[Rapidinhas de inglês] Idiomas: a leitura como caminho

3

beautifull-actress-hilary-swank-reading-a-book-in-chair-hd-mobile-2080169Neste outro post sobre imersão em idiomas, indiquei a leitura como uma forma de alavancar o estudo e a fluência, portanto hoje elaborei melhor como aproveitar essa magia que é a leitura.

Iniciantes

Para quem ainda não está seguro o suficiente para encarar uma obra completa em Inglês, há os livros chamados “abridged” que são condensados, para uma leitura mais rápida e fácil.

Não preciso dizer que essa não é a melhor forma de leitura e eu jamais indicaria que um livro qualquer fosse lido em versão resumida se o objetivo é a leitura em si, pelo prazer e aprendizado. Isso seria preguiça.

Contudo, neste caso, em que a intenção é adquirir vocabulário, melhorar a gramática e a fluência, este tipo de leitura é uma ferramenta valiosa.

Uma das formas mais comuns de livros “abridged” são aqueles feitos para que os clássicos possam ser mais atraentes para as crianças.
Uma pessoa que goste de ler e está ainda no nível básico do idioma, não vai se importar com isso, porque de certa forma ainda está engatinhando e o vocabulário é limitado. Pegar um clássico completo para ler em outra língua resultará em frustração e ainda prejudicará o aprendizado.

Para o nível iniciante, existe uma série de livros chamada Classic Starts, que pode ser encontrada na Amazon e ainda muitos outros e-books ou pdf para baixar em versão “abridged”, assim como nas livrarias brasileiras, buscando a seção de livros estrangeiros.

Intermediário

Aqueles que atingiram o nível intermediário, podem arriscar uma leitura “unabridged”, ou seja completa, que não está condensada. Contudo, Indico que se inicie com algum livro que já leu em Português e que não tenha um “plot” (enredo) complicado ou com palavras rebuscadas. É interessante fazer esse “teste” inicial com um livro conhecido. Se a leitura fluiu, passe para novos livros, ainda assim, não complicados. Temos que ter em mente o objetivo, que é o aprimoramento, e deixar os mais rebuscados para mais adiante.

Avançado

Para os leitores que estão avançados com o idioma, a leitura proporciona a manutenção. Os filmes e séries são muitos bons para praticar, porém possuem uma linguagem muito coloquial, enquanto que a literatura nos mantém em dia com a correta gramática, além de garantir um bom “spelling” (soletração, ortografia). Essa característica é a mesma da leitura em nossa própria língua. Escreve e fala melhor quem lê. Disso não temos dúvidas e aplica-se para o segundo idioma.

Vocabulário

Tanto para iniciantes, intermediários e avançados, a busca pelas palavras desconhecidas não deve consumir muito tempo durante a leitura. Minha dica é parar para buscar as palavras realmente essenciais ao contexto, e apenas assinalar as outras para uma atividade pós-leitura. Ultimamente tenho lido muito no Kindle. Além de todas as vantagens, ele possui a possibilidade de baixar dicionários grátis, e basta manter a palavra clicada para que o dispositivo mostre o significado rapidamente. Para quem quiser investir, esse é um excelente leitor digital.

Para dar um passo a mais.

Está levando a sério seu aprendizado e pode investir um pouco mais de tempo?

Procure fazer uma breve redação, ou uma resenha do seu livro, no idioma em que está estudando e usando as palavras novas que aprendeu durante a leitura. É importante ter alguém para corrigir o texto. O seu professor fará isso com prazer se estiver num curso, caso contrário, busque um amigo que esteja disposto.

Para dar um segundo passo a mais.

Depois de ler e escrever, conte para alguém sobre o livro em Inglês ou no idioma que está aprendendo. Se o ouvinte puder fazer correções após ouvir sua resenha, ótimo! Se não, de qualquer forma você praticou e ainda informou alguém sobre uma obra.

São tantas as maneiras como os livros podem nos ajudar!

Books are a uniquely portable magic.” (Stephen King)
(Os livros são uma forma única de magia portátil.)

  • Augusto Tenório

    Esse post é muito útil, mais tarde darei uma lida atenta.

  • Isabela

    Acredito que aprendi o básico nos cursos de inglês que fiz e melhorei muito meu vocabulário lendo a literatura inglesa. Recentemente, comprei um Kobo e foi uma mão na roda para ler livros em inglês. Antes, às vezes, eu ficava com preguicinha de procurar a palavra no dicionário físico, mas no leitor digital o processo é muito mais cômodo e rápido 🙂

    • Carol Siqueira

      Concordo Isabela! Muito mais cômodo e rápido com os leitores digitais. Tive um pouco de resistência antes de comprar o meu mas agora não largo mais! Além disso, alguns livros em Inglês não estão disponíveis no Brasil mas podemos comprar ou baixar no leitor. ´
      Obrigada por comentar!