[Resenha] A Cidade dos Segredos – Sasha Gould

1

A-Cidade-dos-Segredos SashaEdição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581633121
Ano: 2014
Páginas: 256
Tradutor: Luiz Gonzaga Fragoso

Logo Skoob

Laura foi enviada para o convento logo depois da morte de sua mãe. Passa a maior parte dos dias em silêncio, e, apesar de ser tolerante e obediente, no fundo da alma não consegue aceitar a ideia de viver ali para sempre. Uma noite, sem maiores explicações, Laura é informada de que seu pai a quer de volta em casa. Feliz da vida, ela começa a se preparar para rever sua irmã mais velha, Beatrice, que há algum tempo deixou de responder suas cartas. O que ela jamais imaginava era chegar durante o velório de Beatrice, que morreu em uma situação inexplicável. Agora, o pai de Laura ordena que ela se case com Vincenzo, noivo de Beatrice, um homem muito mais velho e de aparência repugnante. A sociedade Segreta faz um pacto com Laura e promete ajudá-la a se livrar de Vincenzo – e a descobrir quem matou Beatrice. Sem alternativas, Laura é obrigada a depositar todas as suas esperanças nas mãos dessas mulheres enigmáticas. Mas até que ponto se pode confiar na palavra de alguém?

A cidade dos segredos possui uma trama que deixa o leitor curioso até seu desfecho. Fala sobre uma garota chamada Laura, que foi enviada pelo pai para um convento, afastando-a de sua querida Irma, e quando ela pensa que vai passar sua eternidade presa naquelas paredes, algo inesperado acontece. Seu pai a manda buscar. Sem imaginar o motivo, Laura parte ansiosa para rever sua Irma. O que ela não esperava é que iria encontrá-la dentro de um caixão…

Beatrice estava noiva de um homem velho, rico e asqueroso. A fim de salvar os negócios da família, seu pai havia prometido a filha para esse homem chamado Vincenzo. Mas com a morte de Beatrice, em circunstâncias misteriosas, só restou ao homem prometer a outra filha a Vincenzo, nem que para isso precisasse tira-la do convento.

E importante dizer que no inicio do livro acontece um acidente, em que em meio aos gritos de uma mulher, um corpo e encontrado boiando no rio. Esse acontecimento tem uma ligação direta com a história… Nesse ínterim, Laura conhece seu futuro marido, numa festa em que comemora seu retorno a sociedade de Veneza. Desolada por descobrir-se noiva de um homem tão velho e decrépito, Laura vai tomar ar no terraço e se depara com um jovem pintor, por quem logo fica interessada. À principio, com uma conversa sobre arte, só que mais a frente, esse pintor misterioso de nome Giacomo também vai se revelar como parte importante do quebra-cabeça que a autora montou.

Laura reencontra sua amiga de infância, a melhor amiga de Beatrice e outras pessoas velhas conhecidas. Acaba tendo conhecimento de vários detalhes ocorridos em seu período no convento. Entre eles, de que existe uma sociedade secreta, formada por mulheres que se reúnem às escondidas e ninguém conhece suas identidades.

 E qual não é a surpresa ao ser procurada por uma dessas mulheres, a fim de que elas lhe prestem um favor, de impedir seu casamento com Vincenzo. Mas pra isso, Laura terá que compartilhar um segredo com a irmandade, e ela compartilha…

Laura sabe de um segredo sobre o duque de Veneza, e não hesita na hora de contar a fim de obter a ajuda daquelas mulheres mascaradas. O grupo se chama Segreta, e Laura só passa a confiar nessas mulheres quando na manhã de seu casamento, descobre que o grupo realmente ‘mexeu os pauzinhos’ para impedir seu casório. Agora, o ambicioso pai quer que a filha encontre um bom partido para não ser arruinado.

Entre vários acontecimentos, e mortes inclusive, Laura se apega a algumas pessoas, e passa a desconfiar de outras. Se ela falar com alguém sobre a Segreta, ela morre. Cada vez mais seduzida pelo pintor Giacomo, ela descobre que ele também mentiu pra ela. E sente que não pode confiar em ninguém.

A trama é muito bem tecida, e em momento algum eu percebi o desfecho ante meus olhos. Os personagens são bem construídos, os cenários são bem detalhados e a narrativa é maravilhosa. Sem contar que o livro possui capítulos curtos, que a meu ver, dão mais tensão à história.

Laura conhece o lado hipócrita da sociedade, de pessoas com dinheiro e poder, mas desprovidas de sinceridade, presas numa convivência insossa e artificial, onde todos usam máscaras para disfarçar seus podres segredos…

Nesse ambiente, ela precisa encontrar a verdade sobre a morte de Beatrice, que não foi acidental. Mas parece que a cada segredo revelado sobre sua morte, o perigo se aproxima e ela teme por sua própria morte.

Se tratando do cuidado estético do livro, a Editora Novo Conceito caprichou. A capa é linda, não percebi erros de edição, e apesar da diagramação simples, o livro é lindo de se ter na estante. Outro fator que não posso deixar de citar é que o livro é o primeiro de uma série. Espero ansiosa pela continuação, pois o final deixa um gancho no mínimo curioso para um segundo livro.

De autoria de Sasha Gould, A cidade dos segredos é mais um lançamento de Janeiro da Ed. Novo Conceito. Leitura deliciosa, de prender o fôlego e que não deixa o leitor soltar o livro por um minuto sequer…

Bem recomendado…

Nota:

04-selos-cabulosos

  • Nate River

    Estava pesquisando sobre o livro. Achei interessante o que escreveu sobre ele. Vou me arriscar a comprar.
    *usar coturno desgastado é bem a minha cara*