[Coluna] Torta Sonsa de Limão Dornês

48

Esta é a torta preferida da nossa querida Sonsa Stark, digo Sansa Stark, que tanto aprecia o chá da tarde em companhia de algum galante cavaleiro.

É importante evidenciar que ao escrever uma receita, eu sempre levo em consideração que o leitor não é obrigado a saber fazer nada. Não precisa possuir nenhum pré-requisito, a não ser a boa vontade e o espírito de diversão.

Cozinha é criatividade, logo eu espero que assim que dominar o básico, o leitor mude a receita da forma que lhe for mais conveniente. Afinal de contas, cozinhar é inventar e não seguir uma receita para todo o sempre.

Vamos ao básico: a torta é de massa aerada, com um recheio de suco de fruta emulsionada com leite evaporado açucarado. Colocarei a receita adaptada para a nossa realidade, até por ser mais coerente, pois não pretendo que abram um portal dimensional para obter as famosas ameixas de fogo de Westeros. Vamos ficar no simples.

lemon_cake_got

Equipamentos necessários

  1. Arrume uma fôrma redonda para tortas. Pode ser a que tem uma cinta metálica em volta com um sistema de trava, que pode inclusive alterar o diâmetro da fôrma para facilitar a retirada.
  2. Em seguida, uma batedeira potente vai ajudar muito. Ou… pode fazer como as septãs de Westeros fazem, à mão mesmo, com muito suor e lágrimas. Sai bom também, embora as vezes umas partes saem mais salgadinhas por causa das lágrimas.
  3. Um liquidificador com tampa. Acreditem, tem gente que usa sem e depois se pergunta como foi que o teto ficou daquele jeito.
  4. Um forno, a gás ou elétrico. Se tiver um dragão, também serve, mas eles costumam passar do ponto na chama e erram sempre nas preparações mais delicadas. Aconselho vivamente o forno convencional, pois se a base da torta queimar, no apogeu da frustração do aspirante a doceiro, ele pode sempre chutar o fogão e começar tudo novamente. No maximo o pé dói um pouco. Vai chutar o dragão e ver o que acontece…
  5. Uma espátula de silicone ou plástico.
  6. Um garfo
  7. Um ralador
  8. Um prato fundo
  9. Uma peneira (opcional)

Ingredientes para uma torta (28 cm de diâmetro em média)

  • 400 gramas de limão dornês, mas se não achar, vai o siciliano mesmo
  • 400 gramas de leite condensado
  • Um pacote de biscoito maisena
  • 200 gramas de creme de leite
  • Raspas da casca do limão dornês, ou siciliano
  • Um pacote de gelatina incolor e sem sabor na versão em pó
  • Meio copo com água
  • 150 gramas de manteiga na temperatura ambiente, ou seja, mole mas NÃO derretida (a de Winterfell é a melhor, por causa das pastagens altas, dá mais gordura ao leite. Mas se não a achar, use a manteiga normal. Só um toque: não use manteiga de garrafa, pois a consistência dela é diferente. Se a manteiga for sem sal é melhor, mas se não for, ninguém vai morrer por causa disso. Só não ofereça um pedaço pro Joffrey por pura precaução…)
    joffrey_this_bitch

Procedimento

Abra o pacote de biscoitos. Retire os biscoitos e quebre-os ao meio para colocá-los dentro do liquidificador. Tampe o liquidificador e ligue-o na velocidade baixa, e aumente gradualmente.
O resultado tem de ser uma farinha sequinha e fininha. Se não saiu dessa forma, continue batendo. Se depois de meia hora, ainda não saiu dessa forma, chame sua esposa/namorada/mãe, explique o que precisa fazer e espere o tempo necessário para que ela pare de caçoar de você e te ajude.

Retire a farinha do liquidificador e a coloque num recipiente seco. É muito importante que esteja seco. Pode ser a bacia da batedeira. Adicione manteiga e com um garfo misture gradualmente a manteiga com a farinha. Independente de quantas tortas for fazer, ou do tamanho delas, a proporção é sempre a mesma. A manteiga precisa ser no máximo a metade do peso dos biscoitos. Em geral um pacote padrão de biscoitos pesa umas 300 gramas.

