5 livros que marcaram minha infância

8

Em comemoração ao dia das crianças, remexi no fundo do baú de minhas memórias e desenterrei cinco títulos e coleções que me marcaram na infância. São eles:

1 – Coleção Vaga-lume – Vários autores

Coleção-Vagalume-anos-80

Acho que a Coleção Vaga-lume marcou a infância e pré-adolescência dos anos 80/90. Da história dos títulos em si eu lembro muito pouco, mas li praticamente toda a coleção. Gostava mais dos títulos do Marcos Rey, como O Mistério do Cinco Estrelas.

2 – Uma Professora Muito Maluquinha – Ziraldo

professora_maluquinha[1]

Também tinha O Menino Maluquinho, mas esse era o meu favorito do Ziraldo. Pensando hoje na história vejo em como ela é adulta e pode emocionar todas as idades.

3 – Coleção A Turma dos Tigres – Thomas Brezina

turma dos tigres

Acho que poucas pessoas conhecem essa coleção, mas eu li muitos títulos da mesma graças a um primo que colecionava. A coleção tem como protagonistas crianças detetives e entre eles até um cachorro. O que eu achava mais legal é que cada livro vinha com um decodificador que, ao passar por certa parte do livro, você recebia dicas para resolver o caso.

decodificador

4 – Coração Acelerando – Lilian Sypriano

coraco-acelerado-lilian-sypriano_MLB-F-4720149243_072013

Esse livro é uma confirmação das desconfianças do Lucien que eu lia coisas macabras desde criança. Não lembrava dessa capa sinistra e tive de pedir ajuda pra descobrir o título desse livro. Ele é o tipo de livro que você decide o destino do protagonista. Ele se depara com certas situações e você deve escolher que caminho tomar e escolher certa página para continuar a história. Dependendo da escolha, o protagonista pode até morrer!

5 – Turma da Mônica – Maurício de Souza

turma da mônica

Tá, a Turma da Mônica não são livros, mas gibis. Porém foi como eu comecei minha vida como leitora. Sonhava em ter a assinatura ahahaha Sou daquelas antiquadas que torce o nariz pra Turma da Mônica Jovem porque “aquilo não é Turma da Mônica!”.

E vocês? Quais livros fizeram parte e marcaram sua infância?

  • Succ Kammiekazzie

    Eu ainda tenho vários títulos da série Vaga-lume, tinha também o Para Gostar de Ler, que eram crônicas de vários autores. Os gibis da Turma da Monica são legais, mas sempre fui louca pelo Conan, juntava cada moedinha para comprar A Espada Selvagem, tenho toda a coleção. Também gostava dos Contos da Cripta, tinha vários, mas emprestei e já sabe o que acontece…

    • Priscilla Rubia

      Succ, eu lia a série Vaga-lume na biblioteca da escola e por isso não tenho nenhum livro da coleção, mas tenho muita vontade de colecionar. Acho que se eu tivesse tido contato com Os contos da Cripta iria me apaixonar hahaha Esse negócio de emprestar, aprendi minha lição com mangás e nunca mais!
      Abraços!

      • Succ Kammiekazzie

        Priscilla, aqui em São Paulo tem muito sebo. Quando eu era criança, dava para comprar um livro com o dinheiro de um chocolate. Muitos livros da Série Vaga-lume foram adquiridos assim. Agora é diferente, livros usados são quase o mesmo preço dos novos… Isso se você não pega uma promoção.

        • Priscilla Rubia

          Aqui em Curitiba também tem muitos sebos, mas os livros não são tão baratinhos como vc disse

  • Carlos Valcárcel

    De criança sempre gostei dos contos, das pequenas historias. Um dia chegaram nas minhas mãos um livro de contos de Leon Tolstoy (http://pt.wikipedia.org/wiki/Liev_Tolst%C3%B3i), eram um pouco tristes, ainda assim me faziam reflexionar. Ainda assim, eu acho que o livro que marcaria minha infância seria um com chinês “O boneco de neve” (não confundir com o conto homônimo de Hans Christian Andersen) . Ainda me lembro da primeira frase do libro, que em espanhol é “En un mundo de nívea blancura …” . A palavra nívea, que numa tradução seria “feita de neve” não é muito comum em espanhol, eu acho que por isso me lembro dela.
    Na historia, uma família de coelhos faziam um boneco de neve. Um dia a mãe tem que sair e deixa as crianças sozinhas. Se produz um incêndio devido a uma vela e o boneco de neve e quem salva as crianças. Quando os coelhos bombeiros chegam e a mãe retorna, as crianças estão salvo mas o boneco
    O curioso é que eu não sabia ler nessa época -deveria ter menos de 5 anos-. Segundo me contam meus pais, uma tia que me cuidava na época era quem lei por mim, e eu pedia para ela que me conte frequentemente o conto que eu memorizei as linhas da historia com as paginas. Então eu falava o correspondente a cada pagina sem saber ler…mas parecia como se estivesse lendo.
    O livro foi perdido, afortunadamente achei ele numa feira de livros anos depois.

    • Priscilla Rubia

      Nossa Carlos, essa história parece bonita e trágica, fiquei até com vontade de ler xD Com seu relato se confirma a grande importância de lermos para as crianças.
      Ainda vou comprar e guardar todos esses livros para minhas futuras gerações.
      Abraços!

  • Ola!!!
    Eu li “A Turma da Rua Quinze” e o “Escaravelho do Diabo”, desta coleção só li estes e gostei muuuuuitoooooooo!!!! Eu não lia muito gibs, sinceramente eu não gostava(mas hj gosto mais!!) Mas me encantava com a turma da Mônica.
    Bjos

    • Priscilla Rubia

      Danielly, de gibi li só a Turma da Mônica mesmo. Agora leio mangás 😀
      Abraços!