[Mangá] Ageha Vol. 1 do Koushi Rikudou | Editora JBC

10

Quem lê minhas resenhas de mangás sabe que eu não curto o gênero ecchi. O meu problema com o gênero é que normalmente as histórias parecem somente um pano de fundo para a desculpa de mostrar peitos e bundas. Por que não podem mostrar as partes e ainda assim contar uma boa história? Foi pensando que me decepcionaria mais uma vez que peguei Ageha para ler e fui surpreendida exatamente por um ecchi com uma história agradável.

ageha capa

Motoki e Ageha são amigos de infância e há um tempo o relacionamento entre eles mudou. Perceberam que se gostavam para além da amizade e passaram a namorar. Agora o relacionamento dos dois chegou em outro nível. Estão prestes a ultrapassar a barreira do dormir juntos.

11031983_676141299179024_1639797903_o

Quando está prestes a consumar o ato, Motoki é interrompido bruscamente pela suposta (explico daqui a pouco) irmã da Ageha, que aparece do nada (do nada mesmo!). Tudo o que estava acontecendo parece simplesmente um sonho e a irmã de Ageha começa a falar umas coisas muito estranhas, como essa:

ia

Motoki leva tudo na brincadeira – ou loucura – e a ignora. Vai para casa acompanhado de Ageha quando o impensável acontece: Ageha morre! Inconformado com a situação Motoki passa a chorar desesperado quando a “irmã” aparece novamente e começa a dizer mais coisas absurdas.

morte

Ela fala sobre turnos, universos paralelos e que na verdade, Ageha não está morta. Ela está morta naquele mundo, mas viva e bem em outros e fazer com que Ageha morra ou sobreviva está nas mãos de Motoki. É difícil explicar sobre o que ela está falando porque não dá pra entender muito bem o que é.

mude

E aqui começam as viagens de Motoki – e as viagens do mangá. Ele é acordado por Ageha e estão atrasados para a escola. Só que para chegar a escola eles precisam atravessar um deserto e Ageha acaba morrendo novamente. Sabe aqueles sonhos loucos que temos de vez em quando, mas durante o sonho não parece louco de forma alguma? Sempre que Ageha morre, um novo “sonho/mundo” é iniciado e Motoki tem de descobrir o motivo para as mortes de Ageha e como evitá-las.

Considerações Técnicas

Já deu pra ver que o traço de Ageha é muito bem feito né? Eu pelo menos, gostei bastante e além disso ele conta com belas páginas coloridas. Vale a pena o investimento!

ageha informações

Considerações Finais

Eu ri muito lendo esse mangá, de verdade. Curto mangás com estilo nonsense e Ageha é exatamente isso. Além do autor fazer piada com diversas coisas clichês de mangás do tipo, uma parte por exemplo, ele faz piada com os famosos personagens andróginos presentes em diversos mangás. Claro que não deixa de ser um mangá ecchi. Se você realmente odeia o gênero, não suporta, não recomendo, mas se você está cansado dos mesmos mangás do gênero, aqueles sem uma boa história, recomendo Ageha. Eu, que não sou fã do gênero curti então você certamente irá gostar.

mario

Fiquei um pouco receosa por pensar em como será o final desse mangá. Durante esse primeiro volume pouca coisa é realmente explicada, a maioria é simplesmente jogada. Espero realmente que o autor consiga finalizar de forma eficiente a história, mesmo que seja nonsense, espero que seja pelo menos compreensível xD

NOTA:

04-e-meio-selos-cabulosos

Nome: AGEHA -アゲハ-
Publicado por: Editora JBC
Valor: R$ 14,50 (finalizado com 2 volumes)
Páginas: 200
Distribuição: Nacional
Publicado (no Japão): 2012 ~ 2013 (Young King OURs)
Autor: Koushi Rikudou
Gêneros: Comédia, Ecchi, Seinen
Myanimelist

  • oba. Gostei desse e quando sair nas bancas daqui vou comprar. Amo esses mangás de poucos volumes ^^
    to lendo Love in the Hell, muito bom tb :]

    • Oi Valéria!
      Semana que vem tem resenha de Love in the Hell! Não li ainda, mas parece bem louco hahahaha
      Obrigada pelo comentário!

  • Victor Hugo Oliveira

    Gostei da pegada de mundos paralelos, mas provavelmente vou me decepcionar se no final não for algo tipo ficção científica e sim uma maluquice japonesa qualquer. Vou deixar a saga seguir e depois que tiver maiores indícios sobre o bom encaminhado dos mistérios procuro de novo. Boa resenha o/

    • Olha Victor, eu sinceramente aposto no “maluquice japonesa” hahahah
      Obrigada pelo comentário!

  • Igarashi Ganta

    Realmente esse mangá foi altas viagens, o começo (apesar de viajado) foi até interessante como por exemplo a ideologia do longo caminho de ir a escola e depois Ageha morre de cede, mais depois ficou cada vez mais bizarro. Mesmo assim comprarei o volume 2 se não vou ter pesadelos se eu não saber o final no qual vale ressaltar que pode surpreender (ou não rsrsrs).

    • Já leu Igarashi? Eu acabei não comprando o segundo pq já coleciono mangá demais kkkkk O final agradou?

  • _asm

    Até hoje eu não sei se a Kagero é homem ou mulher. .-.

  • Bianca Rubens

    precisoooo ler o segundo

  • DarkSoulSonofSatan

    eu curtiria isso em anime mas em manga ta dificil