[Curiosidades] A primeira fala de Snape para Harry Potter pode ter um significado oculto

9

[Atenção: SPOILER de Harry Potter]

Os incansáveis fãs descobrem coisas incríveis, não é mesmo? Se o autor confirma ou não essas hipóteses aí já é outra história. De acordo com alguns desses fãs da saga Harry Potter, desde o primeiro livro/filme Snape já deu uma dica de seus sentimentos.

Esse é um personagem incrível da série que, eu pelo menos, odiei durante 6 livros até descobrir, no final do último, que ele carregava muito mais do que podíamos ver. Na verdade, ele sempre esteve do lado de Dumbledore e de Harry Potter, mesmo que sentisse raiva dele pela semelhança com Tiago Potter que não só atormentou Snape enquanto eram jovens, como ganhou o coração de Lilian Potter, por quem Snape era apaixonado.

Bom, mas vamos à teoria. Em Harry Potter e a Pedra Filosofal, a primeira coisa que o professor Snape diz a Harry é: “Sr. Potter, nossa nova celebridade. Diga-me, o que eu obteria se adicionasse raiz de asfódelo em pó a uma infusão de losna?”.

Parece uma pergunta à toa, mas o usuário do tumblr tomhiddles disse que, de acordo com a Victorian Flower Language (algo como Enciclopédia Vitoriana das Flores), asfódelo é um tipo de lírio (lily, em inglês – o apelido da mãe de Harry) e significa “meus arrependimentos seguem você até o túmulo”. Já losna quer dizer “ausência” e tipicamente simboliza amarga tristeza. Combinando os dois, a frase de Snape na verdade seria: “Eu me arrependo amargamente da morte de Lily”.

De acordo com o site Bustle, que continuou a pesquisa, originalmente, o asfódelo era considerado a cura para mordidas de cobra. Lilian se sacrificou por seu filho, evitando que ele morresse pelas mãos de Voldemort, um bruxo que tinha associações com esse animal.

Além disso, losna também é associado a divindades lunares, como Ártemis, deusa grega da caça que também é associada a um cervo (patrono de Lilian e Severo Snape).

Achei tudo isso um pouco surreal e exagerado, mas vai saber… O que você acha?

Via Adoro Cinema

 

  • Francesca Abreu – Manu e Nelle

    achei surreal não ó. faz total sentido. muito legal.

    • Helena Eher

      Quem sabe, né?!

  • Lilian Gouveia

    Eu e meu marido estamos revendo todos os filmes e relendo o livro com nossa filha de 5 anos. E também odiava o Snape até dar com a cara no chão… kkk e é muito legal rever a história já com a visão do que aconteceu e perceber q nem demos a chance da dúvida pra Snape nos momentos muito mais escancarados do que esta teoria e não demos… uma lição de vida… kkkkk

    • Helena Eher

      Que legal reviver essa experiência e dividi-la com sua filha!!! Aproveitem… e agora deem uma chance pro Snape rsrs

  • Eu odiei o Snape por 6 livros e 6 filmes, até bater de cara no chão com o último. Até hoje fico mal por ter odiado ele tanto sendo que tudo que ele fez foi ajudar o Harry e amar a Lilian, juro que até fico mal por ele não ter ficado com ela :'(
    Em relação a teoria pode até ter esse significado, pois quantas teorias já surgiram de HP e algumas a gente acredita mesmo. E quem sabe não foi isso que ele quis dizer?
    Mas a única que tem essas respostas se chama J.K. Rowling e só ela pode dizer algo sobre isso rsrsrs

    • Helena Eher

      Tbm fiquei mal pelo Snape no fim das contas… triste pelo modo que ele era tratado pelos outros e triste por não ter percebido que ele era confiável…
      Quem sabe a J. K. Rowling diz se a teoria é verdadeira… #dedoscruzados

  • Pingback: [Notícia] J. K. Rowling fala sobre Snape em seu twitter | Leitor Cabuloso()

  • Alvaro Rodrigues

    Ao contrário do que muitos, Snape sempre foi um dos meus personagens preferidos (até Draco). Sempre tive essa inclinação a amar aqueles que personagens que deveríamos odiar, pelo menos quando eles tem suas motivações.
    Quanto a curiosidade, achei meio surreal… E por isso mesmo adorei!
    Me julgue (rs)!
    Forte abraço!

    • Helena Eher

      Nunca gostei mto do Snape, sempre fui contra os “vilões” sem me importar pelos motivos deles hahaha
      Apesar de achar meio exagerado, porque liga informações de bases muito diferentes, gostei da teoria tbm! Quem sabe a JK nos confirme isso um dia?