CabulosoCast #169 – Entrevista com Simone O. Marques

4

Olá Cabulosos do Brasil Varonil e booklovers de todo mundo! Neste capítulo, eu (Lucien o Bibliotecário) bati um papo com a autora Simone O. Marques que dentre sua vasta produção escreveu os livros Agridoce e Paganus. Falamos sobre escrita, mercado literário, sobre a importância de participar de coletâneas de contos, sobre seus livros (que não são poucos!) e muito mais! Ouçam e se surpreendam! Um bom episódio para vocês!

TRANSCRIÇÃO DO EPISÓDIO

Agradecimento especial aos que participaram do áudio-drama, em ordem alfabética: Andrei Fernandes, Daniel Marques, Ira Croft, Jonas Félix, Lucas Vinícius e Luís Beber.

Atenção!

Para ouvir basta apertar o botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como para salvar o episódio no seu pc). Obrigado por ouvir o CabulosoCast!

Quer baixar o episódio em arquivo rar?

Para baixar a versão em zipada clique aqui, em seguida cole o link de download e clique na opção convert file.

Citados durante o episódio

Recomendamos

Padrinhos Cabulosos

Anderson Henrique | Carla Fernanda | Carlos Valcárcel | Giselda Cruz | Mizael Alves | Mirela Lins | Marshal Rodrigues | Sonara Henriques | Rafael NorrisRicardo BrunoroThiago Simão

Mídias Sociais

Assine nosso Feed

Nossa Página no iTunes

Nossa Página do You Tuner

  • Vanessa Straioto

    pensa numa pessoa que esta ouvindo o podcast, com muitas lagrimas…
    obrigada Lucien!!!

  • Mario Marcio Felix

    Parabéns pelo episódio! É sempre muito bom conhecer novos autores e cenários aos quais não estamos acostumados, ainda mais quando trabalhamos em sala de aula e, muitas vezes, precisamos recomendar novas leituras às crianças.

    Vanessa Straioto, gratidão por ter nos apresentado esta autora que, infelizmente (falha minha), desconhecia. Confesso que fiquei interessado em conhecer mais sobre as obras.

    Lucien, edição impecável e a qualidade de sempre. Muito obrigado!

  • Wagner RMS, 47 anos, Rio de Janeiro – RJ, http://www.wagnerrms.com (creio que Mestre Lucien pede que sempre deixemos esses dados básicos, certo?).
    A autora tem uma histórico bacana, e na entrevista dá informações cruciais para nós que lutamos por seguir por estas sendas literárias/criativas. Nestes tempos de Facebook se tornado gargalo de público, a capilaridade distributiva da informação na Internet se estrangula cada vez mais, mas sem dúvida pôr material gratuito para as leitoras e leitores “provarem” nossa prosa é válida e surte efeito (mesmo que, desconfio, atualmente bem menor do que em épocas anteriores). Ter apoio para que se possa dedicar a maior parcela do nosso foco para a escrita é realmente fundamental, mas, novamente especulo, assim como é para mim, provavelmente para a maioria de nós isso é “sonho dourado”. Aí se torna ainda mais imperativo desenvolver a capacidade asimoviana (o camarada dizia ter esta qualidade também, feito a autora) de escrever no silêncio ou ao lado de britadeiras é fundamental. Ainda escrevo imensamente menos do que gostaria, mas o negócio é não desistir MESMO! 😉
    A autora, além de emanar ser uma simpatia de pessoa, parece produzir material de primeiríssima linha, nível internacional, do jeito que sabemos que nossos autores nacionais (mesmo diante de gigantescas dificuldades que os estrangeiros não enfrentam nem quando são publicados aqui) são super capazes de produzir, batendo de frente com o que vem de fora. Vou divulgar Simone O. Marques nos meus humildes canais, como sempre faço com autoras e autores de ficção especulativa nacionais, com o merecido destaque e incentivo!
    Outro assunto: de fato há mesmo a sensação de acanhamento quando pensamos em contribuir com o R$ 1,00 para o Padrim do Leitor Cabuloso. Eu mesmo ainda não pude apoiar nenhum dos canais que aprecio tanto, feito este aqui, por conta de não poder ir além da básica uma prata (e ficar sem graça por isso), pois gasto até o que não tenho tentando encontrar meu espaço e minhas leitoras e leitores por meio de publicidade (Adwords, Facebook, etc, um pouquinho em cada, muito menos do que o ideal, mas tudo que posso no momento), é custoso demais para quem se auto-publica (os canais de auto-publicação têm ainda menos comprometimento com as obras, que as citadas editoras), e que não possui nenhum tipo de apoio, fazer-se aceitar e ser lido (isso daria uma boa pauta, hein! Marketing para Independentes, já teve episódio assim?). Mas se a gente pode perder a “sem-gracice” e de fato contribuir, com pouquinho que seja, para o Leitor Cabuloso, então vamos levantar aí, galera, e agir! Brasileiro tem que parar de esperar acontecer e aprender o que, ali no primeiro mundo, o pessoal já sabe faz tempo: quem faz acontecer tudo de bom pra gente mesmo, somos nós! Nosso Mercado Criativo quem cria ou desmantela, somos nós, deixando de agir ou agindo, pouquinho que seja, mas apoiando primeiro o que é nosso, o que fala da gente, o que nos faz ter relevância.
    Abraços, Mestre Lucien e demais Cabulosos, e Sucesso, sempre!!!

  • Que programa legal e divertido. Adorei a Simone, não conhecia.