[RESENHA] O oceano no fim do caminho – Neil Gaiman

2

eu-sou-a-lenda2_thumb11_thumb5

Título: O Oceano No Fim do Caminho

Autor: Neil Gaiman

Editora: Intrínseca

ISBN: 9788580573688

Páginas: 208

Ano Lançamento: 2013

Tradução: Renata Pettengill

 

Sinopse:

“As pessoas pensam que sonhos não são reais apenas porque não são feitos de matéria, de partículas. Sonhos são reais, mas eles são feitos de pontos de vista, de imagens, de memórias e trocadilhos, e de esperanças perdidas.” -Neil Gaiman

Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo.

Analise:

Neil Gaiman famoso criador da série de quadrinhos “Sandman” está de volta com um romance adulto, considerado o melhor livro em 2013 pelo publico britânico o livro retrata um conto de fadas moderno.

O trabalho feito no livro pela editora Intrínseca é impecável em se tratando da arte na capa, mostrando uma mulher no fundo de um rio e o mais legal ainda é na parte de trás do livro a capa continua com um garoto em cima de uma espécie de pilastra dando a impressão que ele está tentando fugir de alguém.

O livro é pequeno, cerca de 208 páginas vai trazer uma leitura rápida e bem fluida com uma escrita impecável do Gaiman, conta também com uma boa diagramação e letras adequadas para trazer uma boa leitura e com espaçamentos grandes.

Seu personagem principal, um homem que retorna na casa aonde viveu sua infância relembrando tudo que ele presenciou junto com sua amiga Liza Hempstock e os medos e aventuras que ele viveu junto dela.

Não é apenas um livro que você vai ler e sim uma história do qual o autor vai fazer você prender sua atenção e fazer parte com os personagens e ver que não foi atoa que o livro foi considerado o melhor em 2013.

05-selos-cabulosos

 

  • Diego Cavalcanti

    opa!!

    Vindo de Neil Gaiman claro que tinha de ser bom. estou lendo agora deuses americanos, mal cheguei a vinte por cento do livro e já estou preso a ele, não consigo parar de ler. Como esse cara consegue fazer isso hein?

  • Wilson Brancaglioni

    Bancário, 38 anos e sou de São Paulo/SP.

    Li esse livro recentemente,inclusive, fiz uma resenha no Skoob e achei fantástico. É um livro que ampliou minha percepção das coisas que você carrega da infância para a fase adulta. Recomendadíssimo. Abraço a todos.