são fisiológicas, não precisam estar “sincronizadas” com a mentalidade.

      E quanto ao caso GoT, é muito interessante notar a mesma seletividade: homens são seviciados de todas as formas mais horrendas possíveis, explicitamente, e ninguém reclama, mas basta uma mulher ser violentada – e Samsa nem é exposta – e todos ficam indignados.

      • Soren Silva

        ‘Antes do exame médico, ela prestou depoimento e foi

        periciada no Instituto Médico-Legal (IML). O pai, que a acompanhou na perícia,
        disse que, ao chegar em casa no domingo, encontrou a filha “gemendo de
        dor”.”
        .

        http://vejasp.abril.com.br/materia/menor-estuprada-no-rio-depoimento
        .
        Um relato sobre abuso sexual na qual o pai encontrou a filha gemendo de dor depois de ser abusada.
        Acham que o gemido é somente de prazer, mas pode ser de dor.

      • Joyce Matias

        Eu ando respondendo outros usuarios daqui também é que existe um clichê onde a personagem feminina ou alguém proximo a ela para crescer precisa ser estuprada, isso é tão comum quanto negros morrerem primeiro nos filmes ou indianos e asiaticos aparecerem como matematicos , saka .

        Acho que isso é que incomoda mais , porque sempre é necessario ? Será que não tem um jeito mais inteligente do personagem crescer ?

        Porém , como é Berserk talvez não seja tão gratuito como outras obras tratam isso. Eu conversei com um cara aqui , era mais uma questão de traição do que apenas usar o estupro como gancho de plot.

        Sobre Got e o que acontece com os homens:

        E serio as pessoas reclamam porque podem e devem (isso inclui minorias em programas como gays , mulheres , negros , asiaticos etc), elas cansaram de ser humilhadas ou usadas apenas como clichê e tem que reclamar mesmo.

        Se os homens então incomodados com a forma como os personagens deles são tratados de um jeito barato, também devem reclamem.
        É que nem reclamarem que os movimentos feministas não lutam para que homens não precisem obrigatoriamente irem para o exercito , mano.. as minas já tem muito o que lutar (é só ver o jornal sobre casos de violencia) , porque as pessoas que se incomodem com isso também não se mexem , saka? É mais facil esperar …

        • Negro morrendo primeiro, nunca notei.
          Indianos como matemáticos acho que em nichos bem específicos de séries, mas isso é em razão até de uma lei nos EUA que facilita a entrada de estudantes de intercâmbio desses países. Nada de anormal aqui, é como encontrar mulher dona de bar de esquina de favela em novela BR.

          Bem, é necessário alguma coisa chocante para servir de quebra em alguns ambientes. Se fosse um mangá mais suave, como por exemplo One Piece, a derrota contra algum grande vilão ou mesmo a perda de um ente querido dividem águas.

          Agora, em Berserk, onde a morte impera, o que de fato choca? Quase nada. Tudo é visto como algo corriqueiro. De fato, as pessoas deveriam ficar impressionadas é de o Miura ter feito algo com esse estupro além de apenas jogar no plot.

          Quanto às reclamações, você ainda não compreendeu: a violência em tais obras ocorre em escala global. Ninguém absolutamente escapa. Mas, quando a violência atinge a mulher (ou uma minoria, haha!), aí não, temos que maneirar, isso pode traumatizar…
          Essa setorização é hipócrita, pois desconsidera completamente o ambiente. Não é como se somente as mulheres fossem alvo das mais macabras sevícias enquanto os homens apenas se divertem assistindo – mas sim que nessas obras todos são vítimas de alguma coisa.

          Quanto toda a balela de luta e os caralho a quatro, não vou responder porque não tem relevância para o caso. Porém, ainda fica a questão: por que mulher tem que ser absolutamente poupada, e somente homens é que têm que ser alvo da violência?

          P.S.: falando em minorias, esses dias reclamaram de uma série da Globo porque … faltava negros na prisão!

          • Joyce Matias

            Mais uma vez cara, acredite não é um clichê muito comum e sim pessoas tem que lutar pelo o que elas acham errado , geralmente é sobre algo que elas conhecem ou vivem, cada causa é uma causa e algumas (como violencia contra mulher e crianças) são grandes demais . Isso não significa ser hipocrita e sim apenas focar e um problema

            Compreendo seu ponto de vista , mas discordo . Pelo menos você é mais educado (ao contrario do que se vê em alguns comentarios aqui.) . Afinal discordar não significa idiotização não é mesmo .

            PS: Varias series (Black-ish, Master of none fazem piada em relação a negros e minorias , ali você verá um pouco sobre o que eu quero dizer)

            PS 2 : Tem um documentario chamado India’s Daughter no Netflix ;

            Flw

          • Meu problema não é no foco ao problema, isso é 100% válido, mas à “fagocitação” que vem no pacote.

            Por exemplo, violência contra crianças como você falou. Isso é colocado numa ótica de que são homens que batem em seus filhos, quando isto está bem longe de ser verdade. A violência contra crianças é bastante ‘simétrica’, não é algo que a teoria do “homem tóxico” explique ou mesmo se detenha a explicar.
            Ao mesmo tempo, é dito por um lado que o pai é inútil na formação de uma criança (mas é superútil para pagar pensão); por outro lado, as estatísticas apontam uma correlação entre a falta do pai e uma piora da condição social, em especial na população negra e pobre.

            Agora, se eu por exemplo quiser abrir uma frente, lutar contra os maus tratos a menores, não vou poder falar dessa simetria de violência nem da falta do pai na criação, e nunca vou poder falar das mães que batem nos filhos, porque senão aí é distorção, estou “fazendo o jogo do sistema”. Não tenho liberdade em abordar e solucionar esse problema, justamente porque outro “movimento social” se diz mais preocupado com isso.

            Mas isso já não tem a ver com o mangá afinal.

  • Caiolino

    Priscilla, parabéns pelo texto, eu me interessei por berserk quando ouvi as pessoas falarem que dark souls pegou muito deste mangá, porém quando vi o trailer do jogo do berserk que vai sari(ou já saiu) eu achei muito bizarro, você sabia que o trailer do jogo é justamente essa cena do estupro? olha só https://www.youtube.com/watch?v=7UutjlpMf04 tipo aí eu fui pesquisar e vi que realmente não faz nenhum sentido isso, fiquei sabendo desse arco e de como o estupro era usado para o “progresso da jornada do protagonista” e este foi um dos motivos que me fez não me interessar muito pelo mangá, mesmo que muitas pessoas digam que é bom. Na época procurei por textos que falassem sobre isso e não achei, que bom que hoje temos o seu texto para deixar claro o quão errado foi essa decisão do autor. ps: tentei retirar a miniatura do vídeo que aparece aqui, mas não consegui ;

    • Oi Caio! Fico feliz que tenha gostado e compreendido o texto. Normalmente é difícil para alguns homens. Incomoda muito a forma como a cena é construída. Pelo menos deveria incomodar. Isso de usar estupro pra dar uma guinada na história é falta de criatividade na minha opinião -.-
      Obrigada pelo comentário!

      • Icaro Caciji

        A cena realmente foi bem mal construída, nem parecia a Caska naquele momento, mas não acho que foi falta de criatividade nem nada. Creio que essa cena foi feita pra ter uma ligação com o estupro do Guts, que foi estuprado pq o Gambino( que era sua figura paterna) o vendeu pra um soldado por uma noite, então o Guts acabou ficando mais nervoso ainda, pq ele está vendo a Caska passando por algo que ele já passou, uma dor que ele sentiu. Lógico que isso não justifica ser uma cena tão sensualizada, uma cena que deveria ser muito mais chocante, acabou parecendo uma fantasia adolescente. Enfim, ótimo texto, continue com o bom trabalho.

    • Gustavo Souza

      Nada ver cara, essa matéria foi pura falta de interpretacao da história, o mangá mostra todo o lado podre da realidade, da humanidade, o estupro é só uma das coisas q ele aborda

      Vcs ñ entenderam o contexto do estupro, Griffith fez isso pra humilhar a Caska na frente do protagonista, q é o Guts, inclusive, ele foi estuprado a infância, e ele nem gosta q toquem nele por esse trauma, ao ver sua namorada sendo estuprada, foi o auge do sofrimento dele

      A história é muito boa, mas essa matéria foi feita só pra causar polêmica, em cima do feminismo! Puta merda, o estupro é algo comum na idade média, o mangá apenas retrata isso com ficção em alguns momentos, a cena foi feita pra ser podre, e além do estupro muitas pessoas foram dilaceradas vivas nesse momento! Mas só o estupro incomoda e é errado? É muito choro, a obra é feita pra adultos por isso e pela violência

      Mas aconselho vc ler, até pq vc é fã de Dark Souls, mas ñ leve essa cena como machista, muita coisa nessa matéria é exagerada, pq a personagem ñ sente prazer nisso, os gemidos são de dor, ñ de prazer, e ela várias vezes se debate no mangá “não, não!”

      Se ñ quiser ler, pelo menos assista os filmes em anime q existe só pra te demonstrar o inicio/prólogo do enredo de forma de forma rapida, a história é muito boa, e os personagens muito bem construidos

  • Jandson Vilagrand Joestar

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Esse texto só pode ser de zoera, não tem como

    • FHC

      Que tal ler de novo com um pouco de respeito? Quem sabe você entenda o que a Pri quer dizer em vez de só desprezar a critica.

      • Douglas

        Despreza a critica pq n tem fundamento, quem disse que é prazer? É falado em alguma parte que ela ta sentindo prazer? Pode ser muito bem dor, sem contar que Griffith fez isso pq de todas as pessoas do bando o único que ele sentia algo como amizade era o Guts e ele queria se livrar desse sentimento sem contar que problematizar personagens fictícios não vai mudar absolutamente nada com quem sofre com estupros na vida real

        • Cara, lê de novo. Você vai ver que a cena é totalmente sensual. Não é nada parecido com o que um estupro deve ser.

          • Sensual – aquilo que ativa sensações. No caso, pode ser sensações sexuais, afinal no estupro ocorre sexo (sem consentimento), ou sensações de repulsa.

            “Um estupro deve ser” – espera, existe uma lei dizendo como um ato deve ser executado para se enquadrar como estupro? “Ah, se a mulher gozou, então não foi estupro”, é isso que você está sugerindo?
            Porra! Feminista culpabilizando a vítima é de cair o cu da bunda!

        • Douglas, esse distanciamento que se prega da ficção e da vida real é enganoso. A ficção se inspira na vida real e a afeta também em retorno.
          Como você acha que uma sociedade que aceita ver cenas de estupro tranquilmente em filmes, séries, livros, mangas, se comporta para com as vitimas do mundo real?
          Eu lhe digo. Atribuindo a culpa a elas mesmas. A suas roupas, a seus comportamentos.
          A discussão desses assunto no âmbito ficcional é essencial para melhorarmos nossas vivência pessoal, e sim, quem sabe diminuir com essas atrocidades, ou no mínimo fazer com as vítimas se sintam acolhidas.

          • Douglas

            Então tudo isso foi por fazer o estupro da Caska parte do plot do Berserk, mas ignora o fato de que Guts também foi estuprado quando criança e que isso também serviu de pra mover o plot. E o pior que diz isso sobre afetar “mente fraca” apenas parece aquelas pessoas ignorantes falando que videogame vai te deixar violento ou estragar a sua TV

          • No mundo real – deixando o fanboysmo (seja lá do que for) de lado -: você nunca viu isso acontecer? De verdade?

          • Douglas

            Uma pessoa ser realmente influenciada ao invés de falar que foi apenas pra dar uma desculpa pelo tal ato? Não nunca vi

          • Marcelo Silva

            ah calaboca cara , nao pode ser serio isso …

          • FHC

            Quer maracugina cara?
            Tá muito estressado

          • Eu lhe digo. Atribuindo a culpa a elas mesmas. A suas roupas, a seus comportamentos.

            E você aceitou facilmente o estupro de Gatts e toda a violência ocorrida com todos os personagens até agora no mangá. Pare de ser hipócrita.

        • Você está muito enganado. Sensualizar cenas assim PODE SIM fomentar indivíduos de mente fraca. Passa a ser comum, logo, por que não?

          • Douglas

            Sensualizar é uma coisa, utilizar cena de estupro é outra, tanto é que o pessoal odeia o Griffith mais por causa do estupro do que pela morte dos companheiros, eu duvido muito que qualquer obra que colocasse estupro como algo bom estaria sendo publicada ou aclamada

          • Wellington Franke Jr.

            Por isso que o Japão é melhor em tudo, lá as pessoas sabem separar a ficção da realidade. Aqui só tem pseudo intelectual a começar pela autora do “click bite” feministinha.
            Feminismo intoxica tudo, tudo onde tem feminista no meio estraga. Ô povo que adora cagar regras nos outros. Nem esquenta a cabeça que esse pessoal não sabe separar o joio do trigo, só querem polemizar e querer que o mundo gire em torno de seus umbigos.

          • Fale por você.
            Aliás: Quantas Caskas você quer estuprar hoje?

      • Marcelo Silva

        calaboca seu baba ovo , a mina falou bosta mesmo , perdeu uma otima oportunidade de ficar calada

        • FHC

          Ui, quanta fúria.
          Alguém feriu seus sentimentos?

      • Ricardo Granja

        Sim, também acho que esse testo só pode ser zoeira, você ler um volume único de uma obra e vir problematizar é foda, na vdd esse é o mau dessa geração, esse texto é basicamente como se você quisesse dar uma palestre sobre machado de assis, e NUNCA tivesse lido machado de assis….

      • Akame

        ela quer dizer que temos que mudar so porque ela nao ficou satisfeita 🙂

    • Marcelo Silva

      Pior que deve estar falando sério essa disgraça …

      • Caiolino

        ao contrário de você, sim ela fala sério, pq esse assunto deve ser tratado com seriedade

        • Wellington Franke Jr.

          Avá!! Tratar uma obra fictícia criada no Japão onde o povo é ocupado demais para pensar em “mimimi” de feministinha chata e egocêntrica – porque tem contas a pagar e família para sustentar; é por isso que o Brasil fica para trás já que essa geração alienada quer pagar vale de intelectual falando achismo. Japonês tem qualidade de ensino mil vezes melhor que aqui, por isso que lá não tem esse feminismo esquizofrênico e apelativo, porque lá eles tem acesso a cultura e um mangá é só para descontração, nada mais do que isso!
          E sabem quem reclama dos mangás hentais ou violentos como Berzerk? O CONSERVADORES DE DIREITA!!!!! Os mais moralistas, os mais religiosos, os mais ideológicos da moral e dos bons costumes… Tudo isso que os pós modernetes repudiam!!!!

          Enquanto a patricinha mimada fica escrevendo mimimi no computador por “amor a causa”, o autor tá lá trabalhando e ganhando seu dinheiro suado…

          • Jefferson

            Só discordo com a parte que o autor ta trabalhando :v uaheu

        • Uma seriedade que ela não teve.

    • Tannhauser

      Sei lá de 2 1 ou é um Bait Ferrado o Artigo ou a Autora simplesmente é uma feminista com autismo vendo coisa onde n tem

      • Akame

        ou o pessoal é muito perturbado pra achar que alguém chorando esta sentindo prazer

  • ROX kel

    vc só pode ta sendo irônica, sério.

    • FHC

      Cadê a ironia?

    • Pq vc acha que estou sendo irônica? Descorra melhor.

    • Você só pode estar sendo irônico, sério. Não está acompanhando toda a tomada de consciência sobre as personagens que só existem para ser estupradas e virarem degrau para o protagonista?

      • Gustavo Souza

        Vc realmente leu o mangá seu imbecil? O próprio protagonista foi estuprado na infância! Acha q são só mulheres q são estupradas nessa história? A obra aborda todo o lado podre do ser humano, achou pesado? Leia Turma da Mônica

        Antes de criticar leiam e entendam melhor o contexto desse estupro, pq essa matéria foi escrita por uma pessoa totalmente desinformada

      • Pedrtkov

        Vamos reclamar do Kuririn morrer toda vez para servir de degrau para o Goku ficar mais forte também? Nunca vi artigo sobre isso.

        O mundo é assim, a vida é assim. As pessoas são o tempo todo degrau para alguma coisa. A desgraça de alguém sempre será degrau para a superação ou desgraça de outra. E isto também reflete na ficção. Coadjuvantes estão ali para impulsionar o protagonista ao ponto que ele precisa estar na trama.

        Estupro é bad, e temos SIM que deixar claro que não aceitamos este tipo de crime, que vamos nos revoltar, que vamos gritar… e este é o sentimento de todo leitor em relação ao estupro da personagem. Ninguém aceita, mesmo que o autor tenha talvez errado a mão na representação, qualquer pessoa normal repugna e sente raiva junto de Gutz. Lembrando, este homem é o nosso protagonista, ele é nossos olhos sobre a trama, devemos sentir o que ele sente, e o mangá é primoroso em fazer o leitor criar esta conexão.

  • Andrei da Costa

    “Não tem como uma mulher sentir prazer só pelo fato de estar sendo penetrada. Isso não acontece.” KKKKKKKKKKKKKKKK Moça, acho melhor a senhora ir em um ginecologista ou pelo menos estudar um pouco de biologia.

    • Pera. Sério que você acha que a mulher sente prazer só pela penetração? Serião? Meu querido, você precisa conhecer melhor uma coisa chamada vagina.

    • FHC

      O cara acha que sabe mais que uma mulher.
      Faz favô né!

    • Acho que o que está faltando para o nosso amigo aqui é uma dose de vida real. Precisa conviver com mulheres mais um pouco. Talvez você até comece a gostar delas – e entendê-las.

    • Joyce Matias

      Bem , então se for assim , o homem deveria sentir prazer em qualquer coisa onde mete o pinto , experimenta colocar no fogo , aposto que você vai amar 😀 Senão é melhor ir no urologista

  • Kevin Oliveira

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Kevin Oliveira

    A MERDA CHEGOU ATE BERSERK, CORRE GALERA

  • José Vitor von Tea

    Essa cena foi meio desnecessária sim, poderia ter sido cortada, mas tinha necessidade mesmo em fazer um textão pra falar que foi estupro?

    • A Pri achou que tinha sim.
      Eu particularmente concordo.

      Fico feliz que entramos num acordo.
      🙂

    • FHC

      Tem necessidade sim.

    • José, só dá uma olhada nos comentários. Tem mta gente defendendo a cena. Acho que foi necessário sim.

      • Gustavo Souza

        Sabem pq algumas pessoas defendem essa cena? Porque são pessoas q realmente leram o mangá, q entenderam o contexto do estupro, eu li todo o mangá (eu to acompanhando os lançamentos) e assisti as animacoes, nada do q vc falou tem contexto, ela ñ sentiu prazer, ela se debate e diz nas cenas “não, não!” Isso q o protagonista tbm foi estuprado na infância, o mangá tem como tema a Idade Média, acha que ñ havia estupro nessa época?

  • FHC

    Conheço Berserk a muito tempo, tanto pelas influências quanto por Dark Sousl, porém nunca li.
    Recentemente saiu um episódio no Jogabilidade sobre o mangá, ouvi os meninos falando sobre o arco de ouro e conforme avançavam na trama, meu interesse caia. Tudo parecia desproporcionalmente exagerado e foi exatamente nesta cena, que aliás os meninos apontaram muito bem como desnecessária, que me vi desistindo dessa obra.
    O uso do estupro como gancho para personagens masculinos é infelizmente comum e é uma ferramenta extremamente machista e preguiçosa, pois como em Berserk, apenas servem ao personagem masculino, tirando qualquer relevância da mulher.
    Vou replicar aqui o que já foi dito em tantos lugares (lembram da Sansa?): estupro não é artifício de roteiro, nem para tornar uma personagem feminina mais forte e muito menos para gerar uma virada no arco de um personagem masculino.

    • Obrigada por discorrer e entender o texto

      • Maruseru Play

        Então nem leia “A piada mortal” se gosta do Coringa.

    • Renan Mateus

      Pior que no anime japonês isso meio que é comum, ontem mesmo fui assistir um anime no Netflix e no primeiro golpe que a garota deu a câmera focou os seios dela e mostrou como eles balancavam, totalmente desnecessário.

      • Curiosamente, desisti desse mesmo anime no mesmo momento.

        • Caiolino

          aquele 7 deadly sins? pq nesse no primeiro episódio tem o cara (que não é uma criança e nem inocente) apalpando o peito de menina –‘

        • FHC

          Não é atoa que tenho muuuuuuita restrição com anime. Tento sempre assistir, mas a maioria é assim, além de outros problemas, e sempre sou afastado. No fim, vejo poucos.

      • Olha, sinceramente, qdo tem uma peitura já no cartaz de apresentação do anime, nem começo a ver.

        • Renan Mateus

          O triste é que isso é meio que padrão nos animes e jogos feitos na Ásia, eu joguei Lineage por um tempo e depois fiz um char feminino, uma arqueira, quando comecei a jogar notei que a maneira que ela corria era totalmente diferente, com os cotovelos dobrados e o punho na altura da cabeça save? Dai movi a câmera e não é que dava pra ver a calcinha dela e ainda era de renda!!! E cara, é tão decepcionante pq nessas mídias a garota leva um golpe e solta gritinhos quase gemidos, é sempre um decote que deixa os seios em riste, posições desnecessárias e uma infinidade de outras coisas que sempre quando alguém me diz pra assistir algum anime eu se que considero a possibilidade de ver…

        • Renan Mateus

          E só pra não ficar dizendo que eu não assisto mais animes teve esse que tá no Netflix e que eu prometi pra mim que iria indicar assim que pudesse, é um filminho, bem curto que na falta de palavra eu só posso dizer que a arte é estupendamente foda e a história emocionante, e sendo chato vale um texto seu.

        • Renan Mateus

          Garden of Words

        • Maruseru Play

          Caso não saiba isso se chama fanservice e serve para vender e isso é feito para um publico especifico, não sei se você sabe, mas o Japão tem a maior taxa de suicídio e menor índice de estupro e muitos japoneses se contentam com os mangás, para suprir a solidão que eles vivem. Vá pesquisar melhor sobre isso. Fora que todo anime quando um homem vê uma mulher peituda, ele é severamente punido com golpes a soco ou magia para mostrar que isso é errado. Tem países que é permitido mostrar um pouco das coisas que não deve, para mostrar que é errado e perigoso, como forma de alerta. Portanto deixa os mangás e os leitores em paz e outra eu vejo que você só responde o povo que concorda com você e isso demonstra que você tem medo e não sabe conversar.

        • Maruseru Play

          Caso não saiba isso se chama fanservice e serve para vender e isso é feito para um publico especifico, não sei se você sabe, mas o Japão tem a maior taxa de suicídio e menor índice de estupro e muitos japoneses se contentam com os mangás, para suprir a solidão que eles vivem. Vá pesquisar melhor sobre isso. Fora que todo anime quando um homem vê uma mulher peituda, ele é severamente punido com golpes a soco ou magia para mostrar que isso é errado. Tem países que é permitido mostrar um pouco das coisas que não deve, para mostrar que é errado e perigoso, como forma de alerta. Portanto deixa os mangás e os leitores em paz.

      • Tipo, isso aqui?

        https://www.youtube.com/watch?v=0G3ao6uZeYk

        (Lá vem a “fauça çimetrinha”)

    • Gustavo Souza

      Bom como vc disse, vc ñ leu, então vc tbm ñ sabe q o próprio protagonista q é homem, tbm ja foi estuprado, ñ tem essa de machismo! muitos pepersonagens masculinos tbm sao violentados nessa obra! Leia e depois veja como as coisas fluem

  • Lucas Malezan

    Mas metade do elenco de Berserk é estuprado, não é só a Caska e muito menos só as mulheres…

    • E isso invalida a crítica do texto como?
      Isso invalida a discussão levantada de que maneira?

      • Lucas Malezan

        Invalida na forma como ela diz no final como se o autor tivesse humilhado a Caska sem mais nem menos como se ela fosse a unica que tivesse caído nessa situação no manga, o mundo de Berserk é esse, um mundo nojento e caótico, ele meio que pega tudo oque nós temos de ruim e dobra isso pra algo que ocorra normalmente no mundo do mangá, tipo, dominação por parte de igreja, escravismo, estrupo, entre outras coisas, então não acho certo querer isolar a Caska dessa situação por ela ser mulher, lógico não é uma cena que se deva bater palmas, mas tbm não é uma cena totalmente desnecessária e incomum no mundo de berserk

    • Sim Lucas, é verdade. No começo do mangá o próprio Gutz é estuprado. Mas você lembra dele gemendo enquanto fodiam com ele? Você lembra de ter um capítulo inteiro com diversos ângulos da cena? Então. O meu ponto é que usar estupro pra fazer o personagem crescer é bem preguiçoso e tem outras formas bem melhores pra isso.

      • Lucas Malezan

        É que meio que o obra construiu a relação dos dois exatamente para isso, o Guts precisava de um ódio e um objetivo vivo que nunca sumisse por mais tempo que passasse, que no caso e fazer a Caska voltar ao normal e matar Griffith(?) então mudar isso acho que seria bem difícil pro autor, mas eu não sou um escritor e não posso responder isso com muita força de palavra, mas ao meu ver não diria que foi algo sem criatividade, só que a cena foi desnecessariamente exagerada

        • Lucas, tem outras formas de levantar um ódio, de dar um motivo para vingança, tem até outras formas de se fazer uma cena de estupro. Então na minha opinião ele só pegou o que seria mais fácil e usou.

          • Lucas Malezan

            Eu sei, mas ao meu ver que leio até que bastante coisa, a unica forma de mudar essa cena sem mudar os acontecimentos anteriores seria matando a Caska, só que ai tiraria o único motivo do Guts ainda não ter se matado (Eu sei que é meio exagerado, mas convenhamos que pelo oque ele passo não seria estranho por mais forte que ele seja nenhum homem é de ferro, principalmente mentalmente), então se vocês pudessem citar outras formas de desenvolver isso eu agradeceria, pq minha imaginação ta bem limitada quanto a isso, provavelmente pq eu não odeio esse desenvolvimento, mas bem…

        • Cara, FOI sem criatividade. Dezenas de obras têm o mesmo plot.

  • Renan Mateus

    Uau, que texto lindo. Lembro dessa cena e lembro também de como me senti. Caska, ao longo do tempo começa a sentir alguma atração por Guts, o que me parece ser intecional já que ela o despreza desde o início, Gutz de certa forma percebe essa mudança em Caska, mas ainda assim tenta se manter distante da garota por saver do Crush dela com o Griffith. O que eu lembro de mais absurdo nisso era justamente que a Caska aparentemente parecia gostar da Violência que estava sofrendo, infelizmente existe homens que acham que isso é possível, o mesmo cara qie fica puchando a garota pelo braço exigindo um beijo, o cara que fica stalkeando e diz que é cuidado ou preocupação, enfim, temos vários exemplos disso na sociedade e no Japão não é diferente.

    • Seu comentário é altamente desnecessário e reflete que não entendeu absolutamente nada do mangá.

      A Caska não parece gostar, e se você é desses que acha que ela “gostou”, seu textão hipócrita serve somente para você. Não tente dar uma de “analista de todos os homens”, muito menos comparar com coisas muito mais brandas e que mulheres também fazem.

      • Soren Silva

        Esse Rennan Mateus é uma piada.
        O anime e mangá mostram de maneira critica a crueldade humana, não faz apologia ao estupro como fazia o Marquês de sade (autor favorito da feminista Simone de Beuavoir que escreveu um livro sobre ele), pelo contrário nos faz ter nojo dele e adotarmos uma conduta de repúdio.
        O mangá mostra um lado escuro da humanidade para que seja repudiado e não como exemplo para ser imitado, para que não tenhamos uma conduta calcada no egoísmo e crueldade, mas de compaixão e amor para reduzir a violência no mundo.
        Se o estupro tivesse sido agradável a caska seria escrava sexual do Griffith como acontece em alguns hentais como True Blue ao me vez de ficar tomado pelo medo, desespero e angústia, levando sua mente ao colapso.
        A história pode ser analisada pelo ponto de vista psicanalítico freudiano e da filosofia de Schopenhauer que mostram crueldade e desejo, thanatos e eros juntos, o uso da violência e da destruição para satisfação dos desejos sem se importar com os efeitos.

        Ela é de excelente qualidade, coisa que míopes vitimistas não enxergam.

  • Soren Silva

    Os gemidos dela são de dor e sofrimento não de prazer, o sofrimento dela foi tão grande que ela teve um colapso mental e uma coisa que chamamos na psicologia de recalque (repressão de memórias dolorosas), não foi agradável.
    Berserk é um universo cruel e ali não existe compaixão e griffith queria se vingar de gutts por tê-lo abandonado, uma maneira era estuprar a caska..

    • Kalu Reis

      sem duvidas, a caska era o auge da vida do gatsu que era puro sofrimento e era obvio que o griffith sabia disso, pegou no ponto fraco dele e explorou…

    • Mesmo assumindo o acerto da sua colocação, precisava ter desenhado dessa forma, sensualizando o ato?

      • Kalu Reis

        a obra é do dele a empresa que publica é dele. ele tem liberdade pra fazer o que ele quiser e se não gostar é só nao ver, ele não ta fazendo aquilo pra te agradar pode ficar tranquilo.

        • Justamente, e o texto é da Priscila e ela reclama e problematiza com o que ela quiser. Não gostou é só ignorar, não precisa comentar 😉

        • FHC

          Esse é o argumento que todo mundo usa para defender o status quo, “a obra é dele e ele faz o que quiser”.
          Quando a Priscilla fala sobre cultura do estupro, é por que esse tipo de coisa reflete a sociedade em que vivemos. A ficção reflete a sociedade em que vivemos! Cara, tenta por um momento ler o texto com empatia e evitar o pensamento “lá vem mais mimimi”, pq esse tipo de coisa acontecer no anime não um fato isolado, mas algo que vem acontecendo em muitas, mas muitas outras obra e que só mostra como nós, como sociedade, aceitamos o estupro.

          • Kalu Reis

            A sociedade em que vivemos? ele retrata o mundo na idade média cara, pensa um pouco antes de responder por favor.

          • Soren Silva

            Os caras acham que isso é hentai como otome dori que a menina se apaixona pelo estuprador, pelo contrário caska teve uma carga de sofrimento tão intensa que teve um colapso mental.

            O griffith queria ferir gutts da maneira mais terrível, essa era o jeito.
            Se fosse prazeroso, ela procuraria o griffith e seria sua escrava sexual como nos hentais, mas não foi prazeiroso.

          • FHC

            Pensa você um pouco antes de comentar, por favor.
            Ou você acha que o Miura escreveu Berserk em outro mundo?
            Acho que o que falta nas pessoas é um pouco de interpretação e vontade de aprender. É tão difícil assim entender que uma obra de ficção reflete valores de onde o autor vive? Você realmente acredita que a obra reflete a idade média e não possui nada da experiência própria dele, como pessoa?

          • Felipe Diniz

            Pois é, inclusive há um entrevista em que o Miura fala sobre muuitas coisas que ele tirou da vida dele, experiências e foram colocadas na história.

          • Wellington Franke Jr.

            E quando o personagem principal é estuprado? Cadê o textão??
            Vocês que usam até a cretina da Anita Sarkeesian como argumento, deveriam voltar ao ensino fundamental.
            Por isso que o feminismo é considerado doença mental. Olha os argumentos que vocês tiram!! Pelamor!!!

          • FHC

            AHAHAHAHAH “Por isso que o feminismo é considerado doença mental”.
            Você já olhou pros seus argumentos?

          • Filemon Magno

            Ver você tentando responder todo comentário desse artigo é bem triste, desespero do inferno de tentar provar seu ponto de vista e argumentos ridículos, em todo comentário só diz a mesma coisa pois não sabe dizer outra coisa AHEGHAEGHAE

          • Maruseru Play

            Nem respondem esse FHC ele é só um hater que não tem nada pra fazer e se diverte com xiliques dos comentarios dos outros.

          • Claro, De Volta Para o Futuro nos reflete carros e trens que viajam no tempo, Cem Mil Léguas Submarinas nos reflete uma França de outras décadas com submarinos atômicos, e One Piece reflete uma sociedade com homens de borracha…

          • Fabio Augusto Montanari

            Não Kalu, toda obra retrata a época que foi escrita, e não a época em “que passa a história”.

          • Mayron Câmara

            QUEM ACEITA ESTUPRO? Ninguém nunca aceitou estupro, todo mundo sabe que isso é algo mal que só pessoas ruins fazem, estupro é estupro porra!

            FHC, parece que você vive em um mundo colorido cheio de mar de rosas onde é só paz e amor, mas o mundo é cruel, pessoas vivem matando pessoas e fazendo coisas horríveis

            Berserk mostra isso, lá a gente se depara com as coisas demoníacas que esse mundo possui, vemos crianças sendo mortas e empaladas em estacas, vemos canibalismo, vemos torturas e outros estupros, tu acha que os leitores vão aceitar isso? Não, eu sempre fico puto lendo Berserk, quando vejo as maldades sendo feitas, pessoas inocentes sendo mortas

            Tu acha que algum leitor ficou feliz vendo a Caska sendo estuprada? Eu senti como se alguém próximo de mim, uma amiga, estivesse snedo violada daquele jeito, fiquei com vontade de matar o Griffth eu mesmo

            Você só está falando essas bostas porque tu nunca leu Berserk ou nem mesmo viu o anime antigo de 1997

            Berserk é um mangá “negro” e sombrio, para adultos, e eu gostava mais quando ele era undergound, agora que ele caiu nas mãos do publico normie e fresco, vai ter todo esse choro

    • Não sabia que alguém gemia de dor e sofrimento fazendo: hmm, ahh

      • No meu mundo elas costumam gritar e chorar. Vai que no de Berserk seja diferente.

        • Soren Silva

          Quando está doendo muito sim pode se soltar gemidos de dor.

          • Will Costa

            tem cenas dela sim chorando, falando “NÃO” e pedindo pro guts não olhar, isso pra você é gostar????

        • Iron Price

          Opa, Rodrigão. Você parece saber muito sobre o que acontece em um estupro na vida real. Já presenciou uma mulher ser estuprada? Ela não consegue gemer de dor? Como foi essa experiência terrível? Conta aí pra nóis. Abraços.

          • Adolf Tenno

            Foda-se o mundo real, Iron. E mesmo no mundo real existem muitas mulheres que se excitam coma ideia de estupro e dominação contra elas. 50 Tons de Cinza não vendeu toneladas de cópias à toa.

            No mundo da ficção estupro é uma delicia e eu me masturbo para isso e foda-se. Tenho mais de 500GBs de hentais só de violência contra a mulher.

          • Guilherme Souza

            De acordo então com o Adolf todo estupro em ficção SEM EXCESSÃO é pra fins masturbatórios , até o estupro do Guts é aliás.. Faz um favor pra mim é pra todo mundo. Para de escrever merda.

          • Adolf Tenno

            Falei do estupro de personagens gostosas, não o do Guts.
            Tem mais é que estuprar mesmo.

          • Guilherme Souza

            Low quality bait. tsc

          • Yan Cardoso Pinto

            your bait is shit

          • Giovanni Ribeiro

            Guilherme cai no bait não mano, o cara comenta isso exatamente pra causar alguma reação, só ignora.

      • Sugar Honey Iced Tea

        É uma questão de tradução, cultura e restrição de mídia. Americanos costumam usar “ouch” para expressar dor… nos quadrinhos isso é evidente. Se “hmm, ah” é um problema nessa cena… ele deveria ser analisado dentro dos critérios expressivos da língua original em que foi criado e da cultura de origem do mangá. Gemidos nem sempre são associados a prazer… é uma reação fisiológica comum à diferentes tipos de estímulos.

        • Rubem Xanime

          Ela é uma guerreira que já passou por diversos ferimentos de guerra e batalhas, agora vai me dizer que ela deveria estar chorando ?

          • Sugar Honey Iced Tea

            Um guerreiro não chora? Já ouviu falar de Transtorno de estresse pós-traumático?

        • Alexandre Miranda

          Perfeito. Exatamente isso!

        • Yan Cardoso Pinto

          Turn down for what shdaushduahduasd( meme velho mas ilustra bem a situação)

        • Engraçado é a moça aê não conhecer casos documentados em que mulheres (e homens também) sentiam prazer e até orgasmos durante seus estupros. Em especial, casos de meninos de pouca idade quando violentados por babás ficavam eretos, e aquilo simplesmente “dá um nó” na cabeça da criança, que não processa as sensações paradoxais de medo e prazer.

      • Miura Mestre do hiato

        Caraca ta implicando por causa dessas palavras, quando releio essa cena eu nunca vi ela tendo prazer, acho que vc precisa de tratamento.

      • Joker Safadão

        vc não sabe de muita coisa msm.

      • alexsander375

        então vc nunca perdeu o cabaço

      • alexsander375

        masoquismo, saca?

      • Gwidyon Soares

        Aaah, pois bem, me ajude a distinguir por escrito agora mesmo por favor: “aaaaah” e “aaaaaahhhhh” qual dos dois foi de dor e qual dos dois foi de prazer?

    • FHC

      Alguns pontos:
      1º: Sim, depois do estupro a Caska tem um colapso mental, e? Isso valida o estupro? O próprio Miura confessou que essa cena serve tanto para ferrar o Gutts quanto para retirar a Caska da série (então porque não mata ela?)
      2º: Os gemidos podem ser de sofrimento, mas o que a cena passa não é isso, podemos chamar de montagem, subtexto ou semiótica, mas se você prestar atenção a cena é cuidadosamente feita de modo a sexualizar a personagem, pode ser um estupro, mas não parece.
      3º: Ser um universo cruel não quer dizer que se pode usar estupro (artifício fraco de roteiro) como escada para um personagem, que nem mesmo é a Caska. Isso só reafirma a cultura de estupro em que vivemos, pois ela é constantemente usada e glamourizada. Atualmente existe uma aceitação social sobre o estupro, direcionando a culpa sempre a vítima. Diminuir o uso de estupro em ficção é mais uma forma de acabar com essa cultura, e diferente do que muitos dizem, não é inútil para a causa, pois ficção não é uma dimensão separada na nossa, ela faz parte do nosso dia a dia e reflete nossa cultura.

      • Soren Silva

        O que esperava que o girrith desse flores para caska?
        O cara é um vilão cruel e se compaixão, ele é capaz de tudo para infligir dor e sofrimento.
        Vc já leu sofre guerras? ,Era comum estupro e atos de crueldade para humilhar o adversário.
        Vc consegue ver sensualidade naquela cena pavorosa, a menina está tendo uma relação sexual contra sua vontade, ela perdeu os amigos, aquilo é pavoroso.
        O ponto fraco do gutts era a caska e era aonde iria doer mais, logo natural que fizesse algo assim lembrando que griffith é o vilão e queria vingança.

        • FHC

          Bem, como imaginado, todos vocês perdem o ponto e alegam o mais fácil: a guerra é assim; era necessário; o griffith é vilão.
          Nada disso importa, pois isso é uma ficção que esta usando estupro de forma absurda. Mas vocês não entendem.

          • Soren Silva

            Mas foi para vingança e não sensualizar como otome dori.
            tanto que ela gerou desconforto como era a intenção e não ser agradável. Vilão não tem compaixão.

          • Wendell

            Afirmar a cultura de estupro em que vivemos? Sério? Cara, relacionar esse capítulo de Berserk com cultura de estupro não faz sentido algum! Esse capítulo faz mais de 10 anos, quer falar de cultura de estupro vai falar sobre aquele caso que o aluno postou na escola..
            A cena é sexualizada na visão do Griffith, que quis que fosse assim para o Guts sofrer, não há nada de sensual na visão da Caska sendo presa, machucada e usada..
            Você disse que essa cena não é desenhada de forma traumática, e como seria isso?
            Vale lembrar que a Caska não estava 100% sã durante o estupro, sendo assim, é meio difícil de lutar de volta.

          • Soren Silva

            Aonde foi que eu afirmei isso?

          • Wendell

            Ah, eu respondi de uma maneira errada eu acho, o comentário era pra ser para o FHC, não para você, eu concordo com o que você disse e discordo do FHC, por isso comentei aqui. Desculpe o desentendido, primeira vez postando aqui haha

          • tevao

            e que outra maneira uma cena de estupro deveria ser apresentada se não de uma forma absurda, horrorosa e grotesca?

          • Marcelo de Assis

            E você, como de praxe, só rebate o argumento que lhe é fácil de responder. Esqueceu de falar sobre a outra metade dessa postagem do Soren, que critica a capacidade de alguém ver sensualidade naquela cena pavorosa.

          • FHC

            Mas eu preciso responder isso também? Pelo menos vocês tem a capacidade de ver que é uma cena de estupro e que é horrível. Mas olhe de novo com cuidado e verá que ela é sexualizada. Vocês recebem o trauma pq tem uma ligação com a personagem, porém a cena é desenhada de forma sexual e não traumática. E por favor, não venham com papinho de que sou só eu que vejo isso, então eu sou o pervertido.

          • J.M

            Como você é fútil FHC, tantas mulheres e crianças sendo estupradas ao redor no mundo, sofrendo nas mãos de pervertidos doentes, e vc vem se preocupar com um personagem de um mangá? Larga dessa hipocrisia que tá ridículo isso

          • Rafael Lino

            vc insiste em dizer q a cena foi sexualizada, isso demonstro q seu ponto de vista é conturbado

          • Sir Wallece

            Cara…o estupro foi utilizado no manga como uma coisa horrível,repudiada e odiosa como de fato é…não tem como isso estimular a cultura do estupro.O problema desse texto não é com a utilização “absurda” do estupro no manga, esse texto é intolerante e extremista que busca problematizar qualquer coisa que na sua interpretação intolerante considera ofensivo, de qualquer forma é impossível agradar todo mundo…

          • Joker Safadão

            Não estão usando o estrupo de forma absurda, ele É absurdo por si só.

          • Claro que entendemos. Entendemos que você escolhe seus favoritos para ter compaixão.
            Quando homens são violados e mortos e profanados de todas as mais diversas formas, nem você nem ninguém fez textão em blog “precisamos falar sobre a violência contra os homens em Berserk” (provavelmente, você vai racionalizar, dizendo que ou o assassinato de hordas de homens é algo mais leve que um estupro de uma mulher, ou que são homens matando outros homens, mas sem tocar no ponto que ainda são homens sendo vítimas de violência em larguíssima escala)
            Mas quando uma mulher é violentada, você logo corre para mostrar sua indignação e sua suposta iluminação superior “olha, eu estou vendo um terrível estupro, mas vocês são burros e não entendem”.

          • Dayany de Sousa

            Cara, a parada foi a maneira que foi mostrada. A personagem tava exposta, foram ângulos sensualizando a cena. O estupro do cara só foi mencionado e não mostrado. Seria melhor ter matado a personagem ou só dado a entender o que houve. Desnecessário ter mostrado a cena como foi e desnecessário vcs comparando com o cara que nem cena teve.

          • Engraçado você falar isso. O estupro do cara foi bastante gráfico, não pouparam de mostrar a cara do cara no chão e uma visão traseira da cena – só não apareceu mesmo o pinto entrando no buraco.

            Mas você fala de riqueza gráfica, correto? Pois bem, ainda lembro que em Game of Thrones os homens são estraçalhados e arregaçados de todas as formas e nenhuma feminista abre a boca para falar dessa violência contra um só gênero; mas foi ter uma porra de uma cena com a mera sugestão de que Greyjoy estuprou a Sansa, e a internet – em especial, umas fãs feminazis da série – ficou três dias com um mimimi no nível do desse panfletinho.

          • Soren Silva

            As acho hipócritas, acham ruim com o estupro, mas não falam nada sobre tortura e morte que são igualmente horriveis.

          • Soren Silva

            A vida no universo de Berserk é pautada pelas desgraças, um indivíduo está sujeito a todo tipo de desgraça que pode acontecer em sue caminho, não existe ali nenhuma força boa para operar milagres para proteger as pessoas, ali tem o mal puro.

            A cena não é um mero filler na trama, mas mostra só como o mau é latente em Berserk, pessoas morrem, são torturadas e também acontece o estupro, justamente pelo domínio do mau ali.
            Se não tem força para ver a crueldade latente em berserk, o mundo no qual a compaixão não existe, melhor procurar algo mais leve.

          • Pedro Deathmage

            FHC, o gênio incompreendido. ehuehuehuehuehuehuehue

          • Gabs,Imperial Fist Legionnaire

            FILHÃO (A), NINGUÉM TÁ DEFENDENDO O GRIFFITH. Não se trata de dizer que é necessário ou que era a obrigação dele, estando em conflito com o Gatsu.
            Verossimilhança, conhece o conceito? O que ele fez é perfeitamente coerente com a realidade da obra e a percepção de mundo do personagem. É ÓBVIO que ninguém aqui nessa seção de comentários concorda com estupro.

        • Kleilson

          Acho que ediondo como estupro, matar também é, e Guts também foi estuprado quando criança e isso não foi citado na postagem e mais, acho que esse anime demonstrou mesmo o quanto ruim é um estupro, tem que dar visibilidade para o público perceber o quanto errado é.
          A autora não fez pouco caso disto, ela não matou a Caska pois ela é ainda de muita importancia pois é uma das explicações para o motivo de Guts lutar, enfim, vc pode ter a opinião que quiser, o anime mostra claramente ela de uma forma possuída, e claramente elaestava sofrendo durante o ato, não ve quem não quer.
          Os caras estão em volta de vários demônios, oq tiver de pecado ali nada surpreende, no anime é demonstrado ameaça de estupro o tempo todo, afinal é a época que eles vivem, mulheres são objeto para soldados e isso foi bem abordado.
          Achei a postagem uma bosta pois só aborda oq foi visto no mangá, parece até que a autora só leu esse capitulo,

          • Soren Silva

            Aquele mundo sem compaixão, aonde o forte subjuga o fraco, não existe compaixão, respeito, o ser humano vive desamparado nas situações difíceis, sem quem possa pedir socorro, não fico surpreso com aquilo.
            A autora quer polemizar, como se os outros personagens não tivessem destino tão ruim quanto da caska, parece que o autor do mangá é misógino na ótica dela.
            Todo contexto social é de pura maldade.

          • Kleilson

            A autora conseguiu oq ela queria, chocar o povo com aquela cena, mostrar que o mundo de Berserk é realmente cruel.
            Teve muita coisa ruim além do estupro da Caska, e foi deixado bem horrorizante o quanto a Caska estava sofrendo durante e depois do ato.
            Queria ter como dá deslike na postagem para a criadora perceber o quanto sem noção foi.

          • Vital Carla

            Falou tudo…

        • Conrado R. Bibiano

          Guts também foi estuprado… Pq ninguém tá defendendo ele?

          • Maxoel Costa

            Pelo que sei, o autor não hg l gastou páginas pra mostrar o estupro do Gantz, nem deixou subentendido que estava gostando da situação ou usou o estupro como justificativa de escada para o desenvolvimento de um outro personagem.

          • Thiago Oliveira

            Realmente

          • Lucile Da Rosa Pereira

            O Miura não mostrou a cena do Guts sendo etuprado, nem fez mil e um ângulos pra mostrar isso, agente só sabe o que acontece pelas cenas iníciais, por que o Guts mata o cara que o estuprou, o Gambino confessa que vendeu ele e por que ele fal sobre isso com a Caska na primeira vez deles. Miura não sexualizou guts. Mas a Caska (e também a Charlotte, quando o Griffith a desvirgina) sim. Ponto.

          • Jorge Luiz

            Esrupro de homens deve ser discutido também, mas é inegável que o número de estupros a mulheres são bem maiores do que os feito a homens, e esta bem mais irraizado na sociedade

      • Brendan Birch

        Provavelmente esse FHC nem leu Berserk, só tá falando bosta pqp

        • Ckyntosh

          leu série sim …e não ta falando bosta sobre o estupro não .seu gigolo de hentai de merda ? você não devia estar estuprando uns hentais em algum site ?

          • Pedro Angelo Rauta

            a cena ja foi feita a mais de 20 anos e agora por causa dessa imundice de feministas o povo começa a fala merda, ai vem na internete despeja um balde de burrice nos comentarios de um post feito por outro idiota, pq ela ta querendo oq, acha que vai bota remorço no autor ou tirar berserk do ar??? ai ai em.

      • Godoleo .

        tu nunca deve ter lido berserk na vida, pára de falar abobrinha, tu nao consegue nem saber que o Girrith tava procurando vingança, nao pode usar estupro por que? Tu acha que um VILÃO numa guerra respeita regras? se depende desses pós-modernos os vilões iam ter que fazer textão e bundaço pra serem considerados malvados, patético.

        • FHC

          Engraçado como vocês são limitados. Quer dizer q um vilão para ser vilão mesmo, mas AQUELE VILÃO, tem q estuprar pq é isso q um vilão faria? Risível

          • Will Costa

            simplesmente há um contexto pro estupro a fim do griffth tripudiar sobre o guts, mostrar superioridade, algo que você entende só se ler do 1 ao 13 e não somente o 13 ou somente o texto do que acontece no 13, e não, ELA NÃO GOSTOU do estupro, já experimentou ler os ultimos cap lançados no japão em que estão entrando dentro da mente da caska pra tentar resgatar a mentalidade dela???? acho que não né?

          • Caiolino

            e quando que vão entrar na mente de quem leu o mangá e resgatar a mentalidade de quem viu um desenho de um estupro que sensualiza a vítima e passa a impressão de sentir prazer?

          • Will Costa

            desculpa mas ver ela dizendo não entre os gemidos, com choro nos olhos (em 90% dos quadros ela ta chorando), o corpo todo machucado e pedindo pro guts não olhar pra mim ta LONGE de passar a impressão de que ta gostando (que é o assunto), já SENTIR PRAZER existe algo chamado de “reação involuntária”, ainda mais se tratando do FEMTO, você leu o mangá??? viu os poderes dele depois de reencarnar????? aconselho que veja e muita coisa vai fazer sentido.

          • Renan Mateus

            E porque ele simplesmente não matou? Porque as cenas são todas pitorescamente sensualizadas???

          • Frajola Caitando

            mt simples né kra… todo mundo ia fica puto se ele tivesse matado, más ficaram MAIS putos ainda por ter sido estrupada; sensualizadas??? wtf estrupo tem q ser bonitinho??
            pensa um pouco né…

          • Gwidyon Soares

            sensualizadas?? só se for da perspectiva do GRIFFITH, a caska ta lá toda machucada, chorando de dor e de agonia e traumatizada, presta mais atenção no personagem por favor. E outra, não MATAM a caska por que se você lesse o resto da história até o ATUAL veria que ela tem um papel muito claro na série, que é manter a humanidade do Gutts. O fardo que ela se torna pra ele é o que o mantém são.

          • Será que é porque sua cabecinha só consegue ver isso?

          • Em um mundo onde mortes ocorrem a todo momento assim como a chuva cai na Amazônia, de fato, “só matar” é algo chocante pra caralho.

            E qual o problema que você tem com o sensual? O puritanismo conservador também fundiu sua cuca?

          • mateuspl

            Meu, estupro é um recurso fraco de roteiro pra problematizar e zaz e zaz. Alan Moore já falou isso e disse q se arrepende de ter colocado isso na sua Hq clássica “A Piada Mortal”. Mas mesmo nessa Hq, a cena é desenhada de modo que não seja SENSUAL e sim um ato de VIOLÊNCIA, diferente do que, infelizmente, o Miura fez nesse volume com a Caska. Estupro existe? Sim. Faz parte ser retratado na ficção? Sim, pois ficção reflete a realidade. O problema é que simplesmente o Miura poderia ter causado essa mesma reação do Guts ou fazer o Griffith ser vilanesco de uma maneira mais elaborada, e que não fosse um desserviço para a imagem da Caska. Acho que é isso que o pessoal não está entendendo.

          • Friedrich

            Na segunda guerra os russos de vingança contra os alemães estupravam as mulheres alemães em bandos.
            Recurso bem escuro e próximo das guerras que devastaram a humanidade.

          • Rubem Xanime

            Não teve estupro em piada mortal só violencia e diferente de Berserk que é uma obra mais de 18 Batman é muito reconhecido entre as crianças por isso mesmo Allan More se arrependeu

          • Negativo. O Alan Moore falou especificamente de sua obra, e mesmo que ele tenha generalizado, é impossível totalizar, dizer que absolutamente 100,00% das cenas de estupro são desnecessárias e pobres.

            Talvez, e só talvez, as pessoas estejam tão insensíveis sobre todas as outras formas de crime que, se o cara “só matasse”, ningparece ser o estupro de tuém ia sequer notar. Pelo que tenho visto pelo mundo aí, é bem isso que ocorre: pode morrer trilhões de pessoas, o que importa é se ela fazia parte de alguma minoria (o caso do rapazinho gay que se suicidou, mas todos pensaram ser um ato de homofobia, é um belo exemplo: ele logo foi esquecido assim que descobriram que era suicídio).

            Mas, interessantemente, mulheres são intocáveis, o estupro de uma mulher, mesmo ficcional, é sempre inadmissível, mas o assassinato ou mesmo o estupro contra um homem é aturável, e até aceitável (“vai virar depósito dos presos”). Esta “cultura do estupro” as feministinhas e os feministos desnecessários não abrem a boca para falar…

          • Matheus Victor

            Um vilão praticaria atos grotescos, afinal, ele é um vilão. Sua função é causar desconforto.

          • Gwidyon Soares

            Ah por que um vilão de VERDADE pode fazer tudo MENOS estuprar né? estuprar é DEMAIS, até pra um vilão que é descendente do capeta em pessoa e quer mergulhar o mundo num inferno vivo? ta bom então vamos fazer vilões politicamente corretos então. Chacina massacre e genocído, caraca agora estupro opaaaa, nenhum vilão pode fazer. ¬¬ sua indignação seletiva é o que mais contradiz seu próprio argumento amiguinho.

