“No Limite da Atração” de Katie Mcgarry

1

No limite da atraçãoEdição: 1
Editora: Verus
ISBN: 9788576862161
Ano: 2013
Páginas: 364
Tradutor: Cláudia Mello Belhassof

Ninguém sabe o que aconteceu na noite em que Echo Emerson, uma das garotas mais populares da escola, se transformou em uma “esquisita” cheia de cicatrizes nos braços e alvo preferencial de fofocas. Nem a própria Echo consegue se lembrar de toda a verdade sobre aquela noite terrível. Ela só gostaria que as coisas voltassem ao normal.

Quando Noah Hutchins, o cara lindo e solitário de jaqueta de couro, entra na vida de Echo, com sua atitude durona e sua surpreendente capacidade de compreendê-la, o mundo dela se modifica de maneiras que ela nunca poderia ter imaginado. Supostamente, eles não têm nada em comum. E, com os segredos que ambos escondem, ficar juntos vai se mostrar uma tarefa extremamente complicada.

Ainda assim, é impossível ignorar a atração entre eles. E Echo vai ter de se perguntar até onde é capaz de ir e o que está disposta a arriscar pelo único cara que pode ensiná-la a amar novamente. No limite da atração é um livro sexy e envolvente sobre o amor de duas pessoas que estão perdidas e que juntas tentam desesperadamente se encontrar.

Atração: substantivo feminino

1. Força que faz com que um corpo se desloque para ir a outro.

2. Resultado dessa força.

3. [Figurado] Encanto.

4. Influência (exercida sobre a vontade alheia).

5. [Física] Gravidade.

6. [Astronomia] Gravitação.

Limite: substantivo masculino

1. Momento ou espaço que corresponde ao fim ou ao começo de algo. = CONFIM, EXTREMO

2. Termo, meta.

NO LIMITE DA ATRAÇÃO livro escrito por Katie McGarry e publicado no Brasil pela Editora Verus, onde já no nome, utiliza-se de dois substantivos, de gêneros opostos, para uma pequena deixa do se deve esperar para essa obra. Pois é, caros amigos cabulosos, No Limite Da Atração começa a surpreender já na sinopse, promovendo um que de curiosidade em torno da estória dos personagens principais, confiram:

 “Ninguém sabe o que aconteceu na noite em que Echo Emerson, uma das garotas mais populares da escola, se transformou em uma “esquisita” cheia de cicatrizes nos braços e alvo preferencial de fofocas. Nem a própria Echo consegue se lembrar de toda a verdade sobre aquela noite terrível. Ela só gostaria que as coisas voltassem ao normal. Quando Noah Hutchins, o cara lindo e solitário de jaqueta de couro, entra na vida de Echo, com sua atitude durona e sua surpreendente capacidade de compreendê-la, o mundo dela se modifica de maneiras que ela nunca poderia ter imaginado. Supostamente, eles não têm nada em comum. E, com os segredos que ambos escondem, ficar juntos vai se mostrar uma tarefa extremamente complicada. Ainda assim, é impossível ignorar a atração entre eles. E Echo vai ter de se perguntar até onde é capaz de ir e o que está disposta a arriscar pelo único cara que pode ensiná-la a amar novamente. No limite da atração é um livro sexy e envolvente sobre o amor de duas pessoas que estão perdidas e que juntas tentam desesperadamente se encontrar.”

Este é um livro realmente interessante, que vai além das questões românticas e adentram em termos mais psicológicos e sociais. A atração é na verdade a influência dos personagens (um sobre o outro), a atração ocorre na busca de apoio moral e emocional, o encanto que um sente pelo outro durante as descobertas de seu problemas e a gravidade que ocorre do desejo carnal de ambos. Os Limites são as metas que cada um precisa alcançar para ultrapassar as barreiras que os separam. E então ficaram curiosos queridos leitores? Então vamos em frente…

Noah e Echo são a prova viva de como as escolhas erradas podem destruir uma vida. O Livro aborda questões sociais como: adoção, drogas, violência e preconceito, o que o torna bastante rico e muito interessante além de ser totalmente atual. Noah é um bad boy temido por todos e “desprezado” pela sociedade, onde sua única ajuda vem de dois amigos tão problemáticos quanto ele, a esperança de reaver seus irmãos e de Echo, a garota que faz com que sua vontade de protegê-la seja mais forte que a sua vontade de se destruir. Ele era um garoto atlético e responsável, mas perdeu tudo com a morte dos pais cavando, então um buraco cada vez mais fundo para fugir de seus problemas. Echo uma garota super popular e com grandes chances de ser, com certeza, a rainha do baile no ano final, mas por um grave problema familiar, sua vida foi totalmente alterada e transformada em um inferno, seus amigos a ignoram e riem dela pelas costas, graças às cicatrizes que tanto a atormentam, seu pai a super protege e faz de tudo para que ela esqueça, de uma vez por todas, tudo o que se passou, suas únicas ajudas são a arte e Noah, o grande responsável por sua recuperação ou no caso à busca dela.

O texto é corrido e bem elaborado, de fácil entendimento e proporcional a uma boa discursão, ou seja, não é um texto vazio, pelo contrário, aborda o romance que a galera gosta (principalmente eu, Claro!), mas com boas doses de drama. É isso! Na verdade, quem estiver esperando um algo picante ou algum, água com açúcar, pode mudar de ideia, o texto é um drama com momentos de romance e seu desenrolar é bem satisfatório prendendo o leitor do começo ao fim. O livro está escrito em primeira pessoa, porém divididos em capítulos narrados por Echo e outros por Noah, facilitando a demonstração do sentimento de ambos. Em minha opinião o livro só não é melhor justamente pelo seu diferencial drama/romance (NÃO QUE ISSO SEJA RUIM, COMO JÁ DEIXEI CLARO, O LIVRO É MUITO BOM!), já que comprei a ideia pensando em algo muito mais carnal e romântico do tipo badboy e garota tímida e deslocada. Ledo engano…

Contando com esse meu pequeno deslize posso transformar minha opinião em nota com meus selinhos cabuloso. E que tal 4,5? É acho que está de bom tamanho. Oque acham? Vocês concordam comigo? Por favor comentem comigo =D

Nota:

4 selinhos e meio

  • Maiana, eu amei No limite da atração. Não curti muito o título em português, mas o enredo me ganhou! Gosto dos dois personagens principais e suas histórias familiares foi abordada tão bem que foi impossível não sofre junto. O Noah quase me faz chorar com a difícil decisão que toma perto do fim do livro e senti tanta pena da Echo. Doida para ler os outros livros da série que vai abordar a vida dos amigos do Noah.