CINEMA: 12 trilhas sonoras emocionantes de adaptações literárias para o cinema

4

disco-vinil2As adaptações cinematográficas de livros são comemoradas por alguns e odiadas por outros. Além de proporcionar maior concretude àquilo que o leitor imaginou, os filmes trazem uma grande imersão com as trilhas sonoras. Em alguns casos, e isto já aconteceu comigo, é quase impossível ler (ou reler – depende do caso) sem associar com a música; sem imaginar seu personagem favorito envolto naquela áurea que as trilhas conseguem proporcionar. Por isto, resolvi fazer este post, com 12 das músicas mais emocionantes já compostas em adaptações de livros para a telona.

12º – Chevaliers de Sangreal – Hans Zimmer

Hans Zimmer é um dos meus compositores favoritos e suas trilhas sempre me emocionaram. Mesmo que você não goste da adaptação de O Código Da Vinci precisa reconhecer que esta música tocada no momento em que Robert Langdon descobre o caminho até onde está enterrado o túmulo de Maria Madalena é de fazer os olhos lacrimejarem.

11º – Hedwig’s Theme – John Williams

O tema da coruja Hedwig’s de Harry Potter acabou por se tornar o tema principal de toda a saga. Se você começar a ouvir os primeiros badalares saberá que é Harry Potter. Composta por ninguém mais, ninguém menos que John Williams (você não sabe que é John Williams? O gênio por traz das inesquecíveis trilhas sonoras de Star Wars!) que é responsável pela composição da trilha sonora dos dois primeiros livros: Harry Potter e a Pedra Filosofal e Harry Potter e a Câmara Secreta; aqueles que o precederam compuseram variações a partir do que ele fez.

10º – River Flows in You – Yiruma

Sim! Sim! Eu já ouço o burburinho, porém tenho o direito à argumentar! Crepúsculo não é uma das minhas séries favoritas a começar por ter lido apenas o primeiro livro, contudo considero que esta música é tocante. Quando assisti ao filme nenhuma música me chamou atenção e nem me lembro ao certo em que momento River Flow in You  tocou no filme, mas assim que ouvi este música meu cérebro foi fisgado de imediato e eu precisava tê-la em meus soundtracks.

9º – Jurassic Park Theme – John Williams

Descobri ano passado que Jurassic Park era uma adaptação literária e o que posso dizer desta pérola composta pelo John Williams? Não consigo descrevê-la melhor do que pedir que ouçam. Quem assistiu ao filme no cinema lembra da emblemática cena na qual os personagens observam maravilhados um brontossauro… a trilha vem crescendo, vem crescendo e simplesmente explode diante daquela cena é emocionante. John Williams é um gênio!

8º – Misty Mountains – Howard Shored

Muitos desejavam assistir ao Hobbit e muitos podem ter se decepcionado, mas todos ficaram parados e seguraram a respiração quando no trailer os anões começaram a cantar. Durante muito tempo, esta cena ficou eternizada para mim, congelada num limbo intocado. Até certo ponto cheguei a pensar: “Não me importo se vou gostar ou não do filme de O Hobbit, mas eu preciso ver esta cena e cantar, mesmo que aos sussurros esta música”. O filme não foi uma decepção para mim, mas a cena não foi tão emblemática quanto no trailer.

7º – Alice’s Theme – Danny Elfman

O filme foi horroroso, mas esta música é impressionante. Danny Elfman fez parte de uma banda dos anos 80 chamada Oingo Boingo e sempre fui fã do trabalho deles, por isso quando soube que ele passará a compor trilhas sonoras para filmes e séries fiquei muito entusiasmado em saber mais sobre seus trabalhos, quando ouvi esta trilha de Alice não reconheci a minha banda favorita dos anos 80, mas reconheci um excelente compositor.

6º – Saphira’s First Flight

Muitos não gostam do Ciclo da Herança como passou a ser chamado a série Eragon. Eu reconheço que os livros não chegam aos pés de um Senhor dos Aneis e que o filme só piorou as coisas, mas sabem quando você gosta, mesmo quando parece que todos odeiam? Pois é assim que me sinto ao ler a saga Eragon. Eu gosto e ponto final! Agradeço ao filme, mesmo terrível, e pela magnífica cena do 1º voo do dragão Saphira e sua composição inesquecível.

