CabulosoCast #43 – Dragon Ball

14

Saudações literárias, Leitores Cabulosos! Depois do épico programa sobre Death Note, vocês pediram e nós atendemos. Lucien o Bibliotecário (@lucienobiblio10), Priscilla Rúbia (@Priscilla_Rubia), Sr. Estranho (@meninoestranho) e o autor Pedro S. Ekman (@PedroSEkman) falam sobre um dos mangás mais clássicos que já passaram no Brasil depois de Cavaleiros do Zodíaco: Dragon Ball. Neste, CabulosoCast extremamente saudosista, mate a saudade de Goku e as Esferas do Dragão. Bom episódio para vocês!

CITADOS DURANTE O PROGRAMA

RECOMENDAMOS

ASSINE NOSSO FEED

Assine nosso feed http://leitorcabuloso.com.br/feed/podcast/

NOSSA PÁGINA NO iTUNES

http://itunes.apple.com/br/podcast/leitor-cabuloso-literatura/id549022839

NOSSA PÁGINA NA KOMBO PODCASTS

http://www.dimensaonerd.com/category/podcast/cabulosocast/

NOSSA PÁGINA NO YOU TUNER

http://youtuner.co/index/results?s=cabulosocast&x=0&y=0

NOSSA PÁGINA NO FALACAST

http://www.falacast.com.br/eqbws9vm

MÍDIAS SOCIAS

QUER ENVIAR UM E-MAIL?

Quer enviar um e-mail comentando algo que ouviu no programa? Quer enviar um link ou algum material que complemente as informações do podcast? Escreva para cabulosocast@leitorcabuloso.com.br

QUER DEIXAR UM RECADO DE VOZ?

Mande seus recados de voz para o nosso CabulosoCast deixando sua mensagem na nossa secretária eletrônica do GTalk! É só ligar para cabulosocast@gmail.com

Tamanho do Episódio: 87 minutos

ATENÇÃO!

Para ouvir basta apertar o botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como para salvar o episódio no seu pc). Obrigado por ouvir o CabulosoCast!

VERSÃO EM ZIP

Para baixar a versão em zipada clique aqui, em seguida cole o link de download e clique na opção convert file.

Para fazer o Download do episódio clique aqui.

  • Boa tarde, eu entrei nesse mundo de mangás recentemente o primeiro que li foi Death Note pelo computador, e agora estou lendo Saint Seiya Lost Canvas também pelo computador. O mangá de Dragon Ball é o primeiro que compro físico, estou ainda no volume 1 na nova versão da Panini, é fantástico recomendo muito por enquanto é só alegria. Também vou comprar a versão black edition de Death Note, quero me “afundar” cada vez mais nesse mundo. Abraços pra todo mundo.

    • Welligton,

      Muito obrigado pelo seu comentário. Também não vejo a hora de comprar a coleção definitiva de Death Note (que também li no computador). Pode seguir com Dragon Ball, pois você não se arrependerá.

      Abraços.

  • Luiz Teodosio, 23 anos, Estudante de Letras.
    Olá, cabulosos! Episódio muito nostálgico que fez me lembrar das primeiras e despretensiosas aventuras de Goku. Meu primeiro contato com a série deu-se somente durante a exibição da saga do Freeza na Band, em meados dos anos 2000. Só mais tarde fui conhecer o início dessa história através do mangá lançado pela Conrad. Tenho quase toda a coleção até hoje, não completa porque meu irmão cuidou de rabiscar e rasgar alguns volumes ¬¬. De fato, as primeiras histórias de Goku eram muito mais divertidas, um humor constante e um clima de leveza que dava uma cara própria à história. Dei muitas risadas com esse mangá, principalmente aquelas envolvendo o mestre Kame. E tb acho bacana o Goku e o Kulilin respeitarem seu mestre mesmo após estarem anos-luz à frente em questão de força, isso mostra o valor que damos aqueles que tanto nos ensinam, Sobre minha parte preferida, seguirei a opinião contrária dos cabulosos e escolherei a saga do Rei Picollo. Realmente as duas primeiras fases são bem leves, e na saga do Picollo a série muda totalmente de clima. Mas, embora sejam divertidas e mais gostosas de se ler, eu ainda prefiro algo mais trágico ( e adoro quando personagens morrem). Achei essa saga muito boa, pois recupera alguns personagens da história, como o rei Pilaf e os outros lutadores do torneio. Em seguida, veio o último torneio, e concordo, a luta do Picollo vs Goku foi hilária. E aí, por mim, o autor poderia ter encerrado a saga que tudo terminaria de forma perfeita. Mas então veio a saga Z, que é difícil desgostar dela, apesar da narrativa repetitiva. É incrível que mesmo com essa fórmula batida, o Akira conseguiu criar personagens e tensão suficientes para nos deixar ansiosos. A saga dos Sayajins, em relação a tudo o que aconteceu em Dragon Ball, foi um choque para o estilo da história, mas o cara consegui fazer essa loucura de origem alienígena ser algo bem feito. E o mesmo valeu para saga do Freeza e a do Cell. Aí eu já encerraria o Dragon Ball Z com o sacrifício do Goku para “matar” o Cell. Desculpe quem gostou, mas saga do Majin Boo foi uma encheção de linguiça e um final aberto que deixou muito a desejar. Enfim, ótimo episódio. Vamos reunir as esferas do dragão e pedir vida imortal ao Cabuloso Cast, rsrs.
    Abraços.

