CabulosoCast #77 – Nosso Top 5

42

vitrine-960-CC77Olá Leitores Cabulosos, sejam muito bem-vindos a mais um CabulosoCast. E neste capítulo, Lucien o Bibliotecário (@lucienobiblio10) e Serena (@Serena_Cabulosa) recebem Cecília Garcia do 30 MIN, Lucas Roberto e Rebecca Agra para revelar com à sangue, suor e lágrimas os cinco livros mais importantes que já leram. Acompanhe a saga para a difícil e sofrida deste Top 5. Bom episódio para vocês.

Citados na leitura de e-mails

Recomendações

Livraria Cultura

Submarino

Citados durante o programa

Mídias Sociais

Assine nosso Feed

Assine nosso feed http://feeds.feedburner.com/cabulosocast

Nossa Página no iTunes

http://itunes.apple.com/br/podcast/leitor-cabuloso-literatura/id549022839

Nossa Página na Kombo Podcasts

http://www.dimensaonerd.com/category/podcast/cabulosocast/

Nossa Página do You Tuner

http://youtuner.co/index/results?s=cabulosocast&x=0&y=0

Nossa Página no FalaCast

http://www.falacast.com.br/eqbws9vm

Quer nos Enviar uma E-mail?

Quer enviar um e-mail comentando algo que ouviu no programa? Quer enviar um link ou algum material que complemente as informações do podcast? Escreva para cabulosocast@gmail.com

Quer Deixar uma Mensagem de Voz

Mande seus recados de voz para o nosso CabulosoCast deixando sua mensagem na nossa secretária eletrônica do GTalk! É só ligar para cabulosocast@gmail.com

Tamanho do Episódio:  60 minutos

Quer baixar o episódio em arquivo rar?

Para baixar a versão em zipada clique aqui, em seguida cole o link de download e clique na opção convert file.

Para fazer o Download do episódio clique aqui.

Atenção!!!

Para ouvir basta apertar o botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como para salvar o episódio no seu pc). Obrigado por ouvir o CabulosoCast!

  • Saudações pessoal!
    Sou um ouvinte recente e gosto muito da qualidade do podcast, mas preciso fazer uma crítica. O áudio da Serena na leitura dos e-mails estava muito ruim. Eu juro que tentei, voltava o podcast várias vezes mas não consegui entender quase nada do que ela estava falando. Irritou bastante para falar a verdade. Por sorte esse não foi meu primeiro episódio de vocês, pois já conheço a qualidade que vocês conseguem alcançar, mas me coloco no lugar de um ouvinte que esteja escutando vocês pela primeira vez. Eu teria fechado a aba imediatamente e procurava outro podcast.
    Desculpe a crítica mais “dura”, mas torço muito pelo CabulosoCast e quero vê-lo cada vez melhor. A qualidade e os temas são muito bons. Vida longa e próspera ao CabulosoCast!

    PS: As trilhas escolhidas nos programas são simplesmente sensacionais! 🙂

    • Richard,

      Não foi uma crítica dura, mas uma crítica justa. Assumo a completa responsabilidade pela qualidade do áudio da Serena, pois durante a gravação da leitura de e-mails achei que, por ela estar falando baixo, quando trouxesse para a mesa de edição conseguiria ajeitar as coisas. Mero engano. Agradeço a preocupação e saiba que é pensando em ouvintes dedicados como você que garanto que isto não ocorrerá mais.

      Obrigado pelo comentário e pelo elogio as trilhas do programa (são um capricho meu) 😉

      Abraços.

  • Succ Kammiekazzie

    Ou meu computador tá doido ou tá dando pau pra fazer download.
    1ª tentativa o áudio termina em 1:31
    2ª tentativa e só roda por 2 minutos

    • Succ,

      Eu acabei de baixar a partir do “salvar como…” e abri o meu iTunes para baixar via feed e tudo normal.

      Abraços.

      • Succ Kammiekazzie

        Lucien, eu sempre baixo assim. Tentei várias vezes por 3 navegadores diferentes, dá o mesmo erro note também.
        Mas não tem problema, vou ouvir por aqui mesmo, na verdade faltava pouco pra terminar.

        • Succ,

          Agradeço demais por avisa, pois outras pessoas podem estar sentido o mesmo problema. Vou fazer uma pesquisa para ver se outras pessoas estão com o mesmo problema.

