RASCUNHO: FanFiction

2

Tem dois tipos de feedback que ajudam um escritor a continuar e melhorar seu trabalho:

 

1 – A Crítica Construtiva

Já discutimos consideravelmente esse tipo de feedback: a crítica que aponta as falhas em um texto e ajuda o autor a aprimorar seus próximos trabalhos.

 

2 – O Estímulo

Esse feedback, embora não ajude tanto assim no aprimoramento do trabalho, é igualmente necessário. É aquele boost de confiança que a gente precisa.

Você passa horas e horas escrevendo sozinho, relê seu texto várias vezes e apesar de se dedicar a dua obra como a um filho, as dúvidas sempre surgem: Será que está bom? Será que está compreensível? Será que está interessante? Será que esses personagens estão cumprindo seus propósitos?

Você não tem como saber as respostas a não ser que alguém leia, e mesmo um simples “ficou massa” já serve como estímulo.

A verdade, é que, às vezes, todas essas dúvidas destroem o gás do escritor. Escrever é um trabalho que existe uma paciência interminável e todas essas perguntas não respondidas podem acabar te desestimulando.

É aí que vem o “feedback-estímulo”: aquele comentário que serve apenas de combustível pro ego. Não, não é besteira. Esse também é necessário.

E um bom modo de receber esse feedback? Fan Fictions.

fanfiction11

Fan Fiction são histórias (curtas ou longas) escritas por fãs baseadas em um universo já existente, ou criando histórias fictícias envolvendo pessoas reais.

Por exemplo: O que teria acontecido se Harry e Hermione tivessem ficado juntos na saga de Rowling, como seria se Khal Drogo ainda estivesse vivo em Guerra dos Tronos e por aí vai…

Esse tipo de literatura online mobiliza muitos leitores e é um método excelente de se fazer conhecer e de receber feedbacks sobre seu trabalho. E já foi ponto de partida para alguns autores. Por exemplo (e não estou aqui julgando o mérito de se a obra é boa ou não, estou apenas falando sobre o método de divulgação) 50 Tons de Cinza começou como uma fanfic de Crepúsculo.

O interessante das fanfics é a “interatividade” que muitos leitores gostam. Significa que o autor do texto deixa um (ou mais de um) personagem em aberto e o leitor pode escolher o nome daquele personagem. Na maior parte das vezes, dependendo do gênero, o leitor dá o seu próprio nome ao personagem e pode se inserir na história. É bem interessante e diferente de uma leitura, digamos assim… convencional.

Existem vários sites que recebem e divulgam esse tipo de material. Então, se você quer dar uma lida para conhecer, ou tem interesse em escrever, aqui vão alguns:

Fanfic Obsession

Nyah!

Fanfiction Net

AnimeSPIRIT

Fanfiction United

Fanfiction BR

 

Pra quem ainda não conhece o estilo, eu recomendo dar uma lida nos textos de outras pessoas antes de começar a escrever, só pra sentir como é. =)

 

  • “Tá muito bom! Continua! :D” Pronto, resumi mais da metade dos comentários de fanfics, hahaha.
    Da lista, acho que o melhor é o Nyah (alguns nichos mais experientes conseguem sobreviver, pelo menos na minha época havia escritores bem talentosos por lá).
    Mas eu curto mais a seção de Originais. Ando escrevendo um atualmente, se me permite o jabá, chama-se Doppelgänger. http://fanfiction.com.br/historia/338934/Doppelganger_Primeiro_Dia/

    • hauahuauh!! Verdade, Luiz! Uns 70% ou 80% dos comentários, eu diria. Mas é assim mesmo. Às vezes, as pessoas não sabem o que dizer e dizem algo “padrão”. De qualquer jeito, eu acho legal saber que a pessoa podia ter simplesmente lido e ido embora, mas se ela parou nem que fosse pra dizer “continua” é pq ela tá gostando e quer continuar a ler! =) Aí eu sei que, pelo menos, o texto tá legal.
      Eu acho o Obsession interessante pq eles tem uma equipe de “betas” e uma de “helpers” pra arrumarem seu texto e te darem dicas e feedbacks. Aí é legal porque já cumpre mais um objetivo. mas acho que o Nyah é um dos maiores, realmente.