O resultado deve ser uma paçoca úmida e levemente gordurosa, mas que não gruda na mão.

Esta paçoca é a base da torta. Pegue esta base e coloque na fôrma de metal que depois vai pro forno. Dependendo do modelo escolhido, a com frisos ou sem, a com faixa que aperta ou sem, o importante é lembrar que em cima disso vai um recheio que pesa por volta de meio kilo. Logo, a base não pode ser finíssima, e as bordas precisam segurar o tranco. Se achar que está fina demais, faça mais paçoca de biscoito. É necessário pelo menos tentar fazer com que essa massa chegue até a metade da fôrma, se for o modelo com a faixa metálica, ou a forma toda, se for o modelo simples e todo ondulado. Se for a sua primeira torta, escolha uma fôrma pequena, pois a probabilidade que dê errado é bem menor.

Acima de tudo, lembre-se do fato mais importante: ninguém nasce sabendo, e você não tem nenhuma obrigação de acertar tudo de primeira. A perfeição vem com a prática, e mesmo sendo profissional, todo mundo erra antes ou depois. Se der errado, não fique ‘p’ da vida, e lembre-se que chutar o forno faz doer o pé e chutar o dragão faz muito mal pra pele.

Abra a porta do forno e certifique-se bem que não tenha nada dentro dele. Ligue o forno na temperatura média, que seria por volta dos 180ºC. Se o seu forno não tiver os graus Celsius escritos, visualize o inicio do marcador, que provavelmente será a chama alta, e veja onde o marcador termina, que será a chama baixa. É só colocar na metade do caminho. Simples, não?

Faça furinhos com as pontas do garfo para que a massa não cresça durante o cozimento. Atenção: eu pedi furinhos e não que torturasse a base. É uma torta e não a Cersei. Alguns furos já bastam. Asse por vinte minutos. Desligue o forno e com um pano de prato ou luva acolchoada, retire a fôrma do forno. Deixe esfriar.

A parte do creme

Lave o que sujou até agora. Ordem na cozinha é essencial. Lave também a bacia da batedeira, pois precisará dela limpa agora. Suponho que serão poucos os que possuem uma planetária em casa e os que sabem o que é não precisam do que vem a seguir.

A batedeira geralmente tem de uma a três espátulas para bater. O gancho, que serve para bater pão ou massas pesadas, a paleta que serve para massas leves ou bolos e a espátula armada ou leve, que serve para bater claras. É a mais “gorda” das três. Não tem erro. Se tiver dificuldade com isso, chame novamente sua esposa/namorada/mãe, explique o que precisa fazer e espere o tempo necessário para que ela pare de caçoar de você (de novo!) e te ajude.

Pegue um ralador e no lado que tem os furos menores, rale levemente os limões sobre um prato fundo. É muito importante que ao ralar, não se aperte demais o limão e não se chegue jamais até a parte branca da fruta. Esta parte é mediamente amarga e não queremos isso para o creme. Rale somente a parte amarelada dos limões, não se esquecendo de tirar tudo o que ficar no ralador. Em seguida esprema os limões e retire os caroços com atenção. Se ficarem muitos gominhos no suco e isso te incomodar, pode passar no liquidificador e depois filtrar.

Pegue uma leiteira ou qualquer recipiente que vá ao fogo e esquente o meio copo d’água. Esquentar e não ferver. Isso leva segundos. Despeje o conteúdo de um saquinho de gelatina incolor e dissolva com o garfo. Pode usar água na temperatura ambiente também, mas vai dar mais trabalho. Também pode dissolver parcialmente na água e usar uma xícara de louça ou porcelana e deixar no microondas por alguns segundos. O importante é ter um líquido espesso e totalmente sem bolinhas no final. A gelatina precisa estar totalmente dissolvida. Este aspecto é essencial.

Despeje todo o leite condensado na bacia da batedeira, ligue-a no mínimo e despeje gradualmente o suco de limão e em seguida a gelatina. É importante que seja gradualmente e que seja na velocidade mínima, senão o suco vai espirrar todo na sua cara quando for misturar. Se desejar, pode fazer isso usando um garfo antes e depois finalizar com a batedeira.

