[Resenha] Identidade Roubada da Chevy Stevens

4

identidade roubada

Sempre tive vontade de ler esse livro desde o seu lançamento e quando o encontrei na biblioteca não hesitei em pegar emprestado. Conhecemos Annie O’Sullivan uma corretora de imóveis começando a engrenar na vida movimentada. Em um plantão de vendas num domingo, ela recebe poucas visitas e já está quase indo embora quando aparece um homem que parece ser um comprador em potencial. Ele é bonito e educado. Quando está terminando de mostrar a casa, ela sente algo em suas costas e com pavor escuta a voz do homem dizendo para fazer o que ele manda, senão irá matá-la. Ele a coloca dentro de um carro, a seda e quando acorda, Annie está em uma cabana feita para prendê-la e lá ela permanece por meses convivendo com um Maníaco (assim que ela passa a chamá-lo em sua mente) que escolhe qual roupa ela deve vestir e comer, quantas vezes ela deve ir no banheiro por dia e ainda a estupra.

É a própria Annie que narra a história e o livro é dividido em sessões de terapia. Annie conta como sobreviveu ao maníaco e sua vida atual que não é nada fácil já que ela tem medo de tudo e de todos, não se sente segura dormindo na sua cama e dorme no closet, não consegue trabalhar e por mais que odeie, vive do dinheiro de entrevistas. Os seus relacionamentos foram por água a baixo: com a mãe nunca teve um relacionamento muito bom depois da morte do pai e irmã mais velha e isso piorou desde que voltou, a melhor amiga que sempre a colocou pra cima ela prefere manter afastada e nem ela entende muito bem o motivo para isso, o namorado é atencioso, mas ela não consegue permitir que ele lhe toque.

Por ser dividido nessas sessões, são capítulos curtos e você lê muito rápido. Em uma noite de insônia li metade do livro e em mais dois o terminei. Pensei que a história se fecharia com Anne se livrando do maníaco, mas ela continua após isso desenterrando e desvendando mistérios com relação ao seu sequestro.

Vemos como Annie foi despedaçada e passa a reunir os cacos de si mesma e sabemos que ela própria sabe que por mais que ela junte todos, nunca mais vai ser a Annie de antes. O livro tem cenas pesadas, como você pode ter percebido, então eu não recomendo para um público muito sensível, mas se você gosta desse tipo de trama, é recomendadíssimo!

NOTA:

05-selos-cabulosos

Editora: Arqueiro
Autora: Chevy Stevens
Origem: Estrangeira
Título original: Still Missing
Ano: 2011
Número de páginas: 256
Skoob

  • Succ Kammiekazzie

    Gostei, parece ser muito interessante, parabéns pela resenha.
    Minha listinha de pretensões está indo ao infinito e além e minha estante já tem livros com expectativas de leitura para 2017.
    Que os deuses me presenteiem com uma longa vida.

    • Succ, eu estou começando a me desesperar com esse negócio de leitura. Tenho uns livros pra ler aq e mesmo tentando ler 3 de uma vez n estou dando conta (mas a culpa é toda minha).
      Obrigada pelo comentário!
      Abraços!

  • Victor Hugo Oliveira

    Achei bem interessante pelo aspecto narrativo de contar em sessões a história, mas o tema é muito pesado e fora da minha “zona de conforto” para dizer que vá correr atrás, mas ficarei atento ao título quando for visitar os Sebos da vida. Surgindo uma boa oportunidade, vai para fila…. Daqui a pouco to tentando que distribuir senhas pros livros que chegam aqui em casa.

    • Victor, eu já faço isso com meus livros ahahhahaah
      Obrigada pelo comentário!
      Abraços!