CabulosoCast #75 – Anjos da Morte

31

Olá leitores-cabulsosos, sejam muito bem-vindos a mais um CabulosoCast! E neste capítulo, Lucien o Bibliotecário (@lucienobiblio10), Alexandre Carfer, Thiago Miani e Vilto Reis (@ViltoReis) analisam Anjos da Morte, segundo livro da trilogia Filhos do Éden, do Eduardo Sphor. Mantenham as posições, fiquem abaixados e não percam o inimigo de vista, porque a guerra está para ser deflagrada. Bom episódio para vocês!

Agradecimento especial ao Rafael Franças do LiterárioCast pelas narrações.

Vitrine: Andre Wallace do CoffeUnlocked.

Citados na leitura de e-mails

Recomendamos

Livraria Cultura

Submarino

Citados durante o programa

Mídias Sociais

Assine nosso Feed

Assine nosso feed http://feeds.feedburner.com/cabulosocast

Nossa Página no iTunes

http://itunes.apple.com/br/podcast/leitor-cabuloso-literatura/id549022839

Nossa Página na Kombo Podcasts

http://www.dimensaonerd.com/category/podcast/cabulosocast/

Nossa Página do You Tuner

http://youtuner.co/index/results?s=cabulosocast&x=0&y=0

Nossa Página no FalaCast

http://www.falacast.com.br/eqbws9vm

Quer nos Enviar uma E-mail?

Quer enviar um e-mail comentando algo que ouviu no programa? Quer enviar um link ou algum material que complemente as informações do podcast? Escreva para cabulosocast@gmail.com

Quer Deixar uma Mensagem de Voz

Mande seus recados de voz para o nosso CabulosoCast deixando sua mensagem na nossa secretária eletrônica do GTalk! É só ligar para cabulosocast@gmail.com

Tamanho do Episódio:  163 minutos

Quer baixar o episódio em arquivo rar?

Para baixar a versão em zipada clique aqui, em seguida cole o link de download e clique na opção convert file.

Para fazer o Download do episódio clique aqui.

Atenção!!!

Para ouvir basta apertar o botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como para salvar o episódio no seu pc). Obrigado por ouvir o CabulosoCast!

  • Vendo agora o assunto do podcast, agradeço ao Eduardo Spohr por através de seu livro “A Batalha do Apocalipse” eu ter descoberto os Podcasts em geral.

    Lucien também sou seu fã, mas as damas merecem uma atenção especial.

    Acredito fazer parte do grupo que fez uma imagem bem diferente de você e Serena. Talvez a voz nos mostre algo mais, algo fora da realidade.

    Um abraçam e espero mostrar o CabulosoCast para meus amigos.

    • Guilherme,

      Sem sombra de dúvida as damas merecem um apreço maior.

      Realmente a voz sempre engana as pessoas.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Parabéns Sgto. Lucien! Estou ouvindo agora e ficou sensacional! Obrigado pelo convite mais uma vez!

    • Alexandre,

      Eu é que agradeço a grande contribuição que você deu a este programa.

      Muitíssimo obrigado.

      Abraços.

  • Olá, queridos amigos do CabulosoCast.

    Baixei ontem o programa para escutar hoje de manhã na academia. Mas não resisti e ouvi na própria terça-feira à noite.

    Primeiro, queria dizer que ADOREI o cast e que a decisão do Lucien, de não me chamar, foi bastante sensata! Realmente já fizemos um Ghost Writer inteiro sobre o tema, e se vcs me chamassem perigava de a coisa ficar com cara de entrevista. O melhor é escutar a opinião dos leitores, e sem a minha presença a galera até fica mais confortável para criticar, o que para mim, acreditem, é ótimo!

    Brigadão pela força e pelo esmero na produção do áudio. Os dramas ficaram incríveis, e a edição, fantástica. Demonstra todo o cuidado que tiveram e isso me deixa muito feliz. Sei que já disse isso antes, e mesmo sendo repetitivo, falo de novo: vcs são sem dúvida a razão de eu continuar escrevendo, então, tenha certeza, Lucien, que essas iniciativas são muito importantes para mim.

    Difícil comentar tudo o que vcs falaram ao longo do cast, pois ele ficou gigante. Mas quanto ao “Paraíso Perdido”, digo que não comecei a divulgar muito ainda pois falta coisa pra CARACA para escrever, e o livro só sai em 2015. Contudo, tenho feito atualizações quase diárias na página da trilogia no Facebook. Fiquem ligados: http://www.facebook.com/filhodoeden

    Em relação a “Anjos da Morte”, concordo totalmente com vcs quanto às críticas sobre a parte da Kaira. Contudo, é preciso ver esses trechos como um mal necessário. Eles parecem fracos pois estão um pouco deslocados da proposta do livro, mas serão essenciais para o que acontecerá no 3º volume. Então, de uma forma ou de outra, eu não poderia deixar de incluí-los e nem fazê-los de outra maneira, pois são parte de um mosaico que só será compreendido mais para frente. Observem em especial o capítulo 62 (“Eixo”).