Quando a mistura estiver homogênea, acrescente o creme de leite. Este tem a função de não deixar o creme excessivamente doce e dar um toque de cremosidade ao composto. Se achar que 200 gramas é demais, use menos. Isto pode ser conforme o seu gosto. Quando o creme estiver totalmente misturado, leve-o para a geladeira e deixe descansar lá por alguns minutos.

Lave o que sujou e quando terminar verifique como a base da torta está. Se estiver totalmente fria, desenforme com cuidado para não quebrar a base de biscoito. Muita atenção nesta parte, pois um descuido e vai precisar repetir o procedimento do zero. Quando a base estiver fora da fôrma e o creme estiver geladinho, use uma espátula de silicone para retirar o creme da bacia. Despeje sobre a torta, mas não tudo de uma vez. Faça gradualmente e jamais coloque todo o creme só de um lado da torta. Lembre-se que ela é feita de biscoitos quebrados e por isso é frágil.  Deixe uma bela camada horizontalmente uniforme sobre a base e depois é só salpicar a raspa das cascas de limão por cima como decoração. Coloque de volta na geladeira por mais algum tempo e no final vem a parte mais interessante: comer. A bebida ideal para acompanhar é o chá, gelado ou quente. Prosecco gelado também acompanha muito bem. Não seja egoísta e convide alguém para comer com você. Poste as fotos da sua torta aqui e não se esqueça de comentar.

its_the_only_thing_I_ever_wanted

 

 

Conheça a Coluna e o Autor

Olá leitores e ouvintes, me chamo Klaus e proponho mostrar o lado gastronômico da literatura, além de noticias e curiosidades deste mundo.

Meu primeiro trabalho foi em um restaurante /pizzaria, no qual eu desempenhava o papel de coringa. Está é a função do faz tudo. Quando tinha de fazer uma entrega, colocar em ordem o deposito, limpar algo, ajudar na cozinha, eu era acionado. Eu tinha onze anos, e desde então desempenho todo tipo de função no ramo. Já estive em autenticas biroscas de esquina, como em restaurantes cinco estrelas luxo. Fui morar na Itália na adolescência e estudei gastronomia, além de trabalhar em muitos restaurantes por vários cantos da Europa.

Em 2002 comecei a dar aulas de língua italiana e gastronomia em escolas e para particulares. Desde dezembro de 2011 tenho uma empresa de picolés naturais, em Sobradinho (DF), onde moro atualmente.

Moro com minha esposa e divido tudo o que tenho com uma gata, uma filha de quatro patas que se tornou a minha sombra desde que fugiu da sua antiga casa e encontrou abrigo no meu colo.

  • Yey!
    Sou a primeira a comentar!
    Ri e reli e reli e reli 176381283681263761867312 vezes a coluna! hahahaha
    Confesso que ainda estou morrendo de vontade de testar essa receita! Quando o fizer posto foto!!!!

    Seja bem vindo à família Klaus, sinta-se em casa!!!
    Abraços!!! 🙂

    • jedimdk

      Merci cherie

  • Janaina Muniz

    Gostei muito dessa coluna.
    O autor escreve o texto de forma engraçada. Só falta agora fazer tipo um videozinho ensinando, que nem Ana Maria Brogui hahahaha.
    O autor podia também fazer as receitas do HannibaNÃO PERA. =

    • jedimdk

      Hihihihi, vai dando ideia. Te chamo para esta receita, topa? Obrigado por comentar. Os próximos seis textos ja estão prontos, e serão lançados mensalmente, ou em ritmo maior se houver pressão dos cabulosos.
      Grazie cara

  • JuliaGraziella

    hum. .. deve ser uma delícia .. *-*

    • jedimdk

      Sim, esta em específico é mesmo. E da pra fazer versões alternativas, com maracujá, tamarindo, tangerina, etc… Obrigado por comentar.

  • Karoline Bottaro

    wow fantastica!!!!

    • jedimdk

      Grazie per essere qui. Sei LA sorella.

  • Augusto Tenório

    Ler isso quando se começa uma dieta altamente restritiva é uma tortura…

    • jedimdk

      Então faça a torta no estilo Matt Murdok. Assim, não será uma tortura. Obrigado por comentar

      • Augusto Tenório

        Não entendi. Matt Murdok é o Dare Devil, mas o estilo…

        • jedimdk

          O que os olhos não veem, o coração não sente.