          • Ah, claro, vilões podem estraçalhar todo mundo, mas estupro? Não, aí já é demais!

            Caralho! (ah não, desculpa ter posto essa palavra tão sexualizada, puritaninho de internet)

          • Gabriela Pacheco Vieira

            Mas você viu a parte que ela geme? Sei lá… Ficou subentendido que ela estava gostando, no meu ponto de vista, é claro. Achei sem sentido os gemidos.

          • Gabriela Pacheco Vieira

            Mas você viu a parte que ela geme? Sei lá… Ficou subentendido que ela estava gostando, no meu ponto de vista, é claro. Achei sem sentido os gemidos. Posso estar enganada, mas quando vi a cena a primeira coisa que pensei foi: “Porra! Ela tá gemendo? Elá tá gostando?!”
            E quando se fala de uma violência contra homens, fica claro que eles não estão gostando, o ponto é que quando é contra a mulher, no caso a caska, ficou essa dúvida no ar, essa dos gemidos.

          • Primeiramente, #foratemer.

            Segundamente, o “gemido” se perde na tradução. No kana original, o som é mais de uma dor abafada, como se ela quisesse gritar e a garganta travou.

            E em terceiro lugar, é muito machismo achar que “se gemeu é porque tá gostando”, muito mais injustificável até do que os famosos “quem manda andar com esse decote? tava pedindo…”
            Gemidos e outras reações de ‘prazer’ são respostas do corpo, muito mais biológicas do que mentais ou “do espírito”. Há casos em que a mulher fica lubrificada e até mesmo tem orgasmo e tudo.

            Quarto, se ela tivesse gostado, não teria tido a torrada psicológica que a fez regredir até o prézinho.

          • Gabriela Pacheco Vieira

            Não venha ser hipócrita misturando as coisas a cena do estupro foi sensualizada de mais em algumas partes e Miura decidiu acrescentar som de orgasmo na personagem , sim é som de orgasmo em todas as versões, é som de orgasmo no filme é som de orgasmo no anime e é som de orgasmo no mangá, ela não está gemendo de dor é som de orgasmo. A primeira vez que vi esse capítulo senti a mesma coisa, por mais que eu admire Miura a cena perdeu a força da maneira como ele fez, sim existem vários fatores que podem justificar o som de orgasmo como ela ter enlouquecido, ela estar alucinada de que é o Grifith que ela ama (O que eu acho que o filme tentou fazer) que existe prazer mesmo que involuntários mas é sim uma cena que não está mal colocada e sim mal executada, ela poderia ser feita de outra maneira mesmo que a maioria discorde. Olhe pra cena em que ela abre a boca e rola um beijo de linguá! Eu tenho certeza que a intenção dele foi falar que ela estava gostando e que surtou pela confusão de seus sentimentos e também pelo trauma!

          • Falou, falou e nada disse. No fim, você é que tá surtando com esse excesso de puritanice.

          • Jonathan Ricardo

            “Ui vocês são limitados e burros por não pensar como eu penso” Por: FHC o floquinho de neve no deserto.

            Namoral, vamos conversar de boa? Quero saber o que e passa na sua cabça… Odeio treta mas a parada é a seguinte, quem leu até o cap 83 sabe que tudo no mangá é exagerado, podre e desnecessário, só porque é 18+ não é sinônimo de que é para todos os públicos, é de conteúdo chocante as pessoas mais facilmente impressionáveis, você pode ver o pior da humanidade antes do 83 , mas se só o estupro da casca te incomodou até ai, você estará sendo injusto…

      • Amanda Figueiredo

        Nego não tem argumentos além do “ain é desnecessária” que não tem base e do “ain é sexualizada” que também, não tem base.
        Mano vocês são muito crianças, espero que o mundo não pegue vocês de surpresa.

        • Uma menina (suponho que seja) dizendo isso! Aleluia!
          Agora vão te chamar de machista patriarcal, haha!

          • Ckyntosh

            Tradutor Bastardo não ,ela é sociopata mesmo .deficiente em empatia emocional.

          • Adoro.

          • Sonho

            Sociopata por não ser um espantalho alienado. AHAHAHAHAHAHAHA!

          • Iron Price

            Ckyntosh, empatia emocional é diferente de cagar regra, lide.

      • Marcos Franthesco

        Faz seu mangá cheio de flores então. Só porque Caska deu um gemido entre os choros e hemorragias causados pelo estupro grupal não quer dizer que, de alguma forma, ela gostou

        • FHC

          Quanta raiva cara. Quer maracugina?

          • Matheus Victor

            Deve-se ter cautela ao dizer que a Caska deu um gemido, precisaríamos analisar Berserk em seu idioma original, para depois discutirmos sobre isso.

      • Iron Price

        Sobre o primeiro ponto: A cena foi para chocar, mostrar como o mundo é cruel, basta deixar à mostra uma fraqueza. Se ele simplesmente matasse,não surtiria o mesmo efeito de choque.
        Sobre o segundo ponto: Ela está presa, traumatizada e fraca, se isso não parece um estupro, não sei qual é a sua definição desse termo.
        Sobre o terceiro ponto: Quem é você mesmo para ditar o que é um artifício fraco e um forte? Isso é extremamente relativo, pare de usar sua opinião como se fosse um argumento. O estupro não foi glamorizado, como já expliquei nos pontos anteriores. A ficção é sim uma realidade separada da nossa, o problema está quando alguém (como você) não consegue separar as duas coisas, nem todo mundo que joga jogos onde ocorre assassinato sai por aí matando ou acha isso normal, na verdade, o choque da cena fictícia até mostra como isso é doentio e triste. No fim, essa cena é até benéfica para a sociedade.
        Abração.

        • FHC

          Usar estupro é sim um artifício fraco. Não sou eu que digo.
          Discordo muito quando as pessoas defendem essa separação de ficção e realidade. Não estou falando sobre, como vc exemplificou, violência nos videogames, estou falando sobre o meio em que tal obra é concebida. Todo autor despeja em sua criação influências do meio. Para que uma ficção seja separada da realidade, ela precisaria ser autogerada, como ela é criada por alguém, essa ficção replica morais e costumes do autor. Você entende meu ponto?

          • Iron Price

            A ficção é de fato uma obra de alguém real, mas isso não implica que ela necessariamente vá interferir de volta na realidade. Assim como essa obra possui os valores morais e costumes do autor, os leitores também possuem valores morais e costumes, se deixar influenciar por isso indica que certo leitor não possui costumes e valores “corretos” bem fixados na mente, aí é que entra a boa educação ao invés da censura.
            Além disso, censurar os valores do autor representados na ficção não vai resolver algo, vai apenas esconder o que ele realmente pensa, passar para debaixo do tapete, o que é bem pior.

          • Rickson Lacerda

            Se você está dizendo que o estupro é um artifício fraco para roteiro, então por que está tendo toda esta discussão sobre o estupro de uma personagem? Se ele é um artifício fraco, nós nem deveríamos estar discutindo sobre o mesmo.
            E sim, a cena do estupro foi feita para chocar, assim como grande parte da mídia faz, não sou animes/mangás, como filmes, séries entre outros!

          • Matheus Victor

            Não é o estupro em si que é um artifício fraco, é a carga emocional em torno da Caska e o Guts, que nesse momento do mangá, pareciam gostar um do outro, pareciam se amar e de repente, tudo isso ser destruído por Griffith.

          • Superkei

            Estou a 12 dias atrasado nessa discussão mas queria dar uma contribuição.

            Eu acho estupro uma ferramenta extremamente importante para uma narrativa(não todas, óbviamente), pois uma historia de ficção pode muito bem falar de problemas reais e nos fazer refletir sobre o mesmo.
            Assim como todos as coisas horríveis e polêmicas, não é certo esconde-las debaixo de um tapete e tentar lutar contra, tem que expor a existência daquilo de alguma forma palatável para entendermos justamente o que há de errado.
            A cena podia ser menos sexualizada? podia sim
            Berserk poderia ter mais personagens femininas fortes? claro
            A cena tem o problema de servir mais para o Gatts do que pra vítima? sim
            A cena é desnecessária? Não
            Todo mundo que conheço ficou extremamente incomodado com essa cena, e isso pode sim ajudar a em alguma discussão a pessoa pensar “é…é algo terrível, não tem essa desculpa de ‘ela ta pedindo’ não.”

            Uma cena de estupro num mangá que acho extremamente competente e necessária é em Innocent
            na cena, a vitima é demonstrada como uma boneca, e na medida que a boneca vai sendo penetrada ela vai se quebrando.
            Essa cena teve um impacto forte e nem um pouco sexualizado, e foi importante para entendermos a personagem, ainda assim diria que é um recurso fraco de narrativa?

      • Yan Lius

        A abora não é sua seu estupido se o autor quiser fazer 50 estrupo ele faz, vc não é obrigado a comprar.

        • FHC

          E nem você a estar aqui.

          • tiago

            talvez ele esteja aqui, por que acompanha berserker(na medida do possivel) e a materia chamou o interesse dele

      • Sugar Honey Iced Tea

        1º – Valida… pq se isso não ocorresse e ela sofresse algum tipo de síndrome de Estocolmo… certamente reinforçaria a posição de crítica ao estupro, invalidar os eventos posteriores que são exatamente o oposto e tbm intrínsecos ao desenvolvimento da personagem é claramente um viés de confirmação. Sim a cena é um claro artifício de enredo (o que não há um problema) e a morte dela resultaria na perda do McGuffin no quarto arco arco da estória.
        2º – Isso não torna a cena menos repulsiva… que é exatamente a inteção original.
        3º – Isso é subjetivo… depende de como é utilizado, não foi um “artifício fraco” utilizado no ganhador do prêmio de Camões (Ensaio sobre a Cegueira). Eu acredito na cultura do estupro… mas eu não sei até onde a “decapitação” do livre arbítrio na ficção vai ajudar na causa… ainda mais quando ela é usada como um ato de baixo valor moral para progredir o enredo… bem diferente dos shots na bunda da Megan Fox em Transformers… que são um espelho da objetificação. Isso me lembra muito do movimento contra “violência dos video games” e comerciais “anti-drogas” dos anos noventa.

      • Rubem Xanime

        1- A obra tem menos estupros do que a idade média original tinha, esse universo de fantasia tem mais base na realidade que Game of Thonnes ou até mesmo Senhor dos aneis que representam a “Idade das trevas” como algo agradável.
        2- Tem uma cena em que ela está chorando e implorando para que o Gatts não a olhe, isso por acaso tem haver com prazer ?
        3- Caska é a lider do bando do falcão já sofreu diversos ferimentos de guerra, espadadas quebrou membros e está me dizendo que ela deveria ficar chorando de dor ?
        4- Os problemas psicológicos após o estupro tem bases reais, após traumas nesse nível a pessoa pode gerar uma regreção psicológica para voltar a uma zona de conforto próxima a infancia.
        5- A Caska já não gostava mais do Grifith ela pretendia fugir com o Gatts.
        6- Aquela época existia cultura do estupro e a obra representa isso com fidelidade, ele não vai gerar cultura do estupro na nossa sociedade é o mesmo que dizer que após ler sobre a terceira guerra mundial vamos sair matando gente por ai, isso é ridículo! Nunca que o estupro foi mostrado na obra como algo agradável muito pelo contrário faz com que o leitor tenha mais repulsa a esse tipo de coisa e por consequência se concientize para não praticar
        7- É uma série para maiores de 18 anos se você não tem idade mental para ler vá assistir hora de aventura ou ler Harry Potter só gera cultura em estupro em quem ler sem maturidade.

        • FHC

          Nota-se a falta de interpretação. Ou será ignorância proposital?
          Ninguém tá falando que não exita trauma pós estupro. O problema é usar o estupro. Ponto.
          “Aquela época existia cultura do estupro e a obra representa isso com fidelidade”, você não faz ideia do que está falando né? Vai pesquisar um pouco sobre o termo por favor. Mas como tenho paciência vou responder: Não é o mangá que vai gerar uma “cultura do estupro” (rsrsrs), TER o estupro no mangá como ferramente de roteiro é um reflexo social, não inverta as coisas.
          E esse debate não tem nada a ver com idade mental, que aliás parece ser você o mais infantil, já que é o revoltado aqui.

          • Matheus Victor

            Realmente, pode até haver algum reflexo social, levando em conta a época que o mangá foi feito, que o Miura vivia no Japão e a sociedade Japonesa que posso chamar de machista na época.

          • Rubem Xanime

            Na verdade o Miura disse que refletiu no japão da época e de casos de assassinatos e estupros que ele assistia na TV, tanto que segundo Miura o arco da Aquisição sobre os hereges sendo mortos e torturados foi uma metádora pro japão. De todo modo respeito muito o FHC debatendo com tipo todo mundo homens e mulheres que defendem Berserk não é fácil por que é muito fácil brigar com um monte de gente te defendendo mas alguém corajoso mesmo luta mesmo com todo mundo contra então respeito a opinião dele e até concordo em partes…

          • Ckyntosh

            Rubem Xanime não tem nada de lutar, isso é só coisas que pessoas que tem empatia consegue entender .os que não tem empatia ficam tudo bravo reclamando…a mulher ta falando disso ai ..não da pra mudar o quadrinho que o japones ja fez ..mas ta criticando ..quem não tem empatia ..NUNCA VAI ENTENDER ESSA MERDA. .melhor deixar esses aleijados mentais falando merda ..por que é só merda que vai sair de entro da boca deles ,figurativamente falando. ..foda-se tbm ..

          • Ckyntosh

            Matheus Victor A SOCIEDADE JAPONESA É UM LIXO EM RELAÇÃO A atos sexuais ,sociedade toda reprimida ..QUANTO MAIS UMA SOCIEDADE É REPRIMIDA MAIS PERVERTIDA SEXUALMENTE ELES SÃO ,,bosta de paísinho em ,tem varias coisas interessantes mas nisso SÃO ABSOLUTE TRASH …e la tem pornografia de estupro pra tudo quanto é lado ,pra todo adolecente ocidental assistir na internet ..hentai de estupro .inclusive pedofilia a torto e a direito em hentai ..O JAPÃO É O PIOR PAÍS DO PLANETA GERADOR DE PROBLEMAS EMOCIONAIS …..oooo nojera .pqp

          • Rubem Xanime

            “Ter o estupro no mangá como ferramenta de roteiro é um reflexo social” Talvez seja verdade mas isso seria algo negativo ? Mostrar o estupro como algo ruim e desagradável em uma obra só intensifica o quanto é ruim e nos faz repensar cada vez mais sobre o tema. Uma coisa é você ignorar o problema e fingir que ele não existe e outra é fosse mostrar o problema na sua cara e te fazer pensar, discutir e questionar. Esse mangá tem 25 anos e nos fez discutir sobre um problema que existe até hoje, somente uma mente doentia por achar essa cena agradável, qualquer um que ler vai se sentir mal por dentro e ficar com ainda mais indignação com esse tipo de acontecimento. Concordo sim, o mangá nos faz refletir sobre nossa sociedade e isso que o torna tão especial, imagina alguém que acreditava que estupro não era nada de mais lendo esse tipo de mangá e vendo o quanto terrível isso pode ser. Isso acontece sim na vida real e deixar de mostrar não vai impedir de acontecer mas ser chocado por isso, discutir sobre isso, pode fazer as pessoas tomarem alguma atitude. Esse mangá nos fez discutir sobre algo que a gente vem ignorando a muito tempo

          • FallenGod

            Então volta no tempo, a 10 anos atrás e impeça do volume ser lançado, escrevendo as mesmas lorotas que vocês estão escrevendo hoje.
            – “TER o estupro no mangá como ferramente de roteiro é um reflexo social” – então tudo que é colocado em FICÇÕES, são o reflexo da sociedade atual? Me poupe.

        • Ckyntosh

          esses sociopatas sempre vem com essas merdas de argumentos lixos comparativos “””ah mas o anime tbm tem isso ,então eu tenho que sentir isso tbm ? “” “ah por que outro livro tem isso e nignuem falou nada disso””
          >
          ACEITE ,VC TEM PROBLEMAS MENTAIS ,,falta de empatia emocional ..o problema é teu .não vem criar BOSTAS ,e eu disse BOSTAS estrumes de argumentos LIXOS tentando ser logico , tentando justificar uma merda de FALTA DE EMOÇÕES nessa tua mente de bosta engeçada que não sabe nem sequer EXPRESSAR EMOÇÕES CORRETAMENTE …seu paspalho …VAI SE ISOLAR VAI ja que éo que tu mais sabe fazer seu anti-social lixo.

          • msrodrigues

            Amigo, qual o ponto em sair chamando todo mundo de sociopata?? Falar que a pessoa não tem empatia emocional por um personagem fictício???? Você está se exaltando a toa, assim como quem quer problematizar o retrato de algo que ocorre diariamente no mundo todo e em momento nenhum é “romantizado” o ato na obra .-.

          • Soren Silva

            Vai ver dora aventureira que é do seu nível mental.

      • Dynamo

        O Miura confessou ? Fonte por favor.
        1° Quem disse que era pra validar estupro amigo ? Quem quer validar estupro ?
        2° Se você viu gemido de prazer ai você tem algum problema sério porque eu só vi sofrimento TERRÍVEL todas as vezes que li.
        3° Você tirou de contexto toda a relação complexa entre os 3 personagens pra reduzir a cena a “escada de personagem”, sendo que o Golden age arc é a história do que tornou o Gutts o que ele é. Você exclui a relação de amor, admiração, idolatria, possessão, e muito mais que existe no golden arc e que culmina em um personagem destruindo por dentro e por fora a personagem feminina… Sabe amigo, espero do fundo do coração que você faça dessas palavras de apoio, e energia contra a cultura do estupro em atitudes e não coloque outra pessoa em um relacionamento abusivo, não faça gaslighting, não rebaixe outra pessoa.. etc etc etc.

        • Dynamo

          E assim, eu entendo muito que esteja querendo defender sua amiga, mas distorcer a realidade pra isso não vai ajudar ninguém a crescer, nem a galera raivosa.

      • Por favor, leia a obra, como você disse antes que não tinha lido. Acho que de longe você vai entender o que o autor quis passar, INDEPENDENTE, de cultura de estupro. Você só está julgando pelo que viu até agora, e sobre o que falaram pra você. Talvez se você ler, você vá entender o pq disso. Por mais que você fale que o autor usou artimanhas como o estupro na obra, leia. E outra coisa NÃO ESTAMOS CONCORDANDO COM ESTUPRO. >NÃO<, que fique claro. Obg.

        • FHC

          Sim, eu entendo seu ponto e entendo como deve ser impactante acompanhar isso tudo e no fim faz sentido. O que quero chamar atenção é que independente de ser coeso ou não, mesmo fazendo sentido, esse tipo de uso do estupro reflete algo social, à parte do mangá. É essa questão que estou apontando, pois em uma sociedade onde estupro é aceitável (e é sim, vide a menina estuprada por 30 no Rio e que foi chamada de puta e colocaram a culpa nela), esse tipo de entretenimento acaba por reafirmar a ideia do estupro(nao estou dizendo que faz apologia, mas é algo mais sutil). Entende o que digo? Não é questão de não fazer sentido dentro do universo de Berserk, mas que sentido tem dentro da nossa sociedade.

          • Ricardo Silva

            Cara, você nem ao menos leu a obra? Isso já invalida automaticamente qualquer coisa que você queira opinar sobre, meu deus.

          • FHC

            Não li a obra porque já sei de tudo o que acontece e não me interessei.
            Ter outros personagens sendo estuprados não melhora em nada o estupro da Caska. Que tipo de justificativa é essa?

          • Ricardo Silva

            “porque já sei de tudo o que acontece e não me interessei”
            Então não opine sobre, camarada. Já pensou se todo mundo parasse de dar pitecos sobre o que desconhece, que maravilha seria o mundo?

            Não foi justificativa. Só achei interessante como nada foi dito a respeito do estupro de uma criança, no 3° volume do mangá (fato que deve ser conhecido por você).

          • Meu deus cara, você fica batendo na mesma tecla o tempo todo. Querendo dizer que a obra aquilo e obra aquilo. É de modo REVOLTANTE, ler isso de uma pessoa que >não se interessaapenas< para a raiva do guts. Como você afirma com td certeza que foi feito pra isso? Pra mim n passa de uma cena realista, que faz os outros se sentirem muito horrorizados, e chocados, inclusive eu cheguei a chorar de raiva e tristeza por ter visto aquilo, é isso que foi passado pra mim, o quão grotesco é o ser humano. Não dá pra comparar com um hentai, inclusive eu recomendo ver uma imagem não-censurada de um hentai, pra você comparar. E em berserk, eu vejo uma cena de uma mulher estuprada, eu vejo o sêmen do cara odiável que ele é, no corpo de uma mulher que não desejava isso. Eu n consigo encontrar sexualização nisso, sinceramente, a sua visão é muito distorcida do mangá. Novamente como eu disse leia.

          • Alessandra Bastos

            Se você pegar QUALQUER doujinshi e colocar do lado dessas cenas vai ser a mesma coisa. Sensualizado. Não adianta. O autor é japa ele obviamente tem essas bizarrices que os japoneses adoram por nos mangás. O cara já parece meio nojento só de olhar o estilo dele.

          • hmmmmmmmmmmmmm,não. Se você realmente ja viu um doujin, voce sabe que as cenas são explicitamente mostrando as partes íntimas com extremo foco. Em berserk só vi bunda e peito, censuraram a vagina, e o máximo que mostra na segunda imagem ali é o sêmen. E seu comentário foi bem generalizado em, “japoneses adoram bizarrices” “o autor é japa significa q ele gosta disso”. E ele é nojento por causa do estilo dele? Isso é seinen, gore, o que você esperava? Santa ingenuidade.

          • Alessandra Bastos

            SANTA ingenuidade é o que você falo. Na real não é ingenuidade é ignorância mesmo. Faz o seguinte querida vai lá no hentai chamado bible black e tem um demônio que estupra uma mulher DO MESMO jeito que ocorre nessa cena de Berserk. Não diga o que você não sabe okay? Os doujinshis são censurados pelas leis japonesas. MUITOS doujinshis são censurados exatamente igual as cenas do estupro que aconteceu. Você ta falando abrobrinhas e se acha na razão. Você não tem repertório pra isso.

          • Primeiro, não faltei respeito com você. Segundo, você usa indireta pra atacar meu intelecto. Já dá pra ver seu nível por isso, então n adianta levar essa discussão adiante.

          • http://imgur.com/a/rpHmj
            http://imgur.com/a/CPi07
            E compare você, o tipo de censura. É bem diferente.

          • Matheus Moura

            Sabe de tudo que acontece numa obra que nem foi finalizada?

          • Ou seja, você se importa mais com o estupro de Caska do que com o do próprio protagonista.
            Você não tem sensibilidade nenhuma, apenas hipersensibilidade seletiva.

          • Rubem Xanime

            FHC respeito sua opinião mas vc não acha que o leitor ao ver a cena de estupro como algo terrível e violento vai se conscientizar a não pratica-lo ?Uma coisa é ignorar o estupro e fingir que ele não existe e outra é ver se chocar e se concientizar, afinal é apenas um desenho mas reflete em coisas que acontecem hoje. Para lutar contra a “Cultura do estupro” não se deve ignorar e sim mostrar o quanto ela é horrível e fazer as pessoas tomarem alguma atitude quanto a isso. Já pensou em quantas pessoas que devem ter pensado que estupro não é nada de mais, que não causa nenhum dano psicológico nenhum que não causa sofrimento ou dor, acaba lendo Berserk e percebendo que isso não é bom que é horrível e além de se concientizar tomar atitudes caso algum parente sofra esse tipo de coisa. Não é como se fosse um Hentai em que o estupro é mostrado como algo agradável é um dos poucos mangás que mostrou como algo terrível isso que torna Berserk tão especial

          • FHC

            Assim, eu acho que devemos sim falar sobre estupro e mostrar que nunca é culpa da vítima, porém acho que Berserk não faz essa conscientização. Acho que no fim, e é claro, para algumas pessoas pode conscientizar sim, porém, no saldo geral usar o estupro de qualquer tipo de entretenimento acaba por acostumar a audiência com esse tipo de coisa. Tratar sobre o assunto deve ser feito com cuidado, com a intenção de falar sobre isso e apenas sobre isso, em Berserk não acontece isso, o mangá não está falando sobre isso, ele esta usando o estupro como uma virada para outro personagem. Um outro ponto, muitos aqui defenderam que não é só a Caska que é estuprada, muitos outros também foram, mas isso não diminui a crítica, pois se observarmos com cuidado as cenas que a Priscilla destacou, elas sensualizam a situação, os ângulos de “câmera” sexualizam a situação. Muitos podem dizer que não, pq estão chocados com a cena, mas não muda o fato de que a cena é desenhada pelos olhos de homens e como homens, acabam tornando essa cena sensual. Olhe de novo as imagens, existe uma página inteira com a bunda da Caska e sêmen escorrendo pelas pernas dela. Isso é sexualização de uma situação que deveria ser horrível. É por isso que defendo que o tema deve ser tratado quando ele é o foco se está tendo um diálogo com o público, diferente de tantos outros produtos, como Game of Thrones, que usam a situação para fortalecer personagem, e consequentemente, acostumando o público a isso.

          • Rubem Xanime

            Como assim acostumar com isso ?!!! Essa é a única, UNICA cena de estupro que é detalhada em todo mangá se por acaso fizesse as pessoas “Acostumarem” você acha que o cara vai tipo ” Legal como o estupro é horrível vou fazer na vida real com todas as mulheres” vê se cresce pô tava querendo discutir de boa e você me vêm com argumentos idiotas, ninguém vai estuprar por ler esse mangá. É como dizer que as pessoas vão assistir jornal e ver caso de assassinato se acostumar com assassinato e sair matando gente ou dizer que vou disparar um passarinho com a mão por jogar Angry Birds! Vc está falando sobre a cultura de estupro atual sendo que esse é um mangá de 25 anos atrás!Aprenda uma coisa nunca fale de algo que você não entende…

          • Eu concordo com a autora do artigo sobre o estupro da Caska ser sexualizado e isso ser uma redução da personagem a uma escada, mas argumentar que “usar estupro em obra acostuma a audiência” parece forçoso. Propagar ideias deturpadas sobre consentimento, especialmente pela Caska “passar a gostar” durante a cena, sim. Mas mesmo isso se desconstrói quando o leitor vê o estado da Caska ao fim do eclipse.

          • Até agora não houve provas, apenas tudo na mais completa penumbra sobre o caso da menina-dos-30.
            Você já viu o vídeo “Sobre a Mesa” do Porta dos Fundos? Aposto que muita gente, se tivesse visto uma cena real como a descrita pela esquete, sem nenhum contexto, acharia aquilo um estupro horripilante.

            E você fala em acostumar a audiência ao estupro. Você já notou que não soltou uma única reclamação sobre todo o restante da violência que abunda a obra?
            Você é apenas hipócrita e seletivo.

          • Felipe Couto

            Em realidade, a ação do estupro não reflete parâmetros sociais de hoje em dia. Tirar um conclusão que leve a isso é, no mínimo e infantil

            Querer trazer para a realidade um aspecto de uma ficção que retrata a idade média, puramente violenta como ela realmente foi, e não um conto de fadas bonitinho como Senhor dos Anéis, é bem ridículo da parte de qualquer um. E é muito engraçado como o pessoal problematiza um caso de estupro em meio a tanta violência no universo de Berserk
            O próprio Guts já foi estuprado
            E até agora não vimos nenhum ”precisamos falar sobre” com esse assunto em pauta. Porque? Porque simplesmente as pessoas gostam de fazer isso, de inventar ligações com a nossa realidade atual onde estas ligações não existem, querer tirar a habilidade do autor simplesmente porque ele retratou uma ação que realmente acontecia com frequência na época onde a história se passa. Tirar mérito. É simplesmente ridículo fazer isso e o artigo em questão e as respostas de quem o apoiam é de dar risada. Sempre batendo na mesma tecla que não faz o menor sentido

            Berserk, uma história de fantasia baseada na idade média, com toda a violência dessa época: guerras, traições, mutilações, sangue, violência gratuita, estupro…
            Mas o que quem reclama disso usa como argumento?
            ”O estupro de Caska é uma apologia ao estupro na nossa sociedade do século 21, onde acontece isso e aquilo” (Sim, você faz apologia clara, por favor, assuma pelo menos seus próprios argumentos, ou eles serão só palavras escritas no vazio no vazio)
            Ah, por favor vai…
            Óbvio que o estupro ocorre em nossa sociedade. Sempre ocorreu na história da humanidade
            E vocês vem problematizar o autor retratar isso? Problematizar o autor demonstrar que estupro é apenas violência, utilizar isso como um aspecto negativo, pra mostrar a vilania de um personagem, aumentar o desagrado do leitor para com tal vilão…? Por favor, arrumem o que fazer…

          • Gus

            “pois em uma sociedade onde estupro é aceitável” Você deve viver em um mundinho paralelo, em lugar nenhum essa porra é algo aceitável.

        • Ckyntosh

          só foi uma critica

      • Claudio Atila

        Mano, cala a boca, essa porra foi escrita antes mesmo dessas viadagens de cultura do estupro.
        Para de falar merda mlk.
        Volta lá no tempo e diz pro cara que nem mora no Brasil que ele ta errado.
        Se foder … Vcs são chatos pra caralho. Deve ser falta de sexo só pode.

        • FHC

          E pq você tá aqui se estressando então?
          Já que vc não dá a mínima pra merda nenhuma pq se preocupar em vir aqui jogar seu ódio infantil?

          • Claudio Atila

            “ódio” infantil.. certeza que esse rapaz transa de costas.

      • Matheus Victor

        Todos percebemos que a Caska não está sã, no mangá, o que acontece quando enlouquecemos? O absurdo pode acontecer.

      • daniel ott

        Pelo que eu vi Miura tava querendo arrumar motivos mais obscuros para o ódio de Gutts, e usando o estupro ele meio que conseguiu deixar esse ódio como uma chama que nunca apaga e sempre que o protagonista lembra se seu ódio aumentaria. Só a morte da Caska não iria causar tanto efeito ao meu ponto de vista.Vi que o Miura quis empaquetar de um jeito forte e foi esse o jeito que ele achou.Não podemos que foi uma forma de dar status a tal prática pois com essa cena Miura deixou explicito qual o objetivo que ele queria, que era que todos tivessem ódio pela personagem de Griffith.
        Como podemos dizer que estupro é cultura se é um dos crimes mais odiados por todos? Quando a casos, as pessoas na maioria se revoltam, muitas atacam o estuprador e todas querem ver a justiça e repugnam esse crime com todas as forças, é um crime nojento e horrivel e a maioria das pessoas pensam do msm jeito. Então não podemos chamar de cultura de um lugar algo que é rejeitado e odiado pela maioria das pessoas daquele lugar.
        Miura só quis dar um impacto na obra e que o ódio do Gutts pelo Griffith tivesse algo a mais.
        E é só um mangá, temos várias obras com o mesmo tema, antes de falar precisamos ver se isso realmente foi usado com o fim de banalizar a obra ou como contexto para a história.

      • Kleilson

        Gente que não está preparados para a vida.
        Infelizmente é assim, sobre Caska ficar retardada depois desta cena foi dito? Não
        Sobre Guts também ser estuprado quando era pequeno foi dito? Não.
        Sobre o anime ter um foco numa época aonde mulher era visto como objeto foi dito? Não.
        Enfim, eu achei de muita importance essa cena, foi um choque para mim, foi muito bem explicito que foi um estupro e Caska estava sofrendo com isso.
        Acho que o povo esquece de se tocar que o anime e mangá tem várias cenas fortes em que há covardia, estupro, torturas, ameaças, mortes, crianças morrendo, crianças sendo estupradas, todo tipo de coisa ruim da humanidade ai vem nego falando que era desnecessário o a cena e que fez parecer que ela tava gostando? por favor né.
        Nunca li um mangá que mexe com coisas tão ruins quanto esse e sim o estupro foi uma das coisas mais importantes e ainda mais depois oq acontece com a Caska foi uma das coisas mais arrasadoras do anime.
        A sociedade tá mudando, as mulheres estão buscando voz, mas isso não quer dizer que devemos apagar o passado, pelo ao contrário, é vendo o passado que percebemos o quanto erramos.

      • Akame

        Simplesmente não lê, pronto

      • Pierre Santiago

        Discordo plenamente quando você diz: ”…Diminuir o uso de estupro em ficção é mais uma forma de acabar com essa cultura…”

        Discordo por dois motivos simples: A obra é baseado em um momento da Historia que varias formas de violência, e inclusive o estupro, existiam de forma muito frequente. E se quisermos retratar tal período de forma fidedigna, devemos mostrar todos os detalhes de tal período. Segundo motivo: Berserk é, acima de tudo arte. E arte não é democracia. Ninguém tem o direito de dizer o que um autor deve ou não escrever em sua obra.

      • vitorpilger

        No contexto da historia, o grith é homossexual , ele faz isso para atingir o gats que amor dele. Não existe uma glamorizarão da cena, e sobre seu terceiro argumento rapaz certamente tem muito mangas que estimulam estupro. Estupro não é algo que acontece por influencia desses tipo de manga de nicho ele não é main stream, o estupro principalmente no brasil envolvem condições de pobreza, e machismo e ideias patriarcais a sua dita aceitação social é inexistente pois estupro é crime hediondo em boa parte do mundo. Estupro ta ligado as nossos antepassados macacos, hominoideos faziam isso , macacos ainda fazem. A cultura do estupro não é bem uma cultura é mais algo ligado e bestialidade. Bom minha opinião

      • vitorpilger

        Tem tanta coisa para atacar berserk é uma das ultimas mangas com incesto pedofilia , mulheres tratadas como objeto essa coisas não vão sair de mercado com o post dessa mulher , por que bam no japão faz muito dinheiro e todos nos sabemos disso, ,e certamente eu nen voce nen o mundo vai mudar a cultura deles. Por deveras fatores culturais e sociais que é uma lista imensa.

      • Pk kunk

        amigão não é questão de querer justificar qualquer coisa. o mangá tem essa característica de mostrar “realidades” cruéis não tem nada a ver com promover cultura de estupro. No mangá tem cenas muito mais duras e a galera vem falar bosta sobre a principal cena que motiva o ódio do guts. pfvr né. a cena gera repudio dos leitores pelo griffith

    • Tannhauser

      Maluko do céu eu costumo ler muita merda na internet mas a Autora desse artigo simplesmente se superou entrando facilmente no ranking de piores merdas que ja li na internet

      • Yan Cardoso Pinto

        assino em baixo shduashduashduasd eu já li umas 10 vezes essa obra cara e ainda tento entender a linha de pensamento dessa criatura…

        • Ckyntosh

          Yan Cardoso Pinto tu é burinha ein ? , ela não ta falando que a série é ruim . vc é burro ou o que ? cara burro pqp

          • Yan Cardoso Pinto

            Vc que não entendeu e alem de tudo é cego…

          • Rennato piimenta

            Cuidado pra ela não chamar vocês de opressores hahaha

          • Yan Cardoso Pinto

            kkkkkkk

    • Israel Reis

      Ignora esse FHC ele mesmo já disse que não leu então sabe de porra nenhuma, é um ignorante social e literário.

  • Kalu Reis

    em momento nenhum o “autor” tentou parecer que não fosse um estupro, problematizando merda denovo.

    • Caraca, esse argumento agora acabou com o texto hein, que chato.
      Como argumentar com tamannha análise?

  • Sabe o que me fode a cabeça?
    Não é o fato de pessoas discordarem de um texto ou de uma opinião.
    É o fato de virem comentar sendo sarcásticas e agressivas.
    Isso prova apenas que seus argumentos são inexistentes ou que você simplesmente acha que não precisa de argumentos, porque não pode estar errado.

    Sinceramente, nem sei porque perco meu tempo respondendo esse tipo de comentário.

    Warning: quem for ofensivo pode (e vai) tomar ban.

    • Rodrigo Basso

      Exatamente, Lucas. É impressionante como as pessoas não sabem lidar com uma opinião contrária. Se vc acha que o texto tá errado, tudo bem, é sua opinião. Mas ofender/ridicularizar/menosprezar alguém que se deu o trabalho de escrever uma crítica? Por favor, não seja essa pessoa.
      É completamente possível discordar sem xingar ou levar para o pessoal. Apesar da obra ser para 18+, parece que muitas das pessoas que são fãs não tem essa idade.

      PS: Eu só vi o OVA sobre a Golden Age e não vi o que a Priscila levantou nesse texto, antes que alguém venha levantar a bola que estou defendendo a autora pq concordo com ela

    • Sabe qual o problema? O fato que feministas não costumam ser tão gentis quanto você supostamente está sendo. Além dessa psicologia de boteco “sua ira prova que eu tenho razão” – o que é um red herring gigante.

      Você mesmo se mostra altamente emocional (pois sarcasmo e agressividade não anulam nenhum argumento), e reclama de pessoas altamente emocionais.

      Inclua aí essas problematizações e bachareladas inúteis – não precisamos mais falar sobre estupro, precisamos agir. Essa punhetação mental não está derrubando os números de crimes.

  • ✌ S M O K Y ✌

    https://uploads.disquscdn.com/images/4ac1f4cfa5639c21a0f7c5897810d39eeda476a72181a040a07bcfb1dd522079.jpg KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Kevin Oliveira

    É PEDIR MUITO PARA BERSERK VOLTAR A SER DESCONHECIDO NOVAMENTE?

    • Gatts-kun

      Saudade da época eu que eu perguntava a algum otaku : Já viu Berserk, e ele responder não

  • ✌ S M O K Y ✌

    https://uploads.disquscdn.com/images/5702ba40b81126871b768d28d11872bd9a8742ac50b13f28eeb18f9e15e852a3.png KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK O MANO, EU KKKKKKKKKKKKKKKKK AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  • Kalu Reis

    Berserk não é um mangá pra fracos, não é a toa que foi proibido em mais de 20 países, e essa cena foi exatamente como deveria ser pra causar o impacto que causou, extremamente forte, Miura alcançou um nivel de expressão absurdo nessa obra inteira, conseguiu gerar mais odio nos leitores do que qualquer outro mangá .

    • Mizael Alves

      Concordo com você, o sentimento que tive (nas 3 vezes que li o mangá) foi sempre o de ódio, me colocando no lugar do Guts é só o que se pode sentir e nisso Miura foi Genial e na minha opinião foi esse o resultado que ele pretendia.

      • FHC

        É daí que vem a crítica da Priscilla. A Caska é só um objeto. Olha seu comentário: “o sentimento que tive (nas 3 vezes que li o mangá) foi sempre o de ódio, me colocando no lugar do Guts”.
        Entende o que digo? A critica é o uso do estupro em uma mulher como forma de degrau para um homem. Isso é cultura do estupro.

        • Mizael Alves

          Até entendo, mas não concordo. Miura usa o estupro dessa forma, não só com mulheres….o próprio guts é estuprado…..entendo que isso é cultura do estupro…..mas para mim pelo contexto da obra é esperado, principalmente na cultura japonesa e na época em que foi escrita, meados dos anos 90.

          • FHC

            Sim, é uma coisa normal, principalmente no Japão, ainda mais nos anos 90. E esse texto é importante para mostrar como podemos melhorar.

        • Igor Nascimento

          Vendo de forma analítica não é isso que todo e qualquer personagem secundário é? Um degrau para escalada, desenvolvimento ou queda da personagem protagonista?
          De qualquer forma Caska (não a figura feminina, a personagem no contexto criado) não é objeto, ao menos da forma que tu diz, ela é uma pessoa importante para o Gutts, e o vilão (como faria na vida real, gosto de pensar) aproveita a fraqueza. A moça do texto pareceu manipular a informação quando disse algo como “como se matar todos os amigos dele não fosse o suficiente para irritar Gutts” sendo que de fato não era o suficiente, visto que ele deixa o grupo para trás sem parecer sentir muito (com exceção para Caska e Grifth).

        • Yan Lius

          Cultura do estupro foi o que essa ideologia fez com seu cerebro, para e olha o que vc ta falando seu merda

          Olha a que nivel vc chegou, a nivel de que se pudesse censurar obras de ficção que não sem encaixem no seu gosto vai pra puta que te pariu .

          • FHC

            Ui revoltado!
            Tá acontecendo alguma coisa com sua vida? Quer desabafar? Fala pro tio.

        • tevao

          por que a caska seria só um objeto? ela foi uma personagem bem construída durante todo o arco e mesmo após o trauma ela continua sendo importante, inclusive ela é o motivo de três arcos acontecerem

          • FHC

            Ela é um objeto nesta situação.
            Ela pode ser bem desenvolvida depois e antes, porém, ali, ela é um objeto de mudança para outro personagem.

          • Betelgeuse

            wtf… nessa cena um monstro com tentáculos está imobilizando os braços e as pernas dela, tudo o que ela poderia fazer naquele momento era chorar por conta de todos os fatores que já explicitaram aqui, inclusive, alguns deles diretamente para tu, o que você queria que ela fizesse numa situação dessas? É obvio que naquele contexto ela só serviu de artificio para deixar o gutts puto, não quer dizer que ela seja um objeto naquele contexto, quer dizer que toda ação gera uma consequência, alem disso, você precisa entender que Berserk é uma obra reminiscente da Europa medieval, pelo o que eu me lembro (das aulas da quinta serie), a mulher não tinha uma voz ativa nessa época, alem do fato de que a violência contra a mesma era algo normal nessa época, então porque o autor não poderia fazer uso desse tipo de violência na sua obra? Lembrando que Berserk é uma obra para maiores de 18…

          • Alessandra Bastos

            Tão real que tem mulher carregando espadonas.

          • Não, não é. Até mesmo porque, levando isso à última consequência, todos são objetos nas mãos do mangaka.

        • Pedrtkov

          Não deveríamos ficar revoltados contra a morte de dezenas de personagens somente para degrau de um homem também? Não deveriamos lutar pelos direitos dos coadjuvantes de não sofrerem e terem alguma participação principal na trama?

      • Akame

        a obra é pra mostrar repudio mesmo nao pra ficar “xDxD vamos usar a força da amizade para vencer xD”, por isso é muito boa e se mexer nela vira uma bosta

    • Brendan Birch

      SIM CARA, TODOS OS LEITORES FICARAM PUTOS, EU FIQUEI 200% COM ESSE ESTUPRO, E A BOSTEJADORA DA AUTORA DO ARTIGO AQUI FALA COMO SE OS LEITORES FICASSEM EXCITADOS COM ESSA CENA, TODO MUNDO FICOU PUTO, ESSE FOI O OBJETIVO DO MIURA, DEIXAR TODO MUNDO PUTO

      • Arister R

        E se eu te falar que eu já vi gente que ficou excitado com essa cena? Lamentável, mas existe…

        • Mayron Câmara

          Doentes existem, se todas as pessoas fossem boas, não existiram assassinatos, roubos e estupros

          Mas infelizmente existe gente como essas aí que você conheceu

          • Alessandra Bastos

            Não são doentes. É só ver o trailer do jogo que ta cheio de gente achando legal. Que queriam estuprar a personagem. Isso é um feitishe comum entre os fans de rape mangá então se justifica. Mas é só um mangá não vai influenciar ninguém estuprar ninguém. A autora exagerou.

          • Soren Silva

            Já assiste animes como Ore no Imōto ga Konna ni Kawaii Wake ga Nai,
            akaneiro ni somaru saka e Yosuga No Sora que tme incesto e nem por isso quis ter relações sexuais com minha irmã;.
            Só pessoas fracas que não tem consciência de seus atos que imitam qualquer coisa que assistem.
            Se alguém estuprar por causa de um mangá ou anime é pq é uma pessoa fraca que s influencia por qualquer coisa.

        • Miura Mestre do hiato

          ja viu?? rapaz conta essa historia direito. uhauhauahau

          • Arister R

            Não pessoalmente, mas em um fórum, um cara pediu mais mangas com o conteúdo do gênero, que tivessem histórias boas, porque ele se amarrava nisso. Agora pensa… Com tanta coisa boa no Berserk, o cara vai pedir mangas similares justamente nisso?

        • Wellington Franke Jr.

          Eu também vi, eu era a estante…

      • Akame

        por isso se qualquer autista +15 ver esse tipo de coisa e provavelmente n vai entender e vai fazer uma shitstorm como essa

    • Alessandra Bastos

      Da ódio porque ele retratou a cena igual um virjão japones que vive na casa da mãe.

  • Brendan Birch

    PUTA QUE PARIU SO PODIA SER UMA FEMINISTA DE MERDA PRA FALAR TANTA BOSTA, LIXO HUMANO

  • ✌ S M O K Y ✌

    https://uploads.disquscdn.com/images/f0649f74e9c455f1f7dfe7c8cb35b62c3e37a11e5442db82df9f296d021d8eff.jpg EU JURO QUE EU TO TENTANDO LEVAR A SÉRIO, MAS PUTA MERDA.
    VAI VER OTOME DORI, EUPHORIA, NOZOKI ANA, NTR E AFINS
    AI VOCÊS VÃO VER QUE ESSA CENA NÃO CHEGA NEM PERTO DE UM ESTUPRO, SE COMPARADO AO QUE A OTOME RIA ENQUANTO, A CASKA NÃO CHEGA NEM METADE DE SOFRER O QUE ELA SOFREU
    E bersek nunca foi pra SJW fresquinha de pensamentos pacatos e bondoso (chatos também, extremamente), é pra causar impacto, é pra fazer a mente ir além com vários xingamentos novos, é pra provocar o caos e conflito interno enquanto lê, vocês que (provavelmente só pegou essa parte pra fazer esse fuzuê forçado) não deveria nem ter o vislumbre de ler um capitulo do manga.

  • Brendan Birch

    O GUTS TAMBÉM FOI ESTUPRADO, VAI FALAR DELE TAMBÉM?
    PORRA, COM CERTEZA ESSA AUTORA DESSA MERDA DE TEXTO SÓ LEU ESSE VOLUME DA OBRA, NÃO VIU NEM O ANIME ANTIGO E NEM LEU OS VOLUMES INICIAS

  • Marcelo de Assis

    Está muito claro que ela não gostou de nada daquilo, e a situação mental dela depois do ocorrido já deixa isso claro.
    Um gemido ou uma expressão controversa durante o ato não quer dizer que ela gostou. Pensar dessa forma é pensar que uma mulher drogada, bêbada ou fora de si, caso faça alguma cara ou dê um gemido, esteja gostando.

  • ✌ S M O K Y ✌

    Se você acha que Griffith fez algo de errado, solicito que me exclua de sua lista de amigos. Griffith não fez nada além de colocar Caska, a merdalher, em seu devido lugar. Ademais, Guts é cuckold.

  • FHC
    • Se faltarem com respeito, terá toda uma equipe para isso. Sem remorsos. Apenas fazendo o mundo melhor. 🙂

    • Kevin Oliveira

      desce o ban no meu pau

    • Ban Hammer comendo nervoso

  • Kevin Oliveira

    BERSERK NÃO É MANGA PARA NEGO FRAQUINHO Q N AGUENTA UMA PIADINHA E FALA Q É PRECONCEITO KKKKKKKKKKKK

  • Rzarector

    O autor do texto não tem o mínimo de noção e interpretação sobre o campo lúdico da obra, e que seja se for um abuso um sacrifício pressupõe um abuso independente de manifestação de vontade contrária ou não.

  • Ronaldo Aranda da Costa

    Concordo que a cena foi mal apresentada e retratada, Miura errou ao desconsiderar toda a construção que fez da própria personagem para satisfazer algum fetiche doente. Gatts reage como esperávamos do personagem porém a Caska não demonstra a reação que qualquer um que acompanhou a obra esperaria. Aqueles quadros e cenas são totalmente desnecessários se a intenção era denunciar a monstruosidade que é um estupro. Infelizmente parece que a intenção era outra.
    Não acho que o estupro foi desnecessário, acredito que é um fato importante e marcante de trama e também serviu como motivação para o personagem principal levar adiante a sua vingança.
    Esse debate é muito importante mas acho que a crítica deveria abordar a trama de forma mais ampla, além de fatores como a cultura japonesa, que influenciam e incentivam esse estilo de quadrinho.

    • Ronaldo, a cena realmente serviu para algo, mas digo que foi desnecessário pq n precisava ser um estupro pra deixar o Gutz puto, o autor poderia ter usado outra coisa pra isso.
      E sim, a cultura japonesa favorece esse tipo de publicação, mas isso é um outro problema e merece um outro texto.

      • Arister R

        Mas o Griffith também corrompe a criança dentro dela. Então, dizer que a cena toda foi só pra irritar o Gutz não está 100% correto. Eu penso que se deveria MESMO existir a cena, por INÚMEROS motivos, que ela ao menos fosse retratada de uma forma menos sexualizada e sim como VIOLÊNCIA, porque foi isso que aconteceu. E convenhamos, analisando os quadros do Fento com a Caska… É bizarro.

  • Marcelo Silva

    ah calaboca seu babaca , nao existe cena desnecessaria numa obra de ficção , como que voce quer dizer o que o autor tem ou nao tem que fazer , se todomundo seguir sua logica idiota , as proximas obras literarias vao ser umas bostas sem tamanha ( alem de sem graça ).
    ta em choque vai ver teletubies…
    cada dia uma idiotice nova viu , PQP…

  • Vinicius Campos Ramos

    TA DE SACANAGEM OS CARA TA IMPLICANDO ATÉ EM BERSERK.

  • Arister R

    Ótimo texto. Mas, é necessário lembrar que o estupro gerou um acontecimento que posteriormente faria mais sentido. Não dá pra dizer que os quadros da Caska com o Griffith não foram desnecessários, poderiam ter sido representados de uma forma melhor, que fizesse sentido com a personagem que fomos apresentados e não aquela Caska totalmente nonsense.
    Eu considero Berserk uma das obras mais importantes por ter influenciado muitas coisas da cultura pop, e exatamente por esse peso, o Miura devia ser mais consciente com esse tipo de abordagem.

  • Kalu Reis

    os caras vão continuar problematizando tudo atras de tudo , nao adianta nem parar pra discutir perda de tempo haha, só reforçando, A OBRA NAO É PARA OS FRACOS.

  • Marcos Souza

    É rapaz, as feminazis já choraram pela Laura no SF5 e viram que deu em nada agora vão querer aparecer em cima dos animes…patético…
    https://uploads.disquscdn.com/images/408ed3beda7bfc82af322bd3f112bd7cb4d7e2466d025ff482fb8b1bf391cf8a.jpg

  • Gustavo Carvalho

    CARALHO EU NUNCA LI TANTA MERDA SOBRE BERSERK NA MINHA VIDA

  • Vinicius Campos Ramos

    É POR ISSO QUE EU DIGO QUE SJW’s MERECEM A MORTE MAIS DOLOROSA QUE EXISTE.LEIA O ARCO DA IDADE DAS TREVAS E QUERO VER VC FICAR PUTO PROBLEMATIZANDO A MERDA TODA

  • Angriest_Kidy

    uai.. Mais ela foi estrupada porra!!! as cenas são e foram feitas pra chocar, eu quando vi isso pela primeira vez fiquei chocado, não acreditava no que estava lendo e vendo, agora se a pessoa se excitou com isso, problema dela, não me importo com o que as pessoas acham sensual ou não, desde que fique entre quatro paredes.

  • Well

    A autora diz que a “Caska tem uma queda por Griffith”. Certo. Leia o mangá de novo.
    É dito reiteradamente no mangá que a Caska (ou Cascka, a depender da tradução), vê Griffith como um Deus (ou um “anjo” que lhe deu uma nova chance na vida). Não se trata pois de uma mera “queda”, como dito pela autora: trata-se de idolatração, como já dito no mangá.
    É dito também, no mangá, que ela queria estar com Griffith, porém sabe que o mesmo é impossível (já que ele pretende casar-se com a princessa para obter seu próprio reino).

    Lembrando, ela AMA (ou amava, quem sabe o que vai acontecer quando ela recuperar sua sanidade, se o fizer) Griffith.
    Muito bem, quanto aos gemidos: infelizmente, querendo ou não, ela sente prazer durante o ato, pelas razões citadas acima. Pouco antes de ocorrer o eclipse, mais especificamente quando estão em sua missão de resgatar Griffith, Caska encontra-se olhando para a princessa de Midland e, ao fazê-lo, sente inveja (mais uma vez, isso é dito no mangá). Isso a faz dizer ser uma pessoa horrível (mais uma vez, dito no mangá).
    Quanto à cultura de estupro: ela existe sim, e é séria. Mas infelizmente, pessoas como você, ao redigirem textos que não fazem sentido, por não condizerem com a verdade, fazem com que ela não seja levada a sério.

    Uma ultima dica: leia o mangá.
    Obs.: o fato de ser homem não invalida meu argumento 🙂
    Abraços.

    • Edwy Carlos

      Onde ela tinha uma queda por Griffith?Ela começou a se apaixonar pelo Guts gradualmente e o Guts foi mudando e ficando mais tranquilo a partir que criava laços com o bando e ela, quando eles foram resgatar o Griffith ela so foi resgatar por consideração e para não ser má agradecida pelo o que ele fez por ela, Caska já estava apaixonada pelo Guts, so sentia gratidão e admiração pelo Griffith.Pior coisa que acontece em uma obra como Berserk é virar conhecida por essa raça que le so por ler por que ta popular, não para entender, ve problema onde não tem.