          Abraços.

  • Wilson Brancaglioni

    Olá turma. Tenho 38 anos, bancário e moro em São Paulo/SP.

    Já escuto este podcast há algum tempo e sou fã de carteirinha de vocês.

    Ouvir este belíssimo programa me fez pensar nos Top 5 da minha vida na qual compartilho com vocês:

    1 – No Caminho dos Sonhos – Moacyr Scliar
    2 – Otelo – Willian Shakespeare
    3 – O Mundo de Sofia – Jostein Gaarder
    4 – Lucíola – José de Alencar
    5 – A Pedra Filosofal – JK Rowling

    Estes são os livros. A escolha não foi nada fácil e segui a mesma fórmula do Lucien. Fui pelo lado sentimental, pois foram livros que de alguma forma marcaram minha vida. Vocês são fantásticos. Parabéns ao Lucien, Serena e aos convidados.

    • Wilson,

      Você colocou O Mundo de Sofia em sua lista que bacana! Otelo assisti a uma belíssima adaptação, mas ainda não quero ler.

      Infelizmente qualquer livro “daquele que não deve ser pronunciado” está fora dos meus objetivos de leitura.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

    • Wilson, todo mundo que tem Shakespeare como favorito é meu amigo e bem vindo na minha casa, haha. Brasília ira´ te receber com festividade. Mas… Lucíola é uma daquelas obras traumáticas do ensino médio. Tanto que minha mente obliterou informações sobre 😮

      • Wilson Brancaglioni

        Lucas, fico muito feliz pela amizade. Realmente adoro Shakespeare que marcou minha vida quando li. Quanto a Lucíola não tive maiores problemas. A literatura é maravilhosa, pois possibilita abrir várias portas e esse espaço é um canal fantástico para troca de idéias e amizades. E São Paulo também te receberá muito bem.

        Abraços

  • Gostei muito de pensar em meu top 5. Parti do princípio de que deveria escolher os livros de minha estante. Então lá vai:
    1 -“O Corsário Negro” (Emilio Salgari) – O pirata honrado que apenas quer vingar a morte dos irmãos.
    2 – “Caninos Brancos” (Jack London) – O lobo como personagem principal me fascinou.
    3 – “Frankenstein” (Mary Shelley) – Que o nome Frankenstein é do cientista não o da criatura.
    4 – “Drácula” (Bram Stoker) – O verdadeiro vampiro. Inclusive ele tem características que mostram que o vampiro e o lobisomem devem ter surgido de uma mesma lenda.
    5 – “O Fortim” (F. Paul Wilson) – Esse livro tem o vilão mais poderoso que já vi.
    São livros que me satisfizeram muito. A leitura foi agradável e me fez viajar bastante.

    • Guilherme,

      Sobre Drácula, fiquei curioso sobre a origem do lobisomem. Sua lista é bem diferente da nossa. Achei muito legal poder conhecer estes livros.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Laisa Couto

    26 anos, designer, São Luís-Ma
    Olá, pessoal! Devo confessar que estou viciada no CabulosoCast, acho que 1 por semana é muito pouco!
    Da lista dos 5 favoritos que cada um citou, li somente O Mundo de Sofia em 2007 e como alguém chegou a comentar, achei o final meio sei lá, não gostei, mas isso não anula a qualidade da obra,que é um passeio prático sobre a história e a filosofia da humanidade. O Senhor dos Anéis com toda certeza estaria no meu Top5, apesar de eu nunca ter relido a obra, a atmosfera criada por Tolkien está permanente no meu coração. Este ano pretendo reler a obra sem falta, para me ajuda a compor o segundo livro da trilogia Lagoena. Adorei Serena ter citado um dos livros de Frances R. Burnett, os filmes são lindos, ainda não tive a oportunidade de ler algo dela, mas a vontade é enorme, anos atrás escrevi um post sobre a autora no meu blog, que por sinal, é um dos mais visitados. Dos outros livros citados que há muito tempo quero ler é O Conde de Monte Cristo, cheguei a ver um filme baseado na obra, a versão de 2002 e fiquei totalmente instigada pela trama. Com toda certeza o livro permeia por muitos temas arrebatadores que provavelmente me deixará de queixo caído. Me interessei por Capitães de Areia e O Evangelho Segundo Jesus Cristo, esses vão para a lista de leitura!