          • Augusto Tenório

            Ahhhhhh, pera que vou aqui em baixo pegar a ficha =D. Mas não posso mesmo, comecei essa dieta com um objetivo específico de curto prazo quase impossível. Concurso público, sabe?

          • jedimdk

            Aquela palhaçada de que precisa ter um peso X pra concorrer? É meio escroto da parte de quem inventa o edital. O peso de uma pessoa não é necessariamente um índice de competência. Se fosse assim, anoréxicos seriam super ricos como conseqüência de extrema competência. Boa sorte na dieta restritiva, mas sugiro que reeduque-se no quesito alimentação, pois dietas restritivas tem um efeito sanfona que é péssimo.
            Se precisar se ajuda pra fazer um bom plano de dieta, a Camila é nutricionista, conversa com ela, marca uma consulta.

          • Augusto Tenório

            Nem é por isso. É pra compensar as deficiências em corrida e barras, que piorei absurdamente devido a uns problemas de saúde. Aí, aproveito pra manter o peso ganho (perdido).

  • Camila São Bernardo Araújo

    Adoreeei! Quero testar! Vou tentar fazer uma versão alternativa mais integral da base, sem biscoitos! Com castanhas… aveia… tomara que dê certo! 😀 haha

    • jedimdk

      Com a sua competência, vai sair simplesmente divina. Obrigado por comentar

  • Calvin Green

    Sehr schön, ich mochte das Rezept. Martin hat den Geist.

    • jedimdk

      Fico curioso para saber se a entendeu também. Mas de todo modo, vamos la responder de modo que seja mais fácil para o entendimento.

      Ja genau. Mehr zu den komischen aber. Danke.

  • Nilda Alcarinquë

    Olá!

    Nossa, muito boa esta coluna: tanto a forma como é escrita como a receita.
    Mas preciso tirar uma dúvida:
    – o creme de leite tem que ser sem soro ou posso usar com soro mesmo?

    abraço

    • jedimdk

      Olá. Eu uso o de caixinha uht, e nessa versão o soro não se faz presente. No entanto, o soro em geral não é positivo para preparações cremosas. Obrigado por comentar. A proxima receita será mês que vem, e desembarcaremos no Condado.

      • Nilda Alcarinquë

        Obrigada moço! Usarei a uht então

        Condado?? EBA!!
        Hobbits e comida são sinais de boa comida

        abraço

        • jedimdk

          Sim, o Condado. Existem trê criaturas que sabem cozinhar muito bem em seus respectivos livros. Bilbo, Tia Nastacia, e Gabriela. E todos eles aparecerão por aqui.

          • Nilda Alcarinquë

            Ainda não fiz a torta pq não consegui ir no supermercado que tem bolachas diet parecidas com a maisena. Aqui onde moro só tem do tipo cokies, que acredito não serem boas pra receita
            Assim que testar a diet aviso aqui se ficou boa

