RASCUNHO: LEITOR BETA

6

“Leitor Beta” é uma expressão muito utilizada pelo pessoal do meio literário.

Mas o que exatamente ela significa?

 

Beta Testing

 

Uma “versão beta” é uma versão de teste. Algo que ainda está tendo suas arestas polidas antes de ser lançado. É a versão de um produto ainda em desenvolvimento que deve ser intensamente testado para se verificar erros.

Você acabou de escrever seu livro. Esse é o seu “produto”. Agora, você precisa testá-lo exaustivamente para ter certeza que está tudo certo.

Como fazer esses testes?

Bem… Primeiro, é preciso revisar seu material, e muito.

Quando você já estiver substancialmente satisfeito com o resultado é hora de mandar pra editoras? NÃO!

Esse é o momento do querido Leitor Beta ou Beta Reader.

É aquela pessoa próxima, de confiança e intimidade que vai ler o seu material a procura de erros. Ela não vai ler só pra elogiar e massagear o seu ego. Ela vai ler pra procurar problemas. É claro que ela não precisa se focar só no que não gostou. Com certeza, você vai ouvir também os pontos positivos. Mas nesse momento o importante são as críticas: melhor o leitor beta identificar o problema agora – enquanto ainda dá tempo de corrigir – do que depois do livro lançado e nas mãos de vários leitores finais.

Postar seu material inédito em blogs é legal. Além de ser divertido interagir com potenciais leitores e ouvir suas opiniões serve para já divulgar seu trabalho. Mas isso não é a mesma coisa que um leitor beta.

Na minha opinião, são características que você deve buscar em um leitor beta:

1 – Gosto pela leitura.

Você tem aquele amigo que é o máximo, vocês têm proximidade o suficiente para você saber que ele vai ser sincero, você super confia na opinião dele. Se ele não gosta de ler, não adianta. Ele pode até fazer um esforço e ler o seu livro. Mas e aí? Ele não vai ter com o que comparar para saber se ele gostou ou não. E se ele não gostar, de um modo geral, você sempre vai ficar na dúvida se ele não gostou porque não ficou bom, ou porque é uma coisa que ele, simplesmente, não gosta.

2 – Sinceridade

Dura e fria. Não adianta chamar um beta reader e querer que ele só te diga coisas boas pra não te chatear. Conseguiu alguém pra fazer isso pra você? Senta e tem uma conversa com a pessoa: “olha, eu quero que você me diga todos os detalhes. O que gostou e principalmente o que não gostou. É pra procurar erros mesmo! Você vai estar me ajudando muito, por isso pode ser grosso e direto…” Ou seja, deixa a pessoa bem a vontade pra te criticar. Quando eu procuro um beta reader, eu geralmente prefiro um amigo íntimo de longa data. Aí eu nem preciso me preocupar com esse tipo de conversa. Sei que ele vai dizer tudo.

3 – Agilidade na leitura

Não adiante escolher uma pessoa que tenha todas as características de um bom leitor beta mas que demore seis meses com cada livro. Digo isso porque, no fim do dia, o objetivo ainda é mandar pra uma editora. E essas empresas abençoadas demoram pra responder… sério… a segunda vinda do Messias vai acontecer e você não vai receber resposta de algumas delas. Então, quanto antes você mandar, melhor.

4 – Bom senso crítico.

Acho que esse comentário dispensa explicações, né?

5 – Bom senso. Pelo menos um pouco.

Procure uma pessoa que tenha noção das coisas. Alguém que tenha o mínimo de discernimento necessário pra fazer o que você pediu. Quero dizer, não vai ser útil você arranjar um beta reader que vai voltar dizendo que discordou da cor do cabelo do personagem principal ou da fonte que você usou pra escrever o texto. (Desde que, é claro, você seja uma pessoa de bom senso e não tenha feito, por exemplo, um político conservador com o cabelo pintado de laranja ou tenha usado Lucida’s Handwriting como grafia definitiva para mandar pra editora) =P

6 – Confiança

Se pergunte: essa pessoa que eu escolhi pra ler meu livro, eu confio na opinião dela? Se você não confia, não serve. Você precisa dar credibilidade aos comentários feitos pelo beta para que esse processo seja útil.

7 – Sentir-se confortável

Escolha alguém com quem você se sinta a vontade. Lembre-se que essa pessoa vai ter que te criticar!

8 – Disponibilidade da pessoa

Não é legal já mandar uma mensagem pra pessoa como se fosse obrigação dela fazer isso por você: “mandei meu livro pro seu email, lê e me diz o que achou”. Por dois motivos: primeiro, educação, né? E segundo, se ela não tiver disponibilidade pra ler, você só vai perder tempo esperando por ela. Por isso, quando você escolher alguém, chame essa pessoa, explique a situação pra ela e pergunte se ela pode fazer isso e quando.

9 – Mais de um

Quanto mais leitores beta você conseguir, melhor. São mais pessoas para testar o seu “produto em fase de teste” e mais feedback. Só mantenha uma coisa na cabeça: o livro é seu e os leitores beta não são donos da verdade. Você não é obrigado a concordar com tudo que eles dizem. Vão ser sugestões que você deve levar em consideração e não seguir cegamente. Até porque, se você tiver diversos leitores beta, é muito difícil que todos eles concordem em absolutamente tudo. Cabe a você ouvir todas as opiniões, pesar o que foi dito, tirar sua conclusão e aplicar.

 

Então, é isso, turma!

Espero que tenha sido útil!

Beijos e até a próxima.

Ju

  • Eriton

    Eu nunca achei um bom leitor beta =\ #chateado Mas ja fui leitor beta o que é estranho….

    • Eita, Eriton… =/ Tenta alguns grupos de discussão no facebook. Você acaba encontrando um pessoal bem disposto! =D

  • Eduardo

    Um texto muito interessante, fácil de compreender, e por isso muito esclarecedor. Orienta escritores e beta testers, atuais e potenciais.

    Acho que até com um pouco de boa vontade seria um bom beta tester, porque analiso a fundo os livros. O grande e imperdoável problema é que para fazer isso demoro séééééculos para ler… Daí não sirvo.

    • Oi Eduardo!
      Fico feliz que você tenha gostado do texto! =)
      Mesmo que você demore um pouco mais pra ler, caso você queira ajudar um amigo, ainda pode ser beta reader. Só avisa a ele que você pode demorar um pouco, para que ele consiga outra pessoa pra ler também, ou seja, é importante que você não seja o único beta dele. E vai mandando as anotações a medida que for lendo. Em vez de ler tudo e mandar todos os comentários de uma só vez, você pode mandar capítulo a capítulo! ^^
      Beijos e obrigada pelo comentário!

  • Eu não estou com o meu livro terminado, mas já estou procurando alguém para avaliar só o começo da história. São ótimas dicas no texto. O leitor beta é um bom treinamento para o autor iniciante que precisa se acostumar com as críticas.

    • Com certeza, Luiz! Além de ajudar a melhorar o texto é um bom treinamento, sim.
      Que bom que você gostou das dicas. =)
      Beijos!