    Lucien, se quiser estou 100% disponível para gravar um adendo ao próximo episódio falando em primeira mão um pouco sobre “Paraíso Perdido”. Contem comigo para tudo.

    Um abraço forte a todos os participantes,
    Eduardo

    • Grande Eduardo,

      Ver o seu comentário aqui é que me dá vontade de continuar o trabalho. Fico imensamente feliz que logo você em especial tenha gostado da nossa decisão em falar do seu livro do ponto de vista dos leitores.

      Deixo aqui registrado que na próxima leitura de e-mails nós convidaremos aos ouvintes-leitores do CabulosoCast que curtam a página dos Filhos do Éden.

      Seu contive será aceito sem sombra de dúvida.

      Muitíssimo obrigado por nos honrar com seu comentário.

      Abraços.

    • Augusto Tenório

      Dudu, parou pra escrever aqui por quê? Quero um FdE 3 ainda esse ano!!!! Olhe, olhe!

      hummmm >.<

  • Augusto Tenório

    ooopa, esse promete

  • Muito bom esse cabulosocast! Valeu a pena esperar!

    Confesso que foi um pouco difícil ler A Batalha do Apocalipse, achei a leitura pesadona pra caramba e, às vezes, ficava P da vida com o Spohr, por ele fazer os flash backs, logo quando eu tava empolgado com a leitura. Mas escritor tem que seduzir assim mesmo o leitor.

    Depois desse cabulosocast tenho que ler os outros dois livros e ao ouvir a leitura do livro Anjos da Morte, vi o quanto sedutora ficou a escrita do Spohr, com um ritmo legal e mais envolvente.

    Parabéns ao Lucien e aos caras ai por esse cabulosocast, cabulosamente ótimo!

    Vida longa e próspera ao Spohr e a literatura contemporânea. E que surjam, cada vez mais, escritores e pessoas que descubram que gostam de ler!

    Realmente, ficou grannnndeeee, mas não me arrependi. Valeu todo minuto e segundo.

    • Marcos,

      O nosso objetivo foi este mesmo. Eu senti, pelas pessoas que leram a batalha, que Os Filhos do Éden ficaram meio de lado, contudo eu queria que elas percebessem que o Spohr de A Batalha não é o mesmo de Anjos da Morte e que eles não precisam ficar temerosos.

      Obrigado pelo seu comentário.

      Abraços.

  • Diego Cavalcanti

    cara!! muito feliz por esse podcast, li o livro, na verdade já li tudo o que o Eduardo produziu e até ousei escrever finais diferentes para as histórias, enfim. Ainda não escutei o cast, com certza irei ouvir mas como havia dito ao Lucien por e-mail, comecei a maratona cabulosocast pelo cast numero um e com certeza continuarei acompanhando até onde der.
    adoro o cast de vocês, pelo esforço e claro por ser bom mesmo, engraçado, conciso e bastante informativo. Deixo essas considerações como um incentivo a vcs do leitor cabuloso para continuar com esses excelentes programas, acho que bem maior que o meu foi o incentivo do próprio autor, deixando claro o ótimo trabalho que vcs andam fazendo.
    boa tarde e abraços a todos !!!!!!!

    • Diego,

      Agradeço demais seu apoio. Espero do fundo do coração que você possa alcançar este programa em breve e deixar aqui suas impressões. Por favor, não deixe de nos informar quando estiver galgando novos episódios. Sem sombra de dúvida o Spohr é um autor de uma humildade incrível e seu e-mail, claro, me comoveu bastante.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Eriton

    Eriton Araujo, Goiana-PE, atualmente vadio, Estou lendo A trilogia Dragões de Éter, no Corações-de-Neve por enquanto.
    Resumindo tudo pro inicio ficar legal: O cast ficou foooooooooooda
    Cara, sério, foi muito bacana os trechos que você leram, foi melhor ainda os comentários sobre metade da história (Lucien eu saquei q foi metade da história só pq tu num acabou o livro ainda XD).
    Agora, sobre as MINHAS considerações do livro, eu achei que o ritmo ficou muito bom (superior ao do Herdeiros de Atlântida) e curti muito o nível dos dialogos do Spor, os personagens que apareceram foram muito cativantes (não como não gostar do Craig nem como não gostar do Ismael) e sobre a o fato da Kaira estar lá para explicar algumas coisas eu acho que ficou muito melhor assim do que com um guia no final XD.
    Abraços à equipe de Cabuloso Cast e espero ansiosamente pelos próximo o/ Eriton desliga os fios de comunicação.
    P.S.: antes de ir embora quero dizer que não comentei os outros cast por falta de tempo e que SERENA TAMO JUNTO TORTURA NUNCA MAIS, agora sim, Tchau

    • Eriton,

      O mais engraçado é que eu só estava esperando alguém falar disto, mas a ideia não foi baseada muito no meu ritmo de leitura e sim numa necessidade que sinto há muitos CabulososCasts.

