[Publieditorial] Padrim da revista Trasgo: conheça! Apoie!

5

As revistas Pulp fizeram história a partir de 1900 e revelaram nomes que hoje são considerados clássicos da ficção científica e do terror como Isaac Asimov, H. P. Lovecraft Ray Bradbury, só para citar alguns. Escrevendo contos e noveletas utilizando esses dois gêneros, eles puderam trazer novos ares à literatura especulativa. Contudo havia um diferencial quando falamos destas publicações em relação aos autores que escrevem contos atualmente: a remuneração.

No Brasil também temos uma iniciativa assim: a Revista Trasgo. A Trasgo é uma revista trimestral de publicação detrasgo_2 contos de terror, ficção científica e fantasia criada pelo Rodrigo van Kampen para divulgar a produção nacional de autores iniciantes e também dos já conhecidos.

Ouça o CabulosoCast onde entrevistamos o Rodrigo van Kampen

Uma das grandes vantagens da Trasgo é a sua acessibilidade: a revista é distribuída nos mais diversos formatos: PDF, EPUB e MOBI. Permitindo, portanto, que seja lida no computador ou em leitores digitais como Kindle e Kobo (e seus respectivos aplicativos para celulares e tablets). Falo por experiência. Possuo um Kindle e tenho o aplicativo do Kindle no tablet. É inegável o conforto de se ler a revista em um eReader nos formatos adequados para esses aparelhos. Isso torna a leitura fácil e agradável.

Conheça as edições da revista Trasgo

Há alguns meses o Rodrigo van Kampen colocou sua revista no Padrim. Mas o que vem a ser isto? O Padrim é um sistema de doação, onde quem doa determinadas quantias recebe certas recompensas. O atual valor arrecadado permite à Trasgo pagar os autores e ilustradores da revista pelos seus trabalhos, exatamente como acontecia na época das revistas pulp. Ainda existem outras metas a serem atingidas, e tanto estas quanto o destino dos valores recebidos está explicitado na campanha da revista no Padrim.

padrim-site

Investir em um Padrim é muito mais do que “dar dinheiro para alguém/algo”. O Padrim permite ao produtor do conteúdo maior liberdade e direcionamento em seu trabalho. Nos casos em que há patrocínio, há também uma imposição de quem o faz. O desejo de resultados imediados muitas vezes pode prejudicar o conteúdo, deixando-o mais uniforme e superficial, além de dificultar experimentações e riscos.

Acesse o Padrim da revista Trasgo

Ser um padrinho de qualquer conteúdo é garantir que o produtor poderá continuar com seu trabalho e prezar pela qualidade, sabendo que ele ficará mais com a sua cara. Por isso, recomendo que torne-se um padrinho. Experimente!

Contudo, é obrigatório ser um padrinho para baixar as revistas? Não! Você pode fazê-lo gratuitamente no site da Revista Trasgo, que atualmente está na edição 09. Você só precisa clicar no número da revista que deseja baixar (que está no canto direito do site), e seguir as instruções. Note que as edições da 5 até a 8 ainda estão sendo vendidas por estarem no modelo de negócios antigo da Trasgo, mas em breve também devem ficar gratuitas.

E se você é autor ou ilustrador também podem enviar seus materiais para avaliação. É importante ler as regras postadas no site da Trasgo para evitar possíveis inconvenientes.

  • Orgulho de ser padrim docêis tudo, dinherim bem investido <3

    • Lucien o Bibliotecário

      Rafael,

      e somos exatamente gratos!

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Alvaro Rodrigues

    Terror, ficção científica e fantasia… Como não apoiar?}
    Lá vamos nós! o/

    • Lucien o Bibliotecário

      Álvaro,

      sim sim! E fora que tem muito autor que pouco conhecemos e somos belamente apresentados.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Trasgo é foda! Tem que se ajudar!