            🙂

          • jedimdk

            ola
            mais um momento do que não fazer: eu desconheço o motivo que te faz comprar produtos diet. mas eu gostaria de colocar algumas informações que eu acho relevantes sobre o assunto.
            acima de tudo temos de distinguir o light do diet. light é qualquer produto que seja feito igual a outros produtos da mesma idêntica categoria, com uma diferença:é pelo menos 25% menos calórico. e só isso. não é ou deixa de ser melhor ou pior do que isso.
            o diet é um produto igual aos outros produtos da mesma categoria, com a diferença que lhe falta um ou mais ingredientes típicos. exemplo: refresco diet, é tal por não conter sacarose em sua formulação. mas ai vem a parte que a industria não explica. e é aqui que mora a treta. e quando digo treta eu quero dizer TRETA maiúscula.
            a maioria das pessoas, (não sei se é essa a sua necessidade) compra produtos diet, achando que não engordam ou fazem menos mal, ou são menos calóricos. na realidade, os produtos diet são muitas vezes mais calóricos que os produtos da mesma categoria que não sofreram alterações na receita original. e quando digo muito mais calóricos, falo que podem chegar a ser de três a vinte vezes mais calóricos. isso sem citar o fato que para substituir um ingrediente, como pode ser a sacarose, ou a gordura, ou a lactose, a industria usa outros elementos que são simplesmente horríveis para o nosso organismo. o mais clássico deles é o adoçante. é um tipo de veneno usado em larga escala que sacaneia de forma global o nosso corpo. use biscoitos diet se a sua necessidade for consumir um biscoito sem glúten, ou sem lactose. se for unicamente uma preocupação calórica… faça um favor a si mesma: use o normal e coma menos. isso resolve o problema lindamente.
            também pode fazer, como eu mesmo faço, que é fabricar em casa o que é possivel de ser fabricado.
            eu faço o meu pão, meu iogurte, meu panettone, meu suco, as vezes o meu queijo, e ocasionalmente o meu macarrão, meu achocolatado (sim eu começo do cacau), e uso leite de fazenda (pois a caixinha de leite, não tem leite dentro), não compro biscoitos, faço os meus em casa.
            é um sacrifício? eu gosto de cozinhar, logo é uma diversão.
            sai mais caro? no inicio sim. são necessários conhecimentos adquiridos em cursos e livros especializados, e geralmente fazer algo com qualidade é de fato mais caro que o industrial.
            compensa?
            para caramba.
            tem consequências?
            sua saúde agradece, mas seus amigos vão te achar arrogante ou chato, pois de tão acostumada com qualidade em casa, você não vai renunciar a ela quando estiver fora de casa.
            afinal de contas, quem bebeu são roque ou chapinha a vida toda e passa a beber champagne, não quer mais voltar pro chapinha, não é?
            se tiver duvidas, é só perguntar.

          • Nilda Alcarinquë

            Olá moço

            Obrigada pela explicação e preocupação. Eu uso produtos diet por ter diabetes tipo 2 e ser insulinodependente.
            Não como algo apenas por ser diet, ainda mais que muitos tem mais gordura ou amido do que me seriam indicados. Então peso prós e contras quando os compro. Sou das que ficam lendo as letras miúdas das embalagens pequenas.
            Evito usar adoçante, mas em alguns alimentos ele se faz necessário. Como no leite condensado diet que farei para usar nesta receita.
            Prefiro chocolates amargos ao diet, pq o uso deles compensa o pouco açúcar que possam ter.
            Não compro produtos mais naturais ou especiais porque moro numa cidade que é a periferia da periferia de São Paulo e nem sempre eles chegam aqui.
            Sempre que posso ir pra São Paulo compro produtos melhores, mas não é toda semana que posso ir na Liberdade comprar cogumelos frescos ou legumes e frutas melhores que são oferecidos em feiras orgânicas (algo desconhecido nos supermercados e feiras daqui).

            E rio quando vejo alguém comendo chocolate diet afirmando que emagrecem, já que a maioria deles tem muito mais gordura que os normais e são mais calóricos. Mas em algum lugar do passado convenceram as pessoas que produtos diet foram criados para emagrecimento e não para diabéticos, celíacos e outras pessoas que precisam de uma DIETa especial.
            Até por isso tenho que tomar cuidado, porque nem todo produto que se alardeia diet serve para o meu caso.
            E, é claro, tem o fato preço: qualquer coisa diet custa pelo menos 30% mais do que as normais. É extremamente difícil encontrar algo que custe o mesmo. Pra se ter uma idéia, uma lata de 800g de doce de leite normal sai por uns R$ 6,00 aqui onde moro, e um pote de 200g de doce de leite diet sai por R$ 12,00!!
            Ser diabética sai caro, muito caro…

            Bem, fico aqui.
            Se conseguir os ingredientes adequados farei a receita e depois digo se consegui adaptá-la direito.