    Parabéns pelo episódio!

    • Laisa,

      1 por semana é pouco? Mas editar que bom, ninguém quer, né?

      Se houvesse essa opção, eu também levaria O Senhor dos Anéis mesmo sem ter lido.

      Agora, Laisa, cadê o seu top? Hein?

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Leandro Donda

    Olá pessoal, conheci o podcast de vocês a partir de indicação do Eduardo Spohr (episódio 75) e posso dizer que tenho gostado bastante! tenho ouvido anteriores no intuito de conhecê-los mais profundamente. esse episódio foi muito bom e de uma edição, tirando a parte da Serena na leitura de emails, primorosa! Irei ler aqueles que ainda não li!

    Moro em Berlin, 31 anos, engenheiro em período sabático (desempregado durante o doutorado sanduiche da patroa rsrs) e aspirante a escritor (período sabático contribuindo).
    Sem mais delongas seguem os livros da minha lista:
    5- Corrida pela Herança do Sidney Sheldon – li na escola quando tinha 11 anos e posso dizer que foi o primeiro livro que me deixou alucinado e, por isso, entra;
    4- Encontro com Rama do Arthur C. Clark – pouco conhecido do público em geral mas meu primeiro livro de ficção, presente de meu pai, que me fez abrir meus horizontes (literalmente);
    3- Um Estudo em Vermelho do Arthur Conan Doyle – o primeiro livro do Sherlock e aquele que me trouxe de volta aos livros de uma maneira apaixonante;
    2- Ele Escolheu os Cravos do Max Lucado – o primeiro livro que me chorar enquanto lia! Tal qual o livro do Saramago, não importa sua fé ou falta dela, o autor consegue te colocar dentro da Paixão de Cristo e te fazer repensar sua vida!!!
    1- O Senhor dos Anéis do J. R. R. Tolkien – o que dizer de um livro de mais de 1.000 páginas que li no meu primeiro semestre da Universidade em apenas 15 dias? Tenho o Box Edição Especial com todos os filmes estendidos e assisto, ao menos, 2 vezes por ano.

    Abraços!

    • Leandro,

      Que bacana que esteja gostando do CabulosoCast.

      Cara, eu comprei Fim da Infância e quero muito ler. Sobre este livro do Clark, ouça o CabulosoCast sobre a História da Ficção Científica. O Paulo Elache o indicou.

      1000 em 15 dias? Putz, eu sou lerdo mesmo.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Marcos Martins

    Muito bom (e acho que doloroso para os participantes falarem sobre os 5 livros que levariam com eles se algo acontecesse), o cabulosocast. E meus amigos, pensando em escolher 5 livros para se acontecesse, sei lá, um apocalipse zumbi, percebi que ninguém levaria um manual para se matar zumbis, tipo o “Protocolo Bluehand: Zumbis”(RS), mas incorporando a essência do programa… meus amigos, coisa difícil de escolher em.

    Os livros que eu levaria:

    1 – A Metamorfose (Franz Kafka);
    2 – Memórias Póstumas de Brás Cubas (Machado de Assis);
    3 – MISTO-QUENTE (Charles Bukowski);
    4 – O Senhor dos Anéis ( aquele livrão com as três histórias juntas);
    5 – E todos o poemas do Augusto dos Anjos para poder apreciar, sem parcimônia, o apocalipse zumbi.

    E que Machado de Assis me perdoe, mas se eu só pudesse levar um, levaria o livro do velho Buk, “Misto quente”.
    Todos esse livros me transportariam para um lugar melhor.

    Marcos Martins,
    Jaboatão dos Guararapes – PE.

    • Marcos,

      A Metamorfose entrou no meu top, mas depois saiu (com sofrimento). Então o Bukowski é o seu top One!