    • Luiz,

      Respeitamos sua opinião em escolher a terceira fase como a melhor. Não posso opinar muito quanto a saga Z, pois acho que não a vi completamente, porém acho que assistindo agora sem esperar até o outro dia para saber o que aconteceu quem sabe eu posso gostar.

      Vida imortal?! Hhauahauahuaha Muito bom!

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Eriton

    Cara, faz tempo que um podcast não me faz rir tanto. XD Todos sabemos que Dragon Ball é um dos melhores animes ja feitos (só não digo o melhor porque ainda tem Yu yu Hakusho, CDZ, e One Piece no pareo, e eu vou ser apedrejado por dizer isso :P). Eu não assisti Dragon Ball por completo ( e ainda me evergonho disso T.T) mas concordo que a primeira saga é mais divertida de assistir que a saga Z apesar de a Z ser muito boa em questão de ação. Em suma =] o Cast foi otimo, Parabéns ao Cabulosocast por um programa maravilhosamente bom *O*

    • Eriton,

      Sabia que a saga de Dragon Ball está completa no you tube? Você acha que peguei aqueles áudios de onde?

      Fico feliz que tenha gostado.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Lucien, Cast sensacional!
    Ri muito com a passagem do Kulilin sem nariz! Essa pegada do Dragon Ball Zinho, de muito humor, para mim é melhor que a do Dragon Ball Z, que é mais de ação (mas também é ótimo)
    Não tem jeito, também daria 5 selos cabulosos para a série!
    Eu acordava cedo nos sábados e ficava colado na TV no SBT todo sábado de manhã, para assistir o Dragon BallZinho, pois não sabia que horas passava…
    Mas e então pessoal… A pergunta que não quer calar! Quando vai sair o Cast de CDZ? rs
    Abraço e parabéns pelo programa de novo!
    Gabriel Gaspar, 27 anos, militar, escritor, carioca em Brasília

    • Gabriel,

      O humor quase ingênuo de Dragon Ball é de fazer chorar de rir. Eu gosto da saga Z, mesmo sabendo que ela criou uma fórmula que o Akira iria usar até o final da série.

      Fico feliz que você tenha dado boas gargalhadas conosco.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Rick Galasio

    Eu assistia Dragon Ball junto com meu filho. Os outros pais achavam um absurdo eu ver desenhinhos, me chamavam de infantil. Mas eu assistia com meu querido filho com todo gosto. Eu queria participar do seu mundo.
    A gente comentava os episódios e analizava coisas como orgulho do Vegeta, proteger as pessoas mais fracas, se preparar para os desafios, o bem e o mal e essas coisas.
    Não me arrependo disso.
    Hoje meu filho esta fazendo Ciência da computação, ainda ama animes e é super gente boa. Tenho verdadeiro orgulho dele (não o orgulho negativo como do Sayajin que o atrapalhava em crescer), mas o orgulho no sentido de se estar feliz com a pessoa.

    • Rick,

      Que coisa foda! Saber que o Dragon Ball serviu como elo entre pai e filho e você ainda usou ensinar coisas tão legais para o seu filho. Que legal, cara! Parabéns! Do fundo do coração: parabéns mesmo!

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Vilto Reis, 20 anos, Redator Publicitário, Blumenau/SC.

    Mais uma vez, fiquei com um pé atrás quando vi o tema do podcast. Confesso que em minha infância, se assisti três episódios inteiros de Dragon Ball foi muito. Eu achava os episódios um tanto repetitivos. Os golpes, “as magias’, et cétera… Mas ouvindo vocês falarem a respeito da obra, fiquei super a fim de correr atrás. Quem sabe quando eu acabar de ler Watchman, que estou me arrastando, apenas na nº4, eu corra atrás de Dragon Ball. Na verdade, isso me fez pensar em minha relação com os quadrinhos, eu gosto bastante, mas acho que ainda prefiro romances ou contos. Mesmo assim, o Cast ficou demais, parabéns a todos.

    Abraços e até o próximo.

    • Vilto,

      Só uma questão: “golpes”, “magias” isto é Dragon Ball Z. Pois em Dragon Ball não existe isto. E… como assim você está se arrastando em Watchman?! Acho que é uma questão de ritmo, pois muitas vezes nos animes ou adaptações a velocidade é diferente.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Manoel Fernandes

    Manoel Fernandes 18 anos – SP

    Olá Lucien, Hoje vim aqui comentar não o cabuloso numero 43 e sim a edição #06 que estou morrendo de rir. Eu estou espantado que ninguém na época comentou no podcast. Mas o engraçado é que vocês transformaram uma tristeza em uma alegria. Ainda não terminei de escutar a Edição #06 mas tinha que vir aqui fazer esse pequeno comentário.
    Então estou passando aqui para dizer um Oi ( só os fortes vão entender ) #referencia #cabulosocast.
    PS: Lucien se eu clicar no anuncio do submarino e fazer uma compra vocês ganham comissão ?

    • Manoel Fernandes

      Serena I love you !!
      Me manda um Oi !