PODCAST: CabulosoCast #38 – Para Tudo se Acabar na Quarta-feira

17

vitrine-do-cabulosocast-38-modeloSaudações Literárias, Leitores Cabulosos! Em homenagem ao dia do quadrinho nacional (30 de janeiro), Lucien o Bibliotecário (@lucienobiblio10), Serena (@Serena_Cabulosa), Priscilla Rúbia (@Priscilla_Rúbia), Sr. Estranho (@MeninoEstranho) e Paulo Elache (@P_Elache) fazem uma análise da HQ da editora Draco Para Tudo se Acabar na Quarta-feira, desenhada pelo Manoel Ricardo e escrita pelo Octávio Aragão, que mescla samba, favelas, viagem no tempo e universos paralelos. Saiba o que os Cabulosos acharam! Bom episódio para vocês.

CITADOS DURANTE PROGRAMA

PROMOÇÃO!!!

Regras:

Use o programa Rafflecopter para participar da promoção.
a Rafflecopter giveaway

LIVRARIAS PARCEIRAS

ASSINE NOSSO FEED

Assine nosso feed http://leitorcabuloso.com.br/feed/podcast/

NOSSA PÁGINA NO iTUNES

http://itunes.apple.com/br/podcast/leitor-cabuloso-literatura/id549022839

NOSSA PÁGINA NA KOMBO PODCASTS

http://www.dimensaonerd.com/category/podcast/cabulosocast/

NOSSA PÁGINA NO YOU TUNER

http://youtuner.co/index/results?s=cabulosocast&x=0&y=0

NOSSA PÁGINA NO FALACAST

http://www.falacast.com.br/eqbws9vm

MÍDIAS SOCIAS

QUER ENVIAR UM E-MAIL?

Quer enviar um e-mail comentando algo que ouviu no programa? Quer enviar um link ou algum material que complemente as informações do podcast? Escreva para cabulosocast@leitorcabuloso.com.br

QUER DEIXAR UM RECADO DE VOZ?

Mande seus recados de voz para o nosso CabulosoCast deixando sua mensagem na nossa secretária eletrônica do GTalk! É só ligar para cabulosocast@gmail.com

Tamanho do Episódio: 67 minutos

ATENÇÃO!

Para ouvir basta apertar o botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como para salvar o episódio no seu pc). Obrigado por ouvir o CabulosoCast!

VERSÃO EM ZIP

Para baixar a versão em zipada clique aqui, em seguida cole o link de download e clique na opção convert file.

Para fazer o Download do episódio clique aqui.

  • Boa noite Lucien!
    Parabéns pela primeira crítica de HQ de vocês. O que mais me impressionou é que vocês realmente criticaram a HQ mostrando inclusive os pontos que não gostaram. Isso mostra respeito com os ouvintes que podem se preparar adequadamente antes de ler a história!
    O sistema de notas no final do programa também foi ótimo! Continuem assim que vocês estão no caminho certo (em minha opinião – que é a única que eu tenho)
    Forte abraço e saudações literárias!

    • Gabriel,

      O objetivo do CabulosoCast é falar das obras e analisá-las com argumentos consistentes. Não somos “críticos literários ou de qualquer mídia” apenas expressamos nossas impressões como leitores, por isso fizemos a análise da obra sem medo. Quem quiser ler, deixamos em aberto que esta é a nossa opinião, não a única, não a melhor, nem a opinião definitiva, a prova disto é que até fizemos a promoção.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Saudações literárias, povo cabuloso!
    Confesso que eu não sou um leitor aficcionado por quadrinhos. Leio ocasionalmente e por isso me abstenho de criticar mais profundamente por reconhecer não estar apto para isso. No entanto, gostei realmente do episódio, pois além de examinar a produção de uma editora que admiro muito, a Draco, ainda agiram com muito respeito aos ouvintes por serem extremamente sinceros quanto às opiniões emitidas.
    Para variar, o Paulo Elache sempre dá umas quebradas com seu jeito brincalhão, mas sempre com conclusões que fecham as questões.
    Parabéns a todos que participaram e especialmente o Lucien pela forma como conduziu o barco.
    Abraço a todos!

