RASCUNHO: Uma Experiência

4

Leitor Beta é um problema. É muito difícil de achar e quando a gente finalmente acha, o leitor, às vezes, não tem tempo de ler com uma frequência boa, enfim… é um problema.

Estou betando pra algumas pessoas, no momento, embora esteja sofrendo do mesmo mal que mencionei acima: não tenho tempo suficiente pra ler com uma frequência legal. E por isso, gostaria de sugerir um projeto experimental aqui no Leitor Cabuloso.

 

the_reader__by_m0thart-d33zg68

 

Acho que todo mundo que escreve concorda que é muito gostoso ter alguém acompanhando o seu trabalho e dando um feedback constante. Então, que tal um quid pro quo?

A ideia é a seguinte: Você escreve? Procura alguém que também escreve e troquem textos. Você lê o do outro autor, e ele lê o seu. Você quer que ele leia o seu com frequência? Leia o dele com frequência. Você quer que ele te dê feedback específicos? Dê feedbacks específicos pra ele. E por aí vai.

Acho que essa é uma boa maneira de conhecer outros autores, compartilhar experiências e conhecimentos, fortalecer a comunidade de escritores nacionais além de, é claro, conseguir um bom leitor beta pro seu material.

Vamos chamar isso de Projeto Adote um Escritor e vamos ver quão unida nossa pequena, e ao mesmo tempo grandiosa, comunidade realmente é.

Eu ia criar um email específico pra isso, mas, como eu acredito que não muitas pessoas vão aderir, vou usar o meu mesmo. Se o projeto crescer, talvez eu crie uma conta específica pra esse propósito.

Seguinte, galera. Meu email é juliec.costa@gmail.com , eu vou servir só pra intermediar o processo.

Você me manda um email com assunto “Projeto Adote um Escritor” e o material que você quiser que seja betado. Manda no corpo do email uma autorização assim:

Eu, Fulano, autorizo que Julianna Costa passe meu material inédito para um leitor Beta cadastrado no Projeto Adote um Escritor para ser lido e criticado.

Passa também uma breve descrição sua, uma sinopse do livro e qual estilo você estaria disposto a betar em troca. Coloque um estilo que você goste de ler.

Quando eu começar a receber material, eu faço as “ligações”. Mando seu texto pra alguém que escreva e esteja disposto a ler o estilo que você escreve e você lê o dessa pessoa em troca. As leituras vão ser feitas de forma anônima, certo? Você não vai saber de quem é o que você está lendo e nem quem está lendo o seu. Desse jeito mais impessoal, acho que fica bacana, porque ninguém vai ficar com receio de dizer o que acha. Através do anonimato os feedbacks são mais sinceros e nessa etapa do trabalho, sinceridade nos comentários é essencial.

Quando o trabalho tiver sido concluído, caso me autorizem, eu passo os contatos de um pro outro, pra você saber quem betou o teu material.

Aí quando você publicar, não custa fazer um agradecimento no livo pro teu leitor Beta e o Leitor Cabuloso aqui, hein? 😉

Beijos, pessoal.

Vamos ver se dá certo… =D

 

********** ATUALIZAÇÃO **********

Duas coisas, pessoal!

1º Como o Guilherme lembrou nos comentários, não esqueçam que é sempre bom registrar seu material antes de mandar PARA QUALQUER PESSOA. A gente já falou sobre isso algumas vezes nessa coluna, mas nunca é demais relembrar! 😉 Para detalhes sobre como registrar seu trabalho, dá uma olhada nesse link aqui.

2º Todo esse projeto é só uma ideia. E quem topar, deve ter em mente que é super experimental. Então dicas e sugestões são bem-vidas e muito incentivadas. A ideia é fazermos isso juntos. =D

  • Leitores Beta… Necessito! Mas meu caso é um pouco diferente, eu tenho uma história que estou publicando semanalmente no blog, e, portanto, não a tenho completa. Eu teria que enviá-la capítulo a capítulo para o leitor beta. Pode ser? Se não tiver problema, gostaria de participar sim. Adoro receber e dar opiniões. 😀

    • Oi Luiz!
      O projeto é experimental, então, a gente pode tentar tudo!
      Beijos. ^^

  • Hmmmm mas e quanto ao risco de roubo das obras? Em uma situação dessas seria muito fácil para alguém roubar a obra de outro e publicar como sua. Sugiro que pelo menos todas as obras participantes sejam registradas na Biblioteca Nacional antes que entrem nesse processo.

    Aqui o link do registro para quem se interessar: http://www.bn.br/portal/index.jsp?nu_pagina=28