      • Well

        Eu não sei que mangá você leu, porque não foi Berserk. Chegar e dizer que Caska não tinha, nem, no mínimo, uma “queda” por Griffith, já é demais. Recomendo que você leia o mangá de novo. Todos os pontos que apresentei no comentário anterior são verdadeiros.
        Mas o pior de tudo é dizer que ela foi resgatar o Griffith só por “consideração e para não ser má agradecida”, e que ela só “sentia gratidão e admiração pelo Griffith”.
        De qualquer forma, não é nem este o ponto do meu argumento, e sim o fato de ela amar, chegando até a idolatrar Griffith, não só tendo uma mera “queda” por ele, como dito pela autora.

        • Edwy Carlos

          Isso foi no começo, eu to falando depois que ela começou a se apaixonar pelo Guts, ela não tinha mais queda nenhuma, so admiração e gratidão.

      • Daniel Félix

        apenas tente se lembrar do sonho dela onde está casada com Griffith, vivendo uma vida normal em uma pequena cada já com um filho.

        lembra em que ocasião ocorreu o sonho? pois é

        ela amou Griffith e começou a sentir um amor ainda mais forte por Guts mas o segundo não chegou a anular o primeiro

  • Gustavo Carvalho

    De tantas outras barbaridades que foi mostrada no mangá creio eu que o estupro da Caska é uma das menores coisas a se reclamar

  • Leandro Segatti

    ahh sim, eles estão num inferno, tudo se ferrando, demonios para todo lado e um estupro ali não “tinha necessidade”… Quem escreveu essas bobagens agora quer criar regras até para quem escreve animes.

  • Yuri Guerreiro

    Na época que li esse volume também fiquei intrigado, e também achei desnecessário a cena e exagerada, mas tentei pesquisar sobre pra tentar entender se tinha algum sentido por trás disso tudo que eu não havia percebido, e vou tentar falar um pouco sobre agora.
    Primeiramente, a transformação em um “Mão de deus” faz com que você tenha menos empatia, possivelmente nenhuma, mas todas as outras emoções são normais, incluindo amor. Ao se tornar Femto, Griffith estupra Caska por vários motivos diferentes. Um é o mesmo motivo de algo que aconteceu pouco antes do eclipse, em que ele se joga em cima da Caska naquela carroça, mesmo com o seu corpo da forma que estava. Ele estava tentando restabelecer sua dominância desesperadamente, pois ele percebe que Guts e Caska haviam superado ele, e ele não era mais o centro de tudo como sempre foi antes com o seu Bando do Falcão. Outro motivo é para machucar Guts, porque ele ainda o vê como a única coisa que entrou em seu caminho e arruinou tudo. Lembre-se, Griffith amava Guts, interprete como platônico ou da forma que quiser, mas isso é fato, e Griffith vê os seus sentimentos por Guts como uma distração para o seu verdadeiro objetivo, e tenta suprimí-los, dizendo pra ele mesmo que Guts não é nem mesmo um amigo e que ele não precisa dele de verdade. Mas isso é mostrado ser completamente mentira quando Griffith tem seu colapso depois que Guts o deixa, e Griffith fode tudo.
    Mas há um fator mais sutil: Femto está tentando provar algo para si mesmo. Ele está tentando se fazer acreditar que ele superou o seu “eu passado” e que ele é uma versão muito superior da qual antes foi distraída por coisas idiotas como amor e amizade. Então ele tenta destruir toda sua conexão com Guts e seu “eu antigo”, fazendo algo que ele nunca faria antes. Isso parece ser possível por causa da redução da empatia pelos outros após o processo de Mão de deus, mas o ponto é que Femto está tentando demonstrar que superou suas fraquezas passadas.
    Não estou defendendo o estupro, sou pró-feminismo e acho o movimento necessário. Mas esse é o personagem de Griffith/Femto. O autor não fez essa cena como algo para chamar atenção ou vender mais (pelo menos ao meu ver), foi para concluir a construção de um personagem, e ele fez isso de forma admirável. O Arco da Era de Ouro é uma das melhores histórias que já vi, e tem um dos desfechos mais magnifícios e inesperados, porém trágicos, que pude presenciar. Essa é a essência de Berserk.

    • Yuri Guerreiro

      Vale lembrar também que o estupro é algo repugnante e muito traumático para Guts, por causa do mesmo que sofreu quando era criança, tanto que quando entrou no bando ele nem deixava que os outros o tocassem, e foi Caska que tirou esse medo dele. Poderia sim ter ocorrido outra cena com o mesmo intuito do que falei, mas Guts presenciar a pessoa que mais amava sofrer o mesmo trauma que ele, foi como juntar duas pontas soltas da história, e construir a ideia da raiva incessante de Guts sobre Griffith que ali surgiria. Afinal, esse é o tema principal do mangá.

      • Angriest_Kidy

        exatamente!!! Bingo!!!! “juntas as duas pontas”

    • O estupro é a forma final de rejeição de um ser para com o outro. O Miura pode até ter pensado de uma forma como isso causaria impacto, mas na verdade a maior vítima era a Caska e não temos essa visão da parte dela.

      Entendo quem pensa diferente e acha uma leitura errada da cena, mas ela em nenhum momento é uma cena pensada para não causar reflexão. Mas concordo com alguns pontos que você levantou.

    • Anderson Santos

      Porra cara, parabéns… Quando alguém escreve algo que mostra o “VERDADEIRI SENTIDO” da cena em questão nem vem nego refutar, esse post só valeu para eu ler seu comentário.

  • Artorias Of The Abyss

    Ué Miura já havia falado anteriormente que ele realmente queria deixar Guts o mais puto possível. E leve em consideração que quando esse capítulo foi feito ninguém sequer falava sobre cultura de estupro, muito menos ligavam para isso. Acharia muito errado se Griffith não tivesse feito isso, pois ele estava com inveja de Guts e Casca por estarem um tanto felizes enquanto ele estava acabado. E por fim isso é um mangá Seinen para maiores de 18, não é o primeiro nem o ultimo a ter cenas assim, quem lê este mangá esperando flores, felicidade e coisas politicamente corretas que estão de acordo com o gosto DE TODAS AS PESSOAS vai quebrar a cara com toda certeza.

  • TiescoFcd

    no japão é assim que é representado o sexo se ele fizesse igual como é aqui no brasil que a mina fica pedindo pra meter tudo ou finje que geme ou até mesmo nem faz nada nao deixaria o clima sla original. em fim é um manga, mangas são feitos no japão e voce ja viu algum hentai que a mina nao geme? :v :v :v :v “ah, mas na vida real nao é bem assim” karalho mano voce conhece um cara que consegue segurar uma espada de 1,70m de comprimento 20cm de espessura e sla uns 10 ~ 36 de largura da ponta até a base, e tem demonios, e tem deuses. e tem magas,bruxas,sereias, duendes uma armadura demoniaca a porra toda? tudo oque é criado só chama a atenção quando real quando é algo que a maioria das pessoas nao sabem mas oque nao existe é oque chama a atenção por isso que berserk é famoso porra so pode ter sido uma feminista que foi conhecer berserk, se nao gosto vai ler gibi porra, nao só berserk mas por isso mangas são legais livros, histórias porque nao são coisas que se ve no dia a dia

  • Texto realmente bacana. A verdade é que o estupro da Caska é criado exclusivamente para deixar o Gutts mais puto ainda. Não é um abuso absurdo sobre a Caska, é a “humilhação” para o Gutts. O estupro do Gutts quando pequeno fragiliza ele mas o autor faz questão de mostrar que a única vítima é ele, enquanto no caso da Caska não.

    É uma das cenas que depois de anos e anos gostando da série você sabe que é um dos pontos controversos e que fica difícil explicar para quem não conhece o material.

  • RogellParadox

    Você precisa é arrumar o que fazer.

  • Victor Enrico

    Acho que você interpretou a cena do estupro errado, quem errou rude foi você e não o autor. Facilmente se percebe que ela não gostou.

  • FHC

    Nossa, geralmente aqui é um lugar calmo. Mas é só mexer no brinquedinho da galera que os haters surgem que nem barata.

  • Gabriel Hérisson

    low quality bait

  • Davi Paiva

    Olá, pessoal.
    Gostei muito da matéria. Realmente faz pensar. Será que o estupro precisa ser o mote de mudança de histórias? Será que uma mulher não pode ceder depois de um estímulo (partindo do pressuposto que se ela cede, é porque ela não queria a priori).
    Certa vez participei de uma antologia de contos onde um dos autores criou uma protagonista que era uma garota de programa que havia sido encontrada por um velho contador de histórias sobre guerreiros que voavam em fênixes (será esse o plural? Se não for, peço desculpas). Ela não dá muita bola. Sai do trabalho, é estuprada por criminosos em uma viela e adivinha quem aparece para salvá-la e dizer que ela é uma descendente desses guerreiros e que vai treiná-la? Sim! O Velho!
    Mas daí fica o X da questão: qual foi a utilidade do estupro? Nenhuma.
    Por que o velho não apareceu antes para salvá-la? Não sabemos…

    Enfim, só contei essa história só para exemplificar que esse processo de “o estupro de uma mulher é um ponto de virada na história” não ocorre só em mangás japoneses de sucesso como também em antologias brasileiras criadas por novatos.

    Obrigado a todos(as).

  • Rodion Românovitch Raskólnikov

    Griffith não fez literalmente nada de errado. Ele, na verdade, ajudou-a quando impediu que demônios a estuprasse. Eu não vou entrar no quesito “problematizador” do texto, pois é apenas baboseira ideológica.
    E, aliás, a Caska gostou. Ela sempre amou o Griffith.

    • Meu… Deus.

    • Angriest_Kidy

      velho… você e louco, deixa suas loucuras entre quatro paredes, okay.

    • FHC

      E ainda tem gente que pergunta se o texto da Pri tem necessidade.

    • Felipe Laufey

      HEin?

    • Tannhauser

      Nego mordendo a Isca com toda a força hasudhauhsdhaushduas

      • Rodion Românovitch Raskólnikov

        Shhhhhhhh, não fala nada.

  • Igor Moraes Lopes

    Vocês precisam entender que berserk não é um mangá para pessoas de mente fraca [feministas e SJW]

  • Vinícius Teixeira

    Oi Priscilla, tudo bem? Olha, quando eu li dá primeira vez eu fiz essa análise. Será que o estupro da Caska era necessário?
    Bom, alguns pontos em defesa do Miura, pois a minha interpretação é diferente da sua.

    1) A cena do estupro não fala apenas dos sentimentos do Guts, e da transformação dele no locão que a gente ama. Ela fala muito sobre o Griffith e o desejo de controlar e possuir tudo ao redor dele. Um pouco antes no mangá, ainda aleijado, ele tenta se jogar em cima da Caska, tenta usar alguém que sempre esteve presente pra ele, no exato momento em que ela não está mais, quando ele percebe que ela está com o Guts. Isso acontece após vencerem o Wyald. Se você relê a obra, você percebe como o tempo todo pequenas indicações da personalidade dele vão sendo dadas e culminam nessa cena.

    2) É comum na literatura mundial a utilização de presenças demoníacas que possuem mulheres contra sua vontade e ainda as fazem sentir desejo. São inúmeros exemplos, mas vou me ater ao Drácula De Bram Stocker, filmado por Coppola. Aliás, essa referência é frequente sobre vampiros. Ali ela não sente prazer ao ser estuprada, ela é obrigada a sentir um prazer reprimido durante todos aqueles anos e esse prazer é uma ferramente do Griffith inclusive, no sentido de penaliza-la ainda mais. Veja: ela não é apenas estuprada, mas FORÇADA a gostar.

    3) O Estupro faz parte do contexto do enlouquecimento da Caska tanto quanto do do Guts. É Inegável que o espadachim negro beira a loucura constantemente, isso é refletido na armadura, mas para tratar da loucura da Caska, colocam ela sendo destruida dezenas de vezes psicologicamente pelo Griffith. Acho que o estupro, por ser uma das maiores violências possíveis, é usado para aumentar ainda mais o sofrimento dela. Lembrando que o Guts também é estuprado ao longo da série. Miura claramente (assim como eu), vê o estupro como uma violência da qual você não volta, ainda que possa superar após muito esforço.

    Bom, é isso. Peço desculpas pela resposta imensa e espero que continue analisando mangás e obras. Esse universo é muito masculinizado e opiniões diferentes tem que ser vistas. Nesse caso, porém, descordo de você. Mas vou te dizer que o Miura, ainda que gênio, tem sim um outro problema: a relação dele com crianças. Sempre muito sexuada na minha opinião, de forma bem errada. Leia Gigantomachia, caso não tenha lido, e isso fica mais explícito.

  • Igor Moraes Lopes

    E griffith não fez nada de errado.

  • Artorias Of The Abyss

    Vamos lembrar também que Guts TAMBÉM foi estuprado e ainda por cima QUANDO ERA CRIANÇA. Mas não vejo ninguém butthurt além de Guts mesmo por ter sido vítima de pedofilia.

    • Igor Moraes Lopes

      Guts mereceu caralho caska did nothing wrong
      [shit quality bait please don’t fall]

      • Artorias Of The Abyss

        Isso tudo aqui é um bait! Bora continuar vai que os mods ficam putos com isso tudo.

  • Igor Moraes Lopes

    E LEMBRANDO BERSERK É A PORRA DE UM MANGÁ BEM VIOLENTO QUE SE PASSA NA ÉPOCA MEDIEVAL E UM DOS GÊNEROS DELE É FANTASIA SOMBRIA
    VOCÊ LEU DIREITO ESSA MERDA?
    SOMBRIA
    PORRA
    NÃO É FANTASIA FANTASIOSA FELIZ 🙂

  • Pedrinho DxD

    Gutts não ligava para a maioria do pessoal do bando so alguns dos principais e a pessoa mais importante pra ele em todo o manga sempre foi a casca ‘-‘(sei la acho que a unica pessoa que ate agora que ele realmente sentiu compaixão a blz eles são do bando dele mais n ele não realmente importava com todos do bando) e todos que lerão o manga não queria que a casca tivesse sido estrupada (mas sim infelizmente foi um momento chocante que teve que acontecer ‘-‘)

  • tevao

    Antes de mais nada só pra avisar que a Caska voltou a aparecer depois disso sim, e além disso mais tarde surgiram outras personagens mulheres muito fortes sim mas enfim
    Eu realmente não entendo o proposito desse texto. Existem cenas que se encaixam na cultura do estupro sim mas com certeza essa não é uma delas. A obra fez muito bem em mostrar o estupro como ele é de verdade, algo horroroso e grotesco, não como uma piadinha como muitos outros mangás
    E sim foi desnecessário isso acontecer, e é por ser desnecessário mesmo que foi o que deixou o Guts ainda mais abalado, além das consequências disso

  • Luiza

    Depois de mais de 20 anos as pessoas ainda ficam mimi dessa cena. ahh parem de vitimizar, se não fosse o estrupo o Gutz jamais odiaria o Griffith e isso e necessário no decorrer da obra pra caralho..
    Alem do que o cara e um demônio tu queria o que.. rosas? “oh vossa senhorita Caska por favor permita que deposite em vosso ventre a minha reincarnação”.
    Serio parem de vitimizar obras medievais… naquela época o estrupo rolava solto sim! e não tem como mudar isso.

    quero ver e um texto falando dos abusos que o Griffith sofria, servindo de mulherzinha pra aquele velho la..

    • Angriest_Kidy

      Sim, percebemos que ate então, ele tenta conversar com o Griffith, tenta entender o que esta acontecendo, MAS quando vê ele fazendo que faz. TUDO MUDA e o ódio e fúria nascem definitivamente.
      ps. muito legal ver uma mulher com opinião sensata.

      • Luiza

        Se você leu a obra ate depois da ressurreição do griffith voce vera o quão e necessário, voce ve que tudo que esse fdp fez foi bor um bem maior.!

    • Felipe Laufey

      é tenso, os tres pilares da era de ouro (Guts, Caska e Griffith), sofreram abusos sexuais na infancia e adolescencia.

      A idade media era uma grande merda

    • FHC

      É mais triste quando vem de uma mulher 🙁
      E outra coisa: “Serio parem de vitimizar obras medievais”, onde que Berserk é uma obra medieval? Berserk é uma obra criada no século XX que, com influências desse século, cria uma ficção medieval. Atente-se ao termo ficção medieval, pois não há nada de realmente medieval em Berserk.

      • Luiza

        Como assim? não e medieval? não lembro de ver fotos do meu avo de armadura e almo.

        • FHC

          Parabéns pra vocês que acham que a idade média era assim.

          • Amanda Figueiredo

            Parabéns você que acha que não era assim.
            Quer um livrinho pra você ler sobre estupro na Idade Média?
            “O Ultimo Duelo” conta a história verídica do ultimo duelo medieval frances, que ocorreu em decorrência do estupro de uma nobre francesa.
            Mas aqui: acha que as leis que puniam estupro eram aplicadas a plebe? Me diz ai, aqueles estupros generalizados que ocorriam nas infindáveis guerras medievais perpetrados por ambos lados beligerantes eram o que?
            Mas quem sou eu né?
            Acho que a Idade Média era um bastião de humanismo e ética, deve ser por isso que se chamava Idade das Trevas né?

          • FHC

            Estupro sempre foi arma de guerra, não é exclusivo da Idade Média. O que você não percebe no meu argumento é que ficção é ficção, e ela pode fazer o que bem entende, como jogar fantasia no meio de um cenário medieval, logo, também pode evitar o uso de estupro, justamente porque essa situação replica a cultura do estupro, é só olhar alguns comentários aqui e você vai entender. Logo, autores podem usar outras formas de incentivo à personagens ao invés de violência contra mulher.
            E mais uma coisa: Idade das Trevas é um termo antiquado que só denigre uma época de muitas descobertas e desenvolvimento humano (não negando aqui os horrores dessa época, até pq, em q época não houve horrores?).

          • Amanda Figueiredo

            >você não percebe no meu argumento é que ficção é ficção, e ela pode

            fazer o que bem entende

            ENTÃO PORQUE VOCÊS AINDA TÃO CHORANDO CARALHO?! WTF!

            Se é ficção e você pode fazer o que quiser…. ENTÃO PODE TER ESTUPRO NO PLOT.

            Wtf, cara, vocês não tão percebendo a vergonha que vocês tão passando não?

            >E mais uma coisa: Idade das Trevas é um termo antiquado que só denigre
            uma época de muitas descobertas e desenvolvimento humano (não negando
            aqui os horrores dessa época, até pq, em q época não houve horrores?).

            Mano, só pode ser bait isso. Realmente, muitos avanços humanisticos na época que queimavam “bruxas na fogueira”.

            Mano, você foi de reclamar de estupro numa ficção pra defender o modelo medieval de sociedade! Mano wuheheuhewuheuheeue!!
            Plz, seja bait.

          • FHC

            Ahahahhaha. Bait deve ser sua capacidade de interpretar. Quando digo que ficção faz o que bem entende, estou mostrando que ela pode construir um enredo da forma que for, DE PREFERÊNCIA DE UM MODO QUE NÃO REPLIQUE PROBLEMAS SOCIAIS, será que você consegue entender? Quer que eu desenhe?
            E onde que eu defendi o modelo medieval? Vai estudar história, vai, por favor.

          • Amanda Figueiredo

            Honestamente eu quero pois ” Bait deve ser sua capacidade de interpretar. Quando digo que ficção faz
            o que bem entende, estou mostrando que ela pode construir um enredo da
            forma que for, DE PREFERÊNCIA DE UM MODO QUE NÃO REPLIQUE PROBLEMAS
            SOCIAIS, será que você consegue entender? ” é contraditório. Além disso, o seu “DE PREFERÊNCIA” já indica que o problema não é no enredo em si, mas sim que você e tua turminha de crianças não gostaram de ver cena de estupro numa estória pesada.
            Ou seja: MUH FEELINGS.

            Also;

            >”E onde que eu defendi o modelo medieval? Vai estudar história, vai, por favor.”

            > “E mais uma coisa: Idade das Trevas é um termo antiquado que só denigre uma época de muitas descobertas e desenvolvimento humano”

            Cara, você só faz de passar vergonha gratuitamente. Ninguém nesses comentários concorda contigo e nem com essa asneira que postaram e vocês vivem persistindo e se auto-destruindo.
            Mano, masoquismo é esquisito.

          • FHC

            Sabe um movimento que esta ficando famoso no brasil? É a polarização de ideias que faz como as pessoas não consigam conciliar ou separar diferentes conceitos.
            É por isso que quando digo “Idade das Trevas é um termo antiquado que só denigre uma época de muitas descobertas e desenvolvimento humano”, a única coisa que você consegue ler é: “Idade Média foi um mar de rosas e nada de horrível aconteceu”. O que não foi o que eu disse, e você faz isso seguidas vezes. Então, quem passa vergonha é você, além do mais, se ninguém concorda comigo, ou melhor com texto, só mostra o quanto ele é importante, pq os haters não suportam que suas obras sejam criticadas, basta olhar que já tem 600 comentários em um site que costuma ter 30.

          • Dynamo

            Nossa.. o cara perdeu o controle, agora ele tá sendo só mal caráter mesmo.

          • VictorHK1

            Mas como você é bom pra desviar de assuntos quando é desarmado, e em reproduzir frases que “ouvi em”. Lendo cada um destes comentários e não paro de pensar que você está aqui para “ganhar” alguma coisa. Pare.

          • Estupro não é “arma de guerra”, isso é uma contradição de termos.

            Tradução: homem pode ser usado como objeto para destruição (inclusive o estupro de Gatts e Griffith) mas a mulher, esta tem que ser louvada e adorada…

          • A bem da verdade o Iluminismo foi muito mais trevoso que a Média. Afinal, a guilhotina e os revolucionários franceses empilharam ossos e encheram galões de sangue.

          • Alessandra Bastos

            IDADE MÉDIA NÃO É A MESMA COISA QUE IDADE DAS TREVAS. A idade das trevas foi decorrente da união da igreja com o Estado.

          • vitorpilger

            Saiba que essa menina aqui em cima serviu de carta e branca e calou sua boca. Nego problematizá tudo. Parabéns para você que não pegou um livro de historia e olhar. Estupro foi uma arma de guerra e nos tempos contemporâneos tbm. É claro mostra uma idade media exagerada em algumas partes, Mas possui algumas referencia muito legais como cerco a Constantinopla pelos otomanos as guerras santas, A tortura que igreja católica, extermínio de população e etc.

      • Patrick Breno

        FICÇÃO e INFLUÊNCIAS, você falou as duas palavras que eram necessárias pra te fazer calar a boca. Tchau.

      • Carlos Valnicio

        “não há nada de realmente medieval em Berserk.”

        Se acha isso, leu Berserk errado. Vá ler de novo.

      • Anderson Santos

        “Não a Nada de medieval” shuashuashua deve ser futurista essa merda então.

        • FHC

          ahahha ,que bom q vc entendeu.

          • Guilherme Souza

            O negocio se passa durante e depois da Guerra dos 100 anos mas não é medieval. LOGIC.

      • tevao

        FHC por favor me diga como uma obra atual deveria representar a idade media ou outras épocas com valores diferentes dos atuais

    • Pedrinho DxD

      sobre o Griffith ele deu porque quis foi por interese proprio ( deveriam falar sobre o gatts que foi vendido pelo seu “pai” para um mercenario 2 metros e que estrupou ele ainda quando era criança)

      • Luiza

        Verdade! esqueci dessa parte do gutz…

      • E esse estupro também modificou o personagem, logo ele foi uma escada para o roteiro. A mesma justificativa deste panfletinho aí…

    • Friedrich

      Um mundo que é dominado pelo mal e crueldade, aonde parece dominado por um determinismo do mal e do sofrimento, o estupro é só mais uma desgraça que a humanidade é submetida em um mundo que parece que lhe é indiferente.
      Mostrando a crueldade nos faça pensar como é importante a compaixão para evitar que coisas como aquela aconteçam no mundo real, como estado islâmico faz.

      • Mas para esse povo ultrassensível toda violência é válida menos o estupro contra a mulher.

    • Soren Silva

      Pior e mais sinistro que o estupro da caska é a omissão do mundo com as mulheres estupradas no oriente médio e submetidas a situação análoga a escravidão.
      Isso que devíamos debater, como solucionar essa questão.

      • Feministas não querem resolver, querem apenas “problematizar”, para elas tudo se resolve com conversa e ciranda de “precisamos falar sobre”.

    • Johannes Constantius

      Exatamente. O mangá explora o lado sobrio do mundo, o colocando como dominado pelo mal.
      Caska estava ficando sem reação pq sua mente estava sendo quebrada pelo medo e desespero, mergulhada em uma situação de impotência, sem que Gutts consiga salvá-la, sob controle de seres demoníacos que mataram seus amigos, abandonada no sentido que não havia nada que poderia a salvar. Uma situação bastante cruel e torturante psicologicamente para caska, ela estava perdendo a consciência e seus gemidos e lágrimas eram de sofrimento.
      Não existe um Deus benévolo ali que pode a salvar ou os anjos divinos, em um universo dominado completamente pelo mal, com pessoas de má índole em geral, o universo de berserk é um universo escuro na qual predomina o mais poderoso e o mais forte domine ou extermine o mais fraco, aonde compaixão não existe, apenas desejo de poder e luxúria. O estupro é a manifestação mais perversa do poder de Griffith, eu mostrou que pode subjugar e controlar, tendo outros seres a sua mercê.

  • João Pedro

    Primeiramente:
    Se retratar estupros em ficção influencia as pessoas a encarar um estupro como algo normal, o que dizer da violência? Já desmentiram esse tipo de crença varias vezes.
    Segundo:
    Não entendo qual seria a solução, mudar essas cenas em que a mulher é estuprada e começa a gostar no meio? Berserk não é uma obra fácil. E diversas vezes as linhas de pensamento dos personagens causam efeitos totalmente inesperados em como os personagens percebem o mundo. É muito possível q o Kentaro Miura quizesse desenhar a Caska sentindo prazer pra aumentar ainda mais a repugnância da cena. Vale lembrar q as cenas de sexo do Miura costumam ser muito sensuais.
    Vamos tentar não limitar os nossos artistas com nossas próprias visões do que é certo e errado no mundo. Visto é claro q é totalmente válido não gostar da cena, o problema está em tentar mostrar a liberdade artística como algo patológico, e que deveria deixar de existir.

  • Felipe Laufey

    Alguns pontos a se analizar e interpretar:

    1-No decorrer da historia, notamos que Griffith, depois de se tornar um mão divina, tem o poder de atrair as pessoas, elas o conhecem e do nada o amam e o adimiram. O que talvez mostre o pq dela nao ter esboçado reaçoes.

    2- A personagem havia sido estuprada por dezenas de demonios, seu corpo e mente estavam devastados. O ocorrido foi o bastante pra deixar a personagem insana! Qualquer julgamento sobre as reaçoes da personagem durante o ato se tornam inulteis, a cena nao deixa duvidas do que ocorreu, é grafico e escatologico justamente pra isso.

    3- Qualquer pessoa que viu a cena e acredita que a personagem participou ou aceitou o ato por querer, tem serios problemas de empatia e interpretação.

    Não sei dizer o quanto a historia poderia progredir sem a cena. O ocorrido transformou os protagonistas, os traumas e os sentimentos deram o tom dark, gore e tragico que a historia seguiu.

  • Pedrinho DxD

    E sobre os gemidos a casca chorou e pediu para o Gatts não olhar acho que isto claramente quer dizer que ela gostou né (foi sarcasmo pra quem não entendeu -.-)

  • Arthur Lima

    Eu realmente não sem o que é pior: esse texto ou o pessoal que defende o Griffith. Caso não tenha percebido, Berserk aborda dor desde o seu inicio. Guts foi encontrado em uma poça de placenta debaixo do corpo de sua mãe enforcada numa arvore com varios outros corpos, foi vendido por quem considerava um pai para ser comigo por um gigante de 2 metros quando era uma criança, caska teve que ser vendida pelos pais e quase foi abusada por um nobre( só não foi estuprada por que o griffith salvou ela, e é por isso que ela o admirava). Um humilde pai e sua filha foram mortos por demonios simplesmente pelo azar de terem sidos gentis com o Guts no inicio, varias pessoas foram mortas e torturadas na historia, pegaram doenças, tiveram finais horriveis e teve aquela cena impactante do eclipse que chocou a todos pela traição, pelo sacrifício, e pela dor que foi no coração de todos aquilo. E não, ninguém romantizou estupro ali, aquilo foi doloroso, mas a Caska estava fraca e chocada demais com tudo para poder ragir, e o Guts não podia fazer nada, sem um braço, ficando cego de um olho e completamente imobilizado só podendo ver sua amada sofrendo pelas mãos de quem ele considerou seu melhor amigo, seu irmão. Não ouve romantização de estupro, e quem se sentiu empolgado a cometer algo daquele nivel, quem achou que o Griffith estava certo é porque não entendeu a cena( que precisa ter um mínimo de massa cinzenta para entender) ou porque é um doente. Se for problematizar como “desnecessária” então deveria problematizar TODO O MANGÁ, Berserk é um mangá que aborda de seu inicio até agora toda a dor e sofrimento do mundo, toda a sujeira e ela vai mostra SIM isso porque existe, porque é real. Não foi só um estupro, foi a traição de um salvador, de alguem que a tirou da merda antes. Tanto a autora quanto quem ta defendendo o Griffith, tentem entender, sentir os sentimentos que rolam durante as cenas, esse anime não é um genérico qualquer que tem uma intensão só de mostrar cenas de violencia e lutas.

    • Joyce Matias

      Cara , eu entendi seu ponto de vista , eu particularmente me incomodo toda vez (porque isso é um clichê em series e filmes ) que uma mulher precisa ser estuprada para alguem / ou ela ficar mais forte e no caso do Berserk parece que as cenas foram “sensualizadas” (pelo menos é o que me parece) . Se for parar para pensar , cena que o Gutts foi estuprado não me pareceu na época que o mangaká tentou sensualizar (faz tempo que li hehe)

      Tipo não haveria outra forma de isso ocorrer ou a pessoa simplesmente pode amadurecer (a Caska e o Gutts) sem precisar passar por algo tão humilhante?

      Porém quando você disse que era uma “traição de um salvador” , eu entendi o que você quis dizer e me parece que faz um pouco mais de sentido agora . Talvez não tenha tido a má a intenção de “subjulgar um estupro feminino” .

      Se você poder me tirar essa duvida : No Anime houve a cena igual ou realmente foi bem violenta sem parecer que estava “glamorizando ” um estupro?
      PS: Tô perguntando pra ti porque apesar de discordamos em alguns pontos, voce me parece ser uma pessoa coerente e não afim de só “discordar e xingar ” .

      • Arthur Lima

        Bom, primeiro tem algo que nós esquecemos e muito: Berserk é uma historia beeeeem velha, na época esse tema era algo completamente novo, e o publico se espantou bem mais que antes. Ja na cena que o Guts foi abusado na infancia foi menos mostrada como foi a da caska. A cena do eclipse foi trabalhada para ser uma longa dor, para cer A CENA mais chocante de Berserk, todasas mortes foram lentas, vc podia ver cada um agonizando. Nenhuma cena de estupro foi sexualizada, mas vc pode ter tido essa sensação na da caska por dois possiveis motivos: a caska tinha um corpo bonito, o Griffith ficou lambendo e mexendo no corpo dela para ficar torturando o Griffith, mas se vc pensar no ambiente, oq estava acontecendo, a intensão do griffith, os gritos de dor, o desespero da Caska, o contexto e lembrar de TUDO oq aconteceu antes, vc pode ver q n existe glamorização. Sobre o anime antigo, eu n cheguei a assisti-lo direito, eu vi só o final do eclipse com o guts gritando. Mas nos filmes e no mangá eu te garanto, não houve glamorização, foi uma violencia tanto espiritual quanto fisica essa cena. O problema é que para entende-la bem, vc tem que ler a era de ouro desde o inicio( assista os 3 filmes da era de ouro e vc vai entender), é obvio que sevcsó tiver visto a partedo eclipse, vai parecer uma cena de violencia gratuita. Mas quando vc ve a historia dos personagens, como eles foram trabalhados, como se desenvolveu a relação deles e principalmente pro Guts e pela Caska que pela primeira vez ambos estavam vendo a chance de conseguir terem uma vida, de serem felizes, acontece isso. Deixar essa cena aqui do Guts pós eclipse pra tu ter uma ideia da agonia que foi esse momento. https://www.youtube.com/watch?v=9LberS62RF4

        • Joyce Matias

          Eu assisti dois OVAs (não vi o terceiro que tem essa cena ) e não li todo o mangá . Fui dá uma pesquisada na cena no youtube e o interessante é que na dublagem em ingles ficou realmente bem violenta a cena sem glamorizar, porém na espanhol deixaram ela gemer um pouquinho , aí mostra a intenção bizarra da equipe de dublagem.

          Acho que a revolta maior é o do porquê sempre é necessário um estupro para um personagem chocar e crescer e que as vezes chegam a sensualizar (claro que isso depende do ponto de visto, acho que para eu e varias mulheres parece que tentaram )

          Berserk é 100 vezes mais violenta que qualquer serie/manga/filme que já vi, acredito que a violência nesse caso talvez não seja “tão gratuita ” quanto em outros veículos, depois de ver seu ponto de vista e relembrar algo.

          Enfim , Valeu pela resposta 🙂

          • Arthur Lima

            Isso acaba sendo um dos males da internet na vdd. Quando descobrimos algo por spoiler ou por ficar procurando, acaba perdendo um pouco do espirito e da emoção da cena. Tipo, ouvir q “a Caska foi estuprada pelo Griffith” realmente deixaria qualquer um com uma cara de cu. Quando eu comecei a acompanhar Berserk, recebi fortes recomendações de um amigo de “não procure NADA na internet” e eu fiz isso, e a cenado crepusculo foi muito mais chocante pra mim doq foi pra qualquer um q viu por spoiler. Eu n quero ficar contando muita coisa pra tmb n tirar sua emoção, mas a agressão da cena começa bem antes de qualquer estupro ou matança: O clima ja tava pesado pq era doloroso ver o griffith sem poder andar, sem lingua, esqueletico, sem poder falar, e ainda todo o esforço que foi resgatar ele, ai os god hands simplesmente falam “vc pode se tornar um de nos, mas tem que sacrificar todos seus amigos”, ai ele congela, e depois da uma olhada de puro desprezo para o guts e diz “sim”, isso foi um choque imenso. E tranquilo, de nada ^^

            obs: sobre a dublagem… WTF. Eu n cheguei a ver então n tenho oq dizer. Mas tem dublagens q são ruins mesmo. Animes com dublagens boas são as antigas brasileiras e algumas americanas, de resto tem coisas muito zoadas.

          • Joyce Matias

            É mano , é nessas horas que lembro “Ainda bem que nunca gostei do Griffity” hehe .

            Depois dessa discursão toda deu vontade de termina os mangás , aí vou poder chingar mais e realmente dependendo da dublagem estraga uma cena.

      • Arthur Lima

        Btw, obrigado por ter tentado entender, esse lado da história.

      • Arthur Lima

        Ue, minhas respostas chegaram? eu n to vendo aqui

        • Joyce Matias

          kkkk Acabei de responder kkk

  • Patrick Breno

    Não foi completamente “desnecessário”.
    Se esse fato não tivesse ocorrido, o Griffith não teria voltado ao plano físico.
    Engraçado que ninguém comenta que o próprio Guts sofreu um estupro :v

    • Gatts-kun

      Se não não iria gerar clique

  • Igor Nascimento

    Problematizar é a coisa mais fácil do mundo, quando se simplifica tanto os fatos e tira os acontecimento narrativos do contexto criado na obra.

  • Raul Pereira

    O estupro da Caska foi a forma que o Grifith encontrou pra retornar ao mundo humano e seguir em frente com o seu sonho, já que a forma dele como demônio era reclusa a outra dimensão. Berserk fala sobre dor desde o início da obra, basta ler TUDO DE NOVO (já que você “coleciona”). Perdoe-me se estiver errrado, mas… Da forma como você descreveu o texto, parece até que foi algo que o Miura escreveu para agradar os fãs da sua obra (os homens). E não foi só eu que tive essa impressão.

    A intenção do Miura foi despertar aos leitores um sentimento de ódio genuíno ao lerem a cena da Caska sendo estuprada, sendo exegada através da ótica do Gutz se sentindo humilhado por isso (e incapaz de fazer quaquer coisa). Se você quer acabar com uma mulher “de aço”, qual é a melhor forma? Violando o seu corpo. Na época retratada do mangá, isso era normal. É como o Rei de Midland querendo fazer sexo com a própria filha, ou o outro que teve a pele arrancada e a língua cortada. São coisas absurdas que retratavam uma realidade da época. O que o Miura fez foi exatamente despertar o ódio dos leitores de sua obra retratanto algo que acontecia naquele tempo. O mesmo acontece em cenas como Game of Thrones.

    Por isso, não vejo o estupro da Caska como algo sendo “desnecessário”, já que também foi capaz de despertar um pouco de humanidade em cada um que a leu. Você se colocou no lugar da vítima; o Griffith não. Se você for condenar essa cena, condene a obra inteira, porquê esse tipo de coisa acontece O TEMPO TODO em Berserk. Fim.

  • Orlando Mendes

    Em berserk temos escrito assim
    Categoria(s): acao, adulto, aventura, demonios, drama, fantasia, horror, militar, psicologico, seinen, sobrenatural
    Ano: 1989
    Fim de Papo

    • Eren

      kkk deixa a moça, ela não sabe o conceito de vilão, demonio e nada sombrio, acha que a historia de beserk é mahou shojo

  • Caio Silva

    Olha, respeito tua análise e tudo mais. Mas dizer que ela gostou daquilo ali? De fato foi um estupro, ela sentiu dor e tudo mais. Gemeu? Sim, quer dizer que alguém só geme de prazer? Ela olhou pro Guts e disse pra que ele não olhasse, tanto que naquele momento, ela já havia percebido que o homem que ela amava era o próprio Guts, não o Griffith. Em nenhum momento ela gostou daquilo, tenho certeza que o próprio Miura quis mostrar isso. Griffith ferindo tanto Caska como o Guts

  • Eren

    Ela está em um mundo desconhecido, cercada de demonios, e vc queria que eles a oferececem chá? A cena foi forte sim, e foi feita pra impactar msm, confesso quando li eu fiquei puto pra caralho, o nivel de putisse e tristeza chegou a níveis que nunca senti antes lendo um mangá mas não achei desnecessário e o objetivo era deixar Gutz ficar puto msm, não acho que ela gostou já que ela ficou psicológico fudido, vc forçou pra caramba dizendo que “Nenhuma mulher sente prazer no estupro” vc tá afirmando que ela sentiu, é meio imbecil. Esse mangá retrata a realidade e se passa na idade media E TEM UM ENREDO SOMBRIO DO CARALHO, não é nenhum mahou shoujo não POHA

  • Angriest_Kidy

    Essa era a unica maneira de fazer o GUTS e os leitores odiarem de verdade o Griffith. (e mesmo assim tem loco que defende o Griffith)
    Mundo louco.

  • Daniel Félix

    Eu não iria opinar em cima do texto até ler alguns comentários mas preciso colocar meu ponto de vista em cima do que foi falado.

    Primeira coisa: assassinatos, estupros, matanças e todo o tipo de atrocidade foi feito durante TODA a idade media (época ambientada na série)… e aqui já vai um recado: EU NÃO ACHO ISSO NORMAL E MUITO MENOS CORRETO…mas penso que numa história que vai além de muitos limites, isso teria que ser ambientado.

    Segunda coisa: Eu recomendo reler e ver as animações, especialmente nesta parte e procurar ver se ela está realmente gostando desta situação. Ela chega a pedir que Guts não olhe a cena pois é a maior humilhação de toda a sua vida. O Bando do Falcão foi COMPLETAMENTE massacrado em nome de um sentimento mesquinho e egoísta de um traidor que decidiu trocar tudo o que viveu pela luxúria do poder absoluto.
    Além disso…Caska não havia sido estuprada pelos monstros (ela obviamente seria) até a chegada do Femto.

    Terceira coisa: Eu não sei dizer se é verdade essa afirmação que vi em comentários de que este acontecimento serviu para tirar Caska da história pois —–SPOILERS—– Guts abre mão de tudo pra se vingar e depois abre mão da própria vingança para encontrar uma cura pra atual fase da Caska, mesmo sendo alertado que talvez isso não seja o que o inconsciente dela deseja. E não faz sentido também porque atualmente eles estão justamente iniciando o processo de cura mental dela (Arco da Ilha dos Elfos) —- FIM DOS SPOILERS—-

    Berserk é uma boa obra pois retrata muito bem como era a sociedade da Idade Média e tirando a parte sobrenatural (que é ESPETACULAR)….mostra como o homem é frágil, hipócrita e medroso diante das situações…e por fim…ainda mostra que pessoas boas com boa índole e bons motivos para viver lutam contra tudo isso…

    Não é bom achar que esse tipo de coisa é normal ou minimizar uma causa realmente importante…mas não é legal pegar como alvo uma obra que retrata algo diferente do que está sendo realmente mostrada.

    Se vcs tiveram paciência de ler até aqui, espero que tenham entendido que não quero iniciar uma discussão sem sentido e sim mostrar meu ponto de vista em cima do que vocês falaram tanto no texto quanto nos comentários.

    • Angriest_Kidy

      Não sei se ela foi estrupada pelos demônios lá, mas que certamente chuparam ppk dela, chuparam…

      • Pedrinho DxD

        não basicamente ela ceria mais o femto chego e eles basicamente só seguraram e tiraram as roupas dela

      • Daniel Félix

        Não…Quando Judeau morre, ela vai lutar contra os monstros que arrancam a armadura e a roupa dela e ao invés de matar e comer a carne dela eles pensam em estupra la antes de matá la e é neste momento que Femto desperta e faz com que todos parem apenas segurando o corpo quase inconsciente dela.

        Vale lembrar que ele possui vários poderes mentais e ainda não era um demônio por completo, o que pode sugerir que ele mesmo a induziu ao prazer corporal dela ou amenizou a dor que ela certamente deveria sentir.

        e antes que me joguem pedras…eu estou especulando isto porque claramente ele poupou a vida dos 2 pois não conseguiu matá los no momento em que Skull Knight apareceu para salvá los.

    • Eren

      Obrigado por comentar por mim

  • Will Costa

    alguem dizer que ela gostou do estupro tem sérios problemas de interpretação!!!! e a justificativa é porque gemeu??? nossa, e quase todos os quadros se olhar o rosto dela ela ta com lagrimas mas isso não conta né? diversas vezes ela fala “NÃO” mas isso tambem não conta né? pedir pro guts não olhar tambem não conta né??? ai ai viu

  • André Murgo

    Essa matéria é uma porcaria. Qual o problema de ter uma cena de estupro em uma mídia?

    “O autor tentou fazer parecer que não foi [estupro]”
    VOCÊ É LOUCA?!
    “mas ela parece gostar”
    VOCÊ JÁ TEVE ALGUM CONTATO COM VÍTIMAS DE ESTUPRO? Ou com organizações ou psicólogos que dão suporte a essas vítimas? Um dos dizeres deles é que a reação do corpo ao sentir prazer não significa que deixa de ser estupro.

    Essa matéria é desnecessária e, me desculpe o linguajar, completamente retardada.

  • Jefferson

    Tantas cenas de estupro em Berserk e só reclamam da Caska… entendi 😀

    • Rodion Românovitch Raskólnikov

      É porque se reclamarem do estupro do Gutts, não dá clique.

      • Eren

        o bait fracassa

  • Felipe Pagotto

    1- Problematizar a obra não ajuda em nada a luta contra a cultura do estupro
    2- Se você tivesse lido completamente ou prestado atenção no mangá não faria uma crítica dessa
    3- Se tu pensa que a Casca é só um objeto, então todos os elementos em Berserk são um objeto, simplesmente não faz sentido
    4- O anime tem essa ambientação pesada, estupro é só uma das tragédias em meio a tanto caos e desgraça, se não gosta, não leia
    5- Femto tem o poder de um deus, ele pode simplesmente ter influenciado ela mentalmente, o que parece ser bem provável na cena
    6- Pelo amor de zeus pare de problematizar uma obra que não tem nada a ver com a vida real, mesmo falando de um problema real e importante, Berserk não tem nada a ver com isso, reveja a sua interpretação
    7- Sou totalmente a favor da luta contra a cultura do estupro, mas esse mangá não entra nesse contexto
    8- Já falei pra não problematizar Berserk? Não problematize.

  • Wesley Fernando

    O escritor deste texto não entendeu a obra.

  • Eduardo Anselmo

    ficou ó, uma bosta essa analise

  • Como sempre, o problema é o fandom.

  • Orlando Mendes

    Deleto posto de novo!
    Em berserk temos escrito assim
    Categoria(s): acao, adulto, aventura, demonios, drama, fantasia, horror, militar, psicologico, seinen, sobrenatural
    Ano: 1989
    Fim de Papo

  • Olavo Lima

    o cara já foi ao inferno, mostraram ele sendo torturado lá, onde seu penis foi decepado e triturado, bem como outras partes de seu corpo, no japão pode tudo, ninguem regula os mangás que são feitos por lá, acabei de ler um mangá de terror foi um dos melhores que já li pois demonstrou violencia gore sem limites combinada com uma boa narrativa

  • Marcos Franthesco

    Desculpa, não consigo ver EM NENHUM MOMENTO A CASKA PARECENDO GOSTAR. Sabe aquela coisa de o corpo reagir de um jeito e a mente de outro? Se aplica perfeitamente à Caska. Ela tava excitada? Dado o cenário sobrenatural onde Griffith exercia controle sobre seu corpo, sim. Ela tava gostando? Nem um pouco. Tanto que depois do estupro ela nunca mais foi a mesma

    • Eren

      É, a logica dessa criança que escreveu o post é que estupro por demonios é prazeroso, tão prazeroso que ela quebra psicologicamente e fica louca, realmente senhorita, vc acertou em cheio

    • Yan

      Exato, que nem eu falei ali em baixo “Querer analisar uma cenas dessas com os padrões do nosso mundo é ridículo, nada se aplica ali.”

    • Marcos Franthesco

      Até no mundo real as vítimas podem sentir a excitação sexual porque, pasmem, a libido opera de forma semi-independente do seu consciente e isso as deixa seriamente horrorizadas consigo mesmas.

  • Eren

    Analisar essa obra desse jeito é um tiro no pé, acontece merda com todo mundo mas o problema é com a mulher, sinceramente…

  • Will Costa

    lembrando que antes do estupro do femto, ela havia sido estuprada por outros demonios, o corpo dela ta cheia de feridas, o penis desses demonios tem espinhos então ela ta cheia de feridas internas, ah mas chegou na vez do femto ela gostou porque “gemeu” aqui e ali entre os varios não e choros…. dificil viu

    • Rodion Românovitch Raskólnikov

      Ela não foi estuprada pelos demônios.

      • Felipe Santos
        • Rodion Românovitch Raskólnikov

          Em nenhum momento mostra a penetração. Os demônios apenas seguram-a e rasgam a pele dela. Não houve estupro.

      • Will Costa

        ela FOI estuprada pelos demonios!!! olhe a pagina que eles arrancam a roupa dela MUITO ANTES do femto nascer, depois olha a pagina quando o femto nasce, olhe as partes intima dela que você vai ver sangue pingando dos orgãos genitais dela.

  • Me desculpe, entendo o objetivo do seu texto, mas você não entendeu sobre o que é Berserk, as motivações do Grifth, muito menos dos demais personagens. Uma pena…

  • Rodion Românovitch Raskólnikov

    A autora está de parabéns, conseguiu os clicks dos gordões raivosos que odeiam quando falam mal do seu gibi. Já deve ter faturado o que era pra faturar em um mês.

    • Sonho

      Metade da internet conhece adblock.

  • Yan

    o Griffith é um god hand, é obvio que ela não tava gostando. foi algo contra a vontade dela, algo como a magia de um demônio talvez.? (Sarcasmo intended) É óbvio que ele tava controlando ela e que ela não poderia fazer nada até mesmo o Guts fraqueja pra uma God Hand mais pra frente, a porra do gust cara. Querer analisar uma cenas dessas com os padrões do nosso mundo é ridículo, nada se aplica ali.

  • Fabricio Arkhanjo Pejome
  • Bruno Paganele

    Os comentários estão uma desgraça, cheio de crianças revoltadas com o texto, mesmo não concordando com tudo no texto acredito que a autora levantou questões importantes, minha opinião então é essa:
    Caska, Guts e Judeau resistiram por mais tempo por que eram de longe os membros mais habilidosos do grupo, o estupro de Caska acontece porque o montante de demônios era majoritariamente masculino e já que esses demônios vem para fazer valer sua vontade no plano terreno é coerente que eles tentem satisfazer seus desejos, por mais deturpados que esses sejam. Mas ainda assim vou concordar com a autora no que diz respeito ao papel do estupro no estopim da fúria de Guts, Griffith a estupra única e exclusivamente para mostrar a Guts quem é que tem poder sobre quem (acredito que todos aqui leram a obra e sabem da relação dos dois e como Grifith achava que o possuía mas na verdade era o contrário), isso pode ser visto de duas formas: Uma é que a mulher representa apenas um objeto nessa disputa entre dois homens, o que é uma interpretação válida, a outra que também considero válida é fundamentada no enredo da obra. Berserk é uma história sobre um homem contra o destino e contra Deus, tudo que Guts ama acaba destruído ou pervertido, sua relação parental foi assim, sua amizade com Grifith também e por último seu relacionamento romântico. Acho as duas válidas e elas não chegam a se anular, sendo que a primeira é pautada na semiótica da obra e a outra na coerência do enredo.
    Sobre a Caska gostar ou não do ato sexual, numa analise de algumas das cenas não me parece que ela esteja gostando, lágrimas caem de seus olhos em mais de um quadrinho, mas podemos também argumentar que ela esteja gostando devido a certas expressões corporais como mamilos intumescidos e olhar vago, esses são elementos frequentemente utilizados pelos japoneses na representação erótica do prazer, mas ainda assim há um porém. Temos que lembrar que estamos falando de uma força inumana com poder de modificar a realidade, ainda que a Caska quisesse reagir e lutar ela não conseguiria sobrepor a força de Femto, ainda que ela cedesse mas quisesse aparentar força e sobriedade, para um ser que modifica toda a realidade, modificar o sistema neurológico de uma pessoa é algo simples.
    Minha interpretação é de que Femto fez com que ela gostasse para que pudesse causar ainda mais dor e sofrimento ao Guts, vez ou outra ela retoma a consciência e isso justifica uma frase como: “Não olhe!”, que a Caska grita em determinado momento, logo voltando ao estado de transe com outro toque corporal de Femto. Dentro da obra o estupro da Caska é coerente, outras mulheres já haviam sofrido esse abuso na obra, e dentro de uma dimensão de dor e desgraça como é a redoma do eclipse eu confesso que assim que li o mangá pela primeira vez não esperava outro desfecho (até mesmo porque sabia da influência de Hellraiser sobre o Miura), da forma que foi feito, com Caska servindo de joguete para a relação Grifith // Guts, é o real problema.
    Mesmo não concordando com o texto em sua completude ainda o acho relevante.
    Abraços.

    • Eren

      Sim cara, mas, reclamar disso em um mangá como berseker é perda de tempo e completamente sem sentido ‘-‘ basta olha o tema dele e ambientação ‘—-‘

      • Bruno Paganele

        Não é, porque ela está apenas reivindicando um papel maior e mais importante para a mulher. Veja Game of Thrones por exemplo, é ambientando numa era medieval mas ainda assim cheio de mulheres fortes e que sofrem todo tipo de abuso, mas que conseguem recuperar sua dignidade.

        • Erix Gastão

          olha….mas acho q no caso da caska se recuperar seria algo muito complicado,se n impossivel,pq né,foi mta coisa acontecendo rapido demais com ela :/

        • Eren

          mas falando da Caska e do que aconteceu com ela não acho que isso tenha acontecido em GOT, e não acho que são todas as pessoas que se recuperam após serem estupradas pelo melhor amigo na frente do namorado e ser tbm por demonios, o maximo que aconteceu parecido foi com a Sansa msm assim não acho que foi no nivel crueldade igual, o mangá de Berseker é bem diferente de got e como falei é uma ambientação cruel e que retrata a miséria humana em níveis extremos, ter um protagonista mulher que sofre na pele isso é normal(Não deixando de ser asqueroso) o ponto em questão que falei foi enfatizando a Caska e no como vc colocou “Uma é que a mulher representa apenas um objeto nessa disputa entre dois homens” e não questionando o papel da muçher em geral na Obra, e acho que passar tempo reclamando sobre isso, esse acontecimento e como ela é vista pelo Grif é perda de tempo por motivo que já disse, seria bom se ela se ela tivesse se recuperado rapido? Sim, mas isso não é GOT e a maneira como ela ficou foi importante pro resto da historia e contribuiu pakas.

  • J1_1nior

    “Não há necessidade alguma dessa cena de estupro.
    E como fica a criança sobrenatural que aparece na serie apos os eventos do eclipse, que não se sabe se seria um filho do Guts ou Griffith, ou uma mistura dos dois?
    Acho que tanto para mim, quanto para maioria das pessoas que leram Berserk e assistiram os filmes e animes, sabem que aquilo foi um estupro, os gemidos, deixam a cena ambígua sim, porem essa ambiguidade para mim nunca foi sobre a Caska esta gostando, na verdade nunca nem tinha pensado nesta possibilidade até ler isso, para mim é porque ela esta fora de si, inconsciente delirante, tanto é que ela sempre esta de olhos fechados e desfalecida, todo tempo, o que mesmo assim continua a ser estupro.