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Succ Kammiekazzie

    39 anos até as 23:59 de hoje, Técnico em Informática e Fotógrafa quando estou inspirada, lendo O Silmarillion de Tolkien que ganhei de aniversário #chupamundo
    uahauhauahua
    Lucien e Serena, estão satisfeitos? Beijim pros dois.
    * Amei tudo, vocês escolheram ótimos livros e é bom saber que foi espontâneo (afinal alguns livros foram escolhidos por duas ou mais pessoas) e não com qualquer outro propósito.
    * Foi um grande alívio saber que não sou a única a duvidar da masculinidade de Bentinho. Amo Dom Casmurro, mas, Memórias Póstumas ganha fácil.
    * A guria falando do livro Mago e Vidro… Eu gostaria de estar perto para dar uma beijoca nela. Na verdade A Torre Negra deveria contar como um único livro, pois, não saberia qual é o melhor. O Senhor dos Anéis também.
    * Pro guri que falou do Mochileiro das Galáxias… Leia o sexto livro, é bem legal.
    Bom, eu passei os últimos dias tentando fazer meu Top 5, o resultado é esse:
    5 – Hamlet – Shakespeare
    4 – On The Road – Jack Kerouac
    3 – A Torre Negra – Stephen King
    2 – O Senhor dos Anéis – Tolkien
    1 – Histórias Extraordinárias – Edgar Allan Poe
    0 – A Espada Selvagem de Conan. Sem Robert E. Howard a vida não faria sentido.
    Não escolhi nenhum autor brasileiro, seria muita injustiça com os que ficariam de fora. A literatura nacional é a melhor do mundo, adoro tudo da coleção Vaga-Lume ao clássico dos clássicos.
    Abraços, amo vocês.

    • Succ,

      Você viu que o Silmarillion ganhou a enquete do CabulosoCast 100, né?

      Concordo sobre Memórias Póstumas, mas ainda prefiro O Alienista.

      É interessante ver vocês querendo trapacear. Sempre tem uma desculpinha para colocar mais um livro. Mas assumo que a indicação de Conan é válida.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

    • Succ quem tem Shakespeare, Tolkien, Stephen e Poe na lista de top cinco merece ser ouvido. Vou dar uma chance pro sexto livro dos mochileiros, mas ja´ digo que tô com um pé atrás, rs. Mesmo assim, obrigado pela dica (:

  • Já participei da pesquisa, e aí vai meu Top 5 (e, naturalmente, recomendo a todos esses livros), sem ordem:

    * Kafka a Beira-Mar, de Haruki Murakami
    * O Inimigo do Mundo, de Leonel Caldela
    * Deuses Americanos, de Neil Gaiman
    * O Despertar dos Mágicos – Introdução ao Realismo Fantástico, de Louis Pauwels e Jacques Bergier
    * O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien

    Gostaria de recomendar muito, muito, MUITO MESMO (e se puder ler meu comentário no ar, para recomendar ainda mais kkkk), que os novos escritores de ficção fantástica leiam O Despertar dos Mágicos. Para mim, é imprescindível para abrir a mente a todas as possibilidades que nossa realidade oferece. Abs!

    Rodrigo Rahmati / 27 anos / Sorocaba / Gestor Ambiental

    • Rodrigo,

      Este O despertar dos mágicos é um livro teórico de fantasia é isso? Agora fiquei curioso.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Wagner Araújo

    Olá galera, sou Wagner Araújo, e estou preparado para o apocalipse zumbi (Estudei todas as dicas do Protocolo Bluehand – Zumbis).
    Segue meu Top 5.
    1 – A Batalha do Apocalipse – Eduardo Spohr
    2 – Filhos do Éden – Herdeiros de Atlântida – Eduardo Spohr
    3 – Filhgos do Éden – Anjos da Morte – Eduardo Spohr
    4 – Jogador Número 1 – Ernest Cline
    5 – Protocolo Bluehand – Zumbis – Abu Fobiya, Alexandre Ottoni e Deive Pazos

    E daria um jeito para levar a HQ Indenpendência ou Mortos do Abu Fobiya escondido.

    Abs,

    Wagner Araújo

    • Wagner,

      Você acha que Anjos da Morte fica em 3º? Eu colocaria no 2º. Hã, hã! Não não pode levar livro escondido, lembra? Top 5.

      Muitíssimo obrigado pelo comentário

      Abraços.

  • Juliana

    Leia “Os três mosqueteiros” do Alexandre Dumas
    Vai valer muito a pena… mas muito mesmo!

  • Fala Lucien e Serena, tranquilos? Eu sou o Bruno Assis, 24 anos, jornalista de Belo Horizonte e podcaster no Papo di Minero. Atualmente lendo O Mundo de Sofia (citado no cast e que eu estou dando uma chance porque abandonei em 2008).

