[Rapidinha de Inglês] Grafia Britânica x Grafia Americana (Parte 2)

2

Na rapidinha anterior mostrei as diferentes grafias de palavras americanas e suas correspondentes britânicas. Naquele caso, trocava-se apenas um s, ou um r, como em fiber x fibre.

Continuando com a premissa de que é importante atentar-se ao destinatário de um texto para escolher a grafia americana ou britânica, quero contar uma história pessoal rapidinha.

Há muitos anos, fui morar em Londres para “arredondar” o meu Inglês. Rapidamente entrei para uma escola e comecei a estudar para prestar o exame chamado “Cambridge Certificate”.

Logo chegou a primeira tarefa que consistia em uma redação. Confiante no meu Inglês, afinal eu já havia estudado 5 anos no Brasil, redigi a melhor redação que pude, e estava confiante de que iria obter uma boa nota. Quando recebi a redação de volta, qual não foi o meu choque ao ver que o texto estava inteirinho pontuado com caneta vermelha. Minha redação continha palavras como “highway” que significa estrada, e meu professor circulou e escreveu a correspondente correta em Inglês britânico: “motorway”.

Imediatamente percebi que se eu queria tirar bom conceito no Cambridge, teria que me atentar para as diferenças das palavras britânicas. Nunca mais cometi esse erro tanto nos exames escritos como orais e no final de minha estadia em Londres, prestei o exame e garanti bom conceito.

Este é um exemplo simples, mas vale para outras situações em que um texto será redigido para um receptor britânico e vice-versa. Segue uma relação das palavras com mesmo significado, porém completamente diferentes em sua escrita americana x britânica:

American   British Portuguese
airplane   aeroplane avião
apartment   flat apartamento
area code   dialing code código de área
bar   pub bar, taverna
billfold   wallet carteira
busy   engaged (phone) ocupado (telefone)
candy   sweets doces
cookie/cracker   biscuit biscoito
corn   sweet corn, maize milho
crib   cot berço
crazy   mad louco
crosswalk   pedestrian/zebra crossing faixa de pedestre
cuffs   turn-ups (on trousers) bainha de calça
diaper   nappy fralda
drugstore, pharmacy   chemist’s farmácia, drogaria
elevator   lift elevador
eraser   rubber, eraser borracha (escolar)
fall/autumn   autumn outono
first floor, second floor etc   ground floor, first floor térreo, primeiro piso…
flashlight   torch lanterna
flat (tire)   flat tyre, puncture pneu furado/vazio
french fries   chips batatas fritas
garbage/trash   rubbish lixo
garbage can, trashcan   dustbin, rubbish bin lata de lixo
gas/gasoline   petrol gasolina/combustível
highway, freeway   main road, motorway estrada, rodovia
hood (of a car)   bonnet capô
intersection   crossroads cruzamento (de rodovias ou ruas)
mad   angry enfurecido
mailbox   pillar box caixa de correio
mean   nasty mesquinha
movie, film   film filme cinematográfico
movie theater   cinema cinema
pants, trousers   trousers calças compridas
parking lot   car park estacionamento
pavement   road surface calçamento, pavimentação
pitcher   jug jarro(a)
potato chips   crisps batata frita (em fatias)
railroad   railway ferrovia
raise   rise (in salary) aumentar
rest-room, bathroom   (public) toilet toalete, banheiro (em restaurantes, hotéis etc.)
sidewalk   pavement calçada
resumé   CV currículo profissional
schedule, timetable   timetable horário
sneakers   trainers (=sports shoes) tênis esportivo
stand in line   queue fazer fila
store/shop   shop loja
**subway   underground* metrô
trunk (of a car)   boot porta-malas
truck   lorry, van caminhão
two weeks   fortnight, two weeks duas semanas
vacation   holiday(s) férias
vest   waistcoat colete
zee   zed “zê” – o nome da letra “z”
zipper   zip zíper, fecho de correr

 Agora um quadro divertido que também mostra essas diferenças: 

brvsam

  • Lucas Ferraz

    Muito esclarecedor! Havia notado algumas poucas dessas diferenças nos livros e séries que assisto, mas achava que era dois modos de dizer algo que coexistiam, não tinha sacado que um era usado nos EUA e o outro na Mother Land (dos EUA :P)
    Bem legal!

    • Carol Siqueira

      Então, Lucas, os dois modos coexistem no dia-a-dia, mas para determinadas situações é preciso atentar para as diferenças. Obrigada por comentar! 🙂