5º – The Godfather – Nino Rota

Eu tenho um terrível defeito. Quando assisto ao filme antes de ler o livro posso acabar não concluindo ou não realizando a leitura. O caso do Eragon, citado acima, foi exceção. Certo dia fui vascular a prateleira da minha mãe para caçar livros e me deparei com um livro branco escrito O Chefão. Pela capa lembrei logo do filme, que ainda não tinha assistido, e lembrei imediatamente da trilha sonora. Devorei o livro que era até bem volumoso para mim e o filme só veio a complementar a sensação. A música é antológica!

4º – Lovely Boy – The Black Keys

A música não faz parte da trilha sonora, não diretamente, pois foi inserida de outra forma na trilha sonora original, contudo quando assisti ao trailer esta música me proporcionou uma empolgação tão grande que comprei o livro poucos dias depois. Eu tinha uma série de preconceitos para ler Sangue Quente, mas a música transmitiu perfeitamente o clima do livro e não me arrependi por tê-lo comprado.

3º – This is Neverland

Eu vou forçar um pouco a barra agora e fazer uma associação para indicar uma trilha maravilhosa de um filme que não é baseado em um livro, mas no autor do livro. Quando li Peter Pan para fazer o CabulosoCast #07 considerei um dos livros mais encantadores que já li só, talvez, sendo superado pelo Pequeno Príncipe. No final do CabulosoCast citado, eu e Serena tercemos considerações sobre o filme e foi muito emocionante lembrar das cenas, principalmente a final à qual toca esta música.

2º Neverending Story – Limahl

Quando minha mãe alugou a fita VHS de A História sem Fim, nem eu nem Serena imaginávamos que existia um livro, contudo anos depois ao descobrir isto apenas aumentou nossa nostalgia quanto a paixão que este filme e esta música tem em nossas vidas. Não consigo começar a ouvir Neverending Story sem chegar ao final da música, posso estar editando um CabulosoCast, mas se meus olhos passarem por esta mp3, tenho que dar dois cliques e ouvi-la.

1º The Bridge Of Khazad Dum – Howard Shore

Fui ao cinema assistir a O Senhor dos Anéis e além de ser presenteado com uma das melhores adaptações cinematográficas de um livro, também meus ouvidos ganharam um maravilhoso prêmio pela espetacular trilha do Howard Shore. Não há como ficar impassível diante do monumento que é a trilha completa da trilogia de O Senhor dos Anéis. E esta música em particular convoca qualquer apaixonado por fantasia para o campo de batalha!

Gostaria de deixar claro que não há uma ordem nesta lista, como o título do post sugere são 12 músicas que considero relevantes. A ordem foi feita à medida que fui lembrando e consultando meus arquivos, logo não existe preferência para mim, todas são maravilhosas e empolgantes e sempre me acompanham no iPod.

E ai, Cabulosos, qual a música ficou faltando na opinião de vocês? Qual a sua lista? Colabore com esta lista indicando a sua também.

  • Priscilla Rubia

    Acho que as que você relacionou mas que eu tenho e gosto é a música de Crepúsculo, O Hobbit e Senhor dos Anéis. Embora Senhor dos Anéis eu curta mais essa:
    http://www.youtube.com/watch?v=9Vetg_e5fJQ

    • Pri,

      É uma lista pessoal! Aberta aos ouvintes para que pudessem colocar as suas e esta que você escolheu é muito foda!

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Quando escuto músicas temas de filmes, eu passo as cenas do longa na minha cabeça. So good! Faço isso principalmente depois de sair do cinema em praticamente todos os filmes que vejo; acesso o youtube e procuro a trilha sonora. Já virou vício, hehe. Bom, adoro tantas músicas, embora não conheça os compositores (acho que quase ninguém conhece os nomes dos compositores de filmes; de jogos são mais fáceis de gravar, rs). Eu colocaria várias musicas do SDA e Star Wars e aquela do primeiro filme do Resident Evil. Ano passado adorei a música tema do filme Cloud Atlas. http://www.youtube.com/watch?v=kpMMinJiPb0

    • Luiz,

      Sim! A trilha de Cloud Atlas ficou na minha memória. E também costumo assobiar ou murmurar a trilha por ai.

      Também ganhei o hábito de baixa a trilha dos meus filmes favoritos e sempre que tenho um lampejo de memória, recordando um filme antigo, vou ao You Tube baixo sua trilha e não me decepciono.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.