      Mas acho que pelo feedback ninguém achou ruim, já que se assim o fosse já teriam comentado.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Succ Kammiekazzie

    Muito, muito, muito foda. Sou fã de vocês pra caramba (mesmo quando estou valente).
    * Amei a narrativa dos trechos do livro, eu costumo ouvir audiobooks quando saio com meu guri, pois, ele sempre dorme e não dá pra ler com criança no colo. Tenho vários, sempre de livros que já li.
    * Acho que agora deu para o Lucien entender porque a Kaira foi a minha escolha para ser aniquilada no CC 66 – Porque você não morre!
    uahauhauahauhaahau
    * Como 99,99 das pessoas que leram o livro, virei fã do Craig (Sim, conheço alguém que não gostou do cara). Sinceramente, gostei mais da participação dele do que da participação do Denyel. Durante a paixonite dele pela anja, o cara viveu uma fase muito gay.
    * Eu adorei A Batalha do Apocalipse e ainda não consegui decidir se Os Anjos da Morte é melhor, mas, ambos são melhores que Herdeiros da Atlantida (que também é um ótimo livro).
    * Caras, o Eduardo Spohr é cativante, tem como não gostar dele? Além de talentoso, é claro. Contudo, saber que Paraíso Perdido só vai ficar pronto em 2015, foi triste e doloroso.
    Acho que ele não leu Angústia, do Stephen King
    Fica esperto, Spohr!
    uahauhauahauahua

    • Succ,

      Eu não concordo muito com a sua vontade de matar a Kaira. 😀

      É normal haver pessoas que não gostem de algum personagem. Acho que o spohrverso é vasto e tem seres para todos os gostos.

      Sim, Succ, concordo com você em gênero, número e degrau. O Spohr é o cara muito gente boa, eu conto isso para qualquer pessoa que diga o contrário, eu passei mais de 5 horas na fila para pegar o autógrafo do cara e quando chegou a minha vez que eu me identifiquei, ele disse: “Poxa, Lucien, muito obrigado por ter ficado até agora. Vamos continuar trocando e-mails, não vamos perder o contato”. Bem, ganhei a noite, né?

      Obrigado pelo seu comentário.

      OBS.: Cadê os seus dados mocinha?

      Abraços.

  • Muito bom episódio como sempre. Queria só deixar um aqui um emendo: disseram que nunca um humano foi importante no Spohrverso até AdM. Como assim? Ninguém se lembrou de Shamira? Acho a Shamira uma parte integral e indispensável da Batalha; ela motiva muito da história, ela dá ritmo, ela dá um equilíbrio ao Ablon, um contrapeso.

    Só a minha opinião, abraço.

    • João,

      Mas a Shamira era uma Necromante, certo? O Craig não possui nenhum poder ou capacidade especial, na verdade, como comentamos no programa ele é tão “burro” que é imune a magia.

      Muito obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Augusto Tenório

    27 anos, eletrotécnico, de Hellcife. Tentando escrever. Último livro lido: AdM (devorado a quase um ano.

    Lucien, vc leu o livro com minha mente??? Concordo 95% com o que vc disse (só acho que teve muita Kayra). Minha nota é 4,5 selos cabulosos.
    E vc não foi o único a se viciar neste livro, também tentava ler qualquer linha que fosse. Por causa disso, perdi muitas partes no meio da história por estar literalmente exausto e capotar sobre o livro às 2 ou 3 da matina.

    Deste CC, só n gostei do leitor dos trechos, não passou a emoção do livro =/.

    • Augusto,

      Os áudio-dramas foram feitos pelo Rafael Franças num esforço descomunal para cumprirmos o prazo do programa. Nos dê um crédito estamos aprendendo.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Como ainda não li o livro, e por medo dos spoilers, pulei esse podcast. Fiz bem?

    • Márcio,

      Fez sim. O programa tem spoilers sem sombra de dúvida. Mas tá na hora de começar a ler o Spohr, né?

      Abraços.

  • Amigo Lucien, QUE episódio, ein?

