Os 12 Trabalhos do Escritor #08 – A imagem do Autor com Renan Carvalho

13

E aí escritores? Tudo bem? Espero que sim! E nesse oitavo trabalho do Escritor, eu, A. J. Oliveira, trago o senhor do universo de Super Nova, querido entre os jovens leitores e cosplayer nas horas vagas, para conversar sobre um tema preciosíssimo no mercado literário, me refiro a imagem do autor. Renan Carvalho é uma das grandes revelações da literatura fantástica pela Novo Conceito e nos explicará um pouco sobre suas estratégias nada convencionais para manter uma boa imagem como um profissional da escrita!

Espero que gostem!

Atenção!

Para ouvir basta apertar o botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como para salvar o episódio no seu pc). Obrigado por ouvir Os 12 Trabalhos do Escritor!

Quer baixar o episódio em arquivo rar?

Para baixar a versão em zipada clique aqui, em seguida cole o link de download e clique na opção convert file.

Citados durante o episódio

Recomendamos

Quer enviar um e-mail?

  • Então escreva para os12trabalhos@leitorcabuloso.com.br

Assine nosso feed

  • Davenir Viganon

    O episódio podia se chamar “Noções de etiqueta para autores” kkkk. Tem coisas muito úteis e coisas óbvias que precisam ser lembradas mesmo. Rendeu mesmo esse episódio! Parabéns!

    • AJ Oliveira

      Sem dúvidas, Davenir! E cara, vou te falar uma coisa, principalmente agora, em época de Bienal, vai dar pra observar muita coisa do tipo, super aconselho 😉

  • Nossa. Não fazia ideia do trabalho que dava. Parabéns Renan!
    E obrigado AJ por mais um programa excelente.

    • AJ Oliveira

      Eu que agradeço, Magdiel!

      Pode ter certeza que formação de público é uma parada muito trabalhosa; mas inteiramente compensadora!

      Logo, logo quero ver ouvinte do 12 trabalhos iniciando seus primeiros planos de ação, ok? haha

      Um forte abraço, cara! E continue acompanhando =]

  • Haniel Lucas

    Tenho uma pergunta que talvez seja útil para futuros episódios. Sobre a geração Z, eles tem o hábito de leitura? O mercado conseguirá receber bem eles? Uma geração coberta totalmente pela internet, será que eles estariam abandonando os livros?

    • AJ Oliveira

      Olá, Haniel! Tudo bem?

      Cara, vou te falar que essa geração, à princípio, aparenta um potencial massa pra leitura. Podemos ver isso em plataformas como WattPad, ou mesmo nas filas de autores mais “POPs” (tomo de exemplo o que tenho visto ultimamente no conjunto nacional, aqui em SP).

      Entretanto, talvez esteja cedo pra ter uma ideia mais sólida sobre o assunto, até por conta de fatores como: Projetos governamentais de incentivo, ampliação de autores e exposição da plataforma através da mídia, além do famoso “Hype” que a literatura pode tomar à partir de séries e filmes.

      Enfim, são mil coisas que podem acontecer, mas pelo que vejo, ainda não da pra se preocupar muito com a geração Z.

      Um forte abraço, Haniel! E continue acompanhando o “12 trabalhos” 😉

  • Norberto Silva

    Curti demais esse capítulo! Achei as dicas simplesmente perfeitas e me deixou tão animado que já comprei os dois livros do Renan…
    Agora, Renan, posso te mandar uma cópia do meu livro prá você ler?

    Hahahahahahah

    • AJ Oliveira

      E aí, Noberto! Tudo bem? Tava sumido dos comentários rs.

      Eu não tenho tempo de fazer jabá no podcast, mas já posso te adiantar que “O encantador de Flechas” é um livro muito show! Se tu gostar de fantasia, pode ir em frente que o Renan tem um estilo bem diferente dos nacionais contemporâneos com temática fantástica.

      PS: Se essa piada for feita pessoalmente será digna de vídeo. #FIKDIK HAHAHA

  • Davi Paiva

    Olá, pessoal dos 12 Trabalhos. Tudo bem? Espero que sim.
    Gostei muito do programa. Até já apliquei algumas dicas na minha conduta.
    Há quem reclame de algumas delas por ainda acharem que o escritor é uma estrela e não deve se juntar com “meros mortais” ao passo que também há quem ache que o escritor que age dessa forma vira mais garoto propaganda que o produtor de “boa literatura”. Para ambos os casos, creio que vocês podiam ter dito que o mercado independente é a solução: sem regras e sem ninguém pegando no seu pé.
    Abraços.
    Nota: tive um ataque de risos com o ” erro de gravação ” da explosão! Bwahahahahah!

    • AJ Oliveira

      Olá, Davi! Tudo ótimo, cara!

      Olha, de todos os editores que sondei para falar sobre esse assunto (ainda na época de formação de pauta) não vi nenhuma negativa dos mesmos no que se refere ao Marketing Pessoal. Na verdade, o maior motivo de termos um mercado contemporâneo galgado em livros de Sub-Celebridades é exatamente essa “base de clientes” garantida de venda.

      Imagino que uma visão desse tipo (essa coisa do Garoto propaganda) só passa a ser um defeito se:

      1- Os planos de ação dependem da editora (tempo, custo, ideias ruins)
      2- Se as pessoas que tem esse argumento carecem de fundamentos básicos sobre o tema Mercado.

      Então não acho que o mercado independente seja uma “solução”, já que, particularmente, desconheço esse tipo de problema. E ainda digo mais, muito do que o Renan nos passou nesse episódio deve ser feito Antes da concepção do livro, de forma que independe do mercado atuante.

      No fim das contas, temos que jogar de acordo com as peças que nos são dadas 😉

      Um forte abraço!

  • Evelyn Postali

    Ótima entrevista – perguntas bem estruturadas, diversificadas, muito inteligentes! Excelente palestra – colocações claras, muita informação gerando conhecimento, simpatia!
    Valeu cada minuto de escuta. Parabéns!

    • AJ Oliveira

      Muito obrigado, Evelyn! E valeu por acompanhar o podcast e comentar com pontualidade.

      É engraçado como nós, podcasters, acabamos fãs de alguns ouvintes. haha!

      Um forte abraço =]