  • Herlisson

    Graças a Deus no Japão ninguém dá ouvidos a gente que acredita em cultura de estupro e “problematiza” história de faz de conta. Diferente do ocidente, onde qualquer pio de progressista vira ordem. Enquanto o Japão continuar sendo o lugar que é, seu pio vai ser só um pio.

  • André Pessimista

    Minha filha isso é ficção, o cara pode colocar o que quiser, esse papo de influenciar outros é pura cascata, não sou um cereal quiler por assistir silencio dos inocentes. É foda, daqui a pouco não existirão mais vilões. E outra, vc se descabelou por isso? Vamos falar do RAPE HORSE, esse sim merece um artigo!!!!!

  • Ken Kowareta

    Uma aberração feminista dessas não deveria NUNCA ler um mangá como Berserk. Aliás, acredito que a autora desse post nunca tenha lido(ou talvez tenha lido apenas essa parte específica). É muita baboseira ideológica pra pouca linha.

  • tevao

    vejo que tem muita gente encanando com os supostos gemidos que ela faz durante a cenas, vamos la
    deem uma olhada nessa screenshot do manga original, o som que ela faz é “haa” (はあ, som de “rá”) o que pode ter sido mal traduzido para “ah”
    o “ん” pode ter sido com intenção de representar uma espécie de “ngh” feito com a garganta o que virou “hm”
    E mesmo que não seja o caso, Caska nesse momento já estava traumatizada por tudo o que já tinha visto, a presença de Griffith a deixou confusa, além do mais ele ganhou habilidades mentais que mais tarde é apresentado que sua presença faz as pessoas se sentirem calmas e confortáveis, o que não acontece com Guts na cena pois ele o quis fazer sofrer tremendamente

    • Gatts-kun

      Só por esse seu comentário se eu fosse ela eu apagaria o tópico

    • E olha, mesmo supondo que ela estivesse correta, existem casos de mulheres que sentiram prazer e até orgasmo quando foram violentadas.

  • Amanda Figueiredo

    Alguém que se declara “amante de livros e mangas” claramente tem algum problema muito sério de compreender temas pesados. Sua reclamação de estupro não é baseada em qualquer lógica válida, mas no simples “me senti ofendido”, o que não tem valor algum. Berserk não é um manga de crianças, os temas são pesados e as cenas são de mesmo nível.
    Quero entender porque o estupro da Caska te deixou tão em choque, mas você parece que não entrou em colapso nervoso quando descobriu dos abusos sexuais que o Guts e o Griffiti sofreram. E olhe lá, é sabido que algumas vítimas de estupro começam a estuprar por razões psicológicas. Muitos maníacos sexuais foram abusados em suas infâncias e por isso repetem o ato no futuro, pois estão mentalmente quebrados e com uma percepção distorcida da realidade.
    Você também parece não saber que você pode sim gemer de dor. É a coisa mais comum do mundo, especialmente se for uma dor excessiva.
    E além disso, sua atitude além de infantil é tola, pois muitas vezes é cenas de choque que causam as pessoas acordarem pra uma realidade dolorosa. Você que é amante de livros deve conhecer uma obra chamada Tess d’Urberville, que foi publicada na era vitoriana por um francês para criticar a hipocrisia inglesa de moralismo sexual, mas ignorando o abuso sofrido por centenas de mulheres diariamente. Não expor o leitor a cenas chocantes assim não lhe permite refletir, pelo contrário, coloca-o num mundo cor de rosa que não existe.
    Mas você, em enorme infantilidade, parece querer evitar assuntos pesados,o que me indica que ou você não tinha nada o que fazer pra escrever uma postagem esdrúxula e claramente desinformada como essa, ou você simplesmente tem alguma necessidade de dizer pras pessoas como tudo de ofende e tudo que lhe causa desconforto precisa ser demonizado.
    Berserk é referencia literária na comunidade de mangas e fora dela, já sua postagem é referencia literária de como as pessoas tem estado frescas e estúpidas de anos para ca.
    Então, a menos que você venha com um textão de faicebuk escrito “Precizamus falar du istupru du Griféti” ou “du gátiz”, então só posso assumir que você está funcionando nas bases da hipocrisia.
    O que não me surpreenderia, dado o nível de falta de maturidade de um texto de criança mimada como este.
    Aqui vai outros animes/mangas que lidam com temas pesados pra você ir se acostumando com o aspecto sombrio da vida: Paranoia Agent, Bokurano, Kuroshitsuji (que tem muita coisa sombria, mesmo algumas pessoas ignorando), Loveless, Madoka Magica entre outros que também não vou mais listar pois você tem google para tal.
    Uma dica: cresça.

    • Will Costa

      comentário genial, pena que ela é tão limitada que ta apagando ou ocultando tudo que vai contra sua interpretação falha da cena.

      • Amanda Figueiredo

        Como toda boa feminista de terceira geração ela não sabe argumentar, prefere a censura mesmo. Depois reclamam de ser censurados em grupos anti-feministas, mas agem igual.
        Por essas e outra razões eu sai desses movimentos: primeiro porque elas não se importam com o feminismo mesmo, é só retórica pra ficar famoso e poder mandar e acusar os outros; segundo porque eu já parei de suportar a hipocrisia dessa gente.

      • Gabriel Maciel Campanini

        O comentário tá ali ainda. Errou na provocação infantil, campeão.

        • Will Costa

          eu não disse que o comentário seria apagado champz, disse que OUTROS JÁ FORAM e que haveria o risco desse também ser, melhor repensar quem ta sendo infantil aqui.

    • Moça, vc viu a cena de estupro do Gutz? Pq ela não é nada parecida com essa. Vc vê o Gutz e fazendo caras e bocas qdo fodem com ele? Teve um capítulo inteiro mostrando só as cenas dele sendo estuprado? Então se for pra fazer alguém acordar pra uma realidade dolorosa é só estuprar? Vc concorda que as mulheres que foram estupradas na realidade são fracas e mereceram?

      • Amanda Figueiredo

        Querida que raios você está falando? Qual parte do “você pode gemer de dor” você não entendeu? Qual parte do “podem acordar para a realidade quando expostas a está” você não entendeu?
        Acha que os ingleses largaram aquela hipocrisia vitoriana como? Sem serem expostos constantemente a falta de lógica e escrupulo do que eles defendiam?
        E desde quando eu falei que sou a favor de serem estupradas por, wtf, serem fracas? Meu, você passou em PT-BR no ensino Médio? Pois você claramente não soube ler o que escrevi ou simplesmente ta tentando distorcer minha imagem.
        Então, flor, acho que levando em conta as atitudes suas apresentadas até o momento e o modo como seus apoiadores agem, sou obrigada a pensar que você está mais para o segundo caso que para o primeiro.
        Mas como eu sou super legas ainda vou te dar o direito da dúvida e achar que foi só má interpretação.
        Da uma relidinha depois, vai que ai você pega os pingos dos i’s.

      • Eren

        ” Vc vê o Gutz e fazendo caras e bocas qdo fodem com ele? Teve um capítulo inteiro mostrando só as cenas dele sendo estuprado? “E quando um estupro é menos cruel pq não é mostrado? “Então se for pra fazer alguém acordar pra uma realidade dolorosa é só estuprar?” A garota falou no sentido de que o mundo não é só um conto de fadas como vc imagina, que não existe estupro. O que a amanda quis dizer é que isso existe no mundo real e que ter isso retratado em uma midia não é pra causar esse escândalo. POR QUE EXISTE.

      • Já descambou pro “mereceu o estupro”. Adentrou uma espiral de loucura da qual não sai mais.

        E vai até responder dizendo ‘ain, agora toda estuprada é louca?”.

    • Wellington Franke Jr.

      Merece Palmas e o Tocantins inteiro!!!

    • Akame

      isso prova de como esse tipo de pessoa nao entende esses tipos de tema, por isso tem esse tipo de shitstorm, a maior proposta de berserk é mostrar um mundo cruel, ai vem uma fan de animes xDxDxD otaku vendo aqueles animes/manga cliche e qndo ve uma coisa dessas fica indignada

    • Dynamo

      MUITO OBRIGADO AMANDA.

    • Tannhauser

      Maluko do céu eu costumo ler muita merda na internet mas a Autora desse artigo simplesmente se superou entrando facilmente no ranking de piores merdas que ja li na internet. https://uploads.disquscdn.com/images/73e39904b4d5b6457040a8b626b5d3c52313935f8310bbbc7fb1bdb7c1764db4.jpg

    • Johannes Constantius

      Excelente texto.
      O universo de berserk é um mundo gnóstico e maniqueísta (sentido religioso), o mundo criado é um erro (mundo marcado pelo sofrimento) e dominado pelo Deus do mal que o controla, submetendo as pessoas a todo tido de dor e desgraça.
      Figuras sinistras e cruéis dominam a realidade ali, que buscam seu prazer e poder, destruindo tudo no seu caminho, marcado por um determinismo, tudo no mundo leva ao mal, a dor, ao sofrimento, a desgraça não é de se estranhar que Griffith estuprasse a Caska, para satisfazer sua luxúria e mostrar seu poder, sem se importar com o sofrimento alheio porque bondade não existe ali.
      Caska não desfrutou nada, sua mente entrou em colapso, ela pedia para guts não ver seu abuso, havia gemidos de dor e lagrimas de sofrimento. Havia pessoas mortas por todo lado e acha que não seriam capazes de estuprar a caska? Estamos falando de um mundo dominado pelo maligno, pela maldade, por um determinismo sombrio.
      Uma mente doentia como do Griffith, dominada pela luxúria e poder, claro que ele faria aquilo, não é apologia ao estupro, ma suma critica ao lado sombrio que o ser humano tem., uma mensagem de como não devemos ser.

    • Palmas! Explicou direitinho a coisa toda!

      Quanto aos mangás, coloca na lista o Monster!
      P.S.: following!

    • Hater x Haters

      CA-CE-TA-DA!! rsrs
      Esse comentário deveria estar lá no topo.

    • Rennato piimenta

      Sensacional

  • kassius

    beserk tem uma serie de cenas desnecessárias e pesadas essa é só o começo todo mundo que eu conheço que lê beserk entende que essa cena do estrupo foi bem errada e que o miura não soube desenhar dando essa impressão que ela está gostando, mas é como eu disse beserk é feito pra chocar mesmo e vai disso pra pior se isso te afetou tanto eu recomendo sim parar pq a coisa só desanda por que rola estrupo até de criança, eu concordo que foi desnecessário mas se tirar tudo que foi desnecessário em beserk ele não tinha vendido nada só pela boa historia

  • Will Costa

    ainda mais coisas a escrever importante sobre o estupro, vocês sabem que desse estupro que o griffth consegue um corpo pra reencarnar mais ou menos 9 volumes depois?????? eae? o estupro é totalmente desnecessário na obra? kkkkkkk só vejo gente que nunca leu a obra e ta comentando sem saber

  • Abel Junior

    Priscilla a cena é necessária para mostrar o nível de crueldade. O Mangá trata de demônios, miséria humana.
    Você acha desnecessário um estupro, mas milhares de morte não tem problema.
    Acho que você devia mudar seu escopo e começar a ler Maurício de Sousa.

  • Maôe

    Pelo contrário, é uma cena completamente necessária na história.
    Em um estupro na vida real é uma possibilidade a pessoa ter um orgasmo. Sim, é possível. Não é comum, mas é completamente possível.
    Esse orgasmo, que é uma possível reação física do corpo, contrária a consciência da vítima, de estar consciente que o seu corpo está sendo violado contra a sua vontade.
    Essa tensão entre a resposta física do corpo e consciência gera a culpa.
    “Como pode eu ter tido um orgasmo enquanto o meu corpo estava sendo violado? Eu acabei gostando daquela violência?”
    Culpa, tensão mental, trauma. Juntando tudo isso aos outros acontecimentos do eclipse, como a morte dos seus amigos, o resultado é o atual estado mental de Caska. Ela ficou demente.

  • Gatts-kun

    Vou explicar de uma vez (Não leve em conta minha foto como se eu fosse um suposto “fan boy”): Berserk não foi feito para ser agradável ou que seja humanizado e tal, Berserk como algumas outras obras foi feita para ter interpretação onde nesse mangá toda a podridão da raça humana seja exposta, você pode sentir repúdio ou começar a odiar a obra porém é de certa forma uma certa realidade, por exemplo Griffith é um ser que se torna cruel e perverso como pessoas hoje em dia, “Não há necessidade alguma dessa cena de estrupo” é claro que tem além de ser um retrato de como o vilão quis se vingar atingindo Gutts onde mais ia doer que era de certa forma a única pessoa que ele ama dentro dessa obra. Eu não irei me aprofundar mais em algo que não há necessidade enfim, ela em momento algum sente prazer, ela dentro da obra literalmente passou por coisas sobrenaturais onde seu estado mental nem físico são preparados e então ela teve um colapso como ocorre com pessoas normais diante de alguma grande surpresa (Sendo boa ou ruim), e também ela em momento algum sente prazer e gosta disso, afinal ela grita e fala Não e ainda pede para não olharem. Você tem que ler para entender e não ler por ler

  • Vinicius Bandeira

    É por essas e outras que homens espancam mulheres .

    • Marcos Franthesco

      Seu comentário foi extremamente desnecessário e você deveria ser removido fisicamente

      • Eren

        KKKKKKJJJJ

      • Conde

        VAI CHORAR?

    • Tannhauser

      Acho que seu comentario ofendeu o FranFresco duahsdusahduasd

  • Our Father

    Claro, ela está adoranto, olha só esta cara de felicidade, rebare nas lagrimas de alegria https://uploads.disquscdn.com/images/8dc4b06e8ffbb959e29dbc3d9fff09773cdb47c7ba8c970ff5ee708c78454f3f.jpg

    • Essa é uma expressão muito comum de ver em hentais. O olhar semicerrado, gotas de suor, o rubor… Isso aí definitivamente não é cara de dor ou repulsa.

      • Our Father

        Ela estava totalmente esgotada fisicamente e mentalmente, claro que não ia fazer uma face exagerada

      • Alessandra Bastos

        Duvido pegarem uma página de hentai com o mesmo tema e comparar com as páginas do Bersek. Realmente duvido.

  • Adolf Tenno

    ESTUPRO É BOM E EU GOSTO!
    Por mais estupro em mangás e foda-se esses afrescalhados “guerreiros da justiça social”.

    ESTOU POUCO ME FODENDO PARA O QUE UM BANDO DE OTÁRIO ACHA ERRADO. FICÇÃO É FICÇÃO, E EU GOSTO DE ESTUPRO E SOFRIMENTO NA FICÇÃO MESMO!

    Mulheres nos animes e mangás, para mim, devem ser submissas. E se não forem submissas, devem ser moe e cheias de si para esconder o lado tsundere.

    A indústria de mangás está foco de fodendo para o choro da escória.

  • Anti SJW

    Pare de bostejar a criatividade alheia, o mangá é feito para adultos! Isso tudo é frescurinha modernista de SJW!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ELA SOFREU SIM E VOCÊ APENAS É MAIS UMA FEMINISTA DE BOSTA QUERENDO PROBLEMATIZAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    NÃO GOSTOU NÃO LEIA!

  • Anti SJW

    Pare de bostejar a criatividade alheia, o mangá é feito para adultos! Isso tudo é frescurinha modernista de SJW!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ELA SOFREU SIM E VOCÊ APENAS É MAIS UMA FEMINISTA DE BOSTA QUERENDO PROBLEMATIZAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    NÃO GOSTOU NÃO LEIA!!

  • Anti SJW

    Pare de bostejar a criatividade alheia, o mangá é feito para adultos! Isso tudo é frescurinha modernista de SJW!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ELA SOFREU SIM E VOCÊ APENAS É MAIS UMA FEMINISTA DE BOSTA QUERENDO PROBLEMATIZAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    NÃO GOSTOU NÃO LEIA!!!

  • Anti SJW

    Pare de bostejar a criatividade alheia, o mangá é feito para adultos! Isso tudo é frescurinha modernista de SJW!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ELA SOFREU SIM E VOCÊ APENAS É MAIS UMA FEMINISTA DE BOSTA QUERENDO PROBLEMATIZAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    NÃO GOSTOU NÃO LEIA!!!!!!!!

  • Anti SJW

    Pare de bostejar a criatividade alheia, o mangá é feito para adultos! Isso tudo é frescurinha modernista de SJW!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ELA SOFREU SIM E VOCÊ APENAS É MAIS UMA FEMINISTA DE BOSTA QUERENDO PROBLEMATIZAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    NÃO GOSTOU NÃO LEIA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Adolf Tenno

    Cultura do estupro é a cabeça do meu pau. Ainda bem que o mercado de mangás está pouco se fodendo para esses autismos de esquerdistas.

    VAI TER ESTUPRO E EXPLORAÇÃO DA MULHER NOS GIBI JAPONÊS SIM! E SE CHORAR VAI TER EM DOBRO!

  • Our Father

    PLEBS MALDITOS

  • Kleyson Mendes

    Berserk tbm faz referencia a igreja de forma que a igreja mata hereges e infiéis assim como a igreja católica na época da monarquia, Berserk pode ser visto como forma de critica a coisas que acontecem ou já aconteceram, na cena que caska é estrupada por demonios pode ser visto tbm como uma comparação entre estupradores e demonios o odio do protagonista pode ser visto como o odio de familiares que tem seus parentes estuprados ou abusados, cada pessoa pode interpretar de forma diferente e entender o que se quer entender, e a questão dos gemidos da caska no momento que ela era estrupada ela já estava louca, ao ver o demonio a unica coisa que ela via realmente era o comandante do bando a pessoa que ela admirava e amou antes de guts, no momento de loucura ela não viu um demonio mas sim uma pessoa de quem ela gostava e mesmo se os gemidos fossem de prazer na nova temporada de berserk ela passa por algo quase semelhante mas guts a salva antes e no momento que ela era quase estrupada novamente ele se debate e grita enquanto a cena do que ocorreu passa em seus olhos, eu acompanho Berserk e não o vejo como um incentivo mas sim uma critica, qnt se lê você acompanha a vida do protagonista se alegra com suas conquistas e se frusta com suas derrotas e colocar um dos principais sofrendo tbm é uma forma de mostrar o qual cruel é o ato ocorrido.

  • Yan Lius

    Essa porcaria não foi feita pra vc, não tem obrigação nenhuma de te agradar, Se não gosta então não lê.

  • Anderson Santos

    Passou voando pelo estrupo que o Guts sofre quando criança e que o traumatiza de um jeito que ele n gosta nem que toquem nele, para parar aqui no estrupo da Caska. Os dois casos são totalmente repugnantes mas dizer que a sensualidade ali…. Acho que vai da sua interpretação, pois li isso a muito tempo e só senti nojo o tempo todo dessa cena com a Caska e em sentido de roteiro e desenrolar de história fomentou a grande raiva que Guts e o leitor tem pelo Griffith.

  • Ebola-chan

    Gutts é estuprado diariamente tendo sido literalmente vendido pelo pai: ok.
    Griffith literalmente deu a bunda por dinheiro: ok.
    Mulheres tendo relações sexuais com demônios: ok.
    Garota se masturba enquanto vê pessoas sendo queimadas pela Igreja: ok.

    POR QUE SÓ O DA CASKA É O PROBLEMA? ESSE MANGÁ ACONTECE ESSE TIPO DE COISA COM TODOS OS PERSONAGENS. VOCÊ NEM LEU A OBRA, ENTÃO NÃO TEM DIREITO DE DAR OPINIÃO. E A CASKA FICOU MALUCA DEPOIS DE SER ESTUPRADA, ACHA QUE ELA GOSTOU?

    • Conde

      ISSO ^

    • Sentry

      Gostei de você.Queria ter a paciência para discutir com essas pessoas igual você tem.

      • Ebola-chan

        Haha obrigado! Eu tento ser civilizado e usar a razão pra ver se cai a ficha desse povo… mas ficam só repetindo. Quando perguntei pra um cara o porquê de estupro ser pior do que assassinato ou tortura e só ele não poder aparecer em mangá, ele só me respondeu com “As cenas de estupro foram desnecessárias…”
        E acho que ficar desocupado no serviço em plena sexta-feira ajuda hehe

        • Sentry

          Tenho a sensação que já falei com você antes, em algum fórum ou algo do gênero.

          • Ebola-chan

            Talvez a gente já tenha conversado, mesmo. Mas eu nunca tive exatamente uma “casa” na internet. Vivo migrando de lugar em lugar, mas nunca se sabe hahaha

  • Rafael S. Silva

    estarei esperando a problematização de outro estupro dessa obra, so que bem mais pesado: o estupro do protagonista quando ainda criança, no inicio da obra.

  • Ederson Vinicius

    Bem.. Sou fã de Berserk e entendo bem o porquê dessa cena, o autor quer passar o que há de mais sujo e cruel no vilão e no mundo em si… Dessa forma Griffith atinge aquilo que Gutz mais ama para feri-lo da pior forma possível. Mas, a cena realmente não se retrata bem, ela mostra ângulos e expressões de Caska que acabam sensualizando a cena em alguns pontos, acho que ele poderia ter feito diferente, mudando os ângulos e a forma que a personagem é retratada nesse ato repugnante.

  • Herlisson

    Que sentido faz a obra assistênciar a cultura do estupro se a própria personagem ficou louca depois desse estupro, e qualquer leitor que leu essa parte a considera repugnante?
    Sério, pensa mais um pouquinho antes de postar besteira.

    • Rodion Românovitch Raskólnikov

      ” e qualquer leitor que leu essa parte a considera repugnante?”
      Fale por você, amiguinho.

  • Adolf Tenno

    1: Homens não estupram, estupradores estupram.
    2: A qualidade do homem é 100% proporcional a como você está vestida.
    3: Mulheres/depositórios de porra não podem ser estupradas sendo que vaginas são feitas para acomodar pênises, somente homens pode ser estuprados.
    4: “Estupro” é um pênis na vagina por alguns minutos, não é nem de longe tão ruim quanto assassinato, terrorismo, câncer, cair de bicicleta, perder um familiar, ou ser assaltado.
    5: Estudos de sexualidade e fetichismo provam que a fantasia sexual #1 de mulheres é ser estuprada, a #1 para homens é transar com duas mulheres. Ser estuprada é tão traumatizante quanto entrar num beco e duas mulheres/depósitos de porra começarem a chupar seu pau.
    6: Mulheres/depósitos de porra que reclamam de “estupro” são a mesma coisa do que lojistas que acham que furto é assassinato. Exagero completo. Mulheres/depósitos de porra só querem trocar seu status de vítima por roupas e jóias, e realmente odeiam dar sexo de graça. Histeria de estupro de princesas mimadas, basicamente.
    7: O gigantesco número de estupros não reportados a polícia mostra que mulheres/depósitos de porra nem se importam de o mencionar. “Estupro” é menos relatado as autoridades do que roubo de bicicletas, agora você sabe o porquê.
    8: A única punição para “estupro” deveria ser pagar a vítima o mesmo que uma prostituta local, de beleza equivalente.
    9: Consentimento é uma grande broxada feminina. Homens que param após o primeiro “não” sinalizam que “você não vale nenhum esforço ou risco”, muitas vezes essa recusa pode causar sérios problemas psicológicos em mulheres/depósitos de porra.
    10: Para muitas mulheres/depósitos de porra feias, “estupro” é o um dos únicos elogios que elas vão receber, infelizmente ninguém nunca pergunta quão traumatizante é pro estuprador.
    11: “Feminismo” é apenas uma compensação por deficiência de estupro. Mulheres/depósitos de porra com falta de sexo ou necessidade de sexo compulsiva viram feministas pelo desejo de ser “empoderada” e “livre”. Nós não vivemos na cultura do estupro, por isso que o feminismo viralizou. Nos países do oriente médio mulheres/depósitos de porra são “estupradas” todos os dias, e não existe resquício de feminismo em qualquer um deles.
    12: Uma mulher/depósito de porra sendo “estuprada” pode tranquilamente deter seu “estuprador” usando uma arma de defesa pessoal, não andando com roupas curtas, tendo consciência de locais como esses, ou até mesmo DEFECANDO enquanto o “estuprador” age, mesmo assim, nenhuma delas faz questão disso, por quê será?
    13: “Estupro é encontrado em milhares de espécies, reclamar de estupro só em uma. Não seja esse tipo.

    “Como assim essa nota de 100$ é falsa? SOCORRO! EU FUI ESTUPRADA!”

    • Erix Gastão

      meu deus,você é nojento

      • Adolf Tenno

        Mas é um nu-male de bosta mesmo.

  • Herlisson

    Volta a ler seus quadrinhos progressistas da Marvel e deixa entretenimento de homem com homem.

  • Diogo Rodrigues

    Ainda bem que sua opinião não vai mudar em nada essa obra de arte.

  • Adolf Tenno

    Mulher não é nada mais nada menos que um depósito de porra, onde os homens depositam sua porra lá e depois guardam ou, em alguns casos, jogam fora. Depósitos de porra não passam de pedaços de carne em volta da vagina que não descobrem nem inventam coisas e são inferiores. É provado cientificamente que as depósitos tem cérebros menores que o do homem e que elas devem e querem ser tratadas como objetos (e isso nos lembra da pornografia).
    Depósitos de porra foram criadas para coisas simples como cozinhar, limpar a casa, cuidar do bebê e dar para os homens.

    As depósitos de porra vivem reclamando que são vítimas de machismo, mas elas não percebem que se elas não existissem, não existiria: fap, sexo, pornografia, parafilias, gays e o próprio machismo não iria existir também (talvez existiria a viadagem, mas não iria existir método de reprodução e o ser humano iria ficar extinto, e os viados seriam extintos juntos). Resumindo: Elas são o problema.

  • Adolf Tenno

    Volte para seus gibis da Marvel e deixe meu entretenimento japonês MACHISTA em paz, vagabunda.

  • Our Father

    Do Guts sendo estuprado na infancia ninguém fala, né ? Do Griffith se prostituindo para um velho gordo pedofilo na pré-adolecencia, ninguem fala, né ? Do Rei de Midland tentando estuprar a própria filha ninguem fala, né ? Porque só a Caska tem que ser problematizada ?

  • Antenor

    Péssima abordagem utilizada para abrir os olhos a um problema importantíssimo como a cultura do estupro, como resultado você só fez rebaixar a causa tornando-a banal.

    • Adolf Tenno

      “Cultura do estupro”, pfffffffháháháhá.

  • Nicolas Pontos

    vei se levo em consideração que ela tava meio tonta pelo lugar que esta ou o Griffith ter jogado algo q deixo ela fraca, que tal falar sobre do Guts?

    vc falou ” nenhuma mulher sente prazer nisso” tem mulher com esse tipo de fetiche tbm

  • Marcos Vinícius

    Triggered pra todos os lados, essa putaria inútil chegou em Berserk tbm?! Vão a merda

  • Adolf Tenno

    Precisamos aprender a interpretar melhor. Não foi estupro, mas sim penetração corretiva. A penetração corretiva é um ato de amor, o qual consiste em retirar a mulher do caminho da perdição pela introdução do amor por parte de um varão capacitado.

    Ou seja, a mulher outrora desviada do caminho natural agora cumpre o divino papel de acolher o amor.

    A penetração corretiva não deve ser confundida com estupro, pois é um ato de amor, o qual possui como fim tratar a lésbica e transformá-la em uma verdadeira mulher, logo promove a cura do homossexualismo feminino.

    O ato consiste na introdução do phallus erectus na vagina da mulher, mesmo que isto tenha que ser feito contra a vontade dela.

    A cura pode não ser momentânea, sendo necessária a repetição do procedimento de cura.

    Lembrando a todos que isto não é estupro, mas penetração corretiva.

  • Felipe Diniz

    Concordo sim com o texto, e não entro nessa discussão de se ela gostou ou não, mas sim no uso desnecessário de por a unica personagem feminina com um pouco de desenvolvimento num dos clichês mais usados do mundo. As caras que ela faz são simplesmente pra saciar leitor tarado, acontece muito em quadrinhos americanos tb, cenas de tortura em mulheres são colocas de forma sensual.

    Existe um vídeo que reflete bem essa situação e exemplifica tudo que o que penso a respeito: https://www.youtube.com/watch?v=DInYaHVSLr8

    • Our Father

      Parei de ler em “unica personagem feminina”

    • Will Costa

      as caras dela chorando e dizendo não (alem do corpo todo ferido) é pra saciar os leitores???? sério? cliche? você sabe por exemplo que ele reencarna futuramente só por causa desse estupro??? ce tem certeza do que ta escrevendo ae?

    • Wellington Franke Jr.

      Desculpa mas Anita Sarkeesian não é referencia intelectual alguma, sendo que ela é uma tremenda oportunista que vive sendo alvo de questionamentos na internet. Alias, foi ela quem causou o #GamerGate o qual a mídia politicamente correta quer distorcer como um movimento “machista”. Não, mesmo!!! Péssimo exemplo!!!!

    • Adolf Tenno

      Anita Sarkeesian? PFFFFFFFFFFHÁHÁHÁHÁ!
      Mas é uma bichinha afrescalhada nu-male mesmo. Aposto que usa saia e vota no PSOL.
      Seja homem, afrescalhado feministo do caralho.

    • Amanda Figueiredo

      Parei de levar a sério quando vi a Anita “Fraudizian” ai.
      Desviar dinheiro pode sim coleginha, é só voce ser feminista!

    • Eren

      Vc leu o mangá? acho que não. “leitor tarado” vc acha que alguém bateu uma bronha naquela situação? vc tá muito paranoico

    • Rodion Românovitch Raskólnikov

      Caralho, o cara tenta argumenta e no fim posta um vídeo da Anita Sarkeesian. Essa vagabunda já foi ridicularizada ao quadrado lá fora. Uma completa vadia sem precedentes que apenas ganha para interferir no mundo dos joguinhos.

      • Felipe Diniz

        Olha teus adjeitvos com a uma pessoa que só disse verdades sobre teus joguinhos. bateu na ferida né?
        É por comentários assim que o feminismo existe. Uma mulher comenta sobre algo e é taxada “louca” “doida”. Foi ridicularizada por um bando de macho que ficou sentido de ouvir um monte de verdade.

    • Gus

      Essa Anita é maluca.

    • Will Costa

      a caska é uma das personagens mais construída do bando do falcão, esse trabalho todo para em vez dos leitores ficarem putos de raiva (que é o que todos que eu conheço diz ter sentido, alguns chegou a abandonar a obra no vol 13) se sentirem “excitados”, por causa de 1 duzia de paginas em 13 volumes de história!!!! kkkkkkkkkkkkkk, cara, olha o nível dos argumentos

    • Miura Mestre do hiato

      o cara vem com video dessa louca.

    • Wellington Franke Jr.

      https://www.youtube.com/watch?v=yRIpF1XaH3Y
      Aqui vai um contraponto de uma pessoa que LÊ quadrinhos e não sai bostejando justiçada social na internet para ganhar monetização. Ela SEQUER LEU o Lanterna Verde que ela criticou…

      • Felipe Diniz

        Você realmente procurou a coisa mais ridícula pra tentar deslegitimar a causa né mano? Ela não leu, mas a pessoa quem criou todo o tropo e a atenção para a causa, LEU SIM lanterna verde.
        A mulher que fez o vídeo apenas juntou as informações e passou ao público, sabe Jornal Nacional? Aquilo que desde que o mundo é mundo é um meio de comunicação para as pessoas? Pois é. Agora se Jornalismo não consegue entra na sua cabeça, não posso te ajudar.

    • Gustavo Souza

      Vc é idiota assim, ou fez curso? Quanta ignorancia! “Autor tarado”, vc realmente leu o mangá? Essa cena ñ tem nada, NADA, pra deixar alguém excitado, ela mostra todo o lado podre do ser humano! E além do estupro, ela mostra muitas pessoas morrendo, sendo devoradas vivas, mutiladas, e os demônios rindo em meio a esse caos

      Acha q alguém fica excitado lendo isso? Essa cena só gerou ódio nos leitores, pela crueldade que aconteceu

      Vc e essa autora da matéria deveriam se informar mais sobre o assunto antes de sair falando besteira

      • Felipe Diniz

        Engraçado que você me chama de idiota sendo que você quem entendeu errado o que eu disse. Eu nunca chamei o leitor de tarado.
        Eu conheço o mangá, os filmes, o anime, não preciso de analfabeto funcional tentando me passar o que o mangá passa. até.

  • Rubem Xanime

    Sabia que Gatts também foi estuprado ? E que o próprio Griffith teve que vender seu corpo para comprar soldados ? E que após o estupro ela fica com um trauma tão grande que ganha um colapso mental inreversivel e que ela não ama mais Grifith e que não foi um gemido de prazer e sim de dor…Antes de dizer besteira leia o resto da série por que se usar o contexto errado tudo parece errado. Essa cena foi feita pra ser horrível, pessoas morrendo, mutilação e estupro para justificar o ódio e vingança do personagem principal, foi feita pra ser o mais desagradável possível, não causou excitação em ninguém só medo e raiva.

    • Gustavo Souza

      Concordo totalmente com vc, é tenso q algumas pessoas sejam ignorantes e ñ entendem o contexto da cena, e tem q ficar enfiando papo de feminista no meio, é muito choro, se a pessoa ñ curte isso q vá ver teletubies

    • Eren

      Não, mas ai se griff fosse mulher seria uma opressão contra as mulheres, e seria inconcebível. Não importa que seja coisa da historia e não puramente fanservice. tnc

  • Gustavo Souza

    Desculpa, mas vc realmente leu o mangá? Ñ é uma cena pra deixar o leitor excitado, e sim pra realmente deixar a gente putos! Pra realmente sentirmos ódio do vilão, pq ele a humilha na frente do cara que ama ela, os gemidos ñ quer dizer q são de prazer! O mangá ñ deixa claro, mas podem ser de dor, pare com esse choro de feminista, berserk é uma obra recomendada para adultos por isso e outras coisas, ñ tem essa de que o autor errou, Griffith fez isso pra torturar Guts, por vários motivos, por ele ter abandonado ele no passado, entre outras coisas, e Griffith demonstra querer fazer algo com a Caska antes do Eclipse, pq ele sabia que ela tinha uma queda por ele, e no meio do caos do eclipse ele se aproveitou dela!

    E o autor acertou no que ele queria, fazer os leitores terem ódio pelo personagem, Griffith é o antagonista mais filho da puta que ja vi. Lembrando que Guts tbm ja foi estuprado durante a infância, vítima de pedofilia, então ñ tem essa de que o Miura só quis humilhar a Caska por motivos machistas, o estupro é algo comum na Idade Média, portanto ñ tem essa

    Puta que pariu! Até em Berserk tem que vir com essa frescura?!

    • Renan Mateus

      Ele poderia simplesmente ter matado a personagem e o efeito nosnleitores seria o mesmo. Ou vc é do tipo de homem que só se recente quando uma mulher é estuprada???

      • Jefferson

        Se ele só matasse ela não surtiria esse desprezo e ódio, porque Berserk morte tem em todo lugar ainda mais em volta do protagonista e como o Griffith queria se vingar do Guts ele fez o “máximo” possivel pra atingi-lo.

        • Renan Mateus

          Que argumento hein… ta de parabéns, o nivel aqui só cai…

          • Jefferson

            Pois cite os seus porque não deveria mostrar o estupro

          • Renan Mateus

            Ele ppderia simplesmente colocar um quadro que mostrasse o que estava acontecendo com a Caska e pronto, causaria a mesma comoção, não precisaria ter a Caska faz3ndo caras e boca nem pedindo pro Guts não olhar, era só fazer isso sem parecer tanto voyerismo…

          • Jefferson

            E ainda existem cenas bem piores que essa em Berserk de estupro seguido de morte e dps necrofilia mas vc provavelmente não sabe pq não conhece a obra 😀

          • eu

            o estupro foi necessario até pq depois disso a caska deu a luz a um feto por onde griffith viria a reencarnar

          • Falou o Mestre do Roteirismo.

      • Gustavo Souza

        Outro chorando? Queria que ela fosse morta? A historia gira em torno dessa cena e desse momento! e q mesmo com todo o sofrimento, o protagonista ñ desiste de curar a Caska, ele continua lutando por ela, ela é a única coisa q restou do grupo q foi uma família pra ele

        Isso é oq faz da história de berserk foda, é tão difícil entender isso? Eu ñ gosto da cena do estupro, ninguém q é fã de berserk gosta, mas é uma cena importante, ela é o pilar do enredo

        Essa obra trata de temas pesados, o estupro é só uma das coisas que acontece, acha pesado demais pra vc? Vá ler Turma da Mônica então

      • Você é o tipo de homem que só se preocupa com estupro se a vítima for mulher? Pois os homens foram violentados e ninguém de vocês fez textão.

  • Fabio Luis

    O gutts foi estuprado e ninguém fala nada….
    Não que isso justifique alguma coisa ….

    • Wellington Franke Jr.

      Verdade!!!

      Ele foi “vendido” pelo Gambino a quem ele confiava como um amigo. Ah, mas ninguém se importa mesmo…

      • Jefferson

        Como um pai*

      • Miura Mestre do hiato

        é homem ninguém liga

  • Rubem Xanime

    Além disso um pequeno spoiler——— O estupro serviu para Caska dar a luz a um feto que futuramente Griffith renaceria, ou seja até mesmo o estupro teve um propósito.

    • Will Costa

      só isso já quebra totalmente o texto e o “estupro desnecessário”.

    • Our Father

      Acho que a autora começou a ler Berserk agora

  • Miura Mestre do hiato

    Monte de palavras bullshit de uma femin4zi.

    • Gus

      Palavras do melhor comentarista.

    • Jefferson

      Se o mestre falou ta falado

  • JV

    Acho que Miura tá pouco se fudendo #PAZ

  • Rubem Xanime

    Falar que a Caska é a “única” personagem feminina em Berserk e por isso deve ser estuprada é besteira tem muitas obras com o passar das obras. Farnese que também é líder de uma tropa da igreja, Schierke uma bruxa de imenso poder que ajuda em praticamente tudo na obra e a mestra dela também, sem falar que o ser mais poderoso desse universo é a rainha dos elfos e não o rei dos elfos a rainha! Leia até o final depois faça um post desnecessário como esse aff…

    • Our Father

      O ser mais poderoso é a Idéia do Mal e não a Rainha dos Elfos

  • The Vaz

    Pelo amor de deus gente, cultura do estupro é esses funks usando mulheres como objeto sexual, cultura do estupro é você ver em pleno horário nobre na TV aberta mulheres rebolando apenas para chamar audiência, agora em Berserk é um mangá restrito com censura para maiores de 18 anos e a cena foi sim um estupro mas não para fazer apologia e sim com o único objetivo de causar repulsa e raiva ao leitor, simples assim, nenhum fã que viu essa cena a caracteriza como uma cena de um possível sexo consensual por ela fazer alguns “sinais” é um estupro e ponto final, o próprio contexto mostra isso. Berserk nunca foi para leitores casuais é pesados e dentro isso tem muitas outras cenas desse tipo e até piores, agora falar que isso incentiva a tal cultura do estupro sendo ela uma mídia restrita que nem todos têm acesso no meio de tantas outras coisas piores é o mais puro mimimi. Vão condenar os programas de TV que objetificam a mulher em horário nobre enquanto todas as crianças vêem isso achando normal.

  • Renan Mateus

    Incrível como rapidamente os comentários são dominados por pessoas que não entenderam o texto, o Griffith poderia sim ter estuprado a Caska, mas porque mostrar em tantas cenas, poruqe tantos quadros e pontos de vista? Se queria causar e impacto e apelar para a empatia do leitor porque simplesmente não matou a Caska, isso é sim coisa de quem não pensou em uma forma melhor de tratar esse tema e achou no estupro a forma mais fácil de engajamento do público, de uma forma errada, mas ta ai, to mundo complacente com o ato.

    • Ebola-chan

      Na hora de tratar estupro como algo que pior a morte, tratam. Quando querem, a morte é pior.
      A Caska ter sido estuprada na frente do Gutts, ficado grávida do Griffith e nunca mais ter recuperado a sanidade, é algo muito mais pesado. De morte já não servia todo o resto do grupo?

      Praticamente todo personagem de Berserk já foi estuprado. Por que só com a mulher é um problema? A autora admitiu não ter lido a obra. Quem diabos tem o direito de fazer um post sobre algo que nem entende?

      • Renan Mateus

        Mas ela deixa claro no texto que a quantidade de quadros retratando esse estupro é desnecessária, os leitores tem que ver o estupro? Ou é a necessidade de colocar cenas com mulheres submissas pra atrair mais o público???

        • Gus

          E daí?

        • Jefferson

          Caralho lek, claro que tinham que ver, como porra iriam odiar o Griffith

        • Miura Mestre do hiato

          Agora tem limites de quadros?? eu faço o tanto que quiser é só não compra-lo não faz falta.

        • Ebola-chan

          Não. A ideia é imersão. Você se sente no lugar do protagonista que estava vendo tudo aquilo. Aquilo é a visão do Gutts, sentindo toda a humilhação e sofrimento da Caska, enquanto se sente impotente sem fazer nada. Até o ponto dela literalmente ficar louca e não conseguir nem falar mais.

          Existem diversas cenas piores do que essa no mangá. A diferença é que essa é a única famosinha o bastante para você comentar sem precisar conhecer nada. Como a autora do texto e você estão fazendo.

        • Ebola-chan

          Completando: gostaria de perguntar algo. Você já demonstrou que acha morte pior do que estupro. Já que disse que deveriam ter matado a personagem ao invés de estuprá-la, para mostrar mais sofrimento.

          Por qual motivo não é errado mostrar toda a violência que o mangá tem (inclusive com crianças sendo mortas), mas é errado uma cena de estupro?

          • Renan Mateus

            De novo, as cenas de estupros são desnecessárias, poderia ter menos, não vários quadros com o mesmo teor…

          • Ebola-chan

            E por que cenas de violência e morte não são? O que tortura e assassinato tem de melhor que estupro?

          • Renan Mateus

            O fato de você colocar tudo como a mesma coisa mostra o seu ponto de vista. Mas enfim, morte é fatalidade, claro que há violência em demasia e isso tem que ser discutido, porém, a menos que você viva próximo de alguma zona de conflito como no norte da África ou Oriente Médio, as pessoas não costumam ser mortas aos montes, mas abusos acontecem todos os dias, diariamente mulheres denunciam os abusos que sofrem na rua, em casa, no ônibus, de amigos e de familiares. E sabe qual é a diferença? Quando alguém morre não ficam passando isso a toda hora, uma mulher quando é estuprada ela é sempre a primeira a ser julgada, pode ser pelas suas roupas ou atitudes, sempre metade da sociedade vai achar que ela é responsável por aquilo. Todo artista deveria ter a noção que há casos que vão/são mais chocantes que outros, mortes e tortura são comuns em guerras, mas isso hoje não é tão maia comum como foi, já esturpos sempre vai parecer comum por causa dessa falta de empatia que há e da falta de bom senso.

          • Ebola-chan

            Se tem uma falácia é que estupro é tratado com normalidade, especialmente aqui no Brasil. Essa coisa de que a maioria das pessoas pensam de que a mulher merece ser estuprada por conta da roupa já foi provada como falsa e que foi usada para esconder a Petrobras da mídia. Isso sem contar que andar em áreas perigosas aumenta sim, a tendência de ser estuprada. Da mesma forma que aumenta a tendência de ser assassinado e roubado. Aí é uma questão de bom senso da pessoa de evitar isso se for possível. Da mesma forma que falam “porra, mano! Foi assaltado, mas não deveria estar andando naquela quebrada”, falam da mulher que foi estuprada. Não defendo estupro, é um crime hediondo e muito errado. Mas colocá-lo como pior do que violências, como assassinato e tortura. É um absurdo. São todas igualmente ruins. Com os níveis maiores ou menores, dependendo da situação do ocorrido.

            E o problema nisso tudo não é do estupro, mas sim das pessoas que o vêem com naturalidade, que de forma alguma são números tão alarmantes quanto dizem. Até fãs do Bolsonaro e o próprio não apoiam isso. Quem são essas pessoas que dizem que é normal, ou até merecido? Trolls da internet que falam o mesmo de assassinato? Eles contam? Da mesma forma que existem pessoas que vêem violência com naturalidade. Não adianta querer censurar apenas o que é conveniente.
            Isso sem contar que estupro não falta nas zonas de guerra na África e Oriente Médio, não é não?

          • Luiz Fernando Teodosio

            Cara, eu tenho um contra-argumento.Tem uma página em que um dos quadros sai do ponto de vista do Gutz. Nesse quadro ela está quase de quatro, vista de costas. Sendo que o Gutz só pode vê-la de frente. Ou seja, esse ponto de vista foi o do autor, e não do Gutz. Portanto, o texto tem razão sobre um possível influência da cultura de estupro na composição da cena.

          • Ebola-chan

            O ângulo não muda o fato do autor querer te dar a sensação de estar dentro. É a mesma coisa que falar que uma luta do Gutts não é da visão dele, só porque está sendo mostrado em terceira pessoa nos desenhos.

          • Luiz Fernando Teodosio

            É claro que muda. A mudança de ponto de vista numa situação de estupro tem um enorme peso cultural que a de uma batalha não têm. Quando o autor altera drasticamente o ponto de vista e a coloca naquela posição, ele faz isso propositalmente de forma sexualizada. se a cena não fosse sexualizada, não daria margem a adaptações que a demonstrasse. https://www.youtube.com/watch?v=VXV8gTq4vgc

          • Ebola-chan

            Isso não faz o menor sentido. Nem um pouquinho mesmo.
            Estupro é um tipo de forma de violência, por que caralhos só ele que não pode ser representado em nada? Em Berserk nós já vimos crianças morrendo de forma incrivelmente violentas, mas aí não tem problema, segundo você. Por que com estupro tem? Se você reclamasse de qualquer tipo de violência exagerada, eu não discutiria com você. Mas pegar e escolher só um tipo pra pagar de White Knight na internet é simplesmente ridículo.
            Eu não conheço uma pessoa que realmente leu Berserk (porque incrivelmente todo mundo que concorda com a autora do post não leu), que viu a cena de forma sexualizada. Essa é uma cena pesada pra caramba que muda totalmente os personagens. A Caska fica louca pelo trauma, o Gutts muda totalmente e fica com mais ódio do Griffith do que dá pra explicar, e finalmente o leitor entende que o Griffith não tem limites do que fazer para chegar onde quer. Você e quem fica reclamando que essa cena ficou sexualizada não tem o menor conhecimento da obra. Só querem “problematizar” uma coisa famosa para ganhar visibilidade na internet. Coisa que conseguiram.

    • Will Costa

      “porque simplesmente não a matou” talvez porque com esse estupro ele poderia reencarnar 4 anos depois com um feto amaldiçoado gerado no ato, ta de bom tamanho a resposta???? muito melhor se você fosse ler a obra em vez de passar vergonha falando do que não sabe

      • Renan Mateus

        Há uma infinidade de outras maneiras de qualquer personagem em qualquer obra de ficção renascer…

        • Will Costa

          não um GOD HANDS, mas isso você só saberia se tivesse lido, que alias o feto foi só o primeiro passo, há muito mais acontecimentos que influencia em ele renascer como o falso messias salvador.

        • Rubem Xanime

          Então me explica como ficaria toda a jornada do mangá que é fazer a Caska voltar ao normal. A história de Berserk é sobre Gatts procurando um jeito de salvar Caska de sua insanidade enquanto busca uma maneira de se vingar. Se ele não fosse motivado por Caska ele se esconderia dos demonios em um lugar seguro e nunca mais voltaria, por que os demonios o perseguem. Ou seja ele não precisaria viajar em reinos mágicos e enfrentar demonios se não fosse pra salva-la desse trauma.

    • The Vaz

      Cara o mangá é pesado, ele tem esse estilo e ponto final, aquela cena foi o ápice de um acontecimento e teve um objetivo muito maior que você mesmo sabe, causar a raiva do leitor, é uma obra para maiores de 18 anos cara, pare de criar caso foi sim um estupro e teve muitos outros na obra, mas ninguém tá dizendo que isso é correto ou normal, mas naquele contexto da obra, vai acontecer quer você queira ou não pois não é liberado para todo(não que isso impeça uma criança de 14 anos a ler mas enfim).

      • Renan Mateus

        Como eu disse, as cenas são em excesso, ele poderia simplesmente não mostrar daquela forma…

        • Gus

          Poderia simplesmente não mostrar toda aquela matança?

        • The Vaz

          Seu argumento não é válido a partir do momento em que você cria um problema com um único estupro dentre muitas outras coisas super pesadas que a série tem, ah e lembre-se que é para maior de 18 anos tá?

          • Renan Mateus

            O problema é justamente isso, se é 18 anos vale tudo que é aceitável… na boa, to vendo um monte de menininho argumentando por aqui de situações que eles jamais passaram perto… eu me abstenho, vcs ganharam…

    • Will Costa

      e as “tantas cenas” não romantiza o estupro, ela em momento algum ta gostando como diz o texto e nos que não entendemos o texto?? ai ai viu

    • Eren

      Colega a cena tinha que ser mostrada, foi o maior plot twist da série, foi na frente de Gutz, foi um dos eventos ou o evento mais marcante. Não foi puramente fanservice, o estupro não foi tratado de uma forma branda e sim de uma terrivel, traumatizante(Quem não acha não leu beserker) e todo mundo que leu sabe. Esse texto foi puramente feito pq a dona dele se ofendeu. Só isso, se ofendeu. Foi pesado pra caralho mas não foi desnecessario.

  • Kevin Melo Accioly

    Esse povo sem bagagem de mangá nenhuma e com clara desonestidade pega e me escreve um texto merda desses…

    Fica nos teus livrinhos YA mesmo!!

  • Mateus Gott

    Alguém precisa reler Berserk

    • Will Costa

      de preferencia ler uns volumes a mais e não parar ali na cena que a encomodou

  • Popó Viégas

    Umas foda hardcore com uns demonios e pah…

  • Augusto Neto

    “Precisamos falar sobre”
    Mas que caralho, qual a obsessão de gente fresca e fraca psicologicamente com essa frase?
    Não dá não cara, sempre que o texto começa com essa frase é um texto horrível, vitimista e basicamente sem nenhum embasamento e esse definitivamente não é uma exceção.
    Não vou argumentar por que acredito que tudo já foi bem explicado por outras pessoas nos comentários, então só vou fazer um pedido: por favor, nunca mais fale de Berserker, você não é digna de escrever sobre a obra.

  • Eren

    E por fim, vá assistir Steven universe é uma parada mais da tua area. Berseker é muito pesado pra vc criança.

  • Ziderich

    Olha, eu sugiro que você releia esse volume e o anterior, pra entender melhor a cena. A Caska não está “gostando de ser estuprada” por causa da “queda pelo Griffith”:
    1- Ela não é estuprada pelos Apóstolos. A história deixa bem claro que o Griffith impediu isso, pra ele mesmo fazer.
    2- Ela já não tem uma queda pelo Griffith. Ela já passou disso e nesse momento do mangá está com o Guts.
    3- Ela já tem o Estigma nesse momento, que causa dor ao portador de acordo com a escala de poder do ser maligno por perto. Ela tá sendo estuprada por uma entidade que só perde pra própria “divindade do mal”.
    4- Ela não fica “abalada” pela experiência. Ela fica insana. A mente dela regride. Ela foi estuprada não só por uma criatura maligna, mas que momentos antes era um homem que ela confiava e isso acontece em frente ao Guts, que ela ama. Dizer que ela ficou abalada é reduzir o escopo da cena.
    5- Ela usa o último momento de sanidade dela ela tenta impedir o Guts de ver a cena (sem sucesso), pq ela sabe o que tá acontecendo.
    Enfim, é uma cena fortíssima. É agressiva, de revirar o estômago. Parece um hentai (intencionalmente, pra colocar a noção doente de que ela está gostando na mesa e depois acabar com ela). Mas não é o caso aqui. Várias obras usam o estupro de forma gratuita, mas não acho que seja o caso de Berserk. Essa cena define TODO o mangá desse ponto em diante:
    – Ela mostra a extensão da obsessão e loucura do Griffith. Ele tinha perdido todo o poder e mesmo sem movimentos nas pernas e braços ele tenta estuprar a Caska antes desse momento, pra ter alguma forma de controle. Depois ele descobre que a Caska e o Guts estão divididos entre permanecer no bando ou seguir em frente pois eles estão juntos e ele vai precisar de cuidado pra vida inteira. Ele tenta o suicídio, não consegue e vem o Eclipse. Então ele sacrifica todas as pessoas que confiavam nele e estupra a Caska na frente do Guts, por causa dos sentimentos não resolvidos que ele tem pelo cara. A Caska e o Guts são os mais próximos deles, e ele se volta contra os dois por forra.
    – É a última visão do olho direito do Guts, e define toda a mudança dele. Não só a traição, mas por ele ter sido traído e estuprado antes de conhecer os Falcões e agora ver isso acontecer na frente dele, com a pessoa que ele ama e por ação do amigo dele.
    – Fora o arco seguinte, todo o restante do mangá é sobre curar a Caska.
    Lógico que, no fim das contas, é uma personagem feminina que é estuprada pra causar reviravolta na história. Só que em Berserk todos os três protagonistas (Guts, Caska e Griffith) são estuprados e traídos em algum ponto da narrativa (a Caska sendo a última a sofrer esse destino). Todos esses acontecimentos são parte integral da história, que não funcionaria da mesma forma se eles fossem diferentes. Não acho que o Miura tenha usado esses elementos de forma gratuita e vejo ele tratando tanto os acontecimentos e consequências de forma bem séria.
    Dito isso, concordo com você que é necessário sim falar sobre a cena, por vários motivos:
    – A forte fetichização que é feita em cima dela, algo machista pra cacete que é reproduzido tanto pelos fãs como por diversos materiais de merchandise da obra.
    – A reação do fandom com o debate sobre a cena. Berserk tem 27 anos e continua relevante, mas o tempo mudou e novas questões sugiram. É perfeitamente natural submeter a obra a novas conversas, análises e debates. O que não é natural é a forma como se reage á isso, como se Berserk devesse estar acima disso. Não está e nem deveria, porque é justamente esse tipo de discussão que esclarece esses pontos e não é porque existe uma comunidade estabelecida há muito tempo que ela deve se fechar a novos integrantes, principalmente aqueles com novas visões e questões, estejam certos ou errados.
    P.S: Priscilla, concordo com você que a Caska é a única protagonista feminina forte no mangá (tem a Rainha, mas ela é coadjuvante/vilã menor). Mas só até aquele ponto. Temos a Farnese, Schierke, Flora, Slan, Charlotte, mãe da Farnese… São todas personagens femininas, com vários graus de importância e bem utilizadas dentro da história.
    Em todo o caso, parabéns pelo post (espero realmente que você leia isso). Eu não concordo com as suas conclusões, mas por levantar a bola e aguentar o monte de bobagem preconceituosa e machista que está aqui nos comentários você já provou que tem mais coragem que os imbecis que postam por aqui.