    Confesso não ter ouvido tudo por medo dos spoilers. Fui até quase o fim, quando contaria o inicio da história. Mas, de um modo ou de outro, eu não poderia deixar de passar aqui para te parabenizar pela equipe, bate-papo, pela “decisão” de gravar sem o autor e, acima de tudo, a edição. Os trechos com o Rafael Franças ficaram incríveis. Parabéns mesmo!

    Cada dia mais eu admiro o seu “trabalho”.

    Grande abraço! o/

    Marcelo Zaniolo, 26 anos, Florianópolis – SC, host do LivroCast.

    • Marcelo,

      Agradeço demais o seu elogio. Tenho uma grande admiração pelo seu trabalho e por isso saber das suas impressões me motivam a continuar trabalhando em busca da “edição perfeita”.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Luiz Teodosio

    23 anos, estudante de Letras, RJ

    Eu gostei de Anjos da Morte, mas poderia ter gostado ainda mais se tivesse lido o primeiro livro da trilogia. O Spohr assinalou na orelha do livro que Anjos da Morte poderia ser também um ponto de partida para os leitores, mas, sinceramente, após a leitura, acho essencial a leitura do primeiro (que ainda não o fiz). Isso porque se a Kaira é a protagonista do primeiro livro, quem não a conhece terá dificuldades para gostar das cenas com ela neste segundo. Se para vocês que já leram os Herdeiros de Atlântida criticaram essa parte da história, imagine para quem não conhece a personagem, como eu?
    Eu fiz uma resenha para o Coffee Unlocked há algum tempo, e adivinha quem apareceu nos comentários (rsrs)? Sério, quero descobrir o “radar de resenhas” que o Spohr construiu.

    abraços.

    • Luiz,

      Concordo plenamente contigo. Ler o segundo livro sem ler o primeiro é bem complicado.

      Agradeço pelo comentário.

      Abraços.

  • Francesca Abreu

    Ainda não tive tempo de ouvir o programa anjos da morte pois é um programa que requer muita atenção minha.
    Sou fã das obras do Spohr.
    Escuto seus cast e já li ABdA, Filhos do Éden 1 e 2, esperando ansiosamente pelo 3.
    Tenho todos esses livros autografados por ele.
    É muito bom saber como ele é acessível.
    E sobre a sua obra…é extremamente envolvente.
    Gostaria muito de antes os dois primeiros livros novamente antes de ler o terceiro do Filhos do Éden

    Adorei o email que ele mandou pra vocês.
    Ele é muito simpático mesmo.
    Esse é o cara que pode servir de exemplo pra muitos novos autores.
    Poderia ser um exemplo que merecia a ser citado no Cabulosocast #79 – Mercado Editorial como ele entrou no mercado. Como os blogueiros o ajudaram. Mostrar o quanto ele teve que ralar pra estar aonde está hoje.
    E ainda rala.
    A livro tour que ele faz pra divulgar seus os livros, para quem olha de longe deve ser sacrificante. Mas deve ser altamente recompensador.
    A entrevista do Spohr com Jô Soares (só procurar na net) é muito boa também.
    É incrível como ele vem melhorando a cada livro que publica.

    É muito bom poder pegar um autor BRASILEIRO e acompanhá-lo desde o início do seu sucesso.

    Vou ouvir o cast com carinho e sem muitas distrações.

    • Francesca,

      Faço de suas palavras as minhas sobre o Eduardo Spohr. Fico no aguardo pelo feedback sobre as suas impressões a respeito do CabulosoCast #75.

      Abraços.

  • Francesca Abreu – Manu e Nelle

    Pronto, ouvi o cast. mais de um ano depois do seu lançamento.
    o que posso dizer desse cast?
    eu simplesmente ADOREI.
    É DO CARAII
    A forma como foi conduzido o programa. A pauta adotada. O fato de fazer tipo um resumo da obra foi uma sacada que acho que deve ser adotado sempre que um livro for abordado no programa.
    Li Anjos da morte um pouco depois de sua publicação. Com o fato de ter lido outros livros, fazer um tempo que o livro, acabei esquecendo da estória do livro.
    Concordo que o livro é barulhento, que caracterização diferente. É isso mesmo. Gosto tanto desse livro. Gosto dos personagens, a inserção deles em fatos históricos recentes que tenho um pouco de conhecimento.
    Parabéns, Lucien.
    Mais uma vez a escolha dos participantes fez toda a diferença. Eles com comentaria interessantes e críticas construtivas. É bom saber que realmente o Spohr está evoluindo como escritor.
    E vc, Lucien como caster.
    Como fiquei feliz em ter ouvido esse programa. Sério mesmo.
    Estou ansiosa por Paraíso Perdido.