PODCAST: CabulosoCast Drops #18 – Em Chamas, Silmarilllion, Crepúsculo, Cinquenta Tons de Vergonha, O Hobbit

31

vitrine do cabulosocast drops-18Saudações literárias, Leitores Cabulosos! E neste episódio Lucien o Bibliotecário (@lucienobiblio10), Priscilla Rúbia (@Priscilla_Rubia) e o convidado Cláudio o Dragão Dourado (@dragaodourado) do Omegacast expressam suas opiniões sobre as novas imagens de Em Chamas, a improvável adaptação de Silmarillion com o improvável ator de X-Men The First Class, Amanhecer parte 2 no framboesa de ouro, paródia de Cinquenta Tons de Cinza e as Anãs de O Hobbit. Além uma entrevista exclusiva com Fábio Barreto (@soshollywood)  do S.O.S. Hollywood, que está lançando o livro Os Filhos do Fim do Mundo pela editora Fantasy Casa da Palavra.

Ouça também o feedback GIGANTE do CabulosoCast #37. Bom episódio para vocês!

CITADOS NO PROGRAMA

COMENTADO NA LEITURA DE E-MAIL’S

RECOMENDAMOS

ASSINE NOSSO FEED

Assine nosso feed http://leitorcabuloso.com.br/feed/podcast/

NOSSA PÁGINA NO iTUNES

http://itunes.apple.com/br/podcast/leitor-cabuloso-literatura/id549022839

NOSSA PÁGINA NA KOMBO PODCASTS

http://www.dimensaonerd.com/category/podcast/cabulosocast/

NOSSA PÁGINA NO YOU TUNER

http://youtuner.co/index/results?s=cabulosocast&x=0&y=0

NOSSA PÁGINA NO FALACAST

http://www.falacast.com.br/eqbws9vm

MÍDIAS SOCIAS

QUER ENVIAR UM E-MAIL?

Quer enviar um e-mail comentando algo que ouviu no programa? Quer enviar um link ou algum material que complemente as informações do podcast? Escreva para cabulosocast@leitorcabuloso.com.br ou acesse nossa página de contato.

QUER DEIXAR UM RECADO DE VOZ?

Mande seus recados de voz para o nosso CabulosoCast deixando sua mensagem na nossa secretária eletrônica do GTalk! É só ligar para cabulosocast@gmail.com

Tamanho do Episódio:  60 minutos

ATENÇÃO!

Para ouvir basta apertar o botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como para salvar o episódio no seu pc). Obrigado por ouvir o CabulosoCast!

VERSÃO EM ZIP

Para baixar a versão em zipada clique aqui, em seguida cole o link de download e clique na opção convert file.

Para fazer o Download do episódio clique aqui.

  • v.

    o senhor dos anéis era um grande best seller antes mesmo das adaptações, claro que as vendas foram impulsionadas pelos filmes, mas já era um clássico no mundo antes mesmo dos filmes serem filmados (posso ser, no entanto, uma amostra viciada, visto que venho de um background rpgístico). o christopher tolkien já falou e repetiu que o silmarillion nunca acontecerá, já que ele nunca vendeu os direitos de filmagem (tolkien vendeu os direitos de SdA e o hobbit, depois de arrependeu, mas não conseguiu recomprá-los depois.. lembro que há tempos cogitaram um seriado, mas acho que seria falho demais. o próprio christopher já disse e redisse que não quer qualquer adaptação e que abomina as que foram feitas.
    jogos vorazes, ainda não vi, quase certeza que nunca lerei, mas certamente me parece battle royalle (o filme em live action é extremamente divertido).
    nunca vi/li crepúsculo, mas acredito que pior atriz é bem merecedor.
    enfim, abraços a todos. obrigado pela divulgação do meu texto.

    • Pedro,

      Sabemos que O Senhor dos Anéis sempre foi um best seller, contudo com o filme é inegável que os livros passaram a vender muito mais! Eu tinha esquecido desta questão da venda dos direitos; é verdade o Christopher atualmente é o detentor do direitos, muito obrigado por nos lembrar disto.

      Obrigado pelo comentário e sempre estaremos dispostos a divulgar o trabalho dos nossos ouvintes.

      Abraços.

  • Segundo comentário, começando a segundona com mais um drops do leitor cabuloso é muito bem vindo. Vixi a praga de cinquenta tons de cinza puxou vários títulos nessa nova onda de literatura.