    Quero brincar de escolher meu top 5 também. Fiquei pensando sobre ele durante o cast e acho (só acho) que cheguei a uma lista aceitável. Vou fazer como vocês fizeram e ir pelo coração, não pelos melhores livros que já li.

    5 – O primeiro livro que eu conseguisse alcançar do Luís Fernando Veríssimo. Não tenho preferência, pode ser qualquer um mesmo. Ele é meu mestre supremo das crônicas e com certeza me alegraria nas raras horas de calmaria em meio ao apocalipse zumbi.
    4. A Sangue Frio, do Truman Capote. O livro que une as duas paixões da minha vida – literatura e jornalismo – e que é escrito de uma forma tão genial por um autor igualmente genial merece ser salvo das babas dos zumbis.
    3. A Torre Negra 4: Mago e Vidro, do King. Tenho que concordar com quem falou sobre esse livro no cast. Sou louco com a série da Torre Negra (não é a toa que minha primeira tatuagem foi sobre ela) e Mago e Vidro é o ápice dentro dela. Foi o único livro que eu virei a noite lendo. Comecei devia ser umas sete da noite e, quando me dei conta, já era quase cinco da manhã.
    2. Peter Pan, do J. M. Barrie. Segunda estrela à direita e em frente até o amanhecer. Esse é o caminho que eu seguiria durante o apocalipse.
    1 – Harry Potter e a Câmara Secreta, da Rowling. Foi o primeiro livro do Harry que li, lá no ano 2000 (sim, comecei a ler pelo segundo. Fui um completo idiota) e foi o livro que despertou minha paixão pela leitura. Tenho meu exemplar até hoje e com certeza salvaria ele do apocalipse.

    Acho que é isso. Nem foi tãããããão difícil assim (mentira, foi). Abraço para todos e ótimo cast (como sempre)

    *Reitero o que a galera falou: o áudio da Serena tava bem ruim na leitura de emails e no cast também tava um pouco baixo. Ouvi na academia e tinha que apertar o fone um pouco contra o ouvido na hora das falas dela.
    *Assino embaixo no que a Juliana falou, Lucien: se você falou que quer ler mais coisas do Dumas, leia Os três mosqueteiros.

    • Bruno,

      Li uma coleção de crônicas do Luís Fernando Veríssimo e me caguei de rir.

      Putz! Peter Pan ficou no meu Top 35, mas depois saiu. Muita dor!

      Então está decidido, assim que der lerei Os Três Mosqueteiros.

      Obrigado pelo comentário!

      Abraços.

  • Marcelo Zaniolo, 27 anos, Florianópolis – SC, host e criador do LivroCast

    Amigos, que episódio bacana esse. Apesar de ser um tema que todos nós poderíamos contribuir com nossas próprias listas, foi um prazer não participar! Hahaha… Aqui em baixo, depois, vou criar um top 5 rápido, certamente irreal e bem menos doloroso que o de vocês. Mas enfim.

    Graças ao cast eu LEMBREI que tinha lido o “Descanse em Paz Meu Amor”. Lembro apenas da capa do livro e que cada personagem contava sua história, mas não lembro do final. ME CONTA ELE PELO AMOR DE DEUS, LUCIEN! Haha… Não sei exatamente porque, mas ele era minha obra favorita na época em que eu não lia, se é que vocês me entendem.

    Gostei muito da indicação do “Apátrida” e devo ir atrás, e acho curioso como gostos podem ser TÃO distintos. Lembro que comentei isso na gravação do “Indicações”, mas não consegui gostar de “O Mundo de Sófia”. Dormi 17693 vezes, e é praticamente só disso que lembro.

    Sobre Saramago, devo tentar dar uma nova a chance a ele, já que minha história com o português é traumática. Tive que ler “Ensaio Sobre a Cegueira” na 5a série, imaginem. Mas cho que é hora de superar isso, e, novamente, a indicação do Lucien me pareceu interessante.

    Vamos à minha lista rápida?

    1 – A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón
    2 – O Palácio de Inverno, John Boyne
    3 – Jornada de Três Dias, Joseph Boyden
    4 – O Totem do Lobo, Jiang Rung
    5 – Cem Anos de Solidão, Garcia Márquez.