    • Soren Silva

      Berserk critica o estupro, ele não promove a cultura do estupro, ele mostra o abuso
      sexual de maneira repugnante, cruel com efeitos devastadores na pessoa, fazendo com que a pessoa tenha asco do abuso e não que ache sensual estuprar uma mulher.

      Berserk é uma critica a crueldade humana e não apologia.

    • kawasaki

      Na minha opinião teu texto foi infinitamente mais claro que o dela( e tem mais uns 2 por aí igualmente bons) sobre a trama inclusive quando critica a fetichizacao.
      Aí eu te pergunto, as pessoas são insensíveis e ela a incompreendida ou talvez exista quem sabe a possibilidade de ela não ter sabido dialogar com os fans da obra e tocar nos pontos que tu tocaste e que devem ser discutidos?
      Essa forma emocional e rasa ao abordar a trama desperta nas pessoas respostas proporcionais a releitura dela. As pessoas que leem Berserk e se inserem no contexto se sentem deslocadas com o que ela escreveu por justamente se colocar no lugar dos personagens e muitos fans dentro daquele contexto terem detestado a cena o que torna ainda mais incompreensível. Não se trata apenas do estupro de uma mulher qualquer inserido a esmo, o texto dela ignora ainda como os leitores se veem dentro da obra. E como se ela tivesse exposto como se viu apenas e fez uma análise a partir daí, pareceu deslocada da trama toda.

      Ignorantes há dos dois lados, os preconceituosos e os extremamente cegos alguns que nem leram a obra e taxa o leitor de ser conivente com estupro, e absurdo a linha de raciocínio de alguns em prol de uma bandeira. As pessoas não são insensíveis é necessário saber colocar o problema na mesa para debater.

      O texto no meu entender levantou a polêmica( como muitos textos atuais das feministas), mas a forma como foi colocado está longe de fomentar um debate sério sobre. Será mais um post odiado por falhar em diálogo e cairá naquele limbo onde as feministas são postas como malucas problematizadoras.

  • Rodion Românovitch Raskólnikov

    Imagina essa femibosta lendo Emergence. Seria super engraçado ver a reação. :^)

  • Pedro Henrique

    acho importante levantar essa questão, mas acho que tem algumas coisas erradas, vamos aos pontos:
    – “Não há necessidade alguma dessa cena de estupro”
    Podemos falar isso de qualquer cena de qualquer coisa em um roteiro, qualquer cena é desnecessária e pode ser substituída, não acho errado a tua colocação, mas acho irrelevante

    – ” Não tem como uma mulher sentir prazer só pelo fato de estar sendo penetrada. Isso não acontece”
    O corpo humano tem reações involuntárias. no estupro, mesmo sendo algo agressivo, o corpo é estimulado as vezes até certo ponto de chegar ao orgasmo (homens estuprados chegam até mesmo a ejacular, mas não significa que gostaram), e por causa disso muitas vítimas de estupro ficam com mais problemas psicológicos, isso inclusive agrava a culpa que as vítimas sentem.
    isso não é opinião de homem, isso é biologia e psicologia, documentado e relatado por vítimas de estupro (principalmente mulheres).

    – “O autor quis transformar a cena em um hentai, um pornô”
    Um hentai tem como o objetivo excitar o leitor, e a cena claramente tem como o objetivo causar raiva, foi uma cena pesada, se alguém ficou excitado olhando isso, a pessoa tem problemas

    Um ponto que achei interessante:
    “Precisamos entender a diferença entre diversão e influência”
    Isso é um debate antigo, desde antes da invenção dos filmes, e sempre existe uma oposição a qualquer forma de entretenimento, hoje em dia é comum ouvir que video games deixam as pessoas violentas, antigamente eram os filmes, o que sempre se provou falso.
    Mas não é mudando uma obra ou o entretenimento das pessoas que vamos mudar uma cultura, a obra é reflexo da cultura, não o contrario, não é proibindo o funk que iremos deixar as favelas com menores índices de violência contra a mulher

    • Will Costa

      esqueceu de citar do “não há necessidade nenhuma dessa cena de estupro” que o griffth só reencarna futuramente graças a esse estupro.

  • Adolf Tenno

    Qual foi o objetivo do estupro da Caska? Levantar meu pau.
    Estupro é bom e eu gosto, o Miura fez um ótimo trabalho. É de autores assim que o ocidente está precisando. especialmente nesse momento em que a Marvel vem forçando multiculturalismo, homossexualismo e esquerdismos em geral para agradar moderninhos de bosta.

    PERSONAGENS GOSTOSAS MERECEM A VARA, adotem hoje mesmo essa campanha.

    • FHC

      Olhem, mais um espécime para mostrar pq esse texto é importante.

      • Augusto Neto

        Cair na pescaria de anão é foda hein…
        Mais um pra provar que esses movimentos são para pessoas idiotas idiotas sem nada na cabeça.

        • FHC

          Ser bait invalida oq falei?

          • Augusto Neto

            Sim, uma bait é literalmente uma mentira pra chamar atenção.
            Ninguém pensa isso de verdade, ninguém romantiza o estupro acha que é ok, deixa de ser retardado.

        • E ainda tem gente que diz que o bait é ruim.

      • Our Father

        Cara, isso obviamente é bait

        • FHC

          Não duvide cara.

      • Rubem Xanime

        Parece que vc não entende de sarcasmo…

    • Guilherme Souza

      Nem pra fazer bait serve.. tsc tsc..

    • Tannhauser

      Nego mordendo a isca com toda a força KKKKK

  • Helio Pedro Pretti Perim

    A cena é tão cabida, tão perfeitamente cabida que mais do que nunca na série meu pathos de contemplador se identificou com o pathos das personagens. Senti o rancor de Griffith pondo-se finalmente em ato mediante o coito perversivo imposto sobre Caska. Era a subversão, o contrário escarnecedor do próprio desejo de Caska pelo seu líder e salvador. A traição em todos os níveis retumba sobre Guts, sentimos isso nos nervos e, como ele, queremos vingança. A cena, em suma, é magistral, apoteótica.

  • Ramon Facchin

    Priscilla, acho que a escolha do gemido foi uma escolha de tradução.
    Eu li uma tradução livre, em inglês, online, e não tive dúvidas de que foi uma cena de estupro e que estava sendo dolorosa para Caska. Mas faz praticamente 2 anos desde que li esse episódio em específico.
    Você conhece alguém que tenha a versão original e que entenda japonês para dizer o que está acontecendo de fato?

    De qualquer forma, acho erradíssimo essa necessidade que autores tem de usar o estupro como instrumento de reviravolta em tramas, para causar choque no leitor – ainda mais da forma explícita como foi feito.
    Enfim, concordo que o relatado na história foi um estupro, concordo que é repugnante usar esse tipo de instrumento achando que vai enriquecer a narrativa, mas acho que discordo sobre o fato de que o autor estava tentando mostrar algum tipo de prazer na vítima (mas nunca li nenhuma entrevista com o autor a respeito, então estou especulando com base na tradução livre que li).

    Ademais, bom artigo!

    • Guilherme Souza

      O estupro não serviu para choque no leitor.. Se você lesse , você saberia porque ele fez e no que isso serviu mais pra frente na obra..

      • Ramon Facchin

        Eu já li a obra inteira, cara. Todos os capítulos lançados.
        E ainda acho uma cena desnecessária.
        Existe um milhão de maneiras de despertar a raiva em alguém e de provocar uma reviravolta na trama. Quando o autor coloca um estupro em evidência, ele está fazendo uma OPÇÃO. Porque ele é a caralha do autor, saca? Ele que tem o poder para fazer de outra forma.

        Aí ele vai lá e retrata um estupro e de uma maneira hipersexualizada sim, com a mulher em posição de submissão total sim e com imagens que sugerem muito mais o caráter sexual do que o trauma – e de uma forma a desenvolver não o personagem da vítima em si, mas o homem que é apaixonado por ela.

        • Guilherme Souza

          ”mulher em posição de submissão total sim e com imagens que sugerem muito mais o caráter sexual do que o trauma” Ela chora , geme de DOR e fala para não olhar, realmente tem totalmente um caráter sexual e sim ELA estava em submissão total , o que poderia fazer? Ela tinha forças amigo , marca dela. A marca da dela dá um dor fodido nela além disso ela foi pego por monstros antes , então não tem forças para lutar contra o Femto , que álias ali já era um DEUS, então é lógico que iria ser submissão. Além disso foi hiper sexualidade ? Aonde? Eu vi um mulher sendo estuprada , não tem nada de sexual nisso pra mim. Agora se tem pra você..

        • Guilherme Souza

          E não foi cena desnecessária , já que isso serve tanto para ferir o Guts , sim o Femto quer tirar a felicidade do Guts, matando do o bando e depois estuprando a mulher que ele ama. Ele não estava transando por que , estava fazendo aquilo pra ferir, como ele considera como o Guts feriu ele.

      • Ramon Facchin

        Acho que as pessoas precisam entender isso: o texto não tá questionando o ~vilão~ ou que ele é ~malvado e malvados fazem isso~

        O texto tá criticando o AUTOR por uma ESCOLHA MACHISTA.

        x.x

    • Luiz Fernando Teodosio

      Cara, eu vi essa cena. É mais sensualizada que no mangá o_O https://www.youtube.com/watch?v=VXV8gTq4vgc

      • Ramon Facchin

        pqp, que bosta. parei ainda na metade do vídeo. não dá pra ver até o final.
        e, se dá tempo de mudar, lembrei de uns quadros do capítulo que eu tinha esquecido

        realmente, foi ainda mais errado do que eu imaginava.

  • Guilherme Souza

    Se você tivesse realmente lido a obra ou se você quer tivesse precebido , a Casca FALAR CLARAMENTE ” NÃO OLHE” ” PARE” e ele esta CHORANDO E GEMENDO DE DOR , inclusive o Griffith coloca a mão na boca dela para ela parar.. Por favor, parece que você tá tentnaod baitar os fãs pra ganhar view em um texto merda desse.

  • Bruno Teixeira

    Recorrer a estupro para mostrar o quanto o cara é mal é de uma falta de criatividade atroz. E esse lance de “motivar” o Gutz é ainda pior.
    Sério que isso foi o melhor que o cara conseguiu? Não dava para fazer fan-service mais tradicional?

    • Guilherme Souza

      Se você ler a porra da obra , você saberia que o estupro serviu pra outra coisa.. Mas enfim né.. Normie é assim mesmo.

    • Rubem Xanime

      Não foi para mostrar o quanto o cara é mal nem para motivar o Gatts. Foi para gerar um feto que ele futuramente iria reencarnar em corpo mortal e a motivação do Gatts é protege-la já que ela está com o psicológico abalado! Não é fan- service é uma das cenas mais horríveis do mangá fan- service é pra coisa boa, nenhum fã se sentiu excitado com essa cena!

    • Na verdade, PRA MIM, isso foi mais do que criativo, se ela tivesse morrido ao invés de ter sido estuprada, ia ser menos chocante, e mais clichê. E outra coisa, que isso de LONGE foi fanservice. O autor, quis mostrar que isso foi uma forma repugnante de mostrar como humanos são horríveis, e se igualam a demônios(que estavam ali na cena). E se a pessoa se sentiu excitada nessa cena, talvez isso só mostre o quanto ela seja nojenta c:

    • Will Costa

      só ta passando vergonha com esses comentários provando que não entende nada do que ta falando.

    • Guilherme Souza

      Fan-service que eu sabia é algo que os fãs querem ver ou gostem.. Acho ninguém gostou dessa cena , mas você é Normie e nem deve saber o que isso significa.

  • Rubem Xanime

    Que linda cena uma mulher chorando de dor com os olhos fechados sem poder reagir após todos os amigos serem mortos e um demônio a penetrar e vai dizer que isso foi sexualizado. Ninguém achou essa cena agradável ninguém! E se não bastasse o estupro causou um horrível dano psicológico na personagem. Ou seja foi tão bom pra ela foi tão agradável que ela ficou com danos psicológicos após o estupro ela está com trauma por que gostou é ? Além disso o vilão a estuprou para gerar um filho que futuramente ele reencarnaria ou seja nem mesmo o estupro foi gratuito teve uma função para a história. Causou problemas psicológicos em Caska por isso Gatts deve tentar achar um jeito de cura-la e buscar a prioridade, Salvar a mulher que ama que agora está indefesa e precisando de sua ajuda ou se vingar, é uma questão que dura toda a série.

  • Jhefter Almeida Rocha

    tem essa cena também, o protagonista quando pré-adolescente sendo violado por um negão

    https://uploads.disquscdn.com/images/d61efba4699b7ecb14dbf4dd93b1c6f040cba91f903f11b371ba1cfe735d9213.jpg

    • Miura Mestre do hiato

      “homem merece muito mais”

    • tevao

      pré adolescente nada, acho que não tinha nem 13 anos ai

  • Josué Wenceslau

    Caraca! Olha o que o feminismo faz com a cabeça de um pessoa!?
    Tem que ser mto idiota pra ler o mangá e tir essa conclusão.

    E que mentira foi essa? “Caska foi estuprada por vários demônios…”
    Ela só foi estuprada por Griffith/Femto, e o msm só fez isso para provocar/humilhar Guts, pois sabia que ele a amava.

    Quer interpretar a cena sem antes ter lido os mangás anteriores. 😑

  • Jefferson
    • KenshinMau

      Nem adianta discutir com eles mano, são praticamente adestrados a não compreender nada e repetir a mesma papagaiada que eles adoram

  • Excelente mangá, ponto final.

  • Rubem Xanime

    Acho que a autora do post é nova de mais para ler esse tipo de mangá e deve migrar para algo mais leve como Harry Potter ou Naruto “Gosto de mangás sangrentos com histórias profundas” não adianta dizer que é vida loca e gosta desse tipo de coisa quando se choca com facilidade, precisa esperar ter uma maior maturidade para ler um mangá para mais de 18. Essa cena é sexualizada ? Só se você achou isso, não conheço ninguém que pensa dessa maneira, ninguém!

    • Presidente Exumador

      Q dizer q histórias assim são mais profundas q Harry Potter? Histórias mais tranquilas não são nada profundas? É isso? Te convido a ler O velho e o mar.

      • Rubem Xanime

        Harry Potter e Naruto são profundos mas não são violentos ou chocantes, não terão cenas de estupro, sexo ou crianças queimadas vivas

  • De Luca

    Olha, antes de tudo quero deixar bem claro que não sou feminista, mas não me oponho ao movimento. Então, a obra em questão é violenta e brutal, com diversas cenas cheias de Gore. Ok. O estupro na obra aconteceu anteriormente com Guts em sua infancia, mas por que só vejo sua critica em relação a caska ? Olha, esse é um dos motivos pelo qual eu não adiro ao movimento feminista. Essa constante vitimização e tentando sempre vincular qualquer erro ( que por sinal foi em uma cultara oriental, com costumes e sociedade bem diferentes da nossa ) com a famigerada “cultura do estupro”. Feministas lutam pela vitimização, eu luto pela igualdade. 🙂 . Reveja seus conceitos antes de abrir uma discussão sobre algo que foi escrito quase 30 anos atrás.

  • Luiz Fernando Teodosio

    Pessoal, eu não li o mangá. Mas li a cena.

    Boa parte do estupro é narrado pelo pdv do Gutz. No entanto, tem uma página em que um dos quadros sai do ponto de vista do Gutz. Nesse quadro ela está quase de quatro, vista de costas. Sendo que o Gutz só pode vê-la de frente. Ou seja, esse ponto de vista foi o do autor, e não do Gutz. Portanto, o texto tem razão sobre um possível influência da cultura de estupro na composição da cena. Ainda mais se voltarmos a olhar os outros enquadramentos em que ela é mostrada de forma sensualizada.

    • Will Costa

      não leu o mangá já fica complicado você enxergar que aquela cena causou odio nos leitores e não excitação, ângulos ali é irrelevante, o relevante é o contexto inteiro assim como o contexto dos volumes anteriores e dos volumes após aquela cena.

      • Luiz Fernando Teodosio

        Não necessariamente. A cena, a meu ver, está sexualizada. E o contexto pode não ser suficiente para justificá-la. Ângulo é relevante, sim, faz parte da linguagem com que um quadrinho é feito; não se trata puramente de enredo.

    • Gustavo Souza

      E desde quando uma cena tem q ser vista só pela visão do personagem?

      Como vc disse, vc ñ leu, ñ deve saber oq ocorreu pra chegar ai, e tbm ñ deve ter sentido o ódio q os leitores sentiram vendo isso, se está sensualizada ou não, de qualquer forma ninguém ficou excitado lendo isso, além do estupro, nesse local dezenas de pessoas morreram sendo devoradas vivas ou mutiladas, essa cena é feita pra chocar, ñ pra excitar

      E o protagonista q é homem, tbm ja foi estuprado na infância, essa obra aborda a realidade, Berserk mostra todo o lado podre do ser humano, o estupro é só uma das coisas q ele aborda

      • Luiz Fernando Teodosio

        Não é o fato de uma personagem ser estuprada, mas como essa cena foi mostrada de maneira sexualizada. E acho que você não entendeu o que falei sobre pdv. O autor utiliza esse recurso nessa cena e foge do pdvd para depois voltar nele mais uma vez. Acontece que o quadro em que o pdv está inativo é a imagem sexualizada de uma mulher pós-estupro.

  • Adolf Tenno

    Cultura do estupro não existe, enfia no cu essa buzzword.
    E a Caska geme? FODA-SE! Levou pirocada e gostou, apenas isso.

    Continue chorando aí, o mercado não mudará por causa de pertubadas mentais que sofreram lavagem cerebral do feminazismo. Japão não é a porcaria da indústria de entretenimento ocidental que é submissa ao choro de um bando de vagabundas mentalmente instáveis e neo-homens feministos e afeminados, háháháhá.

    https://www.youtube.com/watch?v=aQaxGxWBOAQ

    • Miura Mestre do hiato

      feministo KKKKK

  • Pietro Bertolacci

    Da serie, nunca li tanta merda na minha vida.
    Amigo na boa, larga Berserk, larga esse site, você não presta a mínima habilidade de interpretação ou criação de texto, simplesmente pare pelo bem de todos.

  • Gabriel Astrogildo Dutra

    Então, ó ser de cabeça oca, no mundo real, estupros existem. O fato de haverem mangás/animes que retratam isso não quer dizer que os mesmos incentivam isso. O mundo é PERVERSO E CRUEL, acorda. Tirar bandidos da TV, dos livros, dos desenhos, não irá fazer com que bandidos, simultaneamente, parem de existir.

    Tal como o fato de existirem homossexuais, bissexuais, transexuais não influencia em nada heterossexuais. Leio mangás, livros e vejo animes na mesma proporção que respiro (perdoe-me o disfemismo), já vi muito estupro rolando e nem por isso estuprei alguém.

    Já vi séries em que personagens injetavam heroínas, em que decepavam seus braços, já /livi mangás/animes em que os personagens transavam com suas mães ou com seus pais, isso não me fez transar com minha mãe ou com meu pai.

    Todos os dias vejo gente morrendo numa tela de computador, isso não me dá vontade de sair matando gente. Eu vi Narcos e, adivinhe só, queridinha, não virei traficante e nem estudei métodos de fabricar cocaína em casa!

    Então, pare de tentar usar “construção social” para escrever baboseira na internet, belezinha? Até mais, beijos.

  • Tremoço

    “Ouvi falar de justificativas onde: “mesmo que ela não queria, ela recebeu o estímulo e daí gostou“. NÃO. Quem falou isso é certamente um homem, assim como é um homem o autor do mangá. Não tem como uma mulher sentir prazer só pelo fato de estar sendo penetrada. Isso não acontece.”

    http://www.net-burst.net/hope/rape_orgasm.htm
    http://www.popsci.com/science/article/2013-05/science-arousal-during-rape
    https://www.thenation.com/article/how-body-reacts-sexual-assault/

    • Will Costa

      primeiro que essa sua informação há controversas, segundo que na obra futuramente já mostra que FEMTO, o ser que a estuprou e é considerado um DEUS tem poderes sobre humanos que explicaria facilmente ela ter gostado, porem na obra ELA NÃO GOSTOU, ele nem fez questão de usar esses poderes nela porque é muito claro ali entre o choro, os “não” e o “não olhe” que ela não ta gostando.

      • Tremoço

        A maneira que foi feita a cena é exatamente para deixa-la dúbia, pra mostrar a resignação da Caska sobre o poder que o Femto estava forçando a ela, ela se sentia culpada, machucada e excitada ao mesmo tempo e isso é o que torna a cena tão dificil de ser vista não é um simples estupro há muito mais que isso nas entrelinhas. Existe o ódio do Femto sobre Guts o ter “abandonado” existe a frustração do Griffith por ter perdido o favor de Caska que mesmo ainda tendo claros sentimentos pelo que o Griffith foi pra ela no momento amava Guts, existe a impotência do Guts em ver sua amada sendo violentada sem poder fazer nada. A cena em si resume e completa o arco de todos os personagens (que por acaso todos os três tem sexualidades extremamente complexas que são partes importantes de seu desenvolvimento durante a série, o estúpro, que nem foi o primeiro a ocorrer com os personagens principais, foi só mais um momento tenso de desenvolvimento da trama)

  • Nelson Lopes Brentan

    Pra mim é mto claro e óbvio a diferença d tom e apresentação do estupro da Caska pro estupro do Guts. Vcs mesmos estão invalidando seus argumentos. Posso citar algumas cenas d estupro em outras midias q realmente me causaram horror pela violencia do ato, em nenhuma delas tentaram erotizar e expor tanto a vítima numa tentativa clara de me deixar com o pau duro. Ela não resiste em momento NENHUM, geme d PRAZER quando é tocada pelo Femt. Fico estupefato d ver quanta gente não consegue enxergar a diferença, ou prefere fazer d conta q n vê. Gosto mto d Berserk, mas tb acho q o Miura errou mto feio nessa representação d estupro.

  • Madao

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK o autor coloca uma cena de estupro pra chocar o leitor e deixá-lo horrorizado. Depois de ler esse texto… parece que ele conseguiu, né?

  • Ulysses Cruz

    Achei até valida a sua critica, e aqui vai a minha “Não vejo porque criar personagens femininas fortes e determinadas para depois humilhá-lhas dessa forma” isso me lembra o outdoor do ex-man apocalipse “ain minha personagem forti e feminina num podi apanha, tem que tar numa postura forti e empoderada, ain não aceito” tá blz então. No final das contas tudo no cinema é enfeitado e romantizado demais, e isso reflete nas pessoas, lembro de algumas pessoas revoltadas sobre como o Khal Drogo do game of thrones morreu,ou do filme Doce Vingança, a personagem poderia simplesmente matar seus estupradores com um tiro ou a facadas, mas não, é aquela morte romantizada onde ela prepara tudo e se vinga, lembro da luta do Mcgregor conta Aldo, uma expectativa enorme e a luta acabou em poucos segundos e causou revolta em muita gente,ou daquele pessoal que reclama e desfaz amizade por causa de spoiler, Uhmm… me parece que as pessoas não estão preparadas pra essa quebra de expectativas.

  • Tremoço

    Sim a Caska gostou. Isso é o que torna essa cena tão complexa e agridoce. Sim é um estupro, sim é uma cena difícil de digerir mas envolve muito mais do que a “sexualização” da Caska e envolve muito mais que “atingir o Guts”. A cena serve pra mostrar o primeiro ato do recém nascido Femto, o vilão que irá assombrar Guts e seu por todo resto da trama. É a total destruição do primeiro arco e as construções de trama entre os personagens, é o ponto final do bando do falcão e eu sinceramente não entendo esse argumento repetitivo de que “estúpro é uma ferramenta fraca de roteiro” já que se você não perder tempo ofendido com a cena você vai ver tudo que ela representa.

  • Dan

    Vão se fuder e enfiem o politicamente correto em vossas bundas gulosas.
    Berserk, Hokuto no Ken, Devilman, Crying Freeman, Violance Jack etc são obras badass, sem frescurinha, portanto terá estupros, matanças e todo tipo de violência SIM. Se não gosta basta apenas ir assistir esses animes ou lerem esses mangás atuaizinhos de afrescalhado, pois esses sim são mais compatíveis ao nicho “pós moderno” no qual vocês façam parte, mas não venham agora com essas frescuras querendo moldar e podar toda obra para se adequarem às suas visões hipócritas de mundo, aposto que reclamam da ditadura militar (e tem de reclamar mesmo), mas querem censurar tudo para que mostrem somente o que lhes convêm.

    E só pra constar, o próprio Guts foi estuprado também…e afinal, como vão querer uma obra baseada em europa medieval sem estupros?? ushahasuhasu

    https://www.facebook.com/ShockerProject/photos/a.468376463233898.1073741828.468317289906482/986108584794014/?type=3&theater

  • Se você é amante de mangás com histórias profundas e sangrentas, deveria entender o que o autor queria passar, até pq isso n foi profundo… Foi bem explícito. E nessa parte do “errou feio, errou rude”… Seu texto foi bem genérico, se você queria abordar um tema como esse, deveria tentar não usar termos clichêzões como esse, só faz os leitores ficarem com vergonha alheia de ter alguém tão estereotipado ler a obra, e julgar por cima das coisas. De resto, o pessoal já falou tudo. Contra fatos não há argumentos, eu sendo mulher, consegui entender o que autor quis passar, não me senti ofendida de jeito nenhum. Até pq a Cazca sempre foi uma mulher forte no começo, e no final dessa trama, eu entendi que por mais forte que ela seja, ela tem suas fraquezas(assim como todos os outros personagens). Será mesmo que o autor quis fazer dela um objeto? Ou ele quis retratar a obra dele como era a sociedade, e como humanos são tão insensíveis a ponto de fazer isso? Acho que sua interpretação foi equivocada, tente ler novamente com mais atenção.

  • Dynamo

    Olha moça, não tem nem o que se discutir.. você simplesmente nem entendeu a cena. E pior, tirou ela de contexto.
    O estupro é o resultado do triangulo entre os 3 personagens principais. Você tira todo o contexto dos outros 12 volumes e faz parecer uma cena sem sentido e sem necessidade.
    Você resume toda a relação complexa da caska em uma “quedinha”.
    Não sei de quem você ouviu as justificativas que você disse ter ouvido mas essas pessoas também não entenderam e são provavelmente absurdamente ignorantes.
    Mesmo se tirar do contexto que é uma obra de dark fantasy medieval. Mesmo se eu esquecer tudo isso, suas afirmações continuam sendo medíocres e mal estruturadas.
    A Caska JÁ ESTAVA mentalmente quebrada quando o grifith estupra ela, os gemidos NA MINHA OPINIÃO FORAM DE DOR DE UMA PESSOA QUE JÁ ESTAVA INCONSCIENTE.
    Resumindo, seu texto é uma merda, seus argumentos são fracos, parece que você tá lendo outra obra. Pare de ler se te incomoda pq fica muito mais pesado dai pra frente.

    • Well

      Em minha opinião, após ler o capítulo 102 algumas vezes, é possível ver que Caska sente sim um certo prazer. Um turbilhão de emoções, pra ser bem exato. Recomendo a leitura do capítulo conferir tal coisa, principalmente quando Slan (a única “fêmea”, se é que dá pra fazer essa distinção, da God Hand) diz, na página 7 do capítulo: “Love, hatred, agony, pleasure, life & death — all are there…”
      Levando em conta que Griffith, para Caska, é um tipo de Salvador, Deus, ou afins, como já dito no mangá antes do Eclipse, eu acho sim possível que ela tenha sentido prazer (não totalmente, por óbvio) durante o ocorrido.

      Abraços.

      • Dynamo

        Então cara, depois de ler o mangá inteiro algumas vezes, acho que a “FÊMEA” da God Hand estava se referindo em toda a relação deles durante a história que culminou no estupro. Recomendo a leitura do mangá inteiro pra conferir tal coisa. E não, não vi prazer nenhum naquela cena terrível.

        • Well

          Quanto à leitura do mangá, já o fiz por volta de 8 vezes, e encontro-me fazendo mais uma atualmente. Eu realmente não consigo ver o comentário da Slan como sendo em relação à toda a história deles, e sim como um comentário ao que estava acontecendo. Mas claro, é uma questão de opinião, uma vez que muita coisa não é explicada, tornado-se bem subjetivo. Talvez isso seja explicado quando a Caska recuperar sua sanidade (se acontecer, é o que todos esperam; mas só proximo ano agora graças a mais um hiatus).
          Mas em um algumas coisas concordamos:
          1. O mundo de berserk retrata uma europa medieval, como já retratado por sua pessoa. Naquela época, estupros aconteciam reiteradas vezes. No próprio mangá de berserk, mulheres sendo estupradas aparecem por diversas vezes (seja por humanos ou por não-humanos, no caso dos trolls). Vale dizer ainda que o Senador (ou Governador, realmente não lembro) de Chuda (ou seria de Dolrey/Doldorey?), aquele que “pagou” pelos “serviços” de Griffith era pedófilo, tendo pois vários meninos como escravos. O que eu vejo é um retrato de como nosso mundo era, apenas isso. Não consigo ver, e digo ainda que não existe apelação nenhuma pela parte de Kentaro Miura, como você também dispôs.

          2. Não existe apologia à cultura de estupro na cena retratada. Eu realmente acho que isso seja uma grande “apelação” feita pela autora do post. Repetirei o que já comentei em outro tópico deste post/notícia, direcionado à autora: “Quanto à cultura de estupro: ela existe sim, e é séria. Mas
          infelizmente, pessoas como você, ao redigirem textos que não fazem
          sentido, por não condizerem com a verdade, fazem com que ela não seja
          levada a sério.”

          Abraços e obrigado pela atenção.

          • Dynamo

            Well meu caro, eu concordo com você, em gênero, numero e grau, inclusive no que disse para a autora. Eu só interpretei a cena de modo diferente, e sim, não sendo explicado torna-se subjetivo e passivel de interpretações. Até ano que vem não saberemos e se for explicado. Porém na minha interpretação eu realmente não acho que ela sentiu prazer, ela estava semi-consciente e já em colapso mental então só achei sofrimento na cena.

          • Well

            Sim sim, na verdade só estou expondo minha opinião sobre o assunto. É tão complexo e tão subjetivo que dá pra passar o dia conversando sobre. Eu acho divertido discorrer sobre o assunto, por isso respondi seus posts hahaha. Mas foi divertido ter uma opinião diferente da minha. Da próxima vez que eu ler o eclipse (que normalmente, depois das 2 primeiras vezes, eu leio MUITO rápido, por me sentir muito triste com o que acontece lá), posso ter uma interpretação levemente diferente graças à sua opinião.

            Muito obrigado pela conversa e tenha um bom dia 🙂

      • Dynamo

        Além do mais, sobre a frase: “Love, hatred, agony, pleasure, life & death — all are there…”
        Se ela está mesmo só se referindo ao ato em si, pleasure provavelmente vem do proprio Femto, e não necessáriamente da Caska.

        • Well

          O que eu imagino ter acontecido ali é um tipo de “turbilhão de emoções”, com a própria Caska não conseguindo lidar com o que está acontecendo. A parte do prazer eu tiro do fato de ela idolatrar Griffith, bem como em algumas de suas expressões no mesmo capítulo, e aidna alguns mínimos detalhes. No entanto, o fato de ela gostar de Gatts também a faz sentir agonia (daí o agony). Eu interpreto a perda de sanidade dela devido a este mesmo “turbilhão” de emoções, onde ela simplesmente não conseguiria lidar com o ocorrido (tanto é que posteriormente o Skull Knight/Gairsec diz que “o que você quer pode não ser o que ela deseja”, quanto à recuperar as memórias).
          Já o fato de gatts não ter perdido a sanidade deve ter sido pelo fato de ele ter se “apegado” à raiva que ele sentiu (o “hatred” dali). Todos sabem que a única coisa que o fez ficar vivo até boa parte do mangá era sua raiva, sob forma de vingança, direcionada ao Fento/Femto (posteriormente sua “quest” para curar Caska tornou-se seu objetivo principal).
          Por óbvio, esta é minha opinião quanto ao assunto. Estou falando isto pelo fato de você ter disposto em outro post que “quem vê prazer nisso deve ter problemas mentais”, mas tenho que discordar.

          Abraços.

  • Adolf Tenno

    A real é que tem muita mulher aí que fantasia com estupro. Podem chorar à vontade e tentar relativizar a realidade com asneiras feministas, mas a verdade é essa. Tenho um colega pegador e com grana, o maluco vive violentando as vagabundas e elas amam. A real é que se ele fosse um pobretão ou tivesse acima do peso como eu, as vagabundas nem olhariam a cara dele.

    Hipergamia é parte da realidade feminina.

  • Rubem Xanime

    Antes de chamar Berserk de uma obra machista vou dizer que a maioria das generais são mulheres na próxima saga aparecera a Farnese, que todas as magas poderosas são mulheres, não tem magos homens e que a personagem mais forte, gentil e importante para uma das sagas será uma prostituta.

    • Adolf Tenno

      Porra, tu é HOMEM, pare de usar o termo “machista”.

      Deixe de ser politicamente correto, é pra ter machismo sim só para tirar essas vagabundas do sério.

  • Roberta Poleto

    Meu Deus, achei absolutamente manipulador e infeliz esse texto.
    O estupro da Caska é a cena mais forte e chocante do arco Era de ouro, é o que TORNA o Guts tudo o que ele é.
    “Ah, mas ela não merecia”, ÓBVIO que não!
    “Ah, mas o autor fez parecer que…” Não! O Autor fez parecer o que é! UM ESTUPRO. Ela geme não de prazer, ela geme de dor. Quem viu gemido de prazer ali, como a autora desse texto é doente.

    “A única mulher importante precisa ser estuprada pra acontecer uma grande virada no mangá”, sério que eu li isso? Vamos lá, primeiro CASKA não é a protagonista, nunca foi, se você virou fangirl dela, legal, ela é super admirável (e o estupro não diminuiu a mulher fantástica que ela é), mas como qualquer personagem DENTRO DO UNIVERSO de Berserk (manga SEINEN), todos os personagens estão sujeitos a atrocidades, porque não falar do estupro quando criança que o Guts sofreu? porque filtrar DOR por gênero?

    A Autora, como muitas do movimento feminista sentem praticamente como obrigação distorcer fatos para fazer textões. NINGUEM viu a cena da Caska com uma sensação de excitação, foi uma cena BRILHANTEMENTE retratada, que não deixa duvidas quanto ao que ela esta sentindo, assim como o Guts.

    Agora, a Caska merecia um destino diferente? ISSO SIM é um assunto em pauta interessante, afinal, ela ficou com trauma depois do ocorrido e amnesia o que a tirou de todo o arco seguinte do mangá. De resto, mais um texto de conteúdo manipulador afim de inferiorizar uma obra e uma cena muito bem trabalhada, escrita e desenhada.

    • Dynamo

      Concordo plenamente. Inclusive ter visto prazer ali ao invés de DOR E SOFRIMENTO é algum tipo de doença. Porque olha.. só tem uma dor e sofrimento TERRÍVEIS ali.

      • Roberta Poleto

        Todo mundo fica abalado com essa cena, conheço pessoas que pularam essa cena, e a autora vem dizer que a Caska esta sentindo prazer? Sério?
        É absolutamente imoral chegar a essa conclusão baseando-se em tudo que a Caska passa antes, durante e depois ao estupro.

        • Dynamo

          Exato, foi como eu disse, ela tirou completamente o contexto e toda relação dos outros 12 volumes pra fazer essa critica vazia.

    • Ulysses Cruz

      Gente que mede o mundo com a própria régua.

    • Eu nem ia opinar, por que sei que por ser homem a autora com certeza iria descartar minha opinião. Sei que nos homens não passamos pelo mesmo medo de estupro que as mulheres, mas isso não significa que não achamos que é uma abominação. Obrigado por falar oque eu queria dizer. E quanto essa questão de não precisava retratar o estupro, eu acredito em um conceito muito importante da historia: ” recordar as coisas ruins do passado para não repetir.”

  • Digo Freitas

    Ótimo texto. Só pela discussão aqui nos comentários se vê que a cultura do estupro continua sendo difícil de derrubar.
    Eu achei muito errada a forma que o Miura montou a cena do Griffith com ela e todo o resto que rolou antes também. A forma que usou o corpo dela e os gemidos como se fosse um hentai… triste.
    Esse tipo de situação não pode ser ignorada nas mídias porque infelizmente acontece, mas erotizar essa violência não dá para aceitar não.

    • Guilherme Souza

      CARALHO O PROTAGONISTA FOI ESTUPRADO TAMBÉM.. Não são só mulheres que sofrem e o mangá não PROMOVE cultura do estupro. A personagem fica com trauma , ela chora e pede pra não olhar.. Como ela gostou ? Como isso pareceu um hentai ?

    • Adolf Tenno

      Nu-male de bosta.

    • Will Costa

      qualquer um que ache a cena “hentai” ou “erotizada” automaticamente ta declarando ter problema de cabeça! simples assim!!! e não adianta usar a justificativa “ah mas a cultura do estupro”, aquela cena ali é grotesca em qualquer ponto de vista possível, mas ainda necessário sim na obra, tanto pelo contexto dos volumes anteriores como para os do volume após

    • Será que é tão dificil perceber q o mangá n foi erotizado, e não foi um hentai. Tanto que eu chorei de tão horrível que foi, de tão grotesco, nojento? A maioria das pessoas se sentiram mal de ver isso, é pra chocar as pessoas, pra abrir os olhos das pessoas de isso aconteceu, de que ainda acontece, e não pra satisfazer os desejos de fãs. É pra gente saber que isso é real, não distorça.

  • coach

    Todo mundo é estuprado nesse mangá, sua feminista ridícula. Por que não faz um textão sobre o estupro do Guts então? Homem pode, né!? Isso é falta de louça.

  • Matheus Henrique

    Deixa eu perguntar, por acaso os gemidos não seriam de dor? Esse argumento foi bem chulo… Mas sobre a parte de virada, concordo que poderia ter sido usado outro artifício.

  • Kauê Locatelli

    Eu entendo completamente seu ponto de vista, e discordo do fato de ser desnecessário, por vários motivos que você já deve ter lido no post aqui. Porém concordo que a execução da cena não foi boa, o Miura tem um traço feminino bem confundível mesmo, e realmente tem expressões da Caska que parecem vindas de um hentai.
    Eu não acompanho muito o site de vocês, ouço mais podcasts mesmo e nunca comento por preguiça, mas até onde sei vocês não estão muito por dentro desse universo “otaku”, então bem vindos a ele: um lugar onde a maioria são fanboys e não sabem argumentar com respeito, e ainda por cima acham que você precisa ler 300 mangás pra poder falar sobre um, senão você é um “hurr durr poser”.
    E ainda tocou num dos maiores formigueiros dos otakus, Berserk.
    Por conta dessa infantilidade toda dos otaquinhos que eu já me afastei bastante desse tipo de discussão.

    • Guilherme Souza

      > expressão que parecem vindas de um hentai.
      > ela chorou, estava sagrando e ela pedi pra não olhar.
      Realmente.. Totalmente hentai.

      • Kauê Locatelli

        É muito comum hentai com mulher submissa, justamente esse tipo que chora durante o ato. É só comparar, tem umas expressões que a Caska faz em certos quadros que são muito parecidas com aquelas que você veria num hentai.

        • Guilherme Souza

          ”É muito comum hentai com mulher submissa, justamente esse tipo que chora durante o ato.” Sim , muito comum em hentai ela ser submissa do nada ela já cede , concordo. EM UM HENTAI. No mangá , ela LUTA antes de pega pelos apóstolos , inclusive mata um antes. Além disso , personagem de hentai no final do ato , geralmente ficam gamadas no cara que estupro ou até mesmo com um sorriso , a Casca não me parece ter gostado. Ela CHOROU , GRITOU e PEDIU PRA NÃO OLHAR..

    • Rodion Românovitch Raskólnikov

      Você está confundindo ahegao com choro(o que a caska fez). Eu não sei se é muito burro ou só desonesto.

  • Adolf Tenno

    Vou mandar a real para todo mundo aqui: quando vocês estiverem lidando com feministas, guerreiros da justiça social e esquerdopatas em geral, procurem não argumentar. É perder tempo. Essa gente não quer saber dos fatos, essa gente é contra a lógica e a razão!

    Com gente que fica forçando a agendinha política pessoal no entretenimento, temos que ridicularizar. Olha só os termos que a autora do texto usa, “cultura do estupro”, “machismo…” Ah, senta na minha rola e geme, porra.

    Devemos buscar defender cada vez mais o estupro no entretenimento só para gerar nervosismo na escória. Eles é que se fodam.

  • Rubem Xanime

    Nossa nunca fiquei tão irritado com um post em toda a minha vida, tudo bem se fosse um dos mil mangás em que a mulher é tida como objeto mas caralho é Berserk! É um mangá em que mulheres comandam exércitos, em que o ser mais poderoso é a Rainha dos elfos e que uma das sagas o personagem mais gentil forte e importante é uma prostituta e ainda por cima vão dizer que a obra é machista ? Tem que ler Harry Potter ou Hora de aventura…

  • Matheus Henrique

    Ela ”gostou” tanto de ser estuprada que até ficou com problemas mentais depois… Lamentável essa contradição.

  • Wolfcold Losano

    Até levaria em conta algo, mas quando cheguei no “cultura do estupro” já percebi o nível e o tipo de pessoa revoltada e vitimista escreveu esse artigo.

    Minha vida toda eu joguei games violentos, assisti filmes de terror e com cenas violentas e até hoje faço isso. Todos meus amigos fizeram a mesma coisa, assistiram animes violentos, ou como vocês adoram dizer” machistas” e ninguém nunca foi preso ou acusado de nada, todos trabalham, estudam e alguns já estão formados. Se infelizmente na sua infância você não aprendeu que o “faz de conta” não deve ser seguido, que aquilo é apenas para entretenimento, sinto muito…doente aqui é você.

  • Bruno Henrique

    pqp nunca vi tanta merda em um post relacionado a uma cena de um mangá onde apenas há crueldade, morte, assassinatos e etc… Foca na historia ao todo e na parte de onde é tudo fictício, não misture o mundo de Berserk com o mundo real onde vivemos.

  • Adolf Tenno

    Para quem está afim de uns mangás de estupro, violência contra a mulher e mind break, recomendo esses autores/grupos:
    Fatalpulse/Asanag
    Kawady MAX
    Quzilax (recomendo especialmente o mangá “Loli Tomodachi”, dois caras saem estuprando garotas pelo Japão inteiro numa van, muito bom).

  • Douglas Laurentino

    Os japoneses nunca deram a minima pra estuprar personagens e mostrar que elas gostam, nos aqui somos totalmente contra esse tipo “obra” ate por isso os artistas ou escritores não gostam de escrever coisas do tipo, mas eu comparo essa cena com a de GOT onde o Ramysei estuprou a Sansa ela não gostou é obvio mas também assim como algumas mulheres não gostaram daquela cena, mas fazia parte da obra, do que o diretor quiz passar, isso não tem nada haver co cultura do estupro assim como voce quis força.

  • Will Costa

    é porque toda mulher sonha em ser estuprada por um demônio, num rio de sangue (tripas, pedaços do corpo e etc) dos seus entes queridos, na frente do cara que ama enquanto ele tem um braço arrancado e um olho furado, sendo segurada por garras que ta rasgando a pele, é o sonho de toda mulher.

    não se enganem com os vários “não” que ela disparava quando tinha forças pra falar enquanto escorria lagrimas dos olhos, ou pedindo para o cara que a ama não olhar ela naquela situação vergonhosa, afinal porque o griffth a OBRIGOU (ela tava sendo segurada por garras afiadas e essas a posicionavam) a ficar em várias poses, de vários ângulos e porque ela “gemia” enquanto ele a empurava nos movimentos de “vai e vem” então automaticamente ela ta gostando (não, se é gemido é de prazer, não pode ser de dor, agonia ou pelo movimento forçado enquanto tinha os braços presos por garras).

    novamente, sério, tem que ser muito retardado mental pra achar essa cena erotizada, hentai, romantizada, pra bater uma ou pior, que ela gostou porque ali “era o griffth”.

  • Frajola Caitando

    Grande bosta, tem q levar consideração q estamos flndo do japão … nada de normal vem de lá,
    ent xiu ficar olhando só do seu ponto de vista é uma coisa bem besta
    dx os asiático serem retardados ok??

  • Dan

    Vão se fuder e enfiem o politicamente correto em vossas bundas gulosas.
    Berserk, Hokuto no Ken, Devilman, Crying Freeman, Violance Jack etc são obras badass, sem frescurinha, portanto terá estupros, matanças e todo tipo de violência SIM. Se não gosta basta apenas ir assistir esses animes ou lerem esses mangás atuaizinhos de afrescalhado, pois esses sim são mais compatíveis ao nicho “pós moderno” no qual vocês façam parte, mas não venham agora com essas frescuras querendo moldar e podar toda obra para se adequarem às suas visões hipócritas de mundo, aposto que reclamam da ditadura militar (e tem de reclamar mesmo), mas querem censurar tudo para que mostrem somente o que lhes convêm.

    E só pra constar, o próprio Guts foi estuprado também…e afinal, como vão querer uma obra baseada em europa medieval sem estupros?? ushahasuhasu

    https://www.facebook.com/ShockerProject/photos/a.468376463233898.1073741828.468317289906482/986108584794014/?type=3&theater

    • Frajola Caitando

      flo tudo ‘-

  • Joker Safadão

    Quem viu a cena do estrupo como se ela tivesse gostando, saiba que o doente é vc.

  • Joker Safadão

    Não existe essa de cultura do estupro, é tipo outra merda chamada “todo homem é um estuprador em potencial”, existem lixos que estupram e outros lixos que relacionam todos com eles, e igual o pessoal que vê racismo em tudo.

  • Helldanio Barros

    MEU DEUS! EU NUNCA LI TANTA MERDA EM UM LUGAR SÓ! É IMPOSSÍVEL VOCÊ ANALISAR O ESTUPRO DELA COMO UM CASO ISOLADO DA HISTÓRIA! TEM TODA UMA BASE PRA ISSO ACONTECER! Eu lembro que a cena do estupro da Casca e a consequente criação do filho dela com o Griffith marcou minha infância, foi um baque, um bem vindo a realidade, porque isso é o que a vida é! Principalmente na idade média! Agora tu vim querer falar de cultura do estupro em Berseker? A única pessoa com cultura do estupro aqui é tu, por vê submissão feminina até nisso, na época eu me lembro também, que se eu fosse o Gutts ou a própria Casca, eu me sentira uma merda, tentaria me matar ou me vingar de todos os jeitos! Um mangá me ensinou mais sobre a dor do estupro do que toda essa propagando que vocês fazem sobre “cultura do estupro”, por isso ninguém dá credibilidade, argumento inútil e estúpido. Só gente muito idiota e burra pra ainda se deixar influenciar por isso.

  • Tá claro o objetivo desse texto: Cutucar os fãs do mangas.

    Argumentar é perca de tempo, até porque a autora afirmou que leu apenas esse volume, e ainda tirou do contexto a cena mais chocante e fica batendo na tecla do gemido, só para defender.

    O texto está no mesmo nível daqueles escritos por quem assistem vídeos de gameplay para analisar jogos e fica criticando.

    • Er… só pra deixar claro que você leu errado. Eu não li só esse volume não. Bjus

  • a própria autora não sabe o que está discutindo, como o sugar disse logo abaixo, é questão de tradução, ela não estava sentindo prazer nisso, NINGUÉM sente prazer em ser estuprado, e se você cria um texto desse tamanho pra dizer que sim, você acha que ela sentiu excitada com isso, VOCÊ QUE É UM PUTA DUM DOENTE.

    aliás, que texto porco, bicho

    • Will Costa

      resumiu tudo

  • Vitor Moura Bolzan Moreira

    É tão difícil entender que a mente dela ficou fodida devido à situação? Ela viu seus companheiros sendo mortos por demônios por culpa do homem que admirava e tinha uma paixão, pra logo após ser então estuprada pelo mesmo, o psicológico dela parou de funcionar de forma coesa, apenas o corpo dela reagiu, é muita distorção da obra querer dizer que a intenção foi de parecer que ela queria aquilo, ela até pede para o Gatts não olhar.

  • Mauricio Martins

    “Ela, assim como Gutz, conseguem sair do inferno e sobrevivem. Mas ela fica completamente abalada. Para sempre.”
    Acho que isso resume, foi SIM um estupro, ninguém nega isso. Foi uma coisa horrível, tanto que ela ficou extremamente traumatizada e abalada depois. Errado seria se depois ela mostrasse e aparentasse ter gostado, coisa que NITIDAMENTE não acontece. Eu entendo o seu ponto de vista como mulher, a sua interpretação é diferente,

    • Mauricio Martins

      Acho que a sua interpretação está um pouco equivocada, eu realmente não acredito que o Miura colocaria algo assim, como a vitima “gostando do estupro”.

  • Madao

    Enfim, todo o texto é baseado em achismos. “Parece que ela tá gostando”, “parece isso”, “parece aquilo” e omite completamente os fatos como forma de dar uma maior veracidade à interpretação. Aliás, não precisa nem pegar as evidências de que ela não estava gostando, podemos usar como exemplo o estado em que ela ficou após isso: totalmente traumatizada, com medo de chegar perto de qualquer homem. Sério mesmo que vocês acreditam que a Caska em algum momento gostou disso?

    Eu vi inclusive pessoas dizendo nos comentários que “o autor não representou de forma correta o estupro”. Vocês ficariam mais satisfeitos se o autor mudasse isso ou aquilo nas expressões da Caska? Se tem uma coisa que não se encaixa nessa cena é a palavra “correto”, e isso é completamente intencional porque a intenção do autor é mostrar as coisas mais erradas possíveis mesmo.

    Há um capítulo que o Miura removeu de Berserk por achar que ele revelava muita coisa da história. É o capítulo onde Griffith conversa com “Deus” e ele vê todo o lado corrompido da humanidade. O estupro é executado por um vilão, por um ser humano que se corrompeu, todo o cenário foi preparado pra demonstrar o que há de pior no mundo e em momento NENHUM o autor quis “florear” isso ou deixar bonitinho. Quem acompanha o trabalho do Miura há tempos sabe disso. Ele sempre gosta de deixar a situação com a cara mais “feia” possível. Ruim seria se ele mostrasse os vilões ajudando senhoras a atravessar a rua.

  • Jair Junior

    Foi claramente um estupro e não foi desmarcado de nenhuma forma, ela diz não, ela geme de dor, ela tava presa e “amarrada”
    O motivo : através do ato sexual do Griffith com a caska ele conseguiu renascer no mundo real pois ele contaminou o feto do gats e da caska e no segundo eclips ele renasceu que era seu objetivo além de se vingar do gats, como você mesmo disse não tinha outra mulher ali

  • Rafhael Victor

    E DO NEGRÃO METENDO NO RABO DO GUTS, QUANDO ELE TINHA 10 ANOS DE IDADE? VENDIDO PELO PRÓPRIO PAI. POR QUE NÃO FALA?

    • Will Costa

      talvez porque provavelmente ela só comprou esse vol 13, quando viu a capa na banca

  • Douglas Laurentino

    Espera só ate ela começar ver hentai “boku no pico” “incesto” e etc :v

  • Wendell

    Tem vários estupros no Game of Thrones e ninguém reclama, aplaudem de pé falando de como a série é foda.
    Agora Berserk, que tem muito menos estupros que GoT fez totalmente errado? Tsc…
    O estupro da Caska pelo Giffith foi para provocar o Guts, da mesma forma que o Ramsay estuprou a Sansa para provocar o Theon! Mas a diferença é que a Caska não estava totalmente sã como a Sansa na hora do acontecido.
    É pra chocar mesmo, não é pra ficar fazendo ceninha pornô não, povo chora muito esses dias…

    • O caso da Sansa tb foi estupro e tb foi mto errado. Igual a esse. Bjus.