            abraço

          • jedimdk

            sinto que seja diabética, e estou feliz em conversar com alguém tão bem informada e preparada. acho que esta receita não seria exatamente positiva na situação na qual se encontra. acho que a próxima possa ser mais interessante e adaptável. em respeito também a necessidades especificas como as suas, mais adiante escreverei receitas mais aptas a satisfazer tais necessidades.
            sobre esta receita em especifico, tenho algumas sugestões:
            troque o biscoito por farinha de aveia. a aveia ela é positiva para o diabetico. pode inclusive fazer o leite de aveia antes e usar somente o bagaço que sobrar, para fazer uma base, tipo uma tortinha neutra na qual poderá depositar o creme. sugiro que diminua obviamente a quantidade de leite condensado, um pouco de gelatina sem sabor pode compensar a falta viscosidade. se for possível, use o leite condensado light, ou algo mais ousado como substituir uma parte do leite condensado com mascarpone ou requeijão. pode parecer absurdo, mas funciona. tente fazer um teste de creme em escala minuscula e veja se o sabor lhe agrada. tanto o requeijão, quanto o mascarpone são na realidade um tipo de queijo molenga e neutro que serviria para dissolver bem o suco do limão e manter a textura de mousse. o tiramisù original é feito desta forma, já que na terra da pizza, o leite condensado é usado unicamente para ciclistas. quando eu informei aos meus colegas de curso que dava pra fazer cream caramel com o leite condensado, me olharam como se eu tivesse falado que mijo pode substituir o abacaxi.
            bom, tente essa alternativa se achar viável. e se precisar, estarei por aqui. de todo modo, o momento “chatonildo” vai servir para outras pessoas que desconhecem as informações passadas, que ja me demonstrou saber muito bem.

          • Nilda Alcarinquë

            Só pra ter certeza: o requeijão que você fala é o requeijão de copo, aquele que passamos no pão?

          • jedimdk

            Sim, este mesmo. Não chega a ser algo salgado demais para usar. O próprio sal funge como exaltador do sabor do limão. Mas faça um teste numa escala menor, para não desperdiçar ingredientes. Eu disse requeijão, mas o certo seria o mascarpone, que é o equivalente italiano do requeijão, com a diferença de ser bem mais caro.

  • Luis Rodolfo C. Creuz

    Hummmm.. Delicia.

    • jedimdk

      Grazie caro. A proposito, Dan ha già cominciato a giocare a scacchi?

  • Muito bacana, útil e prática essa coluna. Aguardando ansiosa pelas próximas receitas e suas tematizações. O Autor estar de parabéns! =D

    • jedimdk

      Eu sou Groot…

  • Ale

    Legal essa torta da Sonsa, ops.. Sansa.
    Parece saborosa.
    Show !!
    : )

    • jedimdk

      Obrigado por ter comentado, bjs

  • Paulo Alexandre Françoso

    Parece facil o suficiente pra tentar sem medo!
    Tentarei fazer, talvez, nesse final de semana.

    • jedimdk

      Espero que consiga perfeitamente. Se precisar de ajuda, me ligue no cel

  • jedimdk

    Espero que consiga perfeitamente. Se precisar de ajuda, me ligue no cel.

  • jedimdk

    UÉ? Cadê o resto dos comentários?

  • jedimdk

    Só lembrando, que não são só elogios que podem ser escritos. Se tiver criticas, ou não tiver gostado, sou aberto a tudo. Quero mesmo é melhorar. Todos os tipos de comentários são bem vindos. Mas comentem. Ficar no silencio, não vale.

  • Ezequias Campos

    é crueldade ler uma coisa dessa essa hora…

    Pera e vou compartilhar para fazer maldade. vou sofrer sozinho não

    • jedimdk

      como eu disse no face, a receita no mundo de Dune ta prontinha. so esperando o momento certo pra lançar. mas vou logo avisando: é polemica. bem polemica.

  • Selma

    Essa torta parece deliciosa!!!! Farei nesse final de semana. Adorei as explicações de como não fazer….ahahaha… e acredito que consigo realizar essa tarefa sem maiores dificuldades. Obrigada!!!!!

    • jedimdk

      eu que agradeço, e por gentileza se puder, filme ou tire fotos e nos mostre como ficou. obrigado por comentar.

  • Victor Borges Marra

    Tenho um objetivo de cozinhar coisas novas em casa. A temática vai ajudar na diversão. Quando estiver pronto, posto a foto do resultado. Valar Morghulis.

    • jedimdk

      Obrigado por ter passado. Vou querer ver as fotos.
      Valar Dohaeris

  • jedimdk

    Obrigado por ter passado. Vou querer ver as fotos.
    Valar Dohaeris

  • Pingback: [Coluna] Um lanche no Sítio | Leitor Cabuloso()