    Parabéns pelo episódio e muito obrigado pelas 2 horas de bom conteúdo.
    Grande abraço! o/
    meu caso com saramago

  • Larissa

    Um top 5 só dos alunos da Cecília!

  • Gabriella Bessa

    Ei, cabulosos, excelente podcast! Apoio muito a ideia do top 5 de livros da diarréia, hahaha.
    Concordo com a Serena e amo de paixão O Jardim Secreto e, especialmente, A Princesinha! Me deprime quando vou comentar com amigas sobre o livro e elas sequer lembram do filme (que tipo de infância foi a delas?! Rs)
    Indo ao meu top 5, acredito que os livros seriam os seguintes:

    5 – Extraordinário, da R.J. Palacio. É uma leitura muito agradável e que me remete às boas e más memórias tanto da infância quanto da idade da dita “pré-adolescência”;
    4- A Menina que Roubava Livros, de Markus Zusak. A narrativa, a abordagem dos elementos históricos se mesclando com a história da Liesel, a percepção e participação da morte, tudo ruma pra algo que me cativou profundamente;
    3- A Droga da Obediência, do Pedro Bandeira. Foi um dos livros que me ajudou a entrar no universo da leitura de vez. Enquanto alguns colegas tiveram que ler obras do Pedro como livro paradidático, eu tive a sorte de me deparar com ele na biblioteca da escola. Gostei tanto que no mesmo ano o reli umas 4 vezes e, um pouco depois, o comprei em alguma bienal do livro;
    2- A Cidade do Sol, de Khaled Hosseini. Sempre me interessei bastante pela questão da cultura e costumes em outros países, e esse livro foi capaz de me trazer a uma imersão tamanha que acabou conseguindo despertar meu interesse pela questão humanitária e o tratamento que as mulheres recebem no Oriente Médio;
    1- Toda Poesia, do Paulo Leminski. Sempre amei poesia e conhecia pouco o trabalho do Leminski. Tenho um jeito de raciocinar e de escrever que se assimila a estrutura dos poemas dele, o que não só facilitou a compreensão como despertou minha paixão instantaneamente. É o meu amor da minha vida em forma de livro, hahaha <3

    E sobre Capitães de Areia, eis um fato interessante: No início desse ano fiz um intercâmbio pra França, e no meio dos gringos que conheci, fiquei bastante amiga de uma menina russa. Qual não foi minha surpresa (pra não dizer completo embasbacamento) quando a menina disse que Capitães de Areia era um dos livros preferidos dela e que ela queria saber português pra conseguir capturar o livro no seu original, por causa das perdas de conteúdo que o texto sofre durante a tradução! Morri de vergonha e desgosto por não tê-lo lido ainda, além de ter de ouvir um "Como assim você não o leu?" da menina, hahaha.

    Espero que esse comentário atrasado ainda possa ser lido 🙂

    Beijinhos!

    • Gabriella,

      “Como assim você não leu?” 😀 Lista excelente. Não conheço muito o Paulo Leminski, mas é um autor que gostaria de saborear melhor os seus textos. A Cidade do Sol é um livro difícil(devido ao peso da história), mas ao mesmo tempo inspirador.

      Queria muito ler A Droga do Obediência. Li A Droga do Amor.

      Obrigado pelo comentário e fico feliz que esteja gostando do CabulosoCast.

      Abraços.