      • Wendell

        E o que seria um estupro certo então? Estupro É errado, o que você disse não faz o menor sentido…mostrar algo assim em um mangá é pra chocar, pra você ver que isso é errado e não acabar cometendo isso na vida real, isso serve tanto quanto um drama pro mangá quanto algo pra você aprender e não fazer, muitos mangás são pra isso afinal.
        Só porque algo tem violência ou estupro não significa NADA que está fazendo apologia a isso! Não tem nada de errado com a cena de Berserk, o mangá tem muita cena gore, por quê apenas essa é a errada? Por ser estupro de uma personagem feminina? Isso é papo de feminista.. O que você disse sobre os gemidos não fazem sentido algum também, o jeito que os japoneses fazem sons e onomatopeias sempre foram diferentes dos padrões de quadrinhos americanos, além de que esse capítulo foi lançado há anos! Em uma época de pensamentos diferentes dos de hoje!
        É impossível ver 1% de prazer ou fanservice nesse capítulo, a única coisa sensualizada ai é o Femto que tentou fazer a cena sensual para fazer o Guts sofrer, parece que você tá lendo por ler, e Berserk exige entender os personagens e o que o autor quer passar.

        • Então esquece por um momento as onomatopéias. Pega esse capítulo e lê de novo. Você vai ver pela expressão, pelo ângulo das cenas e como elas são construídas que é um estupro, sim, ninguém tá duvidando disso, mas é SENSUAL. Ele foi feito para deixar as pessoas excitadas. Isso tá na cara, escrachado, não vê quem não quer.
          Era uma época diferente? Sim. Mas olha só, 27 anos depois da obra começar seu lançamento, em pleno 2016 eu faço uma postagem sobre uma cena do mangá. Sou taxada de louca. A humanidade não mudou mto de lá pra cá não.
          Se você não QUER ver a sensualização é uma escolha sua. Mas dizer que ela não existe é se fechar os olhos e se forçar mto pra não ver.
          E sim, eu sou feminista. Bjus.

          • Will Costa

            como já comentaram diversas vezes, se você consegue ver sensualização em uma mulher sendo estuprada em um rio de sangue, com pedaços de corpo, cérebro, tripas e etc das pessoas que ela amava, com tentáculos rasgando os braços dela, a pessoa que ela ama sendo obrigada a olhar com um olho furado e um braço arrancado, você dizer que foi feito PRA EXCITAR, sério, se sua mente consegue processar isso nessa cena eu aconselho você a procurar um psicologo/psiquiatra URGENTE porque isso não é coisa de gente normal, é doentio, sério!!!! tanto faz angulo ou poses, pegue a cena pelo geral e não pela metade pra forçar uma interpretação falha!

            NINGUÉM que lê berserk acha essa cena excitante mas sim impactante, chocante, há dezenas e dezenas de relatos de pessoas que pararam no 13 e CENTENAS E CENTENAS de relatos de ódio ao griffth, tanto que ele tem o titulo de FDP por causa desse cap e não de heroi ou fodão.

          • Wendell

            Acho que comentei duas vezes, pensei que o primeiro não havia sido publicado, e escrevi outro, então se quiser ignorar o outro post, a vontade. Mas a resposta desse seu comentário está lá, é sensual dependendo da visão que você tomar, e no caso, você está APENAS vendo a visão do Griffith! Não a da Caska, se você acha que ele desenhou de uma maneira errada, como ele desenharia esse estupro de uma maneira certa? Ou como ele faria o Guts sofrer de outra forma?
            Aposto que se não fosse assim, você reclamaria do mesmo jeito, pelo simples fato de ser um estupro..

      • Wendell

        E como seria um estupro certo? Não faz sentido isso que você acabou de dizer, igual o post que você fez. Estupro É errado, não tem como fazer um “certo”.
        E sobre os gemidos, você diz isso por estar acostumada com os sons e onomatopeias do padrão americano de quadrinhos, no Japão é comum mulheres gemer quando sentem dor, ou até nojo, gemer nem sempre significa prazer 😀
        A cena foi sensualizada? Depende da visão que você toma nessa cena:
        – Na visão do Griffith ele quis SIM que fosse algo sensual, para fazer o Guts sofrer, da pra perceber isso pelas suas ações.
        – Na visão da Caska não é nem um pouco sensual, ou você acha uma pessoa chorar, sangrar, ser segurada por demônios e ser machucada algo sensual? Se sim, o problema é você…

        Minha conclusão é que você deve estar lendo por ler…Berserk é um mangá que exige atenção, e que você entenda as perspectivas dos personagens, assim como suas personalidades, não é a toa que tem gente que defende as ações do Griffith! Eles defendem por ver justamente e APENAS as ações dele ANTES de se tornar o Femto.
        Esse post está mais pra um choro de uma feminista que não aguenta ver acontecer uma coisa ruim com uma personagem feminina sem ter que ir reclamar de direitos na internet do que uma atual critica sobre estupro e a cultura de estupro…Saudades de quando as feministas queriam igualdade e não serem superiores…

  • Olavo Lima

    Um homem sendo dilacerado e tendo suas partes devoradas, uma criança que foi partida ao meio tendo suas vísceras bebidas por um demônio, pessoas sendo torturadas , Gutts sendo estuprado, etc e etc.
    Nada foi comentado por ninguém , agora por que uma personagem forte (não principal) como pessoas com esse viés ideologico falam: empoderada sofreu estupro ela faz um texto condenando Miura?
    Todo mundo aqui sabe o que o Gutts passou mas vou citar aqui porque eu acredito que esta moça apenas assistiu os filmes:
    Gutts perdeu a mãe, o próprio pai o rejeitava e o tentou matar, além de ter vendido Gutts por uma noite para um mercenário o estuprar, perdeu todos seus amigos no festival, perdeu o braço, foi forçado a assistir a mulher que ama ser estuprada pelo que ele considerava melhor amigo, etc e etc. Nem falo mais nada pois vou cansar.
    Cara eu fico impressionado com tamanha bobagem que alguns fala. Eu fico puto com esse tipo de coisa por que eu li o Berserk ate a ultima edição escrita pelo Miura, e sei a obra magnifica que é, mas vem esse tipo de pessoa tentar desqualificar o trabalho de alguém por causa de um viés ideológico.

    • Claudio Atila

      Mano, por isso que mulher só pode assistir sailor moon.
      A porra do entretenimento foi feito pra homem é ela vem se meter em algo que nem pra ela foi produzido.
      Bora reclamar da Barbie que é um sem graça e que nos preferimos uma Barbie mais safada com cara de puta esmagadora de bolas.

      É cada uma.
      Ai a gente manda lavar uma louça fica ofendida.

  • Cristiano Kochem

    Cara quando eu li eu achei as expressões forçadas, mas os gemidos pra mim isso é relativo. Enfim, eu n vou entrar no mérito de discussão, a questão é, (spoiler), pra ainda n leu tudo como eu, até onde foi publicado, ao que parece a Caska vai voltar. Não sei se vai continuar na jornada com o Guts, pois o que ele tem com ele agr é um forte sentimento de vingança e por ela repreender as lembranças e pelo que parece que vai rolar, ter seu psicologico restaurado, fica dificil dizer se ela vai se juntar nessa empreitada contra Griffith por ainda ter um carinho em especial.

  • Daniel

    Não importa o argumento que a galera use para defender a obra, pelo visto vocês vão condenar toda e qualquer cena de estupro de qualquer obra, tudo por causa desse choro de cultura do estupro. Há hentais, pornografia, em que há esse tipo de cena, mas o foco das críticas é sempre quando aparece em obras seinen. Deixando esse detalhe de lado, se não gostou da cena, não leia, simples assim, não consuma algo que contém um assunto que não deseja ver, o mundo está cheio de coisas que vão ser injustas, desnecessárias, e que vocês não concordam, alguns irão achar isso como um erro do Miura, outros não, no fim é o resultado da obra criada por ele, e ele tem direito sobre ela, e fazer o que quiser nela, se ele quiser mostrar todos os personagens sendo estuprados ao mesmo tempo é uma escolha dele, se você não gostar, é uma escolha sua não gostar, discordar, e ter sua opinião, mas não tente forçar ela nas pessoas ao ponto de incentivar o não consumo ou uma revolta contra as obras que tem esse assunto. Deixe cada um ler a obra e formar sua própria opinião. Para mim essa discussão envolvendo mangá e cultura do estupro é mimimi, vai cair naquela outra discussão famosa, a do machismo nos animes, que tem tanto youtuber agora falando sobre isso. As obras são dos autores, não gostou do que leu? pare de ler, não quer ver esse assunto nas obras? não leia, mas deixe os outros lerem o que quiserem. Quero ver quando o mangá Goblin Slayer ganhar mais fama, como vai sair tanta crítica a obra por o autor mostrar tanto estupro de mulheres como se fosse fanservice. Não me importo o quão imoral possa ser o gosto de alguém, ela tem o direito de ter esse gosto, contanto que ela não cometa um crime contra a vida de outra pessoa está tudo bem. Por exemplo: 50 tons de cinza pode ser visto como desnecessário e imoral, mas há quem consuma esse conteúdo. Incentivo a deixar as pessoas com seus gostos, com suas próprias opiniões, parem de tentar influenciar as pessoas contra algo, porque sempre há quem defenderá esse algo, e só resultará em uma discussão vazia, sem fim, e talvez em ódio, por uma ou ambas as partes.

  • Claudio Atila

    É sério que tu questionando uma obra que nem é sua, que foi escrita quando vc ainda tava no saco do seu pai?
    Puta merda… Só no seu mundo doentio que ela parecia estar gostando. E se na pior hipótese alguem não falou pro Miura que mulher não sente prazer em um estupro, paciência. Se ele se equivocou o que não é pra todos aqui que leram essa viagem sua. Só ficou “claro” na vossa cabeça que ele errou ali por não ter colocado “ohhh naooo … Naooo por favor naooo”.
    Moça, deixa manga pra quem sabe ler e não se ofender com tudo, pra gente grande e que não tenha estereótipo de cultura de estupro em tudo que vê.

  • VictorHK1

    Você entendeu mesmo a cena? Era um triângulo amoroso entre o Griffith, o Guts e a Caska. Dá a entender que o Griffith teria conquistado a confiança da Caska ao salvá-la, justamente, de um estupro. No entanto, mesmo tendo o amor de Caska (e sabendo disso), ele nunca deu início a este relacionamento. Então surge o Guts, eles vencem N batalhas, o Griffith fica maluco por poder e perde tudo. A compania, seu corpo, seu poder, inclusive o amor da Caska.

    Aí acontece o Eclipse, ele não tem nada, ele retoma tudo o que “perdeu”. – Que de outra forma você apresentaria a “retomada” de um amor homem-mulher, senão pelo estupro? Pra mim está justificado no contexto e vocês só não perceberam.

  • Pepe Zap

    A)vc deve ser virgem ja q nao sabe q gemer pode ser tanto uma ação ivoluntaria da mulher por reações no corpo, como obviamente apelo por dor
    B) really nigga?

  • Vash Heart
  • Malk Carioca

    “Precisamos falar do estupro da Caska”

    Não. Não precisamos, pois é um anime que desde sempre foi muito violento. E se formos falar disso, vamos também falar da violência de séries, das novelas e dos mangás e HQ’s também? Não? Imaginei…

  • Gabriel Maciel Campanini

    Estupro é a solução mais fácil para um escritor que precisa fazer uma personagem feminina passar por um sofrimento.
    – A gente precisa que essa personagem sofra, o que vamos fazer?
    – Ah, sei lá, bota um estupro aí. Mas faz de maneira sensualizada porque temos adolescentes para agradar.

    Pronto, tá aí um desenvolvimento raso que se repete em todas as mídias quando são homens escrevendo mulheres.

    • Rubem Xanime

      Me diz outra história em que uma mulher passa pelo inferno é estuprada e fica com problemas psicológicos depois. A maioria das vezes que tem estupros não tem consequencias depois e não é algo importante pra trama no caso de Berserk esse pequeno estupro tem consequencias perante toda a trama!

    • Guilherme Souza

      Na verdade não foi para a Casca passar por sofrimento mas sim para atingir o Guts que o Griffith , mas esse estupro( e regressão dela ) não serve só para isso motivar o protagonista, já que o sacrifício foi o suficiente, serve para outras coisas e para desenvolvimento de outros personagens..

    • Friedrich

      Uma maneira cruel para infligir dor, ao fim da segunda guerra os soviéticos estupravam em bandos as alemães por ódio pelo que os alemães fizeram na terra deles.
      Ficou bem perto do horror e crueldade da guerra.

  • Rodion Românovitch Raskólnikov

    É por esses e outros motivos que mulheres deveriam ficar longe dessa bendita arte visual desenhada. :3

  • Tannhauser

    Maluko do céu eu costumo ler muita merda na internet mas a Autora desse artigo simplesmente se superou entrando facilmente no ranking de piores merdas que ja li na internet.

  • Thiago Ventura de Sousa

    Só lembrando que no início Gutts é vendido como escravo para um pedófilo.
    A história é sombria e se passa na idade média. É claro vão ter estupros, mortes, queima de bruxas ( opa, spoiler ), Griffith saindo do ovo e botando pra avacalhar pra conseguir o reino dele, Gutts “virando um lobo demoníaco” e quase estuprando Casca depois de um bando tentar estuprá-la…
    É um universo que tende a mostrar a malignidade do ser humano. O usar as pessoas , abusar de como se fosses descartáveis…
    Se vcs se incomodam com isso, devem ser do mesmo tipo de pessoas que acham Counter striker ou GTA um jogo apoiador do terrorismo e da violência desenfreada.

  • Bruno Santos

    delet this

  • Paulo Henrique

    Olá Priscilla, primeiramente parabéns pelo desenvolvimento do texto , gostei muito e você tocou em um ponto em que a grande parte dos grupos e pages de Berserk nunca discutem bem , Geralmente é #TeamElaGostou #TeamElaNãoGostou , E você bateu em uma tecla que eu sempre falei e pouquíssimas pessoas dão a determinada atenção .O fato de ser explicito , o gemido as posições as expressões faciais delas , a dublagem é escarradamente parecida com a de um hentai nos filmes , ela pode chorar mas não soa como tal,é só na imagem mesmo, e nem chega a determinar as dimensões da obscuridade de um fato como esse que é o Estupro, a questão do estimulo parabéns por essa opinião. Infelizmente o extremismo ditado na internet atualmente sobre a cultura do estupro iria tirar o mérito do teu texto, você tocou em pontos bem interessantes mas a parte que deixou claro o seu lado feminista e como o direitismo está extremo também muitos iriam tirar essa qualidade , estragou um pouco a qualidade da ideia mas mesmo assim respeito sua opinião, e entendi ela muito bem, obrigado por realmente ter bons argumentos além de imagens.

  • Aldo Willliams

    Você diz que o estupro foi desnecessário, porém você acha isso porque não leu o resto da obra, essa cena tem um peso muito grande na historia
    Abaixo contém spoiler

    No final do arco conviction Griffith renasce, para que esse ressurgimento acontecesse ele deixou uma semente na Caska, tanto que ela teve um filho, isso tudo afim de seu renascimento, a cena não foi apenas para causar ódio em Guts ( Por mais que Griff também tinha essas intenções).

    Ninguém concorda que isso seja correto ou bla bla bla, afinal Griffith é um dos personagens mais odiado pelos fãs, logo os próprios leitores da obra acham o ato repugnante. Foi um ato ousado de Miura, porém serviu para criar um dos melhores vilões de todos os tempos, uma historia bem contada não fica apenas nas páginas, também traz emoções ao leitor.

  • Guilherme

    só levou 19 anos pra problematizarem essa cena

    demorou até

  • Ademir Silva

    Sabemos que a pessoa quer apenas problematizar quando ela pega um fucking manga antigo e tenta procurar chifre em cabeca de cavalo anos e anos dps. E olha q ja teve anime, teve filme, e saiu a continuacao por agora (talvez por isso). E sem contar a a propria pessoa nem lê o mangá como ela mesma diz, entao ignora toooodo o trajeto e fala “fulano gosta de beltrano e ciclano. Fim”. Bem ngm viu isso como uma coisa boa. Entao qualquer estupro seria cultura? Pelo amor, mostrar algo n é cultuar aquilo, e inclusive na obra existem outros estupros, INCLUSIVE DO PROTAGONISTA, e se alguns considerarem como estupro, o do griffith (que n é mostrado mas ele até rasga a propria pele por se sentir sujo). Mas fazer o q ne? Vamos selecionar coisinhas e falar umas coisas do nada aqui p tretar. Quem sabe da views.

  • Ezequiel Da Silva Neves

    Quanta besteira, somente um idiota que não entende porra nenhuma para falar uma besteira dessas

  • Odmir Fortes

    1- Gutz tb já foi estuprado, ainda adolescente;
    2- Caska não é a unica mulher importante na historia, tem no minimo mais 2 protagonistas que aparecem logo depois do grande eclipse.
    3- É complicado essa relação de amor e ódio, o próprio gutz quando teve uma relação com a Caska se lembrava de quando foi violentado, Caska logo depois desse estupro fica louca, sobre prazer ou não isso realmente não ficou claro mas ela parece está totalmente em topor, talvez até ja tenha enlouquecido, ou mesmo o griffth na sua forma de Anjo demoníaco utilize seus poderes de fascínio que exerce nos mortais, como mostra mais adiante na obra, pra causar esses sentimentos conflitantes na Caska.

  • Quase Nada

    >Ignora completamente o fato de que o Guts TAMBÉM FOI ESTUPRADO, NA INFÂNCIA, APÓS TER SIDO VENDIDO PELO SEU PAI EM TROCA DE UMA MOEDA

  • coach

    ELA GOSTOU TANTO DO ESTUPRO QUE FICOU CATATÔNICA DE TANTA FELICIDADE, OLHA SÓ COMO A CASKA É FELIZ… https://uploads.disquscdn.com/images/af89fde630dd627373e4d959c552eaacdfb2a2cc08b62b98e868b872078d65ae.jpg

  • Alexandre Luis Sczepanski

    Quando feminista abre a boca só sai bosta por elá… Quer interferir até nas obras criadas pelos outros… Deviamos construir uma ilha continente e jogar todo lixo feminista la, ou sei la, mandar para outro planeta… Seres humanos e feministas são seres que n são capazes de conviver juntos…

  • Ricardo Silva

    Não, não precisamos. Já faz 14 anos, puta que pariu.

    • Tá lembrando aquela ex-ministra que queria censurar Monteiro Lobato por comparar Tia Nastácia com uma macaca.

  • alexsander375

    sem dúvidas essa é a melhor parte

  • coach
  • Rubem Xanime

    Bato palmas para esse manga 25 anos após sua publicação faz as pessoas discutirem sobre temas que muitos prefeririam simplesmente ignorar.

  • Rodrigo De Sousa

    Vocês precisam e arrumar um emprego, muita falta do que fazer, tempo livre.

  • Igor Macedo

    é bem obvio que o estupro , ela da esse gemidos baixos PORQUE ELA ESTA SEMI- DESACORDADA , JA COM A SUA MENTE TODA QUEBRADA , e isso acontece na obra justamente para mostrar os horrores do mundo , ninguem vai ser influenciado por isso , é mais que obvio que é estupro . A intenção da obra nesse momento é deixar o leitor indignado , até mesmo furioso como guts . Toda cena onde acontece uma calamidade ou desastre é inútil , uma vez que o universo é comandado por um criador (escritor , diretor e etc…) , dizer que a cena é inutilmente redundante .
    BESERK conta sobre esse mundo podre , sem esperança , onde ele tenta fazer o leitor querer que no final tudo , isso mude , este é o objetivo da obra e do protagonista , trazer luz em um mundo horrivel .

  • Noire Ribeiro

    Até pq discutir isso com algo feito em 198x é algo válido….
    Mano é uma ferramenta que continua a ser explorada no roteiro, a Caska não saiu da história, ela é um dos principais motivos do Gatsu continuar a seguir em frente.
    E isso se passa numa época onde a mulher era sim objeto, idade média, estupro era algo que existia e era dado como comum.

  • alexsander375

    GRIFFITH ESTUPROU FOI POUCO

  • Daicon IV

    Imagina quando descobrir Keijo

  • Luis Felipe Mello

    Mimimimi

  • Daniel Yagami

    Acontece uma chacina inteira, uma traição terrível, acontece TUDO DE RUIM no eclipse. Numa cena horrível como essa, o estupro da Caska é só mais uma entre tantas cenas horríveis… Por que as outras são diversão e essa, em específico, seria influência ou apologia a “cultura do estupro”…? Não seja paranoica. A cena é necessária no sentido de ser chocante e impactante.

  • Paulo Teppelin

    Nunca li tanta merda

  • Josmar marques silva

    Na moral, deixa eu ver se eu entendi :
    O Griffith foi preso, sofreu tortura durante meses e meses e meses, ficou magro, o captor dele evitou que ele morresse mas destruiu o corpo inteiro dele, inclusive dando a entender que ele foi estuprado tbm durante as torturas….ai ele vira um demonio (???) durante um banquete de demonios (???) que comeram literalmente todos os humanos ali (???????) e no final o griffith ganha um corpo musculoso e viril novamente (???) e conforme ele percebeu que a caska era o unico ponto fraco do gatsu , ele o fez sofrer vendo uma cena pertubadora com ela que, por sua vez, estava em choque ao ter visto TODOS os outros companheiros dela sendo devorados por demonios (?????????) e acaba sofrendo uma penetração, por algo não muito grosso mas uma especie de tentaculo (?????) e solta uns gemidos que podem ser de dor e sofrimento ou gemidos de prazer forçado, porque virgem ela não é e tão pouco seria dificil no meio daquele lamaçal de sangue ela estar seca (????) e no final das contas estamos considerando que o estupro dela foi errado……
    DEMONIOS, TENTACULOS, ALIMENTAÇÃO VIA HUMANOS, BEHELIT, FESTA DEMONIACA, RITUAL MACABRO, SANGUE, TRIPAS, CABEÇAS VOANDO, VIOLENCIA, DEMONIOS EM FORMAS DE MULHERES COM PEITÕES SÓ PRA COMER MAIS PESSOAS, e realmente estamos discutindo o estupro da caska……..
    ta, beleza, era só pra eu me situar aqui, vlw ai galera.

    • Wolfcold Losano

      Pois é…não pode mostrar estupro que vira o fim do mundo para as femimerda.

      E ela ta apagando os comentarios e decidindo qual aprovar…lamentavel.

  • Gabriel Ienne Thomaszwiskj

    A obra é do autor, ele escreve oq ele quiser e lê quem quer. O ‘estupro” foi um marco improtante para incitar a raiva do Guts, foi uma maneira de miura fazer ele sentir ainda mais ódio de Griffth, mesmo sendo uma coisa errada, até porque, quem lê berserk perde completamente o sentimento de humanidade, e chaga ao ponto em que um estupro neste universo não é anda.

  • Moisés Rothermel

    Berserk é uma obra brutal, que expõe o mais podre e infame do ser humano. No periodo medieval, estupros eram ainda mais comuns do que hoje em dia, infelizmente, ou ao menos, eram menos noticiados se preferir. Pelo que li de Berserk, eu não lembro de ve-la sentindo prazer em momento algum, muito pelo contrario. Ela já estava sem forças e mental e fisicamente inválida pra tentar alguma coisa. A cena não foi feita pra sexualizar, nem veicular a cultura do estupro, ela foi feita pra causar raiva e revolta nos leitores, coisa que tenho certeza que aconteceu.

  • Victor Hugo

    Parece que alguém não sabe interpretar um mangá, para escrever esse texto e não percebe que as traduções são diferentes e nem sempre reflete o que é .

    • Ah, traduziram a cara dela tb, entendi.

      • Will Costa

        que tem a cara dela??? eu vejo na cara dela lagrimas e vejo a boca dela dizer NÃO junto a uns gemidos que pode significar muita coisa, por acaso tem algum quadro dela sorrindo? dizendo “sim”? colocando a lingua pra fora, pros lados, pra cima? mordendo os lábios????

        olha, para que já ta feio, tenha humildade e admita que vocÊ falhou miseravelmente em interpretar a situação, qualquer pessoa com o minimo de bom senso admitiria

      • Victor Hugo

        Não vejo lugar nenhum de mostração de plazer, mas como você é especializada em estrupo ou não leu ou esperava uma reação de uma garo tinha seja a mesma que uma mulher acostumada com dor em choque, pois ela tá em choque nessa cena.

  • Marco

    Estão problematizando o fato de um DEMONIO, um homem que foi tomado pela semente do mal ter estuprado uma mulher que seria transformada em ALIMENTO para ele e milhares de outros DEMONIOS nas profundezes do inferno? Radical. Parabéns.

  • Renato Kunz

    Sim, e pra dar ênfase a seu argumento esqueces de que o próprio Guts já foi estuprado e o Grifft também, de uma certa forma. A Casca perde espaço na obra não pelo fato dela ser mulher, mas com o proposito de aumentar a exclusividade e raridade do protagonista. Tanto que nos capítulos mais recentes outras mulheres tem entrado neste espaço.

  • Primeiro de tudo, Caska não foi a primeira e nem vai ser a ultima personagem a ser violada em Berserk, se trata de uma obra ficcional que se passa por volta da idade media nas grandes gerras e tal, sobre o rape da Caska n vejo como influencia pois mostra muito bem o sofrimento dela e do Gutts principalmente, bom, já sobre o fato dela gemer como se estivesse sendo consensual e tudo mais, acontece que a personagem passou por vários hiper-traumas em sequencia em pequeno espaço de tempo (a lua sangrenta toda) ou seja, ela se encontra num modo de digamos assim mindbreak em que a pessoa n se importa nem um pouco e so deseja morrer (muito raro na nossa sociedade, acontece mais em zonas cercadas pela gerra), outra explicação é que o Griffth no caso Famto, lançou uma especie de maldição por assim dizer nela ( ate por esse motivo no atual arco que o manga os nossos protagonistas se encontram estão na ilha do rei das fadas para remover esse bloqueio na mente da Caska) que a fez perder toda a humanidade virando uma especie de animal, e como sabemos isso é a característica do Naturalismo, por esse motivo creio q não seja uma promoção da “cultura do estupro”.

  • Freecs

    Moça, você soltou um cagalhão em forma de texto. Percebe-se claramente que você não leu a obra por completo, pois se o tivesse feito, saberia que existem várias personagens femininas fortes em Berserk.

    Enfim, quanto a questão da Caska ter ou não sentido prazer durante o estupro, isso fica a cargo do leitor interpretar. Se foi dessa forma que a senhora interpretou, bem… só lamento.

  • Gwidyon Soares

    Não preciso nem falar ta, mas ela geme de DOR, e outra, ambos Gutts e Griffith também foram estuprados e molestados quando CRIANÇAS, disso a autora do post não fala? Além de indignação seletiva não reconhece que a série Berserk é feita pra ser um inferno na vida de seus protagonistas, é tipo um conto grego supremo onde o que reina é a tragédia e desgraça. A vida em Berserk é cruel e brutal e CRUA. É feito pra ser assim e pronto. Não vem inventar draminha seletivo no que nunca leu e não entende a profundidade dos personagens. Caska também amava o Griffith, o seu estupro foi um evento tão traumático tanto o ato em si quanto tudo a sua volta que ela fica maluca depois.

  • Louis D. Kamiya

    nem acredito q li isso :v achei q ia tirar algo daq, mas não, só opinião de alguem revoltada com o estupro, é obvio q essa foi a intenção do autor ”ain mas ela gemeu” ali ela ja tava louca, não de prazer, mas com toda a situação, e ainda falar q o cara errou na propria historia :v meu deus, ele fez exatamente o que queria desde quando começou a obra, todo aquele climax foi planejado então ele não errou, ja era tudo parte da historia, e esse com certeza não é o fim da caska, guts vai trazer ela de volta, e ainda vai ter muita treta pela frente

  • Heraldo Pires Jr.

    se é pra falar do estupro. porque não falamos também do estupro de Guts quando criança???? (respeito opiniões diversas) mas ler uma obra medieval +18 e não esperar uma cena como essa é meio risível.

  • FallenGod

    Grande Piada kk

  • Aquila Albuquerque

    Berserk é uma porra de uma obra de FICÇÃO, se sendo assim o autor faz o que bem entende com seus personagens, eu costumava escrever contos eróticos, se um belo dia eu quisesse criar uma série de contos onde uma garota de 12 anos gosta de ser assediada/estuprada eu o faria e não tem NADA que vocês possam fazer sobre isso.

  • Rodrigo Basso

    Um abraço para o FHC (o dos comentários dessa página, não o ex-presidente) pela coragem em continuar respondendo.

  • Ni ~Algidus~

    Vocês estão agindo igual ao O Partido de 1984. Querem censurar tudo o que não seja de agrado. Ou como as associações de bairro nos anos 50 e 60 condenavam com qualquer coisa sexual ou violenta. Berseker é uma obra que mostra as piores consequencias que um ser humano pode passar ou aplicar em outros e no mundo. Censurar meios de expressão que apontam o quão mau o ser humano pode ser é como criar um mundo cheio de bobocas medrosos e de mente fraca que não tem noção de como a vida realmente é cruel para pessoas. E quando a vida mostra um ação brutal pede por censura pois o mesmo boboca acredita que é uma propagação de uma mensagem em que as pessoas devem cometer mais atrocidades ao invés de conseguir definir uma sentença punição ao mesmo nivel do ato de crueldade cometido. Mesmo que o autor mostre o quão ruim é a consequencia do evento catastofico logo em seguida

    • Alessandra Bastos

      Desculpa furada. O Marcelo Rezenda ta ai pra provar que você esta errado. E o Datena também. Programas em horário nobre, almoço onde tem crianças assistindo. Cenas de morte assassinato todos os dias. Somos bombardeados todos os dias por uma mídia que quer explorar a tragédia e o sofrimento das pessoas. Isso não gera empatia isso gera o efeito totalmente contrário.Quanto mais expostos a algo mais nos acostumamos com aquilo e não nos chocamos mais, é chamado de efeito amortecedor e é amplamente estudado. Seu argumento pra defender a obra pra mostrar a realidade do mundo não funciona.Porque é a interpretação do autor não um livro didático.

      • Ni ~Algidus~

        Não é desculpa furada é o que está se propagando. e eu não apoio o horarios desses programas policias também. È necessário ter um balanceamento mas voces só pnsam em em 180º ao invés de 90º. E você pode usar obras de diversas epocas e autores para aprender sobre a humanidade e seu comportamento. a arte reflete e sempre refletiu isso. E esse negocio de não nos chocamos pode ser usado como desculpa furada também pelo aumento em movimentos de censura e de pessoas que não se sentem bem ao serem expostas a violencia.

  • Ricardo Amaral

    A autora do post parece desconhecer como as mulheres são tratadas em quase toda Ásia e Oceania. Mesmo no Japão existe um fortíssimo preconceito a mulheres independentes. Nesses países (e em muitos da África e do oriente médio é muuuuiiiito pior) mulheres são cidadãs de segunda classe.

    Miura não errou, ele acertou em cheio no alvo. Ele conhece seu publico, publico q se excita ao ver uma mulher sendo estuprada e humilhada, colocando a sua independência e força no seu “devido lugar” (se não abertamente, muito tem esse desejo inconcientemente). Para reforçar esse tipo de pensamento existe uma vertente (gigantesca) de hentais de estupro, onde as garotas começam lutando, mas depois sedem aos próprios desejos se tornando vadias ou loucas, como acontece com a Caska.

    Lutar contra a cultura do estupro aki no ocidente é fácil! Quero ver é defender lá no japão e Asia onde ate pedofilia come solta e geral finge não ver (Ou vai dizer q Lolicon e Shotacon não são pedofilia? Fala sério)

    • Will Costa

      “publico de berserk se excita ao ver mulher sendo estuprada e humilhada” kkkkkkkk LoL

      • Will Costa

        lamento mas você exagerou um pouco na comparação, lembrando que berserk é uma obra mundial e se destaca por não ser tão oriental nem ter muito fanservice, ele tem um tom ocidental e medieval, bem, isso mudou mais agora kkkk mas nessa época e até o volume 30 e algo ainda mantinha essa pegada

        agora SE o publico oriental é dessa forma que você pintou, sei la né, não moro la nem conheço os leitores de la, agora o publico no geral nunca será.

        • Ricardo Amaral

          Quanta merda escrita junta. Berserk obra mundial, tom ocidental, ate o volume 30 mantinha essa pegada. Berserk é um mangá, a maior parte q conhece é otaku (obra mundial é qdo vc pergunta na rua vc conhece As viagens de Guliver ou Romeu e Julieta, q mesmo q a pessoa não tenha lido sabe reconhecer). O desenvolvimento da ação e da historia é totalmente de mangá, vc esta confundindo TRAÇO com ESTILO.

          Agora sobre os leitores, ate parece q o publico otaku aki no Brasil e no ocidente não consome ferozmente a produção hentai la de fora e acaba pegando as manias e fetiches de lá. Tu sabe nada mlk….

          • Will Costa

            só to lendo achismo, desculpa ae, você não ta escrevendo nada com nada, é só uma tentativa desesperada ae de querer validar uma OPINIÃO.

          • Ricardo Amaral

            Tem q pensar pra interpretar texto. Não é só defecar algo q vai soar “inteligente”

          • Will Costa

            uhum, porque argumentar é lotar tudo de achismo + ad hominem, parabéns cara, você ta provando ser tudo que ta tentando dizer que sou!!! bem, com tipos como você nem preciso perder tempo, você se queima sozinho, vou pra outro comentário que ganho mais.

          • Ricardo Amaral

            Quer ver um comentario cheio de argumentos?
            “”publico de berserk se excita ao ver mulher sendo estuprada e humilhada” kkkkkkkk LoL”

          • Ricardo Amaral

            Obviamente vc não deve ter emprego, nem uma mulher, nem uma vida de gente. pois o seu passa tempo é “COMENTAR MERDA SEM PENSAR NOS COMENTÁRIOS DOS OUTROS”

            Aconselho q largue essa vida e procure uma profissão de futuro pra gente com a sua capacidade, tipo jogar merda pela grade do zoo nos turistas! Vai lá, fera! Futuro de sucesso!

          • Will Costa

            vai apelar agora pra tentar advinha minha vida pessoal e me por como perdedor??? UAU…. não me surpreendeu! pelos seus comentários logo vi que você é esse tipo, previsível demais.

          • Ricardo Amaral

            Psicologia reversa ” se vc fala q eu sou viado, o viado é vc”! AUHauhauahauahauahauhaauhauaha… valeu meu, garoto quinta serie! Eu não vejo esse argumento retardado a bom tempo. Vc tem qtos anos? 12, 11? o foda é ter 30, 40 e ainda morar com os pais, né mané? Isso sim é loser total!

      • Ricardo Amaral

        Vc apagou o comentário em q vc diz merda e agora posta esse outro denovo acrescentando “KKKKKK” e “LOL” no final. q boçal….

        Bom lembrando q o capitulo anterior (em q a caska e o Guts transam) foi um quase hentai, existe sim uma parcela do publico q se excitou com o Fent comendo a Caska. A prova disso é o numero absurdo de hentai de Berserk só mostrando esse evento.

        Agora vc pode dar sua respostinha escrota colocando “KKKKK” e “LOL” no final pra dar mostrar q vc é “foda”

        • Will Costa

          nossa, como você é fodão porque chama os outros de mané e boçal heim??? parabens projeto de polegar

          primeiro que o OU ali não salva sua infelicidade de abrir margem pra interpretar errado, mas apaguei porque considerei, segundo que hentai há de TUDO seja sobre algo que excita ou não, de QUALQUER OBRA, tendo ou não cenas excitantes, e por ultimo quase hentai é pra quem tem problema mental, talvez feito você, onde uma cena com sangue, tripas e desmembramentos alguém vai achar que foi feito pra ser excitante.

          • Ricardo Amaral

            Vc apagou pq vc não é homem para admitir q vc errou. Vc é dakeles mlkotes q esta sempre “serto” e nunca errado. Vc não lé direito nem contextualiza o q esta lendo e sai comentando e defecando com seus comentários excrementos q nada acrescentam a uma discussão sadia.

            Cresça e vire o cocozão q vc esta destinado a ser.

          • Will Costa

            olha só, quanto ad hominem, você é realmente um cara que sabe argumentar!!! parabens

          • Ricardo Amaral

            Vc só sabe retrucar “ad hominem” pra dizer q eu não tenho argumentos? Desculpa, vc precisa pensar e raciocinar pra usar esse argumento. Não adianta eu te mostrar fatos e vc retrucar q nem um papagaio “ad hominem” Cresce ai!

          • Will Costa

            não há argumentos acima, somente uma tentativa frustrada de vencer uma discussão rebaixando alguém e exaltando a si mesmo amigo, acha mesmo que vou perder meu tempo tentando provar algo a alguém que tem argumentos infantis como você??? prefiro deixar você ae digitar feito louco que ta certo, que ta acima, que é inteligente e que quem discorda é lixo, não to na internet a 6 meses, já conheci tipos como você aos montes, sei bem como funciona!

            “cresce ai, manezão”, não é isso? continua ae, no final você não ta provando nada a ninguém, só mostrando aos outros o ser que você é

          • Ricardo Amaral

            Eu mostrei fatos, vc achismos. Vc não quiz pensar, veio logo com o KKKKK e o LOL pra tentar desqualificar o argumento como uma criança de 12 anos. Vc discordou por discordar baseado no seu achismo e depois só escreveu merda. Seu passa tempo é falar merda no comentário dos outros…Não existe nada mais patético q isso

          • Ricardo Amaral

            Fala merda sem pensar, não admite por um segundo q não sabe o q esta falando e quer cantar de galo como se fosse os sabe tudo pica das galáxias. Fala sério mané.

        • Will Costa

          e por favor né, ad hominem????? isso já ta manjado demais cara.

    • Will Costa

      estranho que em 39 mangás miura só quis satisfazer os fãns em 6 paginas de um volume…. esse mesmo publico deve se excitar com o guts sendo humilhado e estuprado quando garoto né??? complexo…

    • Will Costa

      basta vc ler os comentários abaixo pra ver que tipo, 95% ta falando que se sentiu desconfortável e chocado e não excitado.

      • Ricardo Amaral

        Me diz, quem em sã consciência (O Discus é ligado ao facebook e outros redes sociais) vai dizer q ficou excitado com um estupro? No entanto centenas de dojinshis hentais sobre esse evento mostram q existe muita gente interessada no assunto (Eu nunca falei todos o fã acham isso, manezão)

        • Ricardo Amaral

          Infelizmente não posso te ensinar a pensar. começa com algo simples… como lascar pedras e fazer uma machadinha, esperto.

          • Ricardo Amaral

            Não pera! Aprender a andar ereto! isso ai, é mais simples! Abandona os galhos e se aventura no solo, mané!

    • Will Costa

      acho que já deu né? você já passou vergonha demais por hoje e eu nem precisei me esforçar (fez isso sozinho), acho que agora já posso te bloquear, parabéns.

      • Ricardo Amaral

        EU? rsrsrsr

        • Ricardo Amaral

          Aprende a pensar antes de postar, mané!

    • Você é a prova viva, de que ser adulto não significa ter maturidade. Parabéns.

  • Reinaldo Ramos

    Eu li essa parte há muito tempo e nunca me pareceu que ela estava tendo prazer. Pra mim sempre pareceu dor e sofrimento. Sem falar que Griffith virou Femt porque perdeu a linha depois que o Gatz e a Caska resolveram sair do bando. Então na cena ele quis demonstrar poder para ambos. Se eu to defendendo? Não necessariamente. Acho que a Caska podia MESMO ter um papel muito maior no resto da série e sim, a misoginia no Japão é um negócio gritante. Mas não acho que a cena quis retratar o estupro como algo bonito ou prazeroso, porque não foi a impressão que eu tive nem quando era mais novo.

    • Will Costa

      ela tem um papel importante, é graças a ela que o guts volta a si e enxerga que não perdeu tudo, que a vingança cega estava destruindo ele e o pouco que sobrou, é graças a ela que ele ta mantendo a pouca sanidade que tem e ta seguindo em frente, deixou a vingança cega de lado e até ta em duvida entre a vingança ou deixar pra la e cuidar da caska.

  • Ira Croft

    Depois de um dia turbulento no trabalho e evitando discussões para não estressar desnecessariamente, enfim em casa para comentar sobre isso.

    Eu sou apaixonada pela obra do Berseck e sinto muita falta de mais conteúdos assim. Gosto do plot, da animação e da violência. E claro que em hipótese alguma eu fiquei confortável com essa cena. Até porque eu vi primeiro no anime, que eu considero muito mais chocante, tão forte que quando vi cheguei a dar aquela encolha na bunda (saca quando alguém encosta na bunda de um cara e eles morrem de pudor com isso e encolhem a bunda? então desse jeito). Não estou aqui para avaliar a obra, até porque não sou especialista para isso, nem mangaká e muito menos japa (japa = nascidos no Japão e não descendentes no BR), mas olhando pelo lado de violência contra a mulher, que sempre foi super normal na vida e em qualquer meio de comunicação, vamos fazer um pequeno comparativo: estamos acostumados a ter esse tipo de violência como fonte de inspiração, tão acostumados que precisamos justificar tal ação para ela tenha sofrido, mas quando vemos um homem que sofre a mesma violência, vide A Outra história americana, no compadecemos? Em ambas as cenas eu senti o horror que é ser violado, tanto para um mulher quanto para um homem, como somos frágeis e o quão ruim somos capazes de ser, não estou falando que tais obras devam ser boicotadas, mas que tipo pessoas nos tornamos ao ver isso, como entender o quanto isso é errado e pode influenciar outras pessoas a acharem que é normal, aceitável?

    • Liinnkk

      Acho que é aí que está o ponto, Ira. Em Berserk não foi só a Caska que foi estuprada, o Guts tbm e por aí vai. Ambos tiveram traumas por causa disso e isso impactou de forma brutal na personalidade dos dois. Eu concordo que em Berserk tem estupros colocados ali simplesmente pra tornar o mangá mais sombrio. Mas nem o estupro da Caska, nem o estupro do Guts foram desnecessários. São estupros que mostram coisas que vão muito além. O da Caska, principalmente, vem sendo trabalhado paulatinamente, e impactou muito na obra. Se você acompanha, sabe as várias discussões que esse acontecimento levanta. Um exemplo claro é um momento onde o Guts se pergunta se a Caska realmente gostaria de recobrar a memória, mesmo sabendo toda a dor e sofrimento que ela passou… é algo bem profundo, algo entre “superar ou esquecer”. Isso que é fantástico em Berserk, as coisas NUNCA acontecem por acontecer e são esquecidas, tudo tem suas consequências. Existem coisas que foram mostradas no primeiro capítulo que ainda estão sendo trabalhadas na obra. O Miura trabalha isso muito bem.

  • Jonas Senpai ʕ•͡ᴥ•ʔ

    Se tem autista

  • Matheus Ramos

    Por que não citou o estupro do Guts? O fato dele ter sido vendido por aquele que ele considerava um pai? Por que não falou sobre as crianças que eram compradas durante as guerras e usadas como objetos sexuais? Por que apenas o estupro da Caska importa? Berserk não é uma obra leve, ela mostra toda a podridão da humanidade, até onde a pessoa pode chegar por dinheiro ou por um sonho, não se pode desejar que seja algo leve, porque essa não a realidade do universo de Berserk, não é a realidade do nosso universo.

  • Renato

    -Você cita em sua postagem que a Caska é a única personagem mulher importante. Esqueceu da Farnese? Da pequena Bruxa (esqueci o nome dela agora).
    -Você vem falar de cultura do estupro e de que isso é glamourizado? Griffith é um dos vilões mais odiados por fãs de quadrinhos que tem contato com essa série justamente por conta disso, pela atrocidade que ele fez. Você vem dizer que isso é um artifício fraco de roteiro. Cara, o Miura está retratando uma série em um mundo medieval. Estupros eram extremamente comuns. Todo tipo de atrocidade acontecia. Fora que Griffith é um vilão cruel, que inveja Guts é quer causar-lhe sofrimento de todas as formas possíveis. Uma das coisas que mais afeta o psicológico humano é quando vemos alguém que amamos sofrer.
    Concordo que em algumas partes dessa cena, se alguém simplesmente ver as ilustrações sem saber o que está acontecendo, porém, para quem sabe o que está acontecendo sabe com clareza que isso é um estupro e nada além disso. Se alguém vê isso como uma cena prazerosa, provavelmente possui algum distúrbio mental, e você deve estar inclusa já que conseguiu ver a cena dessa forma.

  • Lajaques

    Faz tempo que eu li, e realmente achei a cena muito pesada.
    Mas acho interessante comparar com o estupro do Gutz pelo Donavan, para mostrar como pode se colocar o elemento ele ser pesado, mas não romantizado.
    Concordo com o texto.

  • Liinnkk

    Eu acredito que você ignorou duas informações extremamente relevantes. A primeira é que Berserk é uma obra antiga (começou em 1989), produzida numa sociedade que atualmente é bem conservadora, então imagine há algumas décadas atrás. Então, acho um pouco “chato”, criticar o autor por algo que ele escreveu há 15 anos atrás com uma mente atual. Mas isso é um detalhe, não invalida o seu argumento de forma alguma. Acho até bacana explorar essas questões de estupro em mangás antigos, mas acho que você precisa ter um olhar mais histórico sobre a obra e menos crítico no sentido de afirmar que o autor estava tentando transformar aquilo num hentai.

    Mas como eu disse, não acho que isso invalide seu argumento. O segundo ponto que eu realmente acho que você falha é quando afirma que “A única mulher da obra com um papel importante, precisava ser estuprada para acontecer a grande virada do mangá!”. ou “Você só precisa entender que foi uma cena desnecessária e muito, muito errada!”. Essas duas frases fazem parecer como se a Caska precisasse de uma certa imunidade a estupros por simplesmente ser mulher. Entende o problema nisso? Quase todos os personagens foram violados em Berserk (exceto as crianças, eu imagino, mas quem sabe…). O próprio Guts foi estuprado da forma mais cruel possível. Foi vendido pelo próprio pai (a única pessoa que ele tinha naquele momento) e estuprado. Então a maioria dos personagens tem seus traumas e com a Caska não foi diferente. E ela aquilo foi tudo que o Griffith pôde fazer pra deixar o Guts puto da vida. É algo razoável. Concordo contigo quando diz que o estupro da Caska pareceu de certa forma prazeroso, isso realmente foi estranho. Mas eu sinceramente não consigo afirmar o que ela sentiu naquele momento com certeza, é algo que varia de pessoa pra pessoa. No mais, o fato do Griffith ter estuprado a Caska é algo muito sinistro e que, considerando a forma como o Miura escreve, certamente tem algum propósito que ainda há de ser revelado.

    A sua crítica é interessante, mas acho que o estupro da Caska em Berserk está longe de ser um exemplo vívido de um estupro desnecessário.

  • Anderson Dos Santos

    Todo artigo começado com “Precisamos falar sobre” é meio zoado. :v
    O estupro e violência dessa história não é gratuito, e tudo acontece por questões de amor, ódio, rivalidade, e gera sequelas terríveis em todos os personagens envolvidos :/

  • Vanny Braga

    Eu acho que você deveria reler a obra “DINovamente” e depois ler só mais um pouquinho… desnecessário foi este artigo.
    Em relação ao “vamos falar sobre estupro”, por favor, falemos com mais responsabilidade e nada de raio “feministalizador” em mangá!! E outra, a crítica valeria se o estupro fosse romantizado na obra, coisa q de forma alguma é! E quanto ao “desnecessário ter estupro, desnecessário violência contra a mulher” , Cara!!! Estamos falando de um vilão!! Um cara FDP q não tem escrúpulo nenhum pra alcançar o seu objetivo, queria q ele fizesse o que? Desse flores a ela????

  • Maruseru Play

    Não conhecia seu blog e depois de ler esse artigo criticando os mangás e animes, deixarei de seguir mesmo. Mais uma vez os mangás e animes são alvos de polemica e a caçada as bruxas voltou a acionar e novamente tudo por causa de uma má interpretação de pessoas que acham que o mundo precisa ser perfeito, paz e amor.
    Ninguém é obrigado a ler ou assistir algo, todo mundo tem liberdade de expressão e o Japão é um país com cultura, politica e influencias diferentes e ninguém mata, estupra ou se torna pedófilo por causa de um anime.
    Vocês que lutaram e consideram a ditadura uma mancha na historia do Brasil, muita coisa que lutaram era contra a censura.
    Lembre-se a 1° regra da midia é dê ao publico o que eles querem ver. Se não gosta não veja. Procure algo que realmente goste de ler, não vai encher o saco dos outros querendo o que eles querem ver ou ler querendo banir os mangás e anime.
    Sou otaku com orgulho e vou defender os mangás e animes até o fim.

  • Maruseru Play

    Fora que se for atacar Berserk só por conta dessa cena, nem leia “A piada mortal”, pois foi a mesma forma que tentaram expressar, mostrando como o Coringa pode ser tão perverso e o que ele é capaz de fazer.

  • AnselmoLB

    Antes de sair escrevendo idiotisses na internet, vai aprender sobre a obra, e sobre o por que de tudo que esta acontecendo.
    A obra é sobre a maldade, maldade que não é mistica mais sim feita por humanos.
    Não é o primeiro nem o ultimo estupro que acontece na obra, e esta é uma ficção a cena é feita pra criar revolta, o Griffith estupra ela pra mostrar dominancia, não é por cultura do estupro ou qualquer imbecilidade da sua mente feminasi, é apenas algo sobre 3 personagens(personagens bem escritos e bem desenvolvidos como nao se acha por ai nas novelas da globo). Vai dizer que o Guts ser estuprado quando criança tambem é cultura do estupro?

    Não misture as coisas.

  • Arm St

    Quem errou feio e rude foi você com esse artigo, ela não estava sentindo prazer nessa cena, esses não eram gemidos de prazer, eram gritos de dor. Não é um problema do autor, foi um erro seu de interpretação

  • Albert Allison Chavoso

    motivos dela parecer gostar, no japão é contra lei cena de estupro contra mulher, a menos caso ela aparenta gostar, no começo no meio ou no final. Apesar de que muitas pessoas não vem que ela gostou do que aconteceu.

    esse texto e so pra reforçar a cultura do estupro, cultura de estupro e um puta nome
    sensacionalista, existe sim mas sou totalmente contra o nome.

    No mundo de berserker, muitas pessoas são estupradas, tanto homem quanto mulher.

    no japão e contra lei estupro em anime manga ou hentai.

    e também *Eu não quero julgar quem lê a obra com esse texto, até porque eu só li esse volume*

    essa foi minha opinião e minha explicação pra cena, nada mais que isso.

    • Vc esqueceu de copiar o resto: até porque eu só li esse volume porque coleciono a obra. Vcs tem um problema com interpretação né?

  • Kleilson

    E o estupro do Guts? zzzzzzz
    Viu o filme ou o anime? Aposto que não.
    Ela estava meio que sendo possuida e os gemidos dela foi claramente de dor e sofrimento.
    Que descaso da autora deste artigo, se ela não for a dona por favor remova da administração

  • Claurio Silva Neves

    Sério mesmo que você viu PRAZER na expressão do rosto dela enquanto estava sendo ESTUPRADA POR UM VILÃO DEPOIS DE SER ESTUPRADA COLETIVAMENTE POR DEMÔNIOS? Sério que na sua cabeça o O GRITO CANSADO DE DOR SOA COMO UM GEMIDO DE PRAZER? Você não tem ideia do quão doente você aparenta ser depois de escrever isso?

    Na boa: pode até ser que você esteja projetando uma faceta DA SUA PRÓPRIA SEXUALIDADE em um personagem de mangá…

    Isso significa que você precisa de tratamento!

  • AJ Oliveira

    É muito complicado sequer debater o assunto quando os comentadores largam a lógica e passam a criticar quem criou o post..

    “Você precisa de tratamento”, “Você tem sérios problemas”, “Você é doente de escrever algo assim”, “Sua feminista de terceira geração”, Sua… Você… Sua… Você… Muitas pessoas pedindo sanidade no post enquanto se agarram a um vasto vocabulário composto apenas por adjetivos e um falso bacharel frustrado em psicologia/sociologia.

    O melhor é saber que isso só mostra que o assunto DEVE SIM ser abordado sempre que possível até as crianças aprenderem a raciocinar, ou pelo menos acordarem pra uma coisinha chamada respeito mútuo.

    O problema não é o estupro, mas sim o fã-clube que o rodeia, romantiza e beatifica.

  • Leonardo Tadahiro Ito

    Tem sim mulheres que sentem prazer ao ser estupradas, tem tipos pra tudo, independente do quanto estranho pode ser.

    Apanhar não devia ser algo que todos gostem, mas tem uma parcela de gente chamado masoquista que sente prazer nisso, do mesmo jeito tem pessoas independente de sexo q sente prazer no estupro e ao ser abusado sexualmente.

    Mas no caso da Kasca começou como resposta pela situação de sofrimento, e a um certo ponto virou resposta por prazer, mas nesse ponto ela ja tinha enlouquecido provavelmente.

    http://odia.ig.com.br/noticia/mundoeciencia/2015-10-26/rita-ora-revela-ter-gostado-de-ter-sido-abusada-sexualmente-aos-14-anos.html

  • Tadeo Hermida

    Li a maioria dos comentários, o pessoal pontuou coisas importantes como o colapso mental da personagem, as diferentes formas de linguagem corporal em diferentes contextos culturais e as cenas que ela pede pro guts não olhar e implora pro grifisu parar.

    Mas ainda tem uma questão. Era uma humana tendo uma interação intensa (bem maldita, diga-se de passagem) com um God Hand, um ‘Deus’ , o último dos cinco, o Falcão Branco que parece ter saído de uma lenda, o cara que derrotou o Super o Ganisha Ultimate Level em duas dimensões ao mesmo tempo. O Femt é tipo o PiKa DaS GaLaXyAs então ele deve ter deflorado também a mente e a alma da Caska, podendo dar a ela o estímulo que ele bem quisesse e entendesse, controle total dela. Tanto isso que o filho do guts com a caska ainda virou um fantasma deformadão satânico com poderes.

