[Resenha] Coraline do Neil Gaiman

7

coraline-book

Esse é o primeiro livro escrito por Neil Gaiman para um público infantil, porém, após terminá-lo, pensei comigo mesma que nunca leria esse livro para uma criança. Não por ele ser ruim, não, não, longe disso, mas por ele ser assustador.

Coraline é uma menina, filha única, que mora com os pais em um complexo de apartamentos. Tanto o pai quanto a mãe trabalham em casa e aí você pode pensar que por isso ela passa muito tempo com eles e pode ser até uma menina chata e mimada, mas é exatamente o contrário: ela é deixada de lado muitas e muitas vezes. É muito solitária. Como não tem atenção em casa, ela procura passar o tempo do lado de fora com os vizinhos. No andar de baixo moram duas senhoras que já foram atrizes e que têm diversos cachorros tão velhos quanto elas. No andar de cima mora um senhor que treina ratos para um espetáculo. A única coisa em comum entre eles é que sempre erram o nome de Coraline, por mais que ela os corrija.

“— São esquisitos, os ratos. Entendem as coisas errado. Entenderam seu nome errado, sabe? Insistem em chamá-la Coraline, e não Caroline. De modo algum Caroline”

A monotonia de Coraline acaba quando ela descobre uma porta na sua casa que dá… pra nada. Atrás da porta existe uma parede de tijolos, porém em uma noite a porta se abre e dá para um corredor escuro… do outro lado há uma versão da sua casa, dos seus pais e tudo parece perfeito, seus pais dão atenção a ela, fazem as comidas que ela gosta, mas tudo tem um ar sinistro, como por exemplo, todas as pessoas desse mundo terem botões no lugar dos olhos.

ilustração coraline

Ela vai embora desse mundo normalmente da primeira vez, mas no dia seguinte seus pais não se encontram em lugar nenhum e… não voltam. Ela então recebe a dica de um gato que a outra mãe pegou os seus pais verdadeiros e que ela terá de ir até o outro mundo resgatá-los. E aí começa a aventura sinistra de Coraline. Os lugares que ela explora são cada vez piores.

“Sob a luz tênue, Coraline levou vários segundos até reconhecer de fato a coisa: era pálida e inchada como uma larva, as pernas e os braços finos como varas. Quase não havia traços em seu rosto, que se inchara e inflara como massa de pão fermentada. Tinha dois grandes botões negros no lugar onde deveriam ter sido os olhos”

Coraline ganhou uma animação e assisti antes da leitura. Pelo que me lembro, tem grandes diferenças, mas você consegue ver como duas mídias e ambas são muito boas.

É um livro que leria para meu filho, com seus 12 anos de idade (ou mais).

NOTA:

05-selos-cabulosos

Editora: Rocco Jovens Leitores
Autor: Neil Gaiman
Origem: Estrangeira
Título original: Coraline
Ano: 2002
Número de páginas: 160
Skoob

 

coraline sinistra

  • Succ Kammiekazzie

    Passei tanto tempo olhando a foto da menininha que meu computador travou.
    uahauhaahaahuahaua
    Olha, não vi o filme e não li o livro, que na verdade eu havia comprado para meu filho, mas, ele não me deixou ler porque achou que era livro pra meninas.
    Depois dessa resenha fiquei curiosa, vou ver qual é a desse livro e confiro o filme em seguida.
    Foda, se meu guri vir essa foto… uahuahauahauahauahuaha

    • Succ Kammiekazzie

      A propósito, tem um outro livro em que algumas personagens também surgem com botões no lugar dos olhos, se o Alzheimer não avançou demais, era em um livro do Joe Hill.

    • Priscilla Rubia

      Succ,
      Pode dizer para seu menino que o livro não é para meninas e sim para pessoas corajosas hahahahha E nem sei se é uma boa idéia dizer alguma coisa (ele tem 6 anos né?), leia antes e depois veja se você acha apropriado =P
      Não se preocupe que a foto da menina não tem no livro, eu que achei nas webs, gostei e acrescentei na resenha.
      Sério isso do Joe Hill? Eu só li A Estrada da Noite dele, fiquei curiosa agora 😀
      Muito obrigada pelo comentário!
      Bjus =*

      • Succ Kammiekazzie

        Então, Pri.
        Não sei se é mesmo do Hill, se não for, é de um cara muito parecido com ele
        uahauahauhauahauahau
        A verdade é que ando tendo uns lapsos de memória, mas o doutor disse que não é Alzheimer, que eu só preciso dormir mais e trabalhar menos. (Impossível)
        Sim, o Thor tem 6 anos, já lê bonitinho. Também tem o Lex de 4 anos que, embora seja autista, já conhece todas as letras.

        • Eu fico brincando com o Lucien isso de Alzheimer, mas sei que é estresse, cansaço =\
          Poxa! Gamei no nome dos seus meninos! ahhahaahh Mto bom!
          Se cuida Succ
          Abraço!

  • Alvaro Rodrigues

    Apesar de ser do Neil Gaiman, e ser (bem) mais velho que o filho da Succ, confesso que fiquei com o mesmo preconceito ao achar que era uma livro/animação para meninas. Definitivamente, os livros do Gaiman, assim como os do King não merecem que se torça o nariz antes de lê-los.
    Sinto que a lista dos desejados do Skoob irá aumentar depois deste post…
    Droga! rs

    Forte abraço!

    • Álvaro, como diz Lucien não sei se respondo “De nada” ou “Me desculpe” ahhaahhaha
      Isso do Gaiman é certo! Esse foi o primeiro, mas tem outros livros infantis dele que quero muito ler, como O Livro do Cemitério e o Os Lobos Dentro das Paredes. Todos eles tem esse toque sinistro.
      Obrigada pelo comentário!
      Grande abraço!