  • Olá pessoal!
    Estou um pouco atrasada, mas antes tarde do que nunca, certo? Rsrs
    Bem, no geral, gostei bastante desse podcast, podem ter certeza que minha lista de leituras futuras está ainda mais graças à vocês e, sim, endosso um podcast “Top 5 diarréia” LOL
    Gostaria de comentar alguns pontos:
    Primeiro: Fiquei muito feliz que Cecília incluiu o livro Norte e Sul no seu top 5, estou lendo este livro e ele é M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O, a escrita da Elizabeth é excelente, estou encantada com a forma como ela consegue abordar pontos simples e prender demais o leitor! Conheci a história pela minissérie da BBC, após assisti-la, não pensei duas vezes antes de comprar o livro.
    Ainda sobre a adaptação, fiquei muito feliz quando soube que o Richard Armitage (ator que interpretou o Mr. Thornton) faria o Thorin nos cinemas, depois de Norte e Sul… não assisti mais nada desse ator e foi bom vê-lo em outro papel literário (totalmente diferente). Por sinal, graças à sua intepretação de Thornton e Thorin, minha amiga e eu o batizamos carinhosamente de “Mr. Thornton Escudo de Carvalho do Amor” 😀
    Para fechar o tema adaptações, também concordo com Cecília que a adaptação de Orgulho e Preconceito feita pela BBC foi bem mais adequada ao que consta no livro. Por sinal, Orgulho e Preconceito foi o primeiro livro da Jane Austen que li e considero um dos meus favoritos! Porém, se o fim dos tempos acontecesse, não tenho certeza se eu o salvaria, pois também gosto muito de “Razão e Sensibilidade” também.
    Segundo: Serena citou o livro “A 5ª Onda”, que me lembrou uma situação que vivi:
    Participo de um clube do livro na minha cidade e, em nossa última reunião (o tema “Ficção científica”), um dos participantes falou sobre esse livro e ele fez um cômico e breve panorama sobre cada uma das ondas (excluindo as últimas, por questões de ética, afinal, um dos mandamentos do nosso clube é “Não contarás spoiler”). Resumindo: o livro gerou muitos comentários, piadas e especulações sobre as ondas, discutimos em qual onda cada um iria morrer (foi muito engraçado) e, graças a essa polêmica, A 5ª Onda entrou para a lista de livros inesquecíveis do clube LOL
    Terceiro: desde que comecei a acompanhar o Cabulosocast, percebi que vocês sempre falam (muito bem) do Pedro Bandeira e, desde então, estou bastante interessada nesse autor. Fiquei muito curiosa sobre o livro que Lucien indicou (Descanse em paz, meu amor), adoro livros com finais surpreendentes e creio que será uma ótima pedida para começar Pedro Bandeira 🙂

    É isso pessoal, parabéns pelo excelente podcast e até a próxima!
    Uma ótima semana a todos!

    • Juliana,

      Mais um ponto para o “Top 5 diarreia”.

      Recomendo que comece com ‘Descanse em paz meu amor’ e em seguida procure os livros da série ‘Os Caras’.

      E ‘Mr. Thornton Escudo de Carvalho do Amor’ é a melhor fusão de todos os tempos.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Francesca Abreu

    Quando vai rolar um podcast sobre Saramago ou Evangelho Segundo Jesus Cristo. Sou espírita mas me interessei muito sobre o comentário do livro. Confesso que nunca tive vontade de ler saramago. Mas se acalmem…estou em fase de transição, esse ano comecei realmente a ler não só os pop mas como também os livros clássicos.
    Evangelho é o livro que já comecei a ler (a primeira página). Terminando Peter Pan para iniciar de vez a leitura do Português.
    Top 5 dos meus livros:
    1. Todos do Harry Potter
    2. Todos Senhor dos Anéis + Hobbit
    só aí já vão mais de 09 livros auhauhauahuahuahauh

    Pra mim é difícil mensurar. Como uma vez eu li no livro “as vantagens de ser invisível”…o personagem fala que cada livro que ele lê é o livro que ele mais gosta (não fala com essas palavras)., é o seu preferido.

    Eu sei dos livros que eu não gostei. Esses são os que eu abandonei….

    Sugestão de pauta:
    ler alguma autobiografia, biografia autorizada e não autorizada.

    • Francesca,

      Já gravamos um CabulosoCast biográfico sobre Saramago. É o CabulosoCast #18.

      Me impressiona como as pessoas arrumam formas de trapacear na construção das suas listas. Caramba!

      Este ano teremos sim, CabulososCasts biográficos não se preocupem.

      Abraços.

  • Olá pessoal! Parabéns pelo cast, já anotei algumas recomendações aqui. Fiz uma lista sem pensar muito, focando mais nos livros que me marcaram como leitor:

    5 – Açúcar Amargo (Luiz Puntel): o primeiro trabalho de escola em que tive que ler um livro inteiro. A escolha era livre, mas a recomendação é que fosse daquela série Vagalume. Não escolhi esse… foi o que consegui pegar, mas acabei gostando da jornada da personagem.