    • Kleilson

      Sem contar que depois que receberam a marca, eles não passam de gado para demônios.

  • Rafael Ribeiro Sinnott

    Eu entendo que existem muitos pontos de vistas sobre uma mesma coisa, mas ignorar que essa cena é um estupro glamorizado… Na boa, ta BEM EVIDENTE.

    Ângulos, expressões faciais… Toda a cena é feita, de certa forma, pra sensualizar o momento.
    Se tem duvidas, vamos lá:

    SE não demônios e estão fazendo isso, pq as cenas não são visualmente VIOLENTAS? Digo, olha como ela esta e olha como o Gutz esta… Os demônios seguram ele de qualquer jeito, enquanto nela eles fazem “carinho”. Na boa né?!
    Tão esqueceram que estamos falando de Japão?! Por favor, sei que vocês tem noção de como a mulher é representada no pais.

    Se a cena de estupro devia ocorrer? bom se estamos falando de uma obra violenta e se o autor queria por isso na sua obra, que fizesse isso para mostrar o quanto esse ato é repulsivo não? assim como series como game of thrones. (Ai, mas Game of thrones veio BEM DEPOIS).

    Eu sei, mas isso é apenas um comparativo de uma serie que contem esse tipo de violência e não fica romantizando (em partes, porque existem algumas cenas lá também que vacilão legal).

    E se alguem mais acham que a cena não sensualiza a personagem… bem é só ver a pagina a penúltima pagina desse artigo onde o foco é a bunda da personagem. (sim, dava pra desenhar de outro jeito)

    • Kleilson

      Veja o final do filme de Berserk, ela está meio que possuída, tanto que ela não parece lutar para fugir.
      Até eu pensei que aquilo era o espírito dela e não ela, pq teve um corte entre a ultima vez que ela apareceu para essa cena.
      Existe uma séries de motivos para parecer uma cena sensualizada, mesmo que o povo não tenha gostado da sensualização.
      O demônio que fez o ato tem poderes para fazer isso. É como se ela tivesse sido controlada para fingir que estava gostando, mas dava para ver que não, dava para sentir a dor dela, e ela fala para Guts não olhar para ela.
      Creio que vc vá falar ” ah, mas encontrar motivos para explicar o por que da sensualização”
      Mas é, nem tudo no inferno é horrendo, lembre-se de Dante, aonde as mulheres bonitas do nada atiram seus clitóris nele.
      Luxúria também é pecado.
      Mas um fato é, se ela não tava sendo controlada, pq não gritou? pq não tentou lutar para sair disto? pq ela não se assustou ao ver o Griffs ( esqueci como escreve )
      E depois também mostra como ela ficou depois do estupro, claramente destruída.

      • Rafael Ribeiro Sinnott

        E isso é desculpa?! Se tu quer representar uma cena de estupro, acho que o melhor a se fazer então é justamente você chocar o leitor, fazer ele ter repulsa pelo ato e não glamorizar na forma que foi retratado. Estar “possuída” ou coisas assim, é só desculpinha pra aliviar a barra.

        SE a ideia era chocar o personagem protagonista (O gutz), então só mostrar semblantes ou vozes já tornariam a cena BEM CHOCANTE (No manga, da pra fazer isso de outra forma, com silhuetas por exemplo). Você não precisa gastar tempo animando seios balançado pra isso, nem desenhando poses eróticas e beijos na boca (como aparece no manga)

        No manga, a cena dos demônios a atacando (Apesar de ser desnecessária, ou melhor, podendo a ilustrar de outra forma) até passa, em UMA PAGINA o autor já deixa dito o que vai ocorrer sem precisar mostrar ou gastar quadros pra isso.

        E sim eu conheço a obra de Dante Alighieri, sou fascinado por ela. mas não acho que isso se aplique nas cenas (pode se aplicar em uma das demonias que assiste o ato com os demais), mas não a personagem protagonista feminina que literalmente só parece uma boneca que geme nessa cena.

        Agora, voltando a questão dela estar “possuída”, Sinceramente, eu duvido. As cenas só passam a ideia de que ela ta sentindo prazer. Bem no começo, BEM MESMO, você até ve cortes e a ideia até de alguns quadros até passam a ideia de violencia, mas depois vira apenas uma cessão de quadros eróticos.
        ou seja, ela só fica “possuída” quando o Griffs chega né?! Logo quando eles focam uma cena inteira só nisso. A reação do protagonista ao meu ver condiz com a cena, já a dela não.

      • Rafael Ribeiro Sinnott

        Alias, espero não ter sido rude com ninguém aqui ta xD não é a intenção.

        Só acho que não faz sentido: ela ta possuída, mas depois esta destruída. saca? Não bate, se ela tava possuída, então porque agiu apenas como uma boneca, como tu mesmo salientou ta ligado? tipo, não fugiu nem nada.

        No jogo “Dante’s Inferno”, caralho a cena na qual Lucifer domina a amada de Dante, é horrenda, ele corrompe o espírito da mulher e a confunde, manipula. E ainda por cima da pra se ver que antes ele literalmente a abusou, e isso sem precisar pra apelar pra cenas que Berseker apelou. Entende?

        Meu problema não é você ter medo de contar ou retratar o estupro. Se o objetivo do autor é mostrar este tipo de violência, que o faça. MAS, saiba como fazer, entende?, que não deixe o estupro “romantizado”.
        Se era pra personagem tar possuída, então que fizesse até como “Dante’s Inferno”, mostra a luxuria tomando conta e não tornar a personagem protagonista uma “boneca”

    • Kleilson

      Sobre Game of Thrones, acredito que naquela época também mulher era tratada como objeto, não vejo, mas devo presumir que a vítima não tenha gostado disto

    • Matheus Moura

      A última cena ali é é pra mostrar a porra satânica saindo da buceta, não pra mostrar a bunda!

  • AJ Oliveira

    E só pra não dizerem que falei em comentar sobre o conteúdo do post… Aqui vai.

    Pelo que conheço de Berseker. há várias cenas tão pesadas quanto essa. Mas o objetivo do post não é relativizar estupro masculino, feminino ou a pedofilia (muito menos pesar tais assuntos numa falsa balança da justiça) O problema que a Priscila abordou é a sensualização existente em TODA A INDUSTRIA de Mangás.

    Você que é fã e acha que a crítica é apenas ao autor. Fique tranquilo. O MangaKa pode até ser o responsável por isso, mas ainda que ele seja um militante a favor do feminismo, haverá um editor pra dizer “bota mais peito que vende”; Ah, só pra lembrar, isso é culpa sua, que compra e não reclama 😉

    “Ah não, mas a cena está ótima, ela não parece ter prazer com o ato”

    Olha, pode ter certeza que é possível enfiar prazer até na cena de uma partida de xadrez, É só criar uns ângulos tanto pélvicos quanto exalando suor. Dito isso, se fosse pra ser uma cena de horror, não faltaria sangue, sujeira e expressões isentas de interpretação do leitor.

    Outra coisa:

    1- Berseker é uma obra machista por conta dessa cena? NÃO! Porém, essa cena mostra que a obra está entregue a certos estereótipos do mercado editorial japonês.

    2- Berseker é o problema mor da industria? NÃO! A objetificação da mulher ocorre em animes, mangás, séries, novelas e cinema.

    3- Mas não é impossível trabalhar tratando ambos os sexos da mesma forma erótica? NÃO! É só o pessoal dar o mesmo apelo sexual masculino que dá ao feminino. EX: Quando a mulher é estuprada apenas parece algo chocante. Já quando o homem é abusado (pq nem de estupro os conservadores chamam) é uma desgraça total, a perda da honra, o fim da vida. Enfim, a luta é pra tratar ambos os lados com igualitariedade.

    E. Novamente. O problema não é a obra, mas o tipo de caso em si.

    E se você ainda está pensando se mulher sente prazer em ser estuprada, meu único desejo é que sua mãe jamais veja o histórico do seu RedTube ou de sua DeepWeb.

    E por último. Ótimo texto, Priscila 😉

    • O problema que a Priscila abordou é a sensualização existente em TODA A INDUSTRIA de Mangás.

      Sensualização existe em todos os pontos em todos os momentos. Humanos não são máquinas sem instinto – até mesmo porque a própria palavra “sensual” refere-se ao “senso”, aos sentidos. Os sentidos podem ser excitados de diversas formas, e sem isto não existiria o mundo como conhecemos. Ou por exemplo você não se excita de uma forma diferente quando o farol pedestre está no vermelho piscante?

      E a panfletária está preocupada com a sensualização dessa cena unicamente porque, adivinha, ela é hipersensível a “causas femininas”. Ela é capaz de tratar a cena do estupro do garoto quase como uma naturalidade – “ain, ele não teve um quadro inteiro para seus gemidos” – mas uma cena lançada há eras.

      E você quer usar isso como exemplo para generalização? É quase como pegar uma pintura rupestre de caçada e usar como exemplo de “exploração dos animais”…

      Ah, só pra lembrar, isso é culpa sua, que compra e não reclama 😉

      Bela forma de diluir a culpa, né? É só despersonalizar o erro, dizer que é algo que a sociedade faz.
      Mas, novamente, você fala que não dá para colocar as coisas em balanças, mas coloca. Seus vieses não escapam de ti.

      se fosse pra ser uma cena de horror, não faltaria sangue

      Primeiro, que o mangá é em P&B, isso exige muito mais expressividade. Segundo, sangue e merda ocorrem o tempo todo na obra. Terceiro, quem é você para dizer “faça a cena assim”? O mesmo cara que fala “bota peito que vende”, e depois joga a culpa em quem “compra sem reclamar”?

      a obra está entregue a certos estereótipos do mercado editorial japonês.

      A obra está entregue ao seu autor – que aliás é um preguiçoso.

      A objetificação da mulher ocorre em animes, mangás, séries, novelas e cinema.

      E na vida – todos somos objetos. O próprio panfleto objetifica a mulher, ao tratar de Caska em uma imagem idealizada.

      Quando a mulher é estuprada apenas parece algo chocante

      Ah, claro, mostrar a personagem regredindo mentalmente, provocando um recalque profundo a ponto de infantilizá-la, é só “chocante”… Nota-se que seu próprio viés turva sua “análise”.

      Já quando o homem é abusado (pq nem de estupro os conservadores chamam)

      Por “conservadores” entenda-se feministas. Feministas negam que homem possa ser estuprado – reservam o termo apenas para mulheres penetradas sem consentimento.0

      é uma desgraça total, a perda da honra, o fim da vida

      Oras, e por que as pessoas acham “bem feito” quando um estuprador é morto de formas cruéis, MAS não acham o mesmo de uma estupradora?

      com igualitariedade.

      Mais uma palavra fofa para “uns são mais iguais do que outros”.

      O problema não é a obra, mas o tipo de caso em si.

      O título diz “precisamos falar desse estupro”. LOGO, o problema É SIM com a obra.

      E se você ainda está pensando se mulher sente prazer em ser estuprada,

      Rita Ora foi enrabada aos 14 por um homem de 26, e disse que gostou.
      Contra fatos, não há argumentos.

      • AJ Oliveira

        É no mínimo uma deslealdade de intelecto se basear na raiz da palavra “sensual” pra justificar que não existe uma objetificação da mulher na industria japonesa.

        A objetificação ocorre APENAS com a mulher. Eu gosto de animes e mangás, entretanto, toda vez que começo um pego minha cartela de bingo para anotar os clichês como: Peitos do tamanho de cabeças, Peitos que desafiam as leis da gravidade, Mulher fazendo chantagem emocional com voz de “quero trepar a todo custo”, donzela em perigo, ângulos eroticos em cenas desnecessárias.

        E com homem? Como ocorre? O homem é forte. Ele luta. Ele se supera. Ele sangra pelo nariz (pq isso é totalmente normal ao ver uma mulher rs) ele é definido, viríl. Nunca tem uma ereção (pois ereções são ruins, mas mulheres excitadas não “então põe peito que vende kkk”)

        Infelizmente sua interpretação de texto foi um tanto quanto falha. Pois o problema não é a obra, mas sim a cena destacada e suas origens culturais. Só que mesmo com um titulo “precisamos falar DESSE estupro” talvez você só viesse a entender com a adição de parenteses (é só desse. Tá gente? O resto ta bom, ok?)

        Quando temos uma obra que realmente trata homens e mulheres da mesma forma, rola um Hate absurdo. E cito como exemplos:

        Sense8- a revolta do macho alfa que inicia uma série com sexo lesbico e termina com close total numa genitália masculina e direito a poliamor na banheira haha.

        How To get Away With Murder – Com cenas explicitas de Sexo gay e mulheres tão poderosas quanto homens. Houve revoltinha quando a atriz principal (negra) discursou na vitoria do Emmy

        Looking: A serie 100% homossexual (sem nenhuma cena de nudez) que recebeu altos abaixo assinados dos conservadores, que acham um ultraje mostrar a intimidade “desse tipinho aí”

        Eu vivo num mundo em que nudez feminina é aceita e explorada ao máximo. Um mundo onde o mesmo não ocorre com homem “pq não vende, e foge dos preceitos da família tradicional”. Um mundo onde até mesmo um “preguiçoso” igual o autor de Berseker sofre com o editor (se você pensa mesmo o contrário, tenho inveja de você rs). E esse mundo só vai mudar e ser mais igualitário quando, nós, que consumimos, nos posicionarmos com relação a todo esse clichê batido que não acrescenta NADA a história.

        PS: No caso da cena. O estupro ser posto com cenas eróticas é o problema. Numa comparação, seria o mesmo que o estupro com o personagem masculino viesse acompanhado de uma cena de ereção e tal (mas não pode, pois o homem viril tem que sentir sua vida se esvaindo ao ser estuprado rs)

        PS2:E cara, na boa, não vou nem comentar sobre as falácias da tua resposta. Colocar na conta das Feministas um discurso conservador e militarista é tão lógico quando esse pessoal que se explode em nome de um livro sagrado cujo o cara não entendeu. simplesmente patético.

        “E se você ainda está pensando se mulher sente prazer em ser estuprada,

        Rita Ora foi enrabada aos 14 por um homem de 26, e disse que gostou.
        Contra fatos, não há argumentos.”

        Eu realmente espero que sua mãe nunca veja seu histórico de pornografia rs.

        • se basear na raiz da palavra “sensual”

          Feministas são muito mais primitivas que isso, ao ponto de justificarem “ain, olha o dicionário”.
          Não, não é argumento.

          não existe uma objetificação da mulher na industria japonesa.

          Aonde esta objetificação é exatamente um problema? Homens são igualmente objetificados em muitas indústrias, inclusa a japonesa, mas a autora nada fala sobre eles.

          A objetificação ocorre APENAS com a mulher

          Falso.

          pego minha cartela de bingo

          Desocupado. Se bem que dá para fazer uma cartela bem parecida com esse artigo. Xiboletes feministas são numerosos.

          O homem é forte. Ele luta. Ele se supera.

          Tipo, Digimon?

          Ele sangra pelo nariz (pq isso é totalmente normal ao ver uma mulher rs)

          Assim como é normal uma pessoa sonecando produzir uma bola de ranho firme e consistente com o tamanho de uma bola de basquete, ou a cabeça de um personagem crescer até o tamanho de três bolas de basquete…
          Faltou argumento.

          mulheres excitadas não

          Tipo, cê não acabou de falar da hemorragia nasal? Já nem está concatenando mais?

          Pois o problema não é a obra, mas sim a cena destacada e suas origens culturais

          Portanto o problema é da obra. Não adianta escapar, se tal cena não tivesse ocorrido (ou fosse outra sevícia), e a vítima não fosse uma mulher, ela não estaria fazendo textão. Isso todos notaram aqui, até você está concordando com isso.
          Mas seu determinismo te impede de ver além disso.

          (é só desse. Tá gente? O resto ta bom, ok?)

          Obrigado por confessar que só esse importa, os outros que se danem.

          Houve revoltinha quando a atriz principal (negra) discursou na vitoria do Emmy

          Estranho, pois a negrada ficou putinha quando nenhum foi selecionado para o ósca – o Chris Rock até tirou uma onda e deu um tapão na cara da pretada racista no seu discurso. O rage contra ele foi muito mais elevado que contra todas essas séries.

          Eu vivo num mundo em que nudez feminina é aceita e explorada ao máximo

          Nudez? Mesmo com leis e indicações que regulam até horários de comerciais, tu acha que tem mesmo nudez?
          Ademais, como dizem por aí: Falsa Simetria.

          Um mundo onde o mesmo não ocorre com homem “pq não vende, e foge dos preceitos da família tradicional”

          Se de fato não vende (o que duvido, mas enfim), e daí? Você vai querer baixar uma lei forçando as pessoas a comprar o que não querem?

          Um mundo onde até mesmo um “preguiçoso” igual o autor de Berseker sofre com o editor (se você pensa mesmo o contrário, tenho inveja de você rs)

          Ah claro, um editor torturou-o tanto que ele foi obrigado a pôr uma “mulher gostosa” sendo torturada…
          Pena que aquele editor filhodaputa não o tortura o bastante para ele parar de ser preguiçoso. Acho que as técnicas de açoite não evoluíram muito desde o fim da escravidão…

          E esse mundo só vai mudar e ser mais igualitário quando

          Quando você parar de encher o saco. A igualdade que vocês propõem é impossível, mesmo enquanto ideal.
          De fato, você mesmo é extremamente preconceituoso.

          a todo esse clichê batido que não acrescenta NADA a história.

          Mais uma vez, a negação da importância da sensualidade. Além disso, quanto ao “não acrescenta”, fale por você.

          seria o mesmo que o estupro com o personagem masculino viesse acompanhado de uma cena de ereção e tal

          O que ninguém sabe, afinal os estupros foram de costas.

          (mas não pode, pois o homem viril tem que sentir sua vida se esvaindo ao ser estuprado rs)

          Assim como a mulher tem que necessariamente ser estuprada com um lençol cobrindo todo o corpo e só com um buraco para meter o pênis. Super lógico.

          Colocar na conta das Feministas um discurso conservador e militarista é tão lógico

          É tão lógico, que de fato acontece. Esse texto mesmo, e sua respostinha a ele, acompanhado de todas as contradições contidas em ambos, apenas reforça isso.

          Eu realmente espero que sua mãe nunca veja seu histórico de pornografia rs.

          Gemidos não são um sinal de consentimento. Aliás, isso mostra que você está bastante imerso nessa “cultura de (aceitação do) estupro” que tanto ‘finge’ combater.

          Mas você prefere lançar um ridículo desvio…

          • AJ Oliveira

            Seu argumento se baseia em “Eu faço isso, mas as feministas fazem pior”.

            Cara, foda-se o que as feministas fazem. Eu sou homem e já aboli a grande maioria das obras que precisam de um peito pulando pra chamar a atenção em cenas “chatas”. Esse não é o caso de Berseker, mas mesmo assim, erotizar estupro é um erro cultural vindo de um mercado que erotiza mulher até em velório. E isso não é uma opinião, é categoricamente plausível, visto que orientais não tem nada desses estereótipos.

            Mas enfim, eu não vou entrar num debate com alguém que ao invés de justificar suas opiniões apenas nega e coloca a culpa no feminismo. Além de mostrar total falta de engajamento, da a entender que é só mais um fã desesperado pq estão criticando a industria de animes e mangás. Assuntos como “racismo reverso”, “feminismo” e “direitos humanos” devem ser minuciosamente pesquisados antes de serem usados para justificar a cena tecnicamente ruim de um mangá. Na verdade, eu imagino que você nem tenha analisado isso, apenas leu e gostou por conta da história, e não pelo “pq ele desenhou a cena dessa forma”

            Felizmente, e digo isso com louvores, não sou o único que pensa assim. Vide a lei de Tokyo, que apesar de suas falhas, vetou a criação de animes como High School Of the dead, com suas cenas de piruetas vaginais no meio de um tiroteio. É questão de tempo para o bom senso brotar na cabeça dos Mangakás, tal qual Takeshi Obata para mangás ou Murakami para a literatura, que não precisam apelar ao estilo “bota peito que vende” pra criar um enredo foda.

            Um belo dia teremos animes com a diversidade nivel sense8. Então veremos conservadores irritadinhos como você, se queixando sobre pq colocar personagem masculino pelado, ou pelos angulos intensificando o tamanho do pacote dentro da cueca. (é ruim, né? Imagine que pra mulher sempre foi assim)

            Sobre encher o saco. Sorry. Se acha que estou sendo inconveniente no meu comentário, só mostra sintomas gravíssimos de um pseudointelectualimo com sérios problemas para receber opiniões adversas,

            Só pra deixar claro pra ti, pela enézima vez, o problema dessa cena é comum. Tipo quando usamos palavras feias como Denegrir (tratar como negro) ou Judiar (tratar como Judeu). Em ambos os casos, nem percebemos o tamanho da bagagem negativa imposta dentro de uma simples palavrinha. O mesmo ocorre com a erotização da mulher em cenas e mais cenas (entretanto, você me diz que o homem também é objetificado rs. Preciso muito de mangás desse tipo, pois homem em mangá não tem penis, eles apenas lutam e depois aparecem com um casal de filhos entregues pela cegonha rs).

            Pra finalizar, e encerrar essa discussão, visto que você não argumenta. Eu gostaria de atentar para o quão ruim é a generalização. Hoje, eu coloco mangás como: Death Note, Evangelium, Gantz, Bakuman e outros poucos como exceções, pois, diferente do que vc disse, provam que é possível tratar ambos os sexos com igualdade. Ou eu erotizo a trama pros dois lados, ou não faço nada. Simples assim. E se você acha que é impossível, deixo aí essas indicações. Berseker, assim como Claymore, tem histórias incríveis e pesadas, recomendo a todos. Sou apaixonado por ambas as tramas, contudo, não sou adepto de catequese ou da falácia da perfeição. Essas obras, vira e mexe, pecam na questão do traço e da erotização exacerbada.

            Termino aqui minha fala. Boa sorte com os outros comentários 😉

            PS: jesus, você não entendeu nem mesmo o discurso do Chris Rock AHSUHASHASH. Vá ler uma resenha, pfv.

          • Seu argumento se baseia em “Eu faço isso, mas as feministas fazem pior”.

            Sim e não. Eu estou ligando à palavra, já você está ligado a uma mero emocionalismo sem base alguma. Eu citei as feministas aí como exemplo, mesmo que seja um mau exemplo.

            erotizar estupro é um erro cultural

            Ou não – afinal, há vários pontos de vista sobre essa cena. Muitos dos que não concordam nem com você nem com a autora têm proferido opiniões plausíveis sobre essa cena, ao mesmo tempo que você mesmo não explica a necessidade dessa análise moral

            vindo de um mercado que erotiza mulher até em velório

            Não apenas mulher.

            E isso não é uma opinião, é categoricamente plausível, visto que orientais não tem nada desses estereótipos.

            Na realidade tem sim – o seu próprio bingo te contradiz aqui.

            é só mais um fã desesperado

            Teu argumento aqui se resume a: “todos os que discordam de mim são frouxos”. Isso tem um nome: Falácia Genética

            para justificar a cena tecnicamente ruim de um mangá

            A cena não foi tecnicamente ruim, pelo contrário, se tivesse sido ruim nem teria sido comentada nesse blog dez anos depois.

            e não pelo “pq ele desenhou a cena dessa forma”

            Mas esse desenho é imprescindível à história. A mera citação-resposta sem base alguma “ain, foi um recurso pobre” não vai mudar isso – ainda mais, quando não se exibe nenhuma alternativa cogente.

            não sou o único que pensa assim

            Assim como muita gente idiota não está jamais sozinha – só ver quantos votam em Bolsonaro. “Não estou sozinho” não é exatamente um grande prêmio, pelo contrário.

            vetou a criação de animes como High School Of the dead

            Ou seja, você defende a tirania como meio de moldar uma sociedade. E ainda se diz “feliz” por “não ser o único”.

            que não precisam apelar ao estilo “bota peito que vende” pra criar um enredo foda.

            E daí?

            Um belo dia

            Delorean já foi inventado?

            Então veremos conservadores irritadinhos como você, se queixando sobre pq colocar personagem masculino pelado, ou pelos angulos intensificando o tamanho do pacote dentro da cueca. (é ruim, né? Imagine que pra mulher sempre foi assim)

            Nossa, sua análise realmente é sofrível. Me acusar de “conservador”, como se eu fosse um unicamente por discordar de você e desse texto imbecil já é sinal de desonestidade intelectual ou até mesmo retardo. E, para completar a cereja da torta, pensar que erotismo e sensualidade estão restritos ao tamanho do pacotão na cueca é tão primário quanto achar que todo homem caralhudo faz ultra sucesso com as mulheres (e, diga-se de passagem, perpetua os estereótipos de gênero ).
            Além disso, o que tem de ruim em ver dois caras se pegando? Se você acha isso, desliga a TV e vá ver Hamtaro!

            , só mostra sintomas gravíssimos de um pseudointelectualimo com sérios problemas para receber opiniões adversas,

            Não, pois esses são exatamente os seus sintomas, coisa que fica clara ao me “xingar” de conservador, ou ao dizer que é uma coisa ruim encher uma cena de ângulos da genitália. Quem quer reduzir tudo a sexo e a puritanismo de quinta categoria aqui é você.
            Você é que é de fato um pseudo-intelectual. E tão pseudo que até acha a sua interpretação do do discurso de Rock a única certeira, hahaha!

            Tipo quando usamos palavras feias como Denegrir (tratar como negro) ou Judiar (tratar como Judeu)

            Assim como não entendemos o tamanho da bagagem negativa da palavra ESLAVO.
            Assim como não compreendemos o quão deplorável é a atitude de retratar irlandeses como beberrões.
            Ou sobre quão depreciativo é usar vocábulos sobre a morte para outra ocasião que não a morte – “tô morto de cansado”, “matou a bola no peito”, “tá pela hora da morte”.
            Ou como deve ser depreciativo aos caucasianos uma expressão como “deu branco” ou “passou em branco”.
            Ou como deve ser absurdo usar as palavras com flexão de gênero….

            Assim como você não vê absolutamente problema algum nas repetidas cenas de estupro de garotos em Berserk.

            É, a linguagem realmente é um instrumento bastante opressor!

            pois homem em mangá não tem penis

            Confundir objetificação com sexualização, e ainda por cima focando unicamente na genitália, puta que pariu. Ah, desculpa, isso deve ser uma profunda depreciação das mulheres! Vamos mudar para “puto que pariu”!

            provam que é possível tratar ambos os sexos com igualdade

            O que não prova nada.

            Ou eu erotizo a trama pros dois lados, ou não faço nada. Simples assim

            Tradução: você é um puritaninho de décima categoria, que quer usar de força e tirania para fazer valer seu “mundo ideal”. Seu tipinho é o mais nojento e perigoso possível.

            E, como eu costumo dizer aos inafetos: vá para o puto que te pariu.

          • AJ Oliveira

            Pronto. Consegui! haha

            <3

          • Soren Silva

            Patético alguém querer acusar um mangá de disseminar o estupro, já li livros do Marquês de sade e ali ele faz apologia ao estupro abertamente, mas Berserk mostra o lado perverso do estupro.
            Acusar Berserk de promover o estupro é a mesma coisa que alguém assistir ore no Imōto ga Konna ni Kawaii Wake ga Nai, akaneiro ni somaru saka e Yosuga No Sora e praticar incesto.Nunca vi ninguém que tenha visto esses animes praticar incesto.

  • Affs, é sério isso?

  • Matheus Moura

    O estupro foi desnecessário? E o filho da Casca e do Guts que foi morto pela porra satânica do Griffith e passa toda a série ajudando o Gutz e a Casca? Um personagem fundamental que surgiu do estupro. Se não percebeu isso, não leu a obra. E outra, para a narrativa faz todo o sentido. Griffith salvou Casca de ser estuprada antes dela entrar para o bando. Ao se transformar em Fant, ela a estupra até como forma de mostrar que a personalidade dele mudou completamente.

  • Matheus Moura

    Outra coisa: TODOS os demônios da série tem tara por estuprar. Se achou ruim o estupro da Caska, aconselho a não continuar a ler o mangá pois muito mais estupros acontecerão até o final. Mas muitos mesmo. Fica a dica.

  • Kyshme

    Resumo da ópera: ela gostou.

  • Bruno Moura

    Assistiu berserk remasterizado, pegou uma descrição de wikipédia e agora quer cagar regrinha no que deve ou não deve acontecer na trama.

    Só lhe digo uma coisa: Vá a merda!

  • Virilha

    A Caska é estuprada sim, e o interesse do autor era chocar o leitor. É gratuito, é pesado, e ela parece gostar porque a motivação da cena é chocar.
    Acho que o motivo do autor fazer ela parecer gostar (que pra mim parece mais algo que não parte dela, mas que ela não consegue controlar) é pra mostrar o nível de sadismo e “poder” do Griffith, que é um filho da puta, e mostrou quão filho da puta ele é. Dizer que a cena incentiva o estupro é o mesmo que dizer que incentiva o pacto com criaturas demoníacas.

  • Anselmo Da Silva Brito

    Não sei pra que um post desse pra falar do berserk ( que tem um monte de cenas pesadas) e aí ao falar de estupro, não falar que o o gutts, o personagem principal, quando criança foi estuprado por um adulto.

  • adsadsadsa

    Baito mais de 700 comments.

    PARABAINS!!!

  • Cássio Lima

    Quanto anacronismo!!!

  • Gabriel

    lul, esse texto parece vir de alguém que nem ao menos entendeu os motivos do Griffith. Você parou de ler o mangá depois disso né ? Ou tá guardando os trolls estupradores pra outro post ?

  • Yan Cardoso Pinto

    Nego ainda dá ibope pra um ser não pensante desse… tsc

  • Nikal

    Você sabia que o personagem masculino protagonista da obra tbm foi estuprado? Não vejo por que não poder retratar uma realidade, não é como se ele tivesse fazendo parecer certo, pelo contrario

  • Maruseru Play

    Fora que artigos assim atacando Berserk só faz o povo se interessar ainda mais pela obra. Como diz o ditado tudo que é proibido é mais gostoso.

  • Thiago Barreto

    Meu Deeeus. Esquerdistas agora fazendo análises tendenciosas de Mangás. História fictícia, de cunho violento e sanguinário. Próximo passo é fazer análise com tema “Precisamos falar sobre homicídio de Judeau”.
    Não podemos continuar com a cultura do assassinato.
    Na história, demônios matam, fazem orgias, dentre outros crimes. Mas vamos julgá-los por terem estuprado outra personagem.
    O criador quis passar um ambiente nefasto e demoníaco, onde demônios cometem crimes dos mais variados. Qual o problema de incluir estupro dentre eles? Faz apenas o cenário parecer mais funesto. Não há apologia alguma a nenhum tipo de crime.
    Sinto que li um texto do Leonardo Sakamoto analisando um mangá.
    Cada coisa ridícula que eu vejo. Aposto que vai aprender economia com o especialista no assunto Gregório Duvivier.

    • Matheus Moura

      Tirando a parte dos esquerditas, disse tudo.

  • Matheus Michaelis

    Tá ok então mas o guts ser vendido e estuprado quando era criança tá ok? Cade o discurso politicamente correto sobre a pedofilia? Essa geração do politicamente correto é foda viu…Eu acho que nenhum ser humano que consegue sentir empatia pelo outro adorou essa parte eu mesmo fiquei puto demais, mas ignorar o fato de que ela gosta do griffith é um erro, tanto que nos capítulos seguintes quando o mesmo reaparece no mundo humano de novo ela tenta correr atras dele mas o guts impede, mas o engraçado não e isso… E se ela realmente geme de prazer na cena e se o kentaro miura quisesse passar isso? Cultura do estupro? Eu acho que a maioria se sentiu mal com essa cena, não ha como negar esse fato, é dizer que isso de alguma forma incentiva o estupro é um equivoco. Feminismo em questões politicas de direito a mulher ok, agora quando isso começa a interferir no meio biológico e sexual já ta errado, não precisa ser uma mulher para saber que isso foi ruim. Como diria o filosofo Luiz Felipe Ponde ”feminista não entende nada de mulher”.

  • O assunto é muito relevante. Parabéns pela coragem de trazê-lo ao foco, Priscilla.

    Pensei em chamar atenção à época quando Berserk começou a ser publicado e tals, ia falar sobre ser outra época quando os autores eram menos conscientes e isso passava, mas não é uma desculpa, principalmente quando estupro se tornou um recurso recorrente e Berserk, persistindo vários volumes depois do estupro da Caska.

    O estupro da Caska, aliás, foi o mais brutal apresentado, mas não o único. Quando li pela primeira vez, fiquei muito chocado com o estupro sofrido pelo Gutz ainda criança. Achei pesado pra caralho, mas continuei lendo. Foi interessante ver o trauma do Gutz, não confiando em ninguém e agredindo qualquer cara que tocasse nele, mesmo um amigo. Ele demorou vários anos pra superar, se é que superou, e mesmo quando junto da Caska teve um lapso desse trauma, vendo a si mesmo e chegando a agredi-la.

    Até aí, ok, a história parece tratar do assunto de forma madura. Só que Berserk é um mangá repleto de fan service, seja com violência, seja com sexo. Muitas coisas não estão ali pra avançar a trama, estão somente para agradar o leitor, por mais doentio que seja o meio. E nesse ponto, estupro se torna algo MUITO banalizado…

    O tempo todo em Berserk mulheres sofrem ameaça de estupro ou o ato em si. Várias vezes demônios surgem e, se não chegam a estuprar, ao menos tentam avidamente, rasgando as roupas de mocinhas e fazendo leitores entorpecidos desejarem que o fato se consuma. Este ponto, meus caros, é onde Berserk se torna conivente com a cultura do estupro, no estímulo sensorial para o leitor. Se torna, várias vezes, um hentai extremamente violento.

    Eu adoro a história de traição e a construção de personagens em Bersek, mas sinceramente, acho que esses pontos de fan service tornam a obra aquém do que poderia.

    • Angriest_Kidy

      “Só que Berserk é um mangá repleto de fan service, seja com violência, seja com sexo. Muitas coisas não estão ali pra avançar a trama, estão somente para agradar o leitor, por mais doentio que seja o meio. E nesse ponto, estupro se torna algo MUITO banalizado…”

      Discordo dessa parte, Tudo que o Miura coloca na historia tem um proposito, veja bem no atual momento são 38 volumes publicanos nos últimos 28 anos, Cada arco tem um objetivo, juntando tudo e formando a historia de berserk.

      A primeira pagina do mangá e o Guts transando com um demônio.. é cara, ate isso o Miúra lembrou e deu um sentido, pois e um easteregg de um dos demonios que aparecem no eclipse.

      Outro porem, nos ultimos volumes, vemos que o Miura vem mudando o ton da historia, cara, ate nisso o cara e foda, Não e isso que você escreve não, o Objetivo ali e contar a historia, senão ele poderia estar se repetindo, repetindo, Tanto que muitos fans não estou gostando dos ultimos volumes, dizem estar tudo muito calmo e feliz.. etc. etc.

      Passar bem, fica na paz do senhor.

  • Wanderson Oliveira

    Quanta merda neste artigo… Sinceramente, qual a necessidade?
    1 – Como poha não querem sensualidade na cena? A Caska está nua, caralho. Nua! O Miura sexualiza até o Griffith (nu ou de armadura), imagine a Caska (nua). Faz parte da arte do cara, pqp.
    2 – Como caralho alguém vai sentir tesão vendo essa cena? O Miura não tentou esconder nada. É UM ESTUPRO, caramba! A pessoa que sente tensão ao ver isso com certeza não é normal.
    Que artigo vergonhoso… Lamentável.

  • Vik Delson

    Sinto vontade de vomitar quando começo a ler algo que começa com “precisamos conversar”. Não, não precisamos problematizar uma história de fantasia fictícia com o cenario da idade média onde estupro rolava solto e que tem censura 18 anos. Essa cagação de regras já existe a tanto tempo, desde os tempos que censores de merda como esses aqui gritavam aos 4 cantos que o Cinema incentivava crimes. Depois o mesmo com Hqs, músicas e a moda da vez é vídeo games. Entendam de uma vez, bando de babacas: Pra um maluco da cabeça, até ver Cinderela pode ser um “incentivo” ao estupro ou coisa pior. Então parem de cagar regras, vcs não vão conseguir o resultado que desejam e ainda vão passar por ridículos. Vcs não são piores que certas visões feministas que querem matar alguém só por ter pinto e gritarem que todo homem é um estuprador em potencial. Todo mundo pode ser qualquer coisa em potencial e não vai ser uma revista que vai me tornar alguém pior. Então vão procurar oq fazer, simples assim.

  • jamil, the HikiNEET

    Caralho heim, nunca li tanta merda na vida. Meus parabéns.

  • mas, nos próximos cap, que a schierke e a Farnese vão para o sonho da Caska, vai ser falado mais um pouco no próprio mangá sobre essa cena e eu não acho que ela é só para deixar o guts puto, porque também, o “filho” de caska que nasceu com defeito sla foi muito importante pro re-nascimento do griffith. ok… foi uma cena machista, mas não achei futil e desnecessária e ela chora enquanto ta sendo estuprada… não de prazer, não acho que foi para essa intenção que voce comentou que a cena foi desenhada

    • Matheus Moura

      cena machista? peida agora é sinal de machismo também…. puta que pariu…

  • Caciano Alison

    Gente vcs estão apenas distorcendo o que a moça disse, em resumo o estupro que de fato é um assunto que deve ser trabalhado com cuido foi usado nessa cena para um fim, porem a personagem não parece estar sofrendo e sim gostando do ato, se fosse para utilizar o estupro que demonstrasse durante o ato o sofridamente e desgosto da personagem e não o contrario. Não vejo o uso do estupro em uma narrativa errado, porém ele deve ser bem usado, e JAMAIS erotizar ou romantizar tal ato monstruoso.

    OBS COM SPOILER

    Um grande exemplo de cena que o estupro é usado de forma correta na narrativa é a que acontece no filme ” Millenium: Os Homens que não amavam as mulheres”, versão americana.

    • Matheus Moura

      “jamais?”, isso é CENSURA. O autor faz o que quiser com a obra dele.

      • Caciano Alison

        Com toda a certeza ele é livre para escrever e fazer uso da forma que achar melhor, mas isso não mudará o fato de que é algo grotesco e doentio. Tudo é uma questão de como se usa e com qual objetivo se usa. Como eu disse, é um assunto bem complicado e espinhoso, e nos homens nunca vamos entender 100% de como é a visão de uma mulher quando o assunto é estupro. Espero que eu tenha conseguido me explicar.

  • Tiago Moura da Silva

    Já que você vai parar de ler o manga… Pode me vender ele ? pode entrar em contato por aqui.

    • Angriest_Kidy

      Ela disse que só leu esse volume… (13)

  • Alessandra Bastos

    Eu até entendi a crítica. Os quadros que o autor fez mostram muitos ângulos sensuais igual hentais de estupro. Realmente tem partes do mangá que parecem meio que um fanservice. Por favor né gente. Olha os ângulos e o foco na bunda da personagem nos seios. Isso parece mais material pra virjão se masturbar. O estupro é feio mas os focos das cenas faz parecer um hentaizão monster qualquer. Isso no meu ver não influência nada na vida real. Nada de cultura de estupro blablabla. Mas é uma coisa muito duvidosa.Até porque se trata de japoneses. Os closes e o modo como ele colocou a personagem na composição das cenas e nos enquadramento foi pra usar de humilhação feminina no meu ver. Mostra a personagem de quatro focando na bunda nos genitais nos seios. Hentai clássico simplesmente. Não tava com o foco na violência. Fico em segundo plano. Ficou escroto. Não é brilhante.

    • Angriest_Kidy

      concordo em partes, Mas vai de cada um se exitar ou não com isso, se fosse um hentai eu poderia me masturbar numa boa, agora no caso, berserk, isso foi nojento, foi extenuante, foi torturante ver esses quadros, Pra mim funcionou, causou desconforto total. Não julgue que sua interpretação seja a unica. e errado.
      Passar bem.

      • Alessandra Bastos

        Não disse que cabe a cada um se excitar com isso. Quem se excita com isso tem que ser muito sequelado e já estar acostumado a esse clichê estupido que os japoneses colocam sempre pra sexualizar.Nos hentais por ai o que aconteceu com a Caska chega ser leve pros olhos dos virjões que gostam de ver cenas de estupro. Quem gosta tudo bem.É um feitishe são personagens de 2D não é real cada um gosta do que quiser. Mas o autor romantizou sim esse estupro ai. Isso pode ser provado pelos focos que ele deu e sexualizou. Causa polemica.

  • Mugen Jin

    ah cara com certeza a pessoa que escreveu isso não lava nem louça em casa, essa obra é BERSERK, 18+ não é pra criança e não foi feita pra agradar pessoas mimizentas, se o problema é mostrar estupro então desliga a TV e vai na banca de jornais do tiozin da esquina e rasga tudo pq hoje em dia é o que mais mostra nas mídias sem contar que deveria tb proibir funk e outras coisas que apenas sexualizam a mulher como objeito mas é melhor atacar uma obra de uma cultura totalmente diferente… e sobre a caska ter gostado…ao menos se de o trabalho de ler primeiro antes de digitar as maiores pérolas que já li, minha professora de literatura se retorce no tumulo nesse exato momento.

    • Matheus Moura

      E Berserk foi feito pra HOMENS lerem…

  • Paulo Frozen

    E quanto ao estupro de Guts, quando criança? O mesmo foi negociado e estuprado.
    Caska sofreu tanto durante o ato que entrou em colapso.
    Se você viu uma cena em que a personagem parece gostar do ato, melhor procurar um terapeuta.

  • lucas A.C

    o mangá nao faz apologia ao estupro, o estupro ta na realidade e tem q ser abordado, ela sofre um colapso mental, o guts tinha um trauma de infancia depois de ter sido estuprado e n deixa q ninguem toque nele, o mesmo acontece com a caska, todas as cenas de estupro desse mangá mostram o sofrimento das vitimas de forma horrivel, quem lê percebe como é horrivel essa forma de violencia, sua burra, vá falar sobre algo q tenha propriedade pra falar estupida

    • Matheus Moura

      Tava indo bem até xingar a autora de burra, não precisa xingar.

  • Barbara Oliveira

    cara sou mulher e t digo…OI?!?!? cada 1 entende as coisas do jeito q ker entender pelo visto!! eu leio berserk coleciono e nao vi em momento algum ela GEMENDO D PRAZER.. interpretei ela gemendo d dor d vergonha! vamos lutar pra q nao tenham mais personagens femininos sendo usados para estopins d mangas eh serio isso?!? vc ja leu yaoi?? tem estupro d homem em mangas tb sabia?? cara ja ta enchendo essa distorcao do feminismo.. as mulheres q queirmaram seus sutians decadas atras estaonse revirando em seus caixoes pod tr certeza!

    • Barbara Oliveira

      o gutts foi estuprado qdoncrianca.. mas axo q isso nao importa nao e msm?… pra kem faz 1 post desse e se diz entendida sobre berserk axo q se eskeceu dessa parte ne??

      • Matheus Moura

        Disse tudo.

  • Barbara Oliveira

    Precisamos falar da violencia extremista de berserk… Precisamos falar da demonizacao de Berserk.. precisamos falar do estupro de gatts enqto ainda era crianca em berserk… precisamos falar da apologia ao okho por olho dente por dente de Berserk.. ah va procurar oq fazer!!

  • Giovanni Martinovich

    Só sendo muito doente pra sentir alguma excitação nessa cena. Perdoe-me a autora do texto, mas eu tenho certeza que todos que leram a obra sentiram repulsa, e não outra coisa. Eles usaram algo nojento, repugnante, para instigar o nosso Herói, para dá-lo uma razão.
    “Blá-blá-blá, cultura do estupro! Precisava de um estupro pra instigar o herói?”, eu não apoio o machismo, logo não preciso nem opinar sobre o estupro, certo??? Mas se tem algo pior do que ser estuprada, é morrer, e morrer dolorosamente. Para quem foi estuprada pode até parecer pior que a morte, mas no final, como prezamos pela vida, no limiar de todas as ações, a morte é a última coisa que queremos, antes até do estupro. O personagem principal também foi estuprado quando criança, por que a autora do texto não comentou sobre isso? Por que só quando uma mulher é estuprada há a cultura do estupro?
    Pelo amor de Deus, essa série retrata o lado mais terrível do ser humano. Aliás, os lados. A guerra, a avareza, o orgulho, a ignorância. O estupro também é refletido por isso, embora não possa negar que seja também algo comum entre obras japonesas que retratam períodos antigos e fantasiosos, talvez por causa do contexto histórico do Japão?

  • Phael Floresta

    feminista eh um caraio mesmo neh, berserk eh um mangá que soh tem sangue, dor e sofrimento, o gutz soh se fode o tempo todo, ta o mundo todo indo pro buraco, todo mundo se fudendo pracaralho, MAS VAMO RECLAMAR DA CENA DE ESTUPRO
    ah pfv, me poupe, eh uma obra que explora o mais podre da humanidade, entenda que isso faz parte de explorar o podre da humanidade #pas

  • Tauan

    Nunca li Berserk e vim parar aqui por conta de postagens de pessoas reclamando do xingamento contra a autora do texto. Acho que as pessoas deveriam ser educadas quando discordassem do texto dos outros e não partir para a baixaria. Minha solidariedade com a autora e uma sugestão de tema. Quando se diz que a personagem do mangá sentiu prazer no estupro me lembrei da obra Capitães da Areia, de Jorge Amado. Li adolescente para o vestibular e depois disso nunca mais tive vontade de ler nada dele. O que me deixou irritado foi o trecho onde o protagonista da história, Pedro Bala, estupra uma menina e, no decorrer do ato e do diálogo deles, parece que ela estava se excitando com o estupro… Segue o trecho

    “Quando já ia levando a mão para tocarem seu ombro e fazer com que ela
    voltasse o rosto, a negrinha começou a correr. Pedro Bala se lançou em sua
    perseguição e
    logo a alcançou. Mas ia a tal velocidade esbarrou nela e ambos rolaram na areia.
    Pedro se levantou de um rindo, chegou para o lado dela, que procurava se pôr em
    pé:
    — Não precisa, lindeza. Assim mesmo tá bom.
    O rosto da negrinha era de terror. Mas quando viu que seu seguidor era um
    menino de quinze para dezesseis anos se animou is um pouco e perguntou com
    raiva:
    — Que é que tu quer?
    — Deixa de orgulho, morena. Vamos bater um papozinho…
    E a agarrou pelo braço e novamente a derrubou na areia. O medo voltou a
    possuí-la, um terror doido. Vinha da casa da avó e ia para sua onde mãe e irmãs a
    esperavam.
    Para que tinha vindo de noite, para que se arriscara na areia do cais? Não sabia
    que a Meia das docas é a cama de amor de todos os malandros, de todos os
    ladrões,
    de todos marítimos, de todos os Capitães da Areia, de todos os que não podem
    pagar mulher e têm sede de um corpo na cidade santa da Bahia? Ela não sabia
    disto, mal
    fizera quinze anos, havia muito pouco (…)
    Não o queria entregar assim ao primeiro que a encontrasse no areal. E está com
    os olhos entupidos de medo.
    Pedro Bala passou a mão na carapinha da negra:
    — Tu é um pancadão, morena. Nós vai fazer um filho lindo…
    Ela lutou por se afastar dele:
    — Me deixa. Me deixa, desgraçado!
    E olhava em torno de si para ver se enxergava alguém a quem gritar, a quem
    pedir socorro, alguém que a ajudasse a conservar a sua virgindade, que tinham
    lhe ensinado (…)

    Pedro Bala acariciava seus seios e ela, NO FUNDO DE SEU TERROR. COMEÇAVA A SENTIR UM FIO DE DESEJO, COMO UM FIO DE ÁGUA QUE CORRE ENTRE MONTANHAS E VAI ENGROSSANDO AOS POUCOS ATÉ SE TRANSFORMAR EM CAUDALOSO RIO. E isso fez com que crescesse o seu terror. Se ela não RESISTISSE CONTRA O DESEJO e deixasse que ele a possuísse, estaria perdida,
    iria deixar uma mancha de sangue no areal, da qual ririam os estivadores na
    madrugada seguinte. A certeza da sua fraqueza lhe deu novo alento e novas
    forças. Baixou a cabeça, mordeu a mão de Pedro que segurava seu seio. Pedro deu um grito, retirou a mão, ela se levantou e correu. Mas ele a pegou e agora seu desejo
    estava misturado com raiva. (…)

    — Me deixa, desgraçado… Me deixa, desgraçado…
    Ele suspendeu as saias pobres de chita, apareceram as duras coxas da negra.
    Mas estavam uma sobre a outra e Pedro Bala tentou separá-las. A negrinha
    reagiu de novo, mas COMO O MENINO A ESTAVA ACARICIANDO E ELA SENTIU A CHEGADA IMPETUOSA DO DESEJO, não o xingou mais, senão que disse num pedido angustioso:
    — Me deixa, que eu sou virgem. Tu pode ser bom, não me querer.
    Depois tu encontra outra. Eu sou donzela, tu vai me fazer mal.
    Ele olhou, ela estava chorando de medo e também porque SUA VONTADE ESTAVA ENFRAQUECENDO, SEUS PEITOS ESTAVAM INTUMESCIDOS. (…)

    Chorava, e Pedro Bala tinha pena, mas o desejo estava solto dentro dele. Então
    propôs ao ouvido da negra (e fazia cócegas a língua dele):
    — Só boto atrás.
    — Não. Não.
    — Tu fica virgem igual. Não tem nada.
    — Não. Não, que dói.
    Mas ele a acarinhava, UMA CÓCEGA SUBIU PELO CORPO DELA. Começou a
    compreender que se não o satisfizesse como ele queria, sua (p. 84)virgindade
    ficaria ali. E quando
    ele prometeu (NOVAMENTE SUA LÍNGUA A EXCITAVA no ouvido) se doer eu tiro… ela
    consentiu.
    — Tu jura que não vai na frente?
    — Juro.
    Mas depois que tinha se satisfeito pela primeira vez (e ela gritara e mordera as
    mãos), VENDO QUE ELA AINDA ESTAVA POSSUÍDA PELO DESEJO, tentou desvirginá-la. ”

    Em outras palavras, a menina tava morrendo de medo, mas, de acordo com o autor, também estava sexualmente excitada e pelo que me parece, gostou do cara ter “botado atrás”. Não consigo conceber uma menina perseguida e forçada a fazer sexo anal na areia da praia tenha tido algum prazer, mas sempre que procuro alguma coisa envolvendo Jorge Amado esse estupro nunca é lembrado.

  • J.M

    Olha nunca li tanta merda na minha vida, acho que vc não acompanha a obra direito e fica falando bosta, ou leu e não prestou atenção, os gemidos da Caska são de dor e sofrimento, em momento algum ela gostou disso, para com esse mimimi de feminista que isso tá ridículo, tá feio, se vc viu prazer ali nessa cena pavorosa então vc tem problemas mentais, vai se tratar, tudo agora e pretexto pra ficar fazendo textão de protesto na internet, ficar sentado na frente do pc escrevendo um artigo que acha absurdo um personagem ficticio ser estuprado não vai mudar e nem ajudar as pobres vitimas de estupro, quer pagar de protestante levanta a bunda da cadeira e vai participar de uma Ong que ajuda gente necessitada, e n ficar fazendo textao na internet

  • Claudia Dugim

    Lendo os comentários e achando que a humanidade não tem mais jeito. Ou pelo menos não pode mais ser chamada de humana no sentido moral da palavra.

  • Aquele Cara!

    Vocês são serão capazes de Opinar quando Finalizar Todo o Manga porque oque vocês sabem Sobre o Griffiths e Superficial demais, E Sobre Oque aconteceu com a mente da Caska apos o Eclipse, terminem de Ler Todo o Manga com Cuidado e Depois Volte aqui para Falar Porque se você Só leu ate o 13 você não sabe NADA sobre os Sentimentos de Cada Personagem.

  • Mundo das Leituras

    Parabéns Pri, Primeiro Artigo que leio seu e fiquei impressionado, parabéns e SIM PRECISAMOS FALAR CADA VEZ MAIS DO ESTUPRO DA CASKA, Não acompanho esse mangá parei no Volume 2 e nem tenho vontade de continuar, Um Grande Beijo do seu Fã no Cast e na vida real Bruno Luiz.

  • Matheus Moura

    Berserk se enquadra na categoria Seinen.

    Seinen (青年?) que significa “homem jovem” no Japão, é a definição dada aos mangás voltados para o público masculino entre os 18 a 40 anos.

    Não sei nem o que essas feminazis fazem ao ler Berserk… não são o público do mangá, nem deveriam ler nem mesmo opinar.

  • Carlos Kdoo Guerreiro

    Gostaria de ressaltar a parte da matéria onde a autora enfatiza um comentário infeliz e o atribui ao fato de ser homem, como se todos nós pensássemos da mesma forma. Muito mais do que falar da cultura do estupro, precisamos falar sobre a cultura do estuprador. Estamos falando de uma aculturação disseminada por uma sociedade machista, homofóbica, racista e xenofóbica, onde as próprias vítimas em potencial são condicionadas a repetir os discursos impostos pela classe /gênero /nação dominante. Nesse sistema, um dos discursos mais proferidos é o baseado na máxima de que “homem é tudo igual”, reforçando o entendimento de que os erros dos homens são recorrentes ao seu gênero e portanto devem ser encarados como “artigo de fábrica”. Em meus 42 anos de vida, presenciei muitas mulheres reforçando essa condição na educação de seus filhos com bordões do tipo: “Prendam suas cabritas…”, “Deixa, ele é homem!” e por aí vai. Tenho uma amiga que se separou do marido que a traía, mas que incentivava o filho a trair sua namorada porque ele é homem. Se vamos falar sobre a cultura do estupro, precisamos ter a humildade de reconhecer o estuprador em cada um e não justificar as divergências com o raso discurso de guerra dos sexos. Por fim, concordo com o ponto de vista levantado pela matéria, não há justificativa para a cena de estupro e (olha que surpresa 😲) sou homem.