    • Vilto,

      Fico feliz que tenha gostado do episódio mesmo que não participando ativamente do tema. Conversei estes dias com o autor o Octávio Aragão e, levando em consideração que ele é o pai da obra; ficou claro que com algumas ressalvas dele, ele compreendeu as críticas e percebeu a mesma coisa que você, que fomos honestou e não desrespeitosos.

      Obrigado pelo comentário e pelos elogios!

      Abraços.

  • Novamente, um excelente podcast! Os participantes interagiram incrivelmente bem e a edição ficou ótima. Também gostei muito que todos deram suas opiniões sinceras sobre “Para Tudo se Acabar na Quarta Feira”, apesar da Priscilla Rúbia ter sido sincera demais e tecer sua crítica já no começo…!
    Mas acho que vocês pegaram no pé demais do ilustrador da graphic novel, Manoel Ricardo. Tudo bem, seu traço tem participação importante na obra como um todo, mas ficou a impressão que deixaram tudo nas costas dele. Analisar e comentar esse tipo de coisa é muito complicado, pois o traço de um artista pode agradar uns e não outros. Não há unanimidade na arte (fora Da Vinci, Michelangelo e Rob Liefeld, hehehehe!). Ainda não li a graphic novel, mas tomo como base o Sandman, de Neil Gaiman, O Monstro do Pântano, de Alan Moore, e A Patrulha do Destino, de Grant Morrison. São trabalhos excepcionais, mas muitas vezes deixam a desejar no quesito desenho. Nem vou citar os desenhistas que não me agradaram nesses trabalhos porque não quero criar discussão sobre isso, e porque é meu gosto pessoal. Mas os roteiros dessas HQs são tão bons que podemos relegar os desenhos em segundo plano quando não nos agradam e aproveitar a obra numa boa.
    Entendem o que quero dizer, pessoal?
    Como o Lucien sempre diz: “bom, é isso!”. Do mais, vou me interar sobre a Intempol, pois, da mesma opinião de vocês, acho que é um universo muito interessante. Quem sabe eu até consiga participar de uma antologia desse “universo temporal compartilhado aventuresco teórico futebolismo carnavalesco”, algum dia? Um grande abraço!!!

    • Meu grande amigo, Carlos Relva!

      Como fico feliz em ler seus comentários. Compreendo o que você diz, mas usando os próprios exemplos que você citou sei que possuem roteiros fantásticos, mas cá entre nós sempre há momentos em que nos perdemos na leitura visual graças a inabilidade de alguns desenhistas. No caso do Manoel, não foi uma crítica tão dura assim, pois admitimos que houve uma evolução e o próprio Octávio, em conversas comigo no facebook, revelou que o tempo de produção dos desenho foi muito longo e por isto afirmamos a maturidade no traço.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Eriton

    Eu não sei se o fato de eu comentar quase tudo sobre o assunto por aqui deixou evidente que eu sou apaixonado tanto por quadrinhos quanto sou pelos livros. Fiquei extremamente feliz em saber de mais uma produção quadrinhesca nacional, pois estou tentando me aprofundar nos assuntos abordados por quadrinhos daqui atualmente (que diga-se de passagem não são muito bons, ainda). A temática do quadrinho é muito interessante sou doido por aventuras e viagens no tempo. Vocês criticaram bastante o desenho (de forma construtiva e lógica claro), mas eu só posso tecer minha opinião depois de ve-lo e digo apenas uma coisa ele só não merece ser lido se o traço for pior que o da história “Homem Animal (Revista Dark DC)” XD. Enfim adorei esse episodio e só pra ressaltar gostei bastante do ultimo drops só não tive tempo pra comenta- lo (3º ano é peso xD)