    4 – O Caso dos Dez Negrinhos (Agatha Christie). Quando minha escola ganhou uma biblioteca nova, com várias edições atualizadas novas em folha, fiquei maravilhado. Sempre ouvi falar da autora, peguei este e o li em 2 dias. Para onde ia, levava o livro, até enquanto estava no “trono”, hehehe.

    3 – O Cão dos Baskerville (Sir Arthur Conan Doyle) – Primeiro livro do Sherlock Holmes, muito bom também, com isso vi que este gênero de mistério / detetives me agradava muito. Também veio da biblioteca da escola.

    2 – Nada de Novo no Front (Erich Maria Remarque) – Esse marcou minha fase como leitor fora do ambiente escolar / acadêmico. Depois de abrir uma loja da Saraiva num Shopping da Cidade, começava a girar aquelas estantes modulares da L&PM. Uma ótima história sobre guerra (Primeira Guerra Mundial), este é, talvez, o livro que mais tem citações em meu Skoob. Ele deu início a esta fase, onde li, em seguida, títulos como: Crime e Castigo (Fiódor Dostoiévski), O Processo (Franz Kafka), entre outros.

    1 – 1984 (George Orwell). A primeira citação que li deste livro, por incrível que pareça, foi num editorial de uma revista de Manutenção de Computadores (!). Depois, acabei vendo muitas referências sobre a questão da vigilância por câmeras (algo em voga na Inglaterra). Este, junto com Admirável Mundo Novo (Aldous Huxley) e Fahrenheit 451 (Ray Bradbury), definiram meu gosto pelas distopias.

    Um grande abraço pessoal!

    • Frankcastle,

      A leitura do banheiro é sagrada!

      1984 é um livraço, sem sombra de dúvidas merece estar em qualquer top 5. Os demais livros parecem interessantes apesar de alguns eu só conhecer de nome.

      Muito obrigado pelo seu comentário.

      Abraços.

  • Ana

    Adorei esse programa, Lucien! Tem uns 2 meses que comecei a ouvir o Cabuloso Cast e estou vidrada!!! Vocês são demais! Ainda não estou ouvindo os mais recentes, estou vindo do passado até o presente, por isso o comentário atrasado.

    Tenho 35 anos, sou jornalista e bibliotecária e moro em Vancouver, no Canadá. 🙂

    Fiquei supreendida que ninguém mencionou o meu TOP 1 de todos os tempos: O pequeno príncipe, de Antoine St. Exupery! Esse livro não é de criança, gente! Não se enganem! Esse livro é fantástico e todo mundo deveria ler pelo menos uma vez na vida. 🙂

    Concordo plenamente com a Cecília! Orgulho e preconceito, da Jane Austen, também está no meu TOP 5. Sensacional! Agora estou lendo Razão e sensibilidade.

    Sobre livros que abordam a Segunda Guerra, Lucien, eu também amo essa temática! Já li vários e sempre estou pegando livros relacionados com isso, impressionante! Já anotei a dica do seu, mas deixo as minhas indicações também. Não sei se você já leu algum desses:

    A menina que roubava livros, do Markus Zusak
    O menino do pijama listrado, do John Boyne (maravilhoso esse!!!)
    O diário de Anne Frank
    O diário da queda, de Michel Laub (esse autor é brasileiro e esse livro é ótimo! Não fala exatamente da Segunda Guerra, mas fala de como as pessoas foram influenciadas por este evento tão chocante da história. Tem que ler!)

    Saramago é um dos meus autores preferidos também. Ainda não li O evangelho segundo Jesus Cristo, mas fiquei super empolgada com a sua resenha.

    E como é que vocês não colocaram Gabriel García Márquez nessa lista, gente????? Lucien, se tu ama Saramago, tem que ler Garcia Marquez!!! Cem anos de solidão é um dos meus top 5 sem dúvida. Eu demorei pra ler, desisti algumas vezes, mas quando consegui engajar na leitura, eu me arrepiava do início ao fim. É uma coisa de outro mundo como ele escreve!!!!

    • Ana,

      O Pequeno Príncipe entrou no meu top 35, mas saiu nos cortes. Sua lista só tem livros que quero ler e tenho certa vergonha por não ter lido ainda.

      Garcia Marquez está na minha lista de leitura da vida, em algum momento, sem sombra de dúvida, eu lerei.

      Muito obrigado pelo seu e-mail, fico feliz te esteja gostando dos episódios.

      Abraços.