  • Kast Neri Campos

    Procurou pelo em ovo. O autor expõe tabu pós tabu no mangá, com tantos tabus expostos durante toda a obra, ela escreveu sobre a que se identificou mais(por ser mulher, e ser feminista). Mas ela não é a única a fazer critica negativa sobre Berserk, se tu procurar na net, vai encontrar gente de toda parte fazendo críticas principalmente ao arco daquele padre. A intenção do Miura desde o começo foi mexer com o psicológico do leitor, e com essa aí, ele conseguiu. O Gutts também foi estuprado na obra dele(quando criança) onde está o seu textão criticando esse estupro também?

    • Nathy

      Exatamente

  • Bruno Caldas

    Precisamos falar dessa falta de amor paterno da qual a autora desse artigo sofre.

  • Nathy

    ** ALERTA DE SPOILER **
    Já achei o primeiro erro do texto: ” Caska já estava em uma situação complicada, presa, nua, sendo estuprada por vários demônios “. Isso não aconteceu, o único que tocou nela foi Griffith/Femto, os demônios só a seguraram.
    Gente, sério que essa moça que fez o texto acima e muita gente que lê Berserk não percebeu que o estupro foi uma forma de fazer a criança QUE JÁ ESTAVA NO VENTRE DA CASKA fosse amaldiçoada para servir de receptáculo do Griffith poder caminhar na terra? Vcs não acompanharam a história toda até o momento não? Pelo amor de GOD, leiam tudo pra poder entender as coisas. TUDO em Berserk se encaixa e tem motivo.

  • Lucas Herculano Rodrigues

    ” Eu não quero julgar quem lê a obra com esse texto, até porque eu só li esse volume porque coleciono a obra. Você não precisa deixar de ler Berserk, se não quiser. Você só precisa entender que foi uma cena desnecessária e muito, muito errada! Precisa aceitar que Miura errou feio, errou rude. ”
    Eu vim ler o post com uma perspectiva que iriamos debater sobre a cena, mas meu Deus… que texto de merda eu li, você fez um post deste para tentar convencer as pessoas que Miura errou só porque se sentiu ofendida com a cena? isso é mais do que ridículo, nunca mais voltarei nesse site. ZKFLGKGL

  • Luiz Gustavo

    Pois é, o Guts tbm foi estuprado QUANDO CRIANÇA, AINDA. Também achei desnecessária a cena, mas o contexto do mangá é esse, pessoas se lascando da pior maneira constantemente, com requintes de crueldade, sem distinção, sem pudor, com cenas grotescas e até ofensivas, sem qualquer censura. Cabe ao leitor decidir se quer continuar lendo ou não, pois é assim que essa banda toca.

  • Lucas Costa

    PUTA QUE PARIU O MANGÁ É BASEADO NA EUROPA MEDIEVAL É OBVIO QUE VAI TER ESTUPRO KRL, EU CUSTUMO LER MUITA MERDA, MAS VOCÊ SE SUPEROU

  • Carlos Henrique

    Já pelo o que a pessoa que escreveu esse texto disse, ela apenas leu o volume 13 de berserk, então não sabe que o miura ferra com a vida de muitos de seus personagens. Se ela está criticando apenas um de várias coisas horríveis que acontece em berserk, não deveria falar de nada. Pois berserk é o mangá que possui mais paganismo, bruxaria, satanismo, etc. E até mesmo Guts já foi estuprado enquanto criança por um homem da tropa de mercenários. Mas tirando isso tudo eu amo berserk e sua seriedade no fato de não esconder as coisas ruins que acontecem e mostrar seus personagens seguindo em frente apesar de tudo.
    Resumindo: Só opine quando ler a obra toda, pois senão vc estará dando uma de otária.

    • Nathy

      Agora imagina se ela ler o que vem depois disso! Vai dar tilt…

  • Denis Alves

    Este foi de longe um dos artigos mais estúpidos que já li na Internet.
    A autora sequer terminou de ler todos os capítulos lançados até agora e acha que Berserk se resume ao volume 13.

    E outra, só porque a cena de estupro foi detalhada não quer dizer que o Kentaro Miura tinha a intenção de romantizar o ato ou dar prazer aos leitores. Em outras cenas ao longo da história tem sim erotismo, mas não nesta cena em si em que Caska sequer está consciente de verdade.

    Faça-me um favor, antes de criticar uma obra, termine de lê-la primeiro antes de sair falando bosta por aí.

    E outra, Berserk desde o início mostra como as coisas funcionam. Todo mundo se ferra, todo mundo é estuprado. Até sexo com demônios acontece.

    Só porque eu entendo o contexto do estupro em si não quer dizer que acho o ato legal e vou fazer isso na vida real.
    O que você espera que o autor faça? Mude a essência da obra pra ser mais politicamente correto? Sério? Depois de mais de 20 anos de história?

    Caska sofre demais durante a história e principalmente naquele momento, mas ela não é a única ali.

    Sinceramente, se Berserk tem um problema, é justamente o fato de ter tantos hiatos.

  • Genisson Silva

    mano tão problematizando um manga UAHUSUAHS

  • Eu tinha tanta vontade ler esse mangá pelo tanto que falam dele. E agora perdi essa vontade.

  • Robô Guatemalteco

    E a pia cheia de louça, a cama desarrumada, o cachorro passando fome… e as notas… ah as notas eu nem falo.

  • Thiago Camara

    Lá vem as feministas fazendo algazarra por uma ficção de novo.

  • Thiago Camara

    Lá vem as feministas querendo transformar uma saga tão pesada e foda em my little poney

  • Renato Rodrigues Dutra

    Deixe-me ver se eu entendi: demonstrar o estupro como algo cruel e traumático e dar grande importância a esse fato no restante da história é errado? É promover a “cultura do estupro”? Você só pode estar de sacanagem. Só falta falar que o correto é nunca mencionar tal ação, como se ela não existisse no decorrer da humanidade. A única razão que eu consigo te dar é quando você interpreta erroneamente os gemidos como prazer. Mesmo assim tenho minhas dúvidas, acredito que sentir algum mínimo prazer em meio ao sofrimento de tal ato repugnante é o que dá tanta dor de cabeça a psicólogos e faz com que vítimas se culpem. Eu lembro de ler isso na minha adolescência e achar algo repugnante e assustador. Não é esse o ideal da caracterização do estupro? Como você mesma disse, “precisamos falar do estupro”, não encondê-lo.

  • William Santos

    Eu ia escrever textão com argumento e tudo mais, mas prefiro dizer: Pelo amor de Deus, vá ganhar maturidade e depois vá ler novamente o mangá. Até criança fora da indicação que lê essa porcaria não tem esse raciocínio mediocre.
    Um forte abraço!

  • Hater x Haters

    Essa foi uma das coisas mais estúpidas que eu já li.
    Berserk é uma obra que retrata o lado sombrio do ser humano. Se vc acha que retratar estupros numa obra é incentivar estuprar, criando assim uma “cultura de estupro” caindo num “ciclo vicioso de estupros”, vc está sendo equivocada e bitolada demais. Então, se for assim, devemos acabar com todas as obras que mostram: guerras, assassinatos, pedofilia, roubo, assalto, racismo, xenofobia, etc etc etc…
    Ops, mas BERSERK tem quase tudo isso rsrs!!! E a obra ainda tem mutilações, torturas, orgias e satanismo!
    “Amante de livros, principalmente os que dão medo. Amante de mangás, principalmente os com histórias profundas e sangrentas. ” – Pelo jeito vc gosta de histórias com assassinato não é? Então só pela sua assinatura te torna uma hipócrita e seletiva. Pq não pensa no quão é triste alguém morrer por assassinato, o trauma que gera numa família na qual nunca mais vão ver seu ente querido?
    Aliás, uma curiosidade pq não citou sobre o estupro do Gutz na infância dele? Nem sobre a pedofilia que rola solta na obra? Nem do excesso de assassinatos?
    Como eu disse, não passa de uma hipócrita e seletiva, além de bitolada.

    • Soren Silva

      Berserk não promove a cultura do estupro, pelo contrário promove a aversão ao abuso sexual da maneira que é mostrado nos faz refletir sobre esse ato e como devemos ser diferentes no nosso agir.

      • Hater x Haters

        Concordo, tanto que disse que retratava. A arte imitando a vida.
        E não sei qual o problema dela possivelmente ter sentido momentaneamente prazer ao ser estuprada pelo Griffith, afinal mesmo amando Guts, ela ainda amava Griffith e concientemente ou INCONCIENTEMENTE sentiu prazer na cena. A autora do texto esqueceu de uma coisa muito importante: o ser humano é muito complexo! E quando ela disse “Nenhuma mulher sentiria prazer em uma situação como aquela”, ela joga fora toda a complexidade, psicologia e psicanálise que explica o comportamento humano.
        E é por isso que sou grande fã da obra de Miura: é polêmico, causa REPULSA, desconforto e nojo como nessa parte do Eclipse. Mas ao mesmo tempo me faz refletir sobre a obscuridão da mente humana, que me acrescenta em algo de útil no meu desenvolvimento pessoal, emocional e até “espiritual”. Afinal, me faz refletir sobre mim mesmo. E conhecendo eu mesmo, sei mais sobre os outros. Pode parecer clichê, mas isso é o que mais falta hoje nas pessoas: autoconhecimento.
        E Berserk não é esse poço de maldade. Guts sofreu tanto, tomou tanto no c* (e até literalmente falando rs – calma bitolados, é apenas humor negro!) que nessa altura do mangá vem se tornando um verdadeiro mestre e sábio com toda a experiência que teve, evoluindo como ser humano. Essa parte sim é a melhor moralmente falando!
        Enfim, a autora abordou o estupro da Casca de forma rasa e sem muito contexto (e parece que nem leu o mangá). Os sentimentos da Casca naquele momento foram muito mais complexos do que a autora imagina, e censurar isso nos “castra” de refletir sobre a complexidade humana. Algo que sou totalmente contra.

      • Alessandra Bastos

        Quem estupra não vai parar e pensar”nossa eu devia pensar duas vezes afinal é outro ser humano como eu” isso nunca impediu estupradores de estuprar. Não é um mangá que vai influenciar ou não isso. Berserk nem é algo da surface. Não faz diferença nenhuma pro pai,padastro,padre,tio,primo,irmão,presidiário entre muitos outros de estuprar outra pessoa. Porque esses sujeitos só pensam na sua própria satisfação sexual. Não existe isso de obras influenciar.

  • Alessandra Bastos

    tem uns fãs ai que estão mais revoltados que narutard em video de youtube

  • Reiji

    Estupro é uma coisa que foi (e ainda é nos dias de hoje) na idade media algo bem
    frequente, o autor só foi fiel com o que tinha na época e ainda digo que
    ele está censurando. A idade media foi mais cruel do que passa em Beserk e olha que lá não tinha esses monstros e tal kkkkkk.

  • Eduardo Fabrício Silva

    Existe uma confusão entre o que é personagem e o que é o autor, ato acontece em mundo fictício com um Demônio, na minha interpretação o demônio altero a mente de Caska para que tivesse prazer no ato com a intenção de provocar o Guts, é uma cena forte e que causa sentimento de revolta e de injustiça mas é uma ficção que retrata um demônio, espera-se o que de um demônio? Ninguém cria um personagem demoníaco com intenção que esse personagem tenha humanidade, amor ou empatia, mas isso é um personagem e não o autor.
    Autor é um país de uma cultura machista do ponto vista ocidental, então ele ter aspectos machistas é algo que se espera, dele e de muitas obras orientais devido a sua cultura, entendo o ponto de vista da Priscilla mas não podemos deixar de entender todos os aspectos da obra e do personagem.

  • DukeMagus

    Se você está horrorizada, a cena deu certo.

    De resto, a isca foi boa, pegou bastante gente para corrigir o artico e constatar o óbvio!

  • Gabs,Imperial Fist Legionnaire

    Ah, não, descobriram Berserk, e tão falando besteira a respeito de uma obra medieval repleta de mortes viscerais, garotos que são prostituídos e se prostituem pra velhos, e mulheres que volta e meia são estupradas por um demônios e tem colapso mental em função disso.
    No fim, quem decide essa realidade é o autor. Se o Miura decidir que a Caska enlouqeceu naquele momento e já não sabia distinguir realidade de fantasia, isto é, uma alucinação, os gemidos são completamente aceitáveis, obviamente não de um ponto de vista moral, mas de um ponto de vista realista. Por favor, não banalizem causas tentando aplicar elas a mangás. Se for pra criticar algo, critiquem os Ecchi com Lolis nuas.
    Se manca, minha filha, não aguenta vai ler fanfic.

  • Pedro Angelo Rauta

    Nunca vi alguem escrever tanta bosta em tao pouco tempo, namoral se tem talento.

  • Sobre os comentários: me parece bem complicado discordar do fato de que o estupro da Caska é abertamente sexualizado quando outros que acontecem na mesma série não são (ou são, mas longe de serem na mesma medida).

    Pessoalmente, o fato da Caska gostar do estupro (também acho difícil argumentar o contrário) mostra muito o poder sedutor/demoníaco do Femto, enquanto ao mesmo tempo produz revolta, não só em quem lê como na personagem do Gatsu. Isso claramente faz da Caska uma ferramenta naquele momento mais do que uma personagem, e apesar de ter me marcado “de uma maneira boa” em relação à obra (por reforçar os conflitos que eu já apreciava nela), acaba descartando a pessoa multidimensional da Caska a partir daquele ponto.

    Eu não terminei de ler ainda, mas até onde eu vi ela se torna um tipo de “bagagem” para o Gatsu se lembrar dos erros que cometeu, e isso é um destino bem triste para uma personagem que tinha tanto espaço no arco de ouro.

  • Adendo: a quantidade de ataques gratuitos à autora do artigo e aos círculos sociais que ela participa chega a ser assustador. Acaba provando a necessidade do próprio artigo.

  • Thiago Camara

    Engraçado que não falaram de quando Guts foi estuprado ainda criança, só ficam de mimimi porque é mulher. Parem de se importar com ficção. Povo chato.

  • Can’t Killean the Zilean

    Se estupro fictício influenciava na vida real igual vcs mimizentos tanto alegam, o japão não teria uma das menores taxas de estupro do mundo

  • Vinícius Davidosiki

    O maior problema não é o estupro, que é uma coisa terrível por si só, mas estupro apenas como reviravolta narrativa e, principalmente, a forma com que ele foi retratado, se tornando atraente sexualmente para o leitor (homem heterossexual que acha okay se excitar com violência). Isso fica claro no traço, angulação e nos detalhes empregados em cada desenho.

    • “Apenas”? Primeiro, este estupro seria muito mais gratuito se não acontecesse nada depois dele.
      Segundo, a forma como ele foi retratado tem sua importância, porque a obra em si é absurdamente violenta e bastante gráfica. Numa série onde pessoas podem ser mortas, estripadas, empaladas e zumbificadas, com todos os seus requintes de crueldade expostos, não é fora do padrão demorar mais numa cena chocante.
      Terceiro, essa história de “tornar-se atraente sexualmente para o leitor” é ridículo, parece conversa de carola de igreja ou de puritaninho reprimido com recalque sexual.

      Parece aquela véia da Escolinha do Professor Raimundo, que ficava louca quando o professor perguntava algo de duplo sentido:

      https://uploads.disquscdn.com/images/0675d89980329728d2b84476e2e71f266f4547ed39e64aec8297103ef802ca47.jpg

    • Thiago Camara

      Mandem fazer um artigo da parte que guts foi estuprado

    • Alessandra Bastos

      Concordo. Tem muito punhetero aqui que acha isso bem normal.

  • Phen Letra Érre Felix

    Eu nunca tinha visto prazer dela na cena, só dor e sofrimento. Ela não tinha uma queda pelo Griffith, ela o amava. Mas sim, essa cena foi horrível e acho pior ainda terem feito uma personagem como ela virar praticamente uma criança. É triste e revoltante, e o objetivo é causar revolta mesmo, eu acho. Se alguém se excitou com essa cena é doente.

  • Daniel Oliveira

    estupros e carnificina é muito comum em berserk, li até o ultimo manga publicado, e desde o começo já sabia que o manga não era pra crianças, o autor desse post é um filho da vó, leite com pera!

  • vitorpilger

    1) Essa parte do manga toda serve de para desenvolver o personagem do Gats, ver a pessoa q ele amava sendo violentada.
    2) Estupro foi uma arma de guerra em muita épocas principalmente na segunda guerra curiosidade quando o REICH invadiu a URSS estupraram todas as mulheres que conseguiram , quando a URSS chegou na Alemanha fez a mesma.
    3) O estupro e uma das ferramentas em livros e mangas adultos mais usados, GOT, Berserk, Drifters, Batman piada mortal.
    4) Essa cena nao faz apologia ao estupro, no maximo que desenvolve a leitores e aversão ao personagem do grith.
    5) Trabalhar com um tabu e jeito de entretenimento berserk junta todos tabus em um so manga Religião, homossexual,estupro , coisas que eram cotidiano no cenario da idade media.

  • Carlos Zaga

    vadia retardada e hipokrita vcs feministas gostam msmu ke kras ke vcs gostam estuprem vcs, vc so kis aparece

  • vitorpilger

    Se esse site tivesse um botão de dislike ia passar os videos do latino. So mais sitizinho de merda sem visualização, Olhe a resenha do MRG que que mais engraçado https://jovemnerd.com.br/mrg/mrg-240-berserk-e-os-monstros-deformados/

  • Gesse Goncalves

    Agora o cara quer meter o dedelho na obra dos outros, que escreva seu próprio manga kkk

  • Pedro Monteiro

    É por conta de textos como esse, que a cultura do estupro não é levado a sério.

  • Bruno Silva de Melo

    assim, pra quem n conhece o mangar falar isso é ate aceitável, porem temos q entender q o manga se trata de uma época medieval, onde era comum estupros, o manga Bersek apenas mostra uma dura realidade da época e para quem n sabe o personagem principal que no caso ta segurando Caska procura por vingança ao culpado do estupro, então entende-se que n é cultura de estupro a partir do momento que o manga mostra a condenação do ato, ou seja, mostra a ocorrência do estrupo e mostra também que é errado isso, e q as pessoa que fazem isso merecem ser “punidas”.

  • Anso

    Vamos ver:
    – Julgar uma obra do começo dos anos 90 com pensamentos atuais.
    – Reclamar de violência em uma obra para maiores de 18 anos que é conhecida pela brutalidade.
    – Reclamar da personagem mulher ser estuprada, quando o próprio autor da postagem aqui repete inúmeras vezes que ela é a única mulher presente, então logo, se vai ter estupro é com ela.

    Reclamar de acontecer um estupro é querer viver no país da fantasia achando que essas coisas não existem. Berserk aborda todos os tipos de violência sem nenhum tipo de pudor, essa é a obra, quem gosta gosta, quem não gosta não gosta. Então o autor da história tinha que colocar ela cercada de demônios cruéis e colocar eles fazendo o que? Dando flores pra ela? Da um tempo né. Qualquer pessoa que acompanha Berserk percebe que foi um estupro e que ela não gostou, fora o fato de mostrar isso como repulsivo e o herói da história buscar vingança pelo fato. A autora dessa postagem aqui ta viajando querendo aparecer.

  • Matheus Oliveira

    Foi extremamente desnecessário, isso é um fato porém faz parte da cultura oriental está merda a coisa mais ridícula criada por eles foi os ecchis e hentais.

  • Priscilla, parabéns pelo texto necessário! Continue escrevendo 🙂

  • Felipe Francisco

    estupro é crime, ok mas é a porra de um mangá pesado, com mortes, demonios e os caralhos todos, por favor, n estamos falando de turma da monica …..

  • Ronivaldo Filho

    Puta merda hein, moça, gastou tanta linha pra escrever coisa nenhuma. Sinceramente, feminazismo é um negócio idiota.
    Já leu a obra direito, melhor ainda: conseguiu entender a temática de Berserk quando se trata da liberdade humana, ou melhor ainda, tentou entender todos os acontecimentos? Porque se não, parabéns! TEM UM INTESTINO NO LUGAR DO CÉREBRO!
    Agora escreva um post dizendo que precisamos falar sobre a “ignorância” das pessoas. Certeza que não vou perder meu tempo lendo isso (Ao contrário do que eu fiz escrevendo esse comentário…Não pergunte, apenas aceite…)

  • VIDEOGAMEPLUS

    Agora qualquer clássico ou obra-prima coincidentemente revisitada/recém-descoberta e constar uma cena de estupro vai ser essa encheção de saco debatendo sobre o quão foi desnecessária blablabla. Há estupro até na Biblía, deve ter sido desnecessário também…

  • Masayoshi Ninomiya

    Estou fazendo mestrado em mangá aqui no Japão. Quero entrar no doutorado para escrever sobre este tipo de tema também (mesmo sendo homem). Este artigo tá tão bem escrito que, caso entre no doutorado, quero usar como referência.
    Não desista de escrever, Sra. Rúbia.
    Não se deixe abater por comentários claramente rasos e sem base alguma.

  • Ela

    Tô tentando entender esse reboliço todo nos comentários contra a menina, a crítica dela é óbvia, a cena é mostrada com ângulos de hentai, é erotizada, desnecessariamente longa e serve pra desenvolver o personagem masculino naquela batida e péssima linha de “mulheres na geladeira”, além de ser o velho recurso clichê da mulher forte que é estuprada. Ela não desmereceu o mangá, pelo contrário foi até polida demais. E na boa o texto dá a conclusão de graça: “Precisamos conversar sobre o estupro da Caska e de tantas outras personagens que têm seu corpo violado para ser a reviravolta de alguma obra. Não vejo porque criar personagens femininas fortes e determinadas para depois humilhá-lhas dessa forma.”. O que tá em discussão é a forma como a violência é apresentada e a quem ela serve. Caska sofre, ela é a única personagem feminina relevante até então, mas o arco é do Gutz, tudo acontece pra desenvolver ele e mais uma vez violência contra a mulher foi usada como recurso narrativo pra um personagem masculino, essa é a questão. Acho até engraçado a galera falando que ela não comentou os estupros do protagonista, ué, eles servem à narrativa do protagonista, não são apresentados em várias páginas e não são reviravolta de roteiro pra outro personagem, o próprio Gutz resolve a situação e lida com o trauma, é até interessante notar como na mesma obra o abuso foi usado como forma de construir a personalidade do Gutz e destruir a da Caska. Não é sobre não mostrar estupro, ou sobre como era naquela época fictícia inventada na cabeça do autor, a questão é sobre como o estupro é tratado nas narrativas pra quem ele gera “desenvolvimento” e como isso é discutido na trama.

    • Pedrtkov

      Ela está completamente correta em argumentar contra isso! Se ficasse por aí, estaríamos todos batendo palmas.

      O desnecessário é dizer que o estupro não devia acontecer porque só o assassinato do bando bastava para guinar o protagonista ao próximo arco.
      Seria o mesmo que dizer que os pais do Batman não precisavam morrer para ele virar herói, que Kripton não precisava explodir para o Superman vir para a terra, ou que o Tio Ben precisava morrer para o Peter se tornar um Homem-aranha melhor.

      A cena é chocante, mesmo que mal representada pelo autor. Ela causa na audiência exatamente o que um estupro deveria causar: revolta. Do ponto de todos odiarem o vilão, em um nível extremo, como se aquilo o afetasse na própria vida.

  • Pk kunk

    mano serião wtf? comentando o que não sabe, quer ganhar leitores em cima disso? beserk é sim um mangá bem pesado pois está no estilo da obra. se não fosse desse jeito ia ser só mais um shounenzinho. a obra é trabalhada justamente para mostrar realidades extremas e o cara vem falar que ta promovendo cultura do estupro. mds

  • Dani Morais Abreu

    Esse tipo de cena é batido, chato e é extremamente incômoda e desnecessária. Enjoei completamente de cenas de estupro. Quando os autores vão entender? Já chega, tá chato já.

  • Não sei porque eu vou fazer isso, mas vamos lá:
    1 – Você não falou do estupro do Gutz: Não falei pq ele é bem diferente desse. Vai lá e conta quantas páginas tem o estupro do Gutz e quantas tem o estupro da Caska. O estupro do Gutz não é erotizado. O estupro do Gutz não serve como plot pro crescimento de nenhum personagem além dele.
    2 – Eles são demônios, você queria o que: OK, são demônios mesmo. Seres violentos e crueis. Então pq só a mulher é estuprada? Em um ambiente daquele, até os homens poderiam ser vítimas, mas claro que n são.
    3 – O mangá é dos anos 90: Sinceramente? Foda-se. Sabe pq? Pq é dos anos 90 e msm assim vc ainda acha a cena normal e tá vindo aqui defendê-la.
    4 – É só um mangá, é só ficção, se passa num mundo medieval: Não importa onde o mangá se passa, ele usa a nossa cultura. Sabe pq? Pq o autor é real e vive no nosso mundo. Ele vai usar o conhecimento de mundo DELE mesmo que a obra se passe em outro universo.
    5 – Você tá querendo censurar o mangá: Não, não tô. Lê o texto e me diz onde que eu falo pra vc parar de ler ou queimar o mangá. Berserk pode ter estupros? Pode. Ele pode ser erotizado? Não. Ele pode ser usado só como plot twist pra um personagem que nem é a vítima? Poder até pode, mas é bem preguiçoso.
    6 – Você só leu esse volume e nem pode opinar: Leia o texto novamente.

    • Luiz Felipe Barreto

      Ele não usa a NOSSA cultura. Ele usa a cultura japonesa. O país mais coxinha do mundo.

  • Vinicius Kusanagi

    Guts também foi estuprado… Pq ninguém tá defendendo ele? Com homem pode?

  • Igor Lucas Adorno Santos

    Olá, Priscilla Rúbia e Leitor Cabuloso. Gostaria de oferecer uma discordância e, gostaria que fosse tomada enquanto argumento e não como um exemplar de indignação e insensibilidade masculina. Sou leitor do mangá e espectador do anime Berserk e, na passagem em que Caska é estuprada, é notório que a mesma está desacordada. Seu gemido não é um gesto consciente de aprovação mas, um gesto inconsciente que diz respeito, meramente, a estímulos físicos. A rigor, não sabemos o que pensa Caska nessa passagem. Ela está desmaiada. Dado isso, não se pode dizer que há alguma insinuação de que o estupro é prazeroso pra ela. Não se pode nem mesmo dizer que ela sabe que está sendo estuprada. O argumento de Priscilla está amparado na convicção de que “Nenhuma mulher sentiria prazer em uma situação como aquela. Não importa se ela gostava do agressor.”. Concordo com tal afirmação. Entretanto, o que está pressuposto nessa afirmação é que mulher e agressor se conheçam e, mais do que isso, que a mulher seja capaz de reconhecê-lo. Entretanto, Caska está desacordada. Ela não é capaz de reconhecer Griffith, de voltar para ele seu prazer ou ódio. Caska é um instrumento de Griffith para gerar dor em Gutz, a relação estabelecida em termos psicológicos é entre eles dois. Caska nem mesmo é uma espectadora. Sendo assim, a crítica lançada sobre o autor é infundada. É explícito que Caska não participa do sexo, não apenas por não ter consentido mas, principalmente, por estar desacordada. O que quer que Caska tenha sentido, seja prazer ou dor, não está direcionado a Griffith, ainda que ele seja a causa, no momento, do prazer ou dor. Ainda que faça sentido falar em “cultura do estupro”, em outros contextos, no que diz respeito ao trecho da obra em questão, a acusação não tem suporte. Abraço a todos.

    • Oi Igor, tudo bem, vamos partir do ponto que ela está desacordada e os sons são involuntários. Agora, perceba como o autor usou os enquadramentos da cena e as próprias expressões da Caska para deixar o ato sensual além de horrível. O que eu quero dizer é que o sensual é completamente dispensável e doente nessa cena.

      • Igor Lucas Adorno Santos

        Entendo, Priscilla. Seu ponto é que a retratação do estupro envolve certo espetáculo para entreter o leitor, certo? Você parte do suposto de que o estupro poderia ter sido representado como o ato cruel que é sem a erotização de Caska. Entretanto, tendo a pensar que uma explicação possível para tal erotização (concordo que há) seja a provocação de Griffith a Gutz. O estupro é um ato de provocação da parte da força maligna que acabou de nascer. Griffith agora é um demônio. Griffith não estupra Caska para obter prazer sexual mas para torturar Gutz. Creio que isso pode explicar o modo como o estupro é retratado, como um ato exibicionista de Griffith. Se levarmos em conta esse contexto, a crueldade em jogo e mesmo a erotização podem ser explicados como um ataque a Gutz. Não são, segundo vejo, mera gratuidade para entreter o leitor ,as algo que se encaixa no contexto de perversão em que a cena está.

        Abraço, Priscilla.

  • caiquemoa

    parabens vc foi aceito na marcha das vadias ja consegue ser veriador pelo pt proximo post vai ser sobre o estupro da galisteu em xica da silva sobre o estupro do gatsu ngm faz post homem ser estuprado pode mulher não #forçagatsu #culturadoestupro#foratemer#vivalarevolucion#todezoas#nprecisaresponderkkk#seleuatequieguerreiro#

  • Dandalo Sidarta

    claramente você não sabe sobre o que esta falando, esta cena é sim muito importante para tudo o que esta ocorrendo ali, e em momento algum ele tenta disfarçar o estupro, talvez no mangá isto não tenha ficado tão claro pra você, ( veja o anime ) é claro que Grifith esta provocando Guts, é claro que ele esta quebrando tudo aquilo que aquela grande mulher era, ele eta jogando toda a dignidade dela no lixo e mostrando pra ela e para o guts que ele não é quem eles conheciam, esta cena não faz o leitor ou telespectador gostar mais de estupro, esta cena não esta ajudando a cultura do estupro, esta cena é o oposto disso, ela te força a pensar no assunto, a sentir a repulsa e a odiar um personagem que ate então ainda tinha o respeito do leitor, esta cena serve exatamente para mostrar que homens jamais estupram suas mulheres, eles as protejam a qualquer custo, quem esta ali estuprando aquela brava mulher não é mais um homem e sim um ser vil uma criatura maligna é exatamente assim que o autor tenta jogar em nossas caras o que é um estuprador.

  • Leirbag Arierref

    ué o guts tbm foi estuprado, o griffth +ou- (só q nao mostra), nao vi vc reclamando disso, o guts sofre por isso, o griffth nem tanto, a caska foi pra merda, isso acontece em berserk, eles sao humilhados e jogados na lama, e isso é berserk vc lutar contra a opressao, a luta contra algo maior e mais forte mesmo q contra todos os limites, acontece com todos, vc q se sentiu ofendida desnecessariamente

  • Rennato piimenta

    Estava demorando….
    Respeito sua opinião,mas ele é muito equivocada,tambem coleciono berserk,e sim estupro e errado..mas no contexto do mangá é “normal” por ser na época em que se passa(idade média),não estou dizendo que o estupro em si e normal(claro que não) mas no contexto da época e do maga…fazem sentido.
    Devemos por em mente,que só a mataça do bando do falcão já era grande trauma pro guts,mas aí vê seu melhor amigo estuprando a mulher que ele ama…a mulher que o aceitou….e um estopim muito mas convincente..por mais errado que seja…a obra precisava disso essa como você falou e a grande sacada e motivação pro guts buscar vingança e tentar curar a caska que ficou com a mente toda ferrada.
    Você pode não aceitar,pode achar errado..mas esse é o plot do mangá…devemos frizar que caska sim tinha um sentimento pelo Griffith mas isso foi reduzido a nada no momento que seus sentimentos pelo guts se mostraram verdadeiros…oque nos leva a pensar que oque ela sentia pelo Griffith não passava de admiração confundida com amor…e lembrando que no estupro ela estava anestesiada só vê a face dela e ver que ela não está no estado normal…talves pelo trauma,talves pela influência de femt(que a estuprou apenas por inveja do guts,isso fica claro quando Griffith e resgatado e ele vê a relação de guts e caska e isso e mostrado em cada quadro até chegar no eclipse e só reparar ele sempre fitando os dois com aquele olhar invejoso) …mesmo assim ela ainda tem força pra falar NAO…embora não tenha força física para reagir..quem fala que ela gostou não sabe oque está dizendo ou simplesmente é a favor do Griffith(sim tem gente que acha que ele fez normal),na verdade por mais que seja um estupro o corpo dela está sendo estimulado mas isso não significa que ela estava gostando…JAMAIS!!!
    Resumindo tudo sim foi estupro,ela não gostou,nao sentiu prazer…mas isso foi necessário pra obrar ir pra frente…

  • Allan Mendes

    A obra inteira é composta de diversos aspectos eróticos, já não bastasse todos os monstros fálicos que existem, mas dizer que o Miura quis demonstrar que ela gostou acho errado. Ela fica com um belo dum trauma, tudo aquilo foi grotesco (e se é a primeira vez que le a obra, saiba que irá piorar), mas o tema é a idade média e já sabemos que a mulher é completamente objetificada nesse momento. Berserk se faz bom, porque em meio a tudo isso surgem mulheres fortes, que se mostram melhores que isso ao longo da obra, mas todos, TODOS, dentro da trama são traumatizados de alguma forma, o mundo não é bonito e não há uma apologia ao estupro, apenas a crueldade humana real, análoga aos demônios. Nem mesmo ser o herói é algo bom nessa trama, porque se eu analisar o resto da obra como você fez, eu diria que o Guts é feliz em estar lutando contra os monstros enquanto sofre todo o tipo de lacerações físicas e psíquicas, porque ele “sorri”.

    PS: Agora falando sobre a cultura japonesa, sim podemos dizer que o Miura não poupa recursos apelativos ao erotismo, talvez para impulsionar vendas ou talvez porque ele tenha alguma perversão que goste de exibir, porque sabemos que isso é bem comum nessas obras nipônicas.

  • Iago Henrique

    ta achando ruim vai ler as historias da disney, berserk só mostra o quão cruel pode ser o mundo até o gatts já foi estuprado , aqui não é conto de fadas não querida.

  • Thiago Navarro Dragoni

    priscilla, a cena é terrível e o assunto é espinhoso, pra dizer o mínimo, mas não é verdade que não acontece prazer durante o estupro. É um assunto muito tenso e fonte de muita controvérsia e culpa, mas é possível sim. Cerca de 5% das pessoas que assumem serem vítimas de estupro admitem terem sentido um orgasmo.

    http://www.popsci.com/science/article/2013-05/science-arousal-during-rape

  • Shark

    Quanta merda… quem disse que os gemidos são de prazer? (e até poderiam ser, ele é um GOD HAND, ele tem quase literalmente infinitos poderes, ele poderia estuprar até o Void que ele ia sentir prazer provavelmente). Mas não, não parecem ser gemidos de prazer, ela está obviamente sofrendo e ela não consegue se debater pq está sendo segurada por vários monstros. Sei que é importante lutar contra cultura de estupro e etc mas ficar escrevendo inverdade na internet não é o caminho. Guts foi estuprado tbm, quando era CRIANÇA. Pq vc num escreve sobre isso? Meninos crianças podem ser estuprados sem problema? Estupros são horriveis, mas eles acontecem. Remover coisas horriveis de obras de ficção não vai fazer com que essas coisas parem de acontecer na vida real.

  • Thiago Oliveira

    ela perdeu a consciência estava fora de sí. Quando ela se ve nos braços do griffiti sendo estuprada ela já estava fora de sí. Ela era unica mulher do bando não do manga. Já viu o filme Irreversível?

    • Thiago Oliveira

      Mas também acho q a cena foi bem sensualizada . Desnecessário.

  • oRacle

    Não acho nem um pouco que o Miura está errado.
    O problema com essa discussão hoje em dia é que não se pode falar/mostrar o estupro, que as pessoas acham que é um incentivo.
    Ok, então não teremos mais cena de assassinato nos filmes/series/mangas, porque de acordo com a lógica, isso incentiva o assassinato.
    Seria errado, se na obra o estupro fosse mostrado como uma coisa certa, e não o foi. Foi justamente o contrário. Todos odeiam o Griffth justamente por causa disso, pois ele é um filho da p*** por ter feito isso.
    O erro das pessoas é tentar explicar a Casca ter prazer ou não. Não importa se ela teve prazer ou não, aquilo foi um estupro sim, e o autor nao tentou disfarçar como menciona o texto aí.
    Todo estupro é inaceitável, agora é errado as pessoas acharem que por mostrar isso, vai incentivar legiões de estupradores em casa.
    Então pare de mimimi.

  • Pedrtkov

    Concordo que não precisava ter sido feito da forma que foi feito. Faltou sensibilidade no autor para representar um estupro 100% como ele realmente é, algo abominável.

    Mas discordo que a obra deve ser julgada tal mal por conter um ato de estupro. O fato não foi necessário, mas se formos pensar dessa forma, quase nenhum ato vilanesco e vil é. O estupro é chocante para Gutz, e para o público idem, justamente por Caska ser uma personagem tão forte, icônica, e o maior relacionamento de Gutz depois de Grffith.

    O estupro ajudou a colocar esta sequencia no patamar de uma das mais icônicas dos mangás. Ela potencializa a vingança e a caçada de Gutz a um outro nível. Você quer que ele encontre o vilão e acabe com a raça dele, você quer isso da sua alma. Você quer com todas as suas forças.

  • Fernanda A C Feitosa

    “Não tem como uma mulher sentir prazer só pelo fato de estar sendo penetrada. Isso não acontece.”… é totalmente possível sim, inclusive até ter orgasmos, é somente uma resposta fisiológica, é muito difícil mas é possível, mas ainda sim não justifica o estupro… Só vim acrescentar essa informação.

  • Niki De Amorim Durães

    Olá, querida. Eu também discordo. Acho que a obra pretende mostrar o horror que è o estupro. Inclusive, eu escrevi um artigo de resposta ao seu no meu blog animesdatabase. Se quiser ler sobre o meu ponto de vista, é só procurar no google. Berserk representa muito bem um mundo sem lei. Ver o que a Caska passou é entrar na pele das milhões de vítimas.
    Bjs

  • Taina

    Primeiro de tudo moça: Leia o manga inteiro, você nãopode avaliar so um volume, desculpe mas eu até estava levando sua opinião em consideração mas você não conhece o Griffth, você não conhece o contexto e você não conhece nada da obra. Como você pode avaliar so um volume, e o mesmo que eu ler um capitulo de 50 tons de cinzas e falar mal da história.

    Outro detalhe, Caska não só tem sexo consensual ali, ela se envolve com o guts rola mais do que um ato. Ela ja teve um crush por Griffth nessa hora do anime/manga ela ja não tem mais.

    Mais uma coisa isso e erro de interpretação, aonde ela sente prazer? E obvio que ela grita de dor, e mesmo que não fosse avalie o perfil psicológico dela atual, ela nem deve mas saber de nada, a mente dela ja deu um curto a muito tempo nessa hora. Ela poderia estar gemendo ja porque não esta mas raciocinando direito.

    Assim como essa cena e algumas de Basilisk, foram feitas para chocar para mostrar algo não aprovado pela sociedade. Do jeito que você fala parece que tudo mundo apoia estupro. E me desculpe dá um choque de realidade em você, mas texto e obras não vão mudar a cabeça dos doidos que cometem isso, o que vai mudar isso e a LEI.

    Estupro existe desde de quando não tinham obras falando dele, como você dizer que isso estimula o estupro? Se e mostrado algo repulsivo, e repugnante. Não sei mas você não tem conhecimento do que esta falando.

    Ah sim mas um fato importante e é Spoiler: Caska vai se recuperar e Lutar ao lado de Gutz, mostrando mais uma vez uma outra lição…

    • Petrus Augusto

      ” Caska vai se recuperar e Lutar ao lado de Gutz, mostrando mais uma vez uma outra lição”

      Que podem estuprar quando ela está inconscientes (tipo, bêbada por exemplo) que tudo fica de boa. Que lição linda!!! ¬¬

  • Fellipe Irken

    Ela pode ter gostado de ser estuprada, já que no universo do mangá os demonios conseguem influenciar os humanos, induzir os caras ao pecado. Já vi isso em outras fontes, quem transa com lucifer ou o dracula, não tem escolha a não ser gostar, é tipo um feitiço.
    Mas a maneira como a cena é desenhada, obviamente, sexualiza o estupro…
    Acho que o autor sexualizou o estupro só pro leitor pensar: Guts ta sofrendo demais.
    Como se fosse mais grave ela tá gostando do que o próprio estupro.
    É machismo sim.
    Mas o único ponto machista foi a forma como ele apresentou esse estupro.

  • Fellipe Irken

    Priscilla Rúbia.

    Eu só queria que soubesse que eu sinto muito.
    90% dos comentários aqui são nocivos e outros 7% ofendem a inteligencia de qualquer pessoa que saiba ler.

    O problema são os fãs incapazes de separar a obra do autor.
    O autor foi um imbecil, o estupro não foi o erro, erro mesmo foi a forma como ele colocou no papel. Mas leve em consideração que as pessoas não são muito boas em aceitar ideias, ainda mais quando isso atinge uma obra como essa, desenhada pelo DEUS MIURA.
    Se é que me entende.
    A maioria aqui nem quer expor alguma opinião, só quer ofender mesmo.
    Eu entendo oque você quis dizer e concordo parcialmente com o texto, pois não concordo com o problema ser o lance dela ter gostado, acho comum ela ter gostado tendo em vista que um demonio pode induzir um humano ao pecado. Eu acho machista a forma como ele colocou a cenas. Aquilo é uma cena de sexo e não de estupro. Usar o estupro pra desenvolver uma segunda pessoa também é uma fita errada.

    E é isso. É muito fácil apontar o erro de uma obra, é saudável também.
    Não existe obra perfeita. Até Deus escreve merda.

    Eu adorei o texto, espero ler mais criticas suas. Tem coisas que a gente não vê até que alguém nos mostre.

    Ah, sobre obras perfeitas, existe uma sim: JoJo bizarre adventure.

    Espero que leia.

    • Petrus Augusto

      Sabe o que eu imagino com base nos comentários?
      Muitos adoraram a cena e até aproveitaram para fazer uma “homenagem” no banheiro… Dai, quando viram que o buraco é mais em baixo, estão em negação/defesa para não aceitarem que ‘gostaram de ver uma cena de estupro’.

  • Nierty

    Porque excuiram meu comentario?
    Bem aqui vai ele de novo:

    Primeiro de tudo moça: Leia o manga inteiro, você não pode avaliar so um volume, desculpe mas eu até estava levando sua opinião em consideração mas você não conhece o Griffth, você não conhece o contexto e você não conhece nada da obra. Como você pode avaliar so um volume, e o mesmo que eu ler um capitulo de 50 tons de cinzas e falar mal da história.

    Outro detalhe, Caska não só tem sexo consensual ali, ela se envolve com o guts rola mais do que um ato. Ela ja teve um crush por Griffth nessa hora do anime/manga ela ja não tem mais.

    Mais uma coisa isso e erro de interpretação, aonde ela sente prazer? E obvio que ela grita de dor, e mesmo que não fosse avalie o perfil psicológico dela atual, ela nem deve mas saber de nada, a mente dela ja deu um curto a muito tempo nessa hora. Ela poderia estar gemendo ja porque não esta mas raciocinando direito.

    Assim como essa cena e algumas de Basilisk, foram feitas para chocar para mostrar algo não aprovado pela sociedade. Do jeito que você fala parece que tudo mundo apoia estupro. E me desculpe dá um choque de realidade em você, mas texto e obras não vão mudar a cabeça dos doidos que cometem isso, o que vai mudar isso e a LEI.

    Estupro existe desde de quando não tinham obras falando dele, como você dizer que isso estimula o estupro? Se e mostrado algo repulsivo, e repugnante. Não sei mas você não tem conhecimento do que esta falando.

    Ah sim mas um fato importante e é Spoiler: Caska vai se recuperar e Lutar ao lado de Gutz, mostrando mais uma vez uma outra lição…

    Ah sim me mandaram essa Resposta aqui:
    ” Caska vai se recuperar e Lutar ao lado de Gutz, mostrando mais uma vez uma outra lição”
    Que podem estuprar quando ela está inconscientes (tipo, bêbada por exemplo) que tudo fica de boa. Que lição linda!!! ¬¬

    Em resposta: Primeiro você devia aprender a entender o que ler, eu pensando nisso percebi outra coisa que ninguém percebe…. Para Griffth só matar Caska ia ser pouco, então no meu ponto de Vista é como se a morte fosse melhor do que o estupro, o autor poe o estupro como algo tão nojento que a morte se torna melhor que ele. Só isso mostra que o que o autor quer mostrar e que isso é um ato tão horrível que mesmo a morte que também e algo ruim se torna melhor do que esse ato tão nojento.

    Como uma mulher eu preferia lutar pela minha vida e ser morta a deixar que qualquer um que eu não queira toque em mim.

    • Fellipe Irken

      Então faz diz assim: O autor quis passar ótimas ideias, mas a partir do momento que ele foi mal interpretado por uma porrada de pessoas, bom…
      Isso quer dizer que ele não foi muito bom em passar suas ideias pro papel.

      Eu li tudo até agora.
      E mesmo quando pego o mangá lá em casa pra lê o eclipse novamente… Eu continuo achando que a forma como ele colocou o estupro em cena errada ou no minimo confusa. Já leu Vagabond? Lá tem uma cena de estupro. Compare as cenas…

      • sei lá ein interpretar isso assim, eu acho esquisito, eu achei a cena repulsiva e sendo mais sincera com você ainda não quero ve-la de novo, pois como eu disse acima para mim foi repulsiva, nojenta.

        Vou também ser um pouco mas sincera. tem algo errado em ver “prazer” nessa cena. Talvez só exista o do corpo dela, ja que infelizmente a gente não controla nossos sentidos ou quando nosso estomago resolva fazer digestão.

        Ja vi outras cenas de estupros em mangas adultos e bem não tem muita diferença não, a não ser o fato dela não lutar porque esta em choque.
        E provavelmente o autor ao teve alguém muito próximo que passou por isso, ou pesquisou não se escreve uma história sem pesquisa.
        Eu gostaria realmente de te dar uma fonte segura sobre o assunto mas estou sem tempo agora achei somente essa depois pesquisa por vocÊ mesmo para achar dados, porque fatos sem dados não são muito.
        http://www.popsci.com/science/article/2013-05/science-arousal-during-rape

        • Fellipe Irken

          Em momento algum eu disse que vejo prazer naquela cena…
          O que eu vejo são as intenções do autor em de alguma forma sexualizar aquilo. Tem muitos hentais por aí que as minas são estupradas e mesmo dizendo: Yamete, yaaaa iaaaaa iaa aah yameTE!
          Mesmo gritando e chorando… A cena em si é tão sexualizada que a galera bate masturbação pra isso. O pessoal romantiza demais uma cena de abuso. E como eu disse antes, por mais que a caska tenha gostado… Não justifica a colocação dos quadros.
          Eu não tenho problema nenhum com o estupro ta no roteiro, meu problema é com a forma como ele escolheu colocar no papel.
          Os quadros, as expressões…
          Ele pode ter pesquisado sobre consequências de um estupro, mas um estupro em si… É muito mais cru e mórbido que aquilo.

          Acho que você é uma pessoa boa e acaba não vendo outras intenções que pode ter rolado por trás daquilo.
          Mas o mercado é assim, se não foi a prórpria edita que pediu que fosse daquele jeito…

          • Sim pode ser que seja as editoras mandam muito nas obras.
            Realmente ele sensualiza, depois de pensar e conversar mais um pouco, agora qual é a intenção dele nisso eu não sei. No máximo penso que seja para tornar a vingança do Griffth pior….

            Mas você tem razão as vezes eu falho em ver maldades nas coisas.
            Ps: eu não quis dizer que era você que via prazer na cena, mas tem muitos lugares que estão escrevendo isso então eu coloquei como um exemplo geral.

  • Lipeta

    A golden age de berserk deve ser uma das coisas mais geniais em relação a o que a de pior nos humanos já escritos na ficção em geral. Essa obra é genial, feita com muito capricho pelo kintaro miura. Dizer que um mestre como ele usou uma escada de roteiro chega a ser uma piada de mal gosto de alguém que pegou um capitulo e leu só, e só essa cena. O estupro deixa a caska com regressão mental ao estado de criança, deixa ela com a mente completamente perdida, em nenhum momento ela gostou do que estava acontecendo, muito claro pelo “não olhe” que ela fala pro protagonista e suas expressões de choque que vemos sua mente sendo destruída aos poucos a cada imagem. É uma das cenas mais chocantes de toda a ficção e que tornam o griffith o vilão mais detestável que já vi. Nem sou fã de mangás, mas essa obra devia ser lida por todo ser humano(se vc ler desde o início ao atual, verá como esse “recurso mal feito” é bem exemplificado e explicado pelo Miura até os atuais). Mas essa cena faz qualquer pessoa ter nojo e ódio de estupro.

    • Fellipe Irken

      Parecia mais aqueles hentais com tentáculos…

  • Hypnos Erebo

    Sério isso? Numa obra onde um homem mata uma criança por engano, onde um adolescente se prostitui com um velho por dinheiro, onde um menino é vendido por seu pai adotivo para ser ESTUPRADO e depois essa mesma criança mata o pai, o estupro de uma mulher é o que causa indignação?
    As pessoas têm que ter senso crítico. Dentro de um universo moralmente destruído e a prestes a chegar ao fim de seu mundo, é completamente “aceitável” a existência de um estupro (como não é o primeiro da obra, havendo o estupro do Gutts quando era apenas uma criança). Seria até errado não representar, seria como se escrevesse um livro da Alemanha nazista sem Hitler e o nazismo porque sabemos que é algo ruim e inadmissível.
    Péssimo artigo, típico de pessoas que acham que estupro é algo cultural e não moral. Essa escreveu merda, muita merda.

  • Ana Carolina

    Mesmíssima situação da Asuna em Sword Art Online. Criaram uma personagem foda na primeira temporada, pra no final da segunda ela acabar estuprada pra servir de estopim pra virada do protagonista. Parei de assistir.
    Eu não aceito isso, que gosta de animações japonesas já cede bastante pq sempre tem um machismo aqui, uma objetificação ali, mas usar o abuso dessas personagens femininas que amamos pra catapultar outro personagem é inaceitável.

  • Adriana Tulip

    Não conheço a obra mas lendo alguns comentários aqui já deu pra entender que o estupro foi uma vingança do vilão, ok.
    Acredito que o foco desse texto não foi direcionado ao fato dela ter sido estuprada mas da forma que retraram no mangá, na forma que sexualizaram a personagem e o ato. Então, a crítica não vai para toda a obra mas para essa determinada cena. Tinha necessidade fazer essa cena com vários ângulos do corpo dela!? Claramente é uma sexualização.A questão não é sobre a personagem ter sido estuprada e o contexto todo, não! É a cena!Os ângulos, a sexualização da personagem e do ato.

  • Jana

    O estupro foi um gatilho, uma escada para reviravoltas na trama. O fato da obra ser boa, ou gostarmos do mangá não impede de problematizar como o uso desse fato é um lembrete, sim, da cultura do estupro e do machismo… e a expressão hummm, que ele usa p/ personagem durante o ato, é sim, ambígua. Parabéns pela reflexão, Priscila.

  • Eu entendo a preocupação do autor da postagem, mas quando li a cena em questão imaginei algo como “um prazer oculto do inferno” tipo “o corpo ri enquanto a alma chora em chamas”.

    Logicamente as cenas desse terrível evento não foram desenhadas para ter sentido abstrato (basta ver as reações Corkus) elas foram desenhadas para retirar qualquer sentimento de amizade, amor e esperança que Gutts e o leitor tenha pelo bando do falcão. Transformando tudo em um ódio descomunal que orienta todo restante da saga.

    Talvez a cena tenha sido desnecessária, mas lembrem-se que o próprio protagonista foi estuprado quando criança e esse é o seu maior trauma de infância.

  • Vital Carla

    Gente! Quanta bobagem…
    Realmente vivemos, infelizmente, onde há estupro.. no Brasil, a cada 11 minutos, uma pessoa é estuprada.
    Os gemidos da Caska com certeza não são de prazer… Sim o estupro foi bastante explorado pelo Miura, mas só pelo fato de querer ver o nosso protagonista puto da vida.
    O Gutts também foi estuprado, e sim, as cenas não foram tão exploradas. Por que? Porque não era um divisor de águas na obra. Nenhum dos dois estupros foi uma coisa boa para os personagens… Vemos claramente que o Miura os trata como algo que muda muito a personalidade de ambos os personagens! E claro o da Caska teve consequências muito piores pois foi algo fora do comum.. além de estuprada ela viu todo mundo morrer em meio a demônios.
    Mas parem para pensar, e o Gutts… ele foi vendido por alguém que ele considerava…. eu não sei qual dos dois foi pior. E eu vejo esses dois estupros como uma maneira de mostrar que isso realmente existe e que infelizmente nada é feito… o Gutts conseguiu se vingar, mas e a Caska? Isso mostra a fragilidade da mulher e como muitos estupros ficam impunes.

    E gente, tudo isso é ficção, o autor escreve aquilo que melhor for para história.
    Se você acha que os livros, mangás, etc tem que ser feito apenas de histórias felizes, PARE DE LER, PARE DE VER FILMES, SE ENCLAUSURE! PARE DE VIVER NO MUNDO… NADA É FEITO APENAS DE COISAS BOAS.