[Coluna] Olá, como vai sua Biblioteca?

2

Bem. Hum, e a da sua cidade, bairro, escola, faculdade, etc?

Hum, não sabe, né?

Tudo bem, atualmente podemos dizer que poucas pessoas realmente sabem (será um exagero?). Talvez isso nem signifique que está tudo bem…

Essa coluna terá como proposta isso, exatamente como a título sugere, saber como vai sua Biblioteca, seja pessoal ou da seu bairro ou cidade, aqui não existe preconceitos. O objetivo principal é, acima de tudo, a redescoberta desses espaços que foram abandonados desde o advento da Internet.

Será que agora não é o tempo de ressignificá-los? De descobrir novas formas de aproveitamento, tornando-os extensões de outros espaços ideais de leitura? Bom essas e outras questões serão discutidas aqui em outras postagens.

Até mais e prazer em conhecer você!

Para terminar, deixarei o Neil Gaiman contar um pouco da experiência dele nas Bibliotecas.

Até a próxima!!!

 Neil Gaiman falando sobre sua experiência em Bibliotecas

O conceituado escritor Neil Gaiman falou sobre experiência em Bibliotecas em uma palestra para a The Reading Agency, em outubro de 2013.

A organização tem como missão a promoção da leitura como forma de mudar o mundo.

A palestra de Gaiman foi transcrita pelo jornal inglês The Guardian e foi tema de uma matéria do site Bibliotecas do Brasil.

Destacam-se passagens importantes e reflexivas como:

“Uma biblioteca é um repositório de informações e permite que cada cidadão tenha igual acesso. Isso inclui informações sobre saúde e saúde mental. É um espaço comunitário. É um local seguro, um refúgio do mundo.”

“Eu acredito que temos a obrigação de ler por prazer, tanto de maneira privada como em locais públicos. Se nós lermos por prazer, se os outros nos veem lendo, então todos aprendemos, nós exercitamos nossas imaginações. Nós mostramos para os outros que ler é uma coisa boa.”

“Nós temos uma obrigação de apoiar as bibliotecas. De usar bibliotecas, de encorajar os outros a usar bibliotecas, de protestar contra o fechamento de bibliotecas. Se você não valoriza bibliotecas então você não valoriza a informação ou a cultura ou a sabedoria. Você está silenciando as vozes do passado e está prejudicando o futuro.”

Fonte e matéria na íntegra: Bibliotecas do Brasil.

  • Nem sei como está a biblioteca de Paulo Afonso-BA. Quando ainda morava lá, era fonte de alegria pra mim. Li muitos títulos que uma cidade sem livraria não conseguiria me proporcionar. Da última vez que fui lá estava abandonada e tinha virado depósito. Tristeza define…

    =(

  • Na minha cidade mesmo n tem biblioteca, moro na região metropolitana de Curitiba, mas a biblioteca de Curitiba mesmo visito com frequência. Por causa dela e dos livros de parceria, leio muito pouco meus próprios livros kkkkk