    • Eriton,

      Eu sei que numa Graphic Novel como esta só podemos ter uma imagem real das críticas feitas com ela em mãos. Considere como uma resenha em áudio, se motivamos você a ler, participe da promoção.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

    • Eriton

      Eu nem terminei de ouvir e já me inscrevi na promo XD

  • Marcos Henrique

    Carnaval Com o Leitor Cabuloso é Globeleza

  • Eu gostei bastante da historia, até vou procurar esse reunido de contos para dar uma olhada… Mas eu j não gosto de HQs e com toda essa discussão técnica sobre o desenho, traço, enredo e blablabla, fiquei com menos vontade ainda…

    O Cast ficou muito tecnico, não foi muito do meu agrado, para ser sincero!!!

    Episódio antipatico, com conteúdo!!!

    Sigo escutando, até mais!!!

    • Felideo,

      Entendo perfeitamente o que você disse e respeito suas críticas. Por ser uma HQ curta de poucas páginas não poderíamos fazer um episódio sem spoilers e ao mesmo tempo sem abordar assuntos relacionados ao próprio conteúdo da HQ, no caso os pontos técnicos. Queríamos abordar todos os aspectos para expor aos nossos ouvintes o nosso ponto de vista.

      Sinto que faltou uma sinopse inicial para fazer os ouvintes mergulharem no contexto.

      Agradeço por expor suas críticas, esperamos que no próximo episódio sobre alguma HQ nacional possamos corrigi-los e convido você a ouvir outros episódios do CabulosoCast.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Lucien, gostei bastante da edição e de nossa interação ao longo do programa, divertido 😉
    Espero que essa experiência crítica se repita, apesar de meu pequeno conhecimento de HQs. Podemos fazer o mesmo com livros, o que acha?
    Como o previsto na gravação, muitas pessoas não entenderam a razão de minha nota ter sido reduzida de 3,5 para 2,8 (notas de 0 à 5), o que fez com que algumas delas se comportassem como verdadeiros “hooligans” literários.
    Primeiro, quero deixar claro que também conversei com o autor Octávio Aragão o qual, muito educado, agradeceu pelas críticas, fez suas considerações e compreendeu minhas razões.
    Devo admitir, entretanto, que minhas declarações quanto à sinceridade das críticas à HQ em geral, podem ter sido a causa de tanto tumulto.
    Peço, portanto, aos que dessa forma tenham se ofendido, que não estou duvidando de sua integridade, apenas percebi, como consumidor, que a maioria dessas críticas foram feitas no “automático”, por receio de ofender amizades.
    Lucien, me perdoe por ocupar esse precioso espaço de comentários com esse assunto tão desagradável, mas entendo que a liberdade de expressão não pode ser coagida a calar-se, nem os críticos se sentirem ameaçados pelo comportamento “hooligan” que prega o absurdo “se for pra falar mal, então não fale”.

    Abraços à todos do Leitor Cabuloso, sempre trazendo boas novas da literatura 😉
    Paulo Elache (host do PodEspecular Podcast)

    • Paulo,

      O espaço é seu de todos os ouvintes do Leitor Cabuloso! Pode usá-lo para expressar sua opinião a cerca deste assunto, mas eu, Lucien, considero encerrado este assunto em qualquer mídia.

      Obrigado pelo comentário, meu caro amigo e você e suas opiniões são sempre bem-vindas no CabulosoCast.

      Abraços.

  • Lucien, sei que já faz muito tempo, mas PRECISO saber qual é o nome da música usada imediatamente depois que citam o personagem Mumunha, uma com percussões árabes… Abs!

    Rodrigo Rahmati / 27 a / Sorocaba / Gestor Ambiental feliz por pegar a faixa verde no karate

    • Rodrigo,

      Aquela música está na trilha sonora do filme matrix, agora infelizmente não consigo encontrar na minha playlist.

      Peço desculpas.

      Abraços.