[Resenha] Os Filhos de Húrin do J.R.R Tolkien

9

General Image B2W

Antes de começar a leitura, tive um pouco de receio. O último livro do Tolkien que li foi o Silmarillion e sim, eu tive dificuldades com ele. A grande quantidade de informação, datas, nomes e épocas fez que a leitura fosse cansativa, pelo menos pra mim. Então, quando peguei Os Filhos de Húrin tive medo de que acontecesse o mesmo, mas respirei aliviada ao ver que aquela leitura agradável no estilo de O Senhor dos Anéis estava de volta.

O livro conta a história de Túrin, filho de Húrin. Quem já leu O Silmarillion conheceu sua história no capítulo: De Túrin Turambar, porém neste ela é narrada com muito mais conteúdo e detalhes. Essa história, claro, acontece muito antes de O Senhor dos Anéis. Para você ter certa noção, Tuor, primo de Túrin é avô de Elrond de Valfenda.

Conhecemos a família de Húrin e sua ida para a Batalha das Lágrimas sem Conta (que só pelo nome você já sabe que deu merda) e quando ele deixa Túrin, o herdeiro, aos cuidados da mãe.

“Então ergueu Túrin no ombro e exclamou para seus homens – Que o herdeiro da casa de Hador veja a luz de vossas espadas! – E o sol reluziu em cinquenta lâminas quando estas saltaram para o alto, e o pátio ressoou com o grito de batalha dos edain do Norte: Lacho calad! Drego morn! (Fulgure a chama! Fuja a noite!)” – Pg. 54

Húrin sobrevive a batalha, mas não retorna para casa. Ele é capturado por Morgoth e então amaldiçoado. Ele ficaria preso e veria a ruína de sua família.

“Mas sobre todos os que amas, meu pensamento há de pesar como uma nuvem de perdição, e há de rebaixá-los à treva e ao desespero. Aonde quer que vão, o mal surgirá. Quando quer que falem, suas palavras hão de trazer mau conselho. O que quer que façam, há de se voltar contra eles. Hão de morrer sem esperança, amaldiçoando ao mesmo tempo a vida e a morte.” – Pag. 68

húrin

Vemos então a “perseguição” de Morgoth para com a família de Húrin. E posso dizer que esse é um livro muito trágico.

Apesar de ter gostado muito da narrativa, o livro leva quatro selos por causa do seu protagonista. Túrin é muito arrogante e orgulhoso e muitas vezes tinha vontade de dar um tapa na sua cabeça. Ele me irritou bastante algumas vezes.

NOTA:

4 selinhos

Ficha Técnica:
Editora: Martins Fontes
Autor: J.R.R. Tolkien
Origem: Estrangeira
Título original: The children of Húrin
Ano: 2011 (3ª tiragem)
Número de páginas: 320
Skoob