    • Paulo,

      É normal isto acontecer. Sempre que um livro faz sucesso atrás dele vem vários títulos. Muitos interessantes como por exemplo, Crepúsculo e a Filosofia. Pode acreditar existe sim!

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Carlos_kk

    Lucien e Priscilla,

    Lucien,
    antes de tudo gostaria de saber oq vc tem contra a rua?
    Brincadeira, é so por justamente hoje eu estava esperando minha namorada sair do trabalho para leva-la em casa e dai fiquei lendo o livro “lugar nenhum “ literalmente no meio da rua, melhor dizendo, sentado na calçada na frente do local onde ela trabalha aproveitando a luz que vinha de um poste. Rsrs
    Priscilla,
    Muitas risadas dei com vc hoje vice, é que teu jeito parece demais com o da minha namorada, e eu fico imaginando a tua cara de empolgação perto de Lucien, rsr. Mas que ele parece mesmo com aquele pinguim do link parece! Rsr os dois quando estão juntos é o famoso 8 e 80.
    Sobre o livro do autor Fabio Barreto sinceramente antes de terminar a entrevista eu já estava fazendo um pré julgamento e pensando que parecia muito com o filme que eu tinha assistido mas não me recordava o nome, felizmente o próprio alto do livro disse o nome do filme e fez a ressalva que sua obra em nada se parece com o filme, não que isso seria bom ou ruim mas creio que é uma informação bastante pertinente. Achei a historia bem legal e me deu vontade de ler. Quando eu for compra o livro irei compra pela saraiva ou pela cultura em retribuição a todo o trabalho que vocês do leitor cabuloso tem para nos proporciona esse entretenimento de primeiríssima linha, mesmo os livros sendo mais caros nessas lojas.
    eu acredito no lucien, e ele vai conseguir ler sim. Kkkk falei só pq você pediu.
    Agradecer mais uma vez por esse tempo agradabilíssimo, e pode ter certeza que na próxima estarei aqui mais uma vez com todos vocês!
    abraço a todos!

    • Carlos,

      Nada contra a leitura na rua! Fique a vontade!

      Obrigado por nos acompanhar em mais este Drops e também fiquei bastante aliviado com a explicação do Barretão, estava pensando o mesmo que você durante a entrevista, mas fiquei meio sem jeito pra perguntar, ainda bem ele falo.

      Muita gente diz que quero imitar o Jovem Nerd e tal, mas quem gravou comigo sabe que sou assim mesmo me sinto feliz em estar gravando e quero que todos saibam quando ouvirem.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

    • Oi Carlos!
      Não consigo competir com Lucien. Ele me chama pra gravar de madrugada e ainda quer que esteja como um pinguim… -.-
      Muito obrigada pelo comentário =D
      Abraços!

    • carlos_kk

      Lucien,
      olha eu apanhando denovo aqui no site aff. rsr
      Por favor apaga a mensagem que eu coloquei duplicada sem querer ta bem.
      desculpa te dar trabalho mais uma vez. rsr
      abraços!

  • Finalmente esse drops saiu, hein. Primeiramente, muito obrigado pelo feedback do meu feedback neste episódio. Apenas complementando, eu desgosto da metodologia da escola tradicional. Não que química seja inútil para minha vida, mas submeter esse conhecimento a um sistema de aprovação/reprovação é muito errado. Não acho que o nosso avanço escolar precise ser submetido a uma média em cada matéria. Deveria mesmo haver uma divisão de aprofundamentos para cada disciplina, como módulo básico e avançado, algo assim. Aliás, no livro que estou escrevendo, que se passa numa cidade “utópica/distópica”, estou estruturando um modelo, a meu ver, mais justo para os estudantes.

    Olha, a respeito do filho do Tokien, eu já li uma matéria dele em que ele havia dito que arrancaram as “vísceras do trabalho do pai”. Eu meio que concordo e discordo da opinião dele. De fato, a exploração em massa da obra do Tolkien gerou um legião de aproveitadores que só querem lucrar com o trabalho dele. Mas, por exemplo, os filmes de SDA não afligiram tanto assim a obra original; é apenas uma forma de se ver uma história. A leitura de SDA nunca irá substituir o filme. Então, não vejo razão do cara ser tão radical a esse ponto, dizendo que as pessoas não estão conhecendo a obra do pai pelos motivos certos. É lógico que boa parte da massa terá uma visão superficial da obra, seja através dos filmes ou simplesmente tomando conhecimento por meio da mídia, achando que é uma simples obra de Fantasia. Mas e quanto aos leitores? É com eles que o Chistopher deve se preocupar, e não sair atirando toda a culpa na massificação e dizer que o trabalho do pai foi pelo ralo. No mundo de hoje, sempre há lados positivos e negativos quando se diz respeito a mídia.

    Eu disse num comentário sobre o Framboesa de Ouro que adorei ver Crepúsculo em todas as listas, mas concordo que realmente pareceu um pouco forçado; deve ser porque virou coisa legal indicar essa série como algo ruim. Nem ligo se Crepúsculo ganhar ou não… mentira, tô torcendo sim. haha.

    Desculpe, Lucien, mas nem esse livro de paródia de 50 tons eu lerei. Eu precisaria ler o original para saber as partes que o livro está zoando. Mas não consigo gastar meu tempo com um livro do tipo tendo tantos outros melhores para ler. Eu prefiro ver o filme besteirol quando sair, que pode acontecer se o livro fizer sucesso.

    Por último, gostei da entrevista com o Fábio Barreto a respeito do livro dele. Já tinha ouvido falar, mas não sabia nada sobre a história. Logo fiz a referência com Filhos da Esperança, lol. Os livros da Fantasy parecem ser bem interessantes. Quando eu terminar meu original, esta será a primeira editora para quem irei enviá-lo. hehe
    Abraços!

    • Luiz,

      E se a Fantasy aceitar já sabe qual o primeiro podcast a quem você concederá uma entrevista, né? Eu também não lerei este livro baseado no 50 Tons…, mas achei interessante a proposta a vida é muito curta e devemos selecionar nossas leituras.

      E o modelo educacional no Brasil é falido para mim, sua proposta é interessante, mas já perdi qualquer esperança de ver alguma mudança.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Hehe, sim, com certeza concederei uma entrevista aos cabulosos.
    Talvez a educação no Brasil não mude, ou, se mudar, será muito pouco. Mas, pelo menos, nós podemos fazer alguma diferença, mesmo que muitos não sejam atingidos por essa mudança; o importante realmente é que os “despertemos”. Essa é uma de minhas metas como escritor, por mais que eu ainda seja inexperiente. Tenho essa preocupação de “chacoalhar” as pessoas, emocional ou criticamente, mover mesmo que uma pequena “peça” dentro de cada um. Pode parecer mentira, mas nem estou preocupado em virar um best-seller ou vender milhares de exemplares. Prefiro o simples feedback de leitores, sem importar a quantidade, saber o efeito de minhas palavras sobre eles. Claro, gostaria de vender bastante para me sustentar nesta profissão (o que é complicado no Brasil), mas tais ambições como ganhar dinheiro e fama não estão no topo da lista de meus objetivos, embora seria bom se ocorresse. Mas quero simples e essencialmente dar aos leitores um bom livro. (Por isso estou demorando tanto a escrevê-lo, rsrs; aliás, é uma série).

    Abraços.

    • Luiz,

      Quanto mais você fala mais fico curioso. Fico feliz que seus objetivos são tão nobres quanto a sua obra e espero do fundo coração que você alcance todos.

      Obrigado por contribuir para o debate deste programa.

      Abraços.

  • Eu acredito no Lucien! Hahaha

    E caras, que entrevista legal com com o Barretto, ein? (escrevi certo?) Estou ansioso pra ler o livro dele, e é bom saber que ele topa bater papo sobre livros, se é que você me entende…. 😛

    Por fim, ótimo saber que a Priscila leu “A Hospedeira”. Quem sabe um dia eu faça uso desta informação! Hahaha

    Gostei =D

    E que venha o próximo cast! o/

    • Marcelo,

      Obrigado pela confiança! Os Cabulosos estão do lado do Lucien, viu Priscilla?!

      Cara, me surpreendi muito com a entrevista, pois sou muito fã do cara e estava nervoso pacas quando ele disse “aló” no skype.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Saudações Literárias, cabulosos!

    Acho que este foi o melhor drops que já ouvi, sério mesmo, parabéns.

    Sobre o conteúdo:
    – Olha, eu não sei se o Amanhecer parte 247 merece o Framboesa, mas pelamor, Lucien, o Prometheus não merece não. Eu não havia visto nenhum filme da saga Alien, mas eu gostei para caramba desse. Saí do cinema e fiquei conversando sobre ele um tempão, com um amigo meu. (respeito sua opinião, mas eu curti).
    – Eu também vi anãs no Hobbit, não notei que elas tivessem barba, mas tinha visto sim…
    – Jogos Vorazes é uma série que eu gostei do filme, mas não fiquei com vontade de ler o livro. A pergunta que eu sempre me faço é: será que alguém que já leu 1984, Fahrenheit 451 e Admirável Mundo Novo, vai gostar de Jogos Vorazes? Não é querer me achar nem nada disso, mas a questão é ter lido os livros referência no gênero, sabe. Não consigo ver nada que me atraia em Jogos Vorazes.
    – Vai Lucien, você consegue acabar de ler este livro!!! (ele é daquela coleção LP&M 64 páginas?).

    Grande abraço, parabéns pelo programa.

    • Vilto,

      Cê tá de sacanagem mesmo, né? (livro de 64 páginas? Caramba!)

      Não vejo nenhum problema na autora de Jogos Vorazes usar outras distopias como pano de fundo, porém o que não gosto é a postura (pelo menos em entrevistas) que ela adotou de quer parecer que inventou a roda, sabe? Isso é algo que reprovo nela, mas ainda falaremos sobre Jogos Vorazes.

      Obrigado pelo comentário, fico feliz que tenha gostado deste drops.

      Abraços.

  • Muito Bom!!

    “Silmarilion pode receber uma adaptação pro cinema”

    Voz do Darth Vader no Fundo: NOOOOOOOOOOOoooooo°°°°!!

    Eu tenho muito medo. O Silmarilion é como se fosse a Bíblia do universo Tolkien, vocês sabe,m o que acontecem quando alguém mexe com o Corão ou com a Bíblia né?!

    Jogos Vorazes, comecei a ler o livro, achei chato demais e pensei “vou ver o filme que é mais rápido, pois este livro esta chato.”… me dei mal. O filme é pior.

    Claro que estamos falando de gostos pessoais. Aposte que algumas leituras que faço algumas pessoas também vão achar tediosas e chatas.

    É com muita felicidade que também pude ver o livro do Barretão chegando às livrarias. A participação dele no podcast já o transformou em um amigo, mesmo sem ele me conhecer. É sempre um prazer ler a obra de um amigo, não só ler, mas como recomendar para os outros amigos.

    Gostei muito do Drops e até o próximo podcast.

    • Daniel,

      Eu sou apaixonado pelas adaptações, mas como disse outro ouvinte nosso nos comentários, o Christopher é único detentor dos direitos, por isso acho mais difícil do que as demais precedentes.

      Não li Jogos Vorazes e nem assisti ao filme logo, por enquanto me abstenho. Só faremos um cast sobre a trilogia quando sair o último filme.

      E sobre a entrevista, dividimos a mesma opinião Daniel.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Vitor, eu esto lendo o 451 no momento. Já tinha lido Admirável Mundo Novo e Laranja Mecânica antes de ler o Jogos Vorazes. Eu encaro a obra da Collins como uma distopia “amena” no sentido de que é mais voltado para o público jovem adulto. É um bom título para iniciar o leitor mais jovem nesse gênero distópico, pois eventualmente ele certamente gostará de ler aqueles mais clássicos.

    • Luiz,

      É a velha escada literária. Livros que levam a outros livros que levam a outros livros. Concordo com você, o livro da Collis é relevante, pois fará com que a garotada chegará as distopias clássicas.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • carlos_kk

    Que nada Lucien, deixe que falem, pois de longe se ver que toda essa empougação é espontânea.
    que você continue sempre feliz assim para que cada dia nos proporcione mais mais trabalhos tao legais quanto esses!
    Sim, e sem sombra de duvida agente percebe que tais feliz pela gravação vice. rsr
    Mais uma coisa… Priscilla ta sorrindo sim, é so presta um pouco de atenção que percebesse o sorriso. rsrs
    abraços!

    • Carlos,

      Mas a Priscilla está sim o problema dela é que ela não consegue ficar “empolgadona”.

      Obrigado pelo apoio.

      Abraços.

    • carlos_kk

      Lucien,
      sera que não teria como acontecer um processo osmótico e um pouco da tua empolgação passa pra ela não?
      Brincadeira viu Priscilla, eu sou teu fã!
      So fiquei um pouco chateado com o fato do pombo correio de dezembro não ter sido em vídeo. É muito legal os videos que a Pri faz.
      Coloca pilha pra ela fazer os videos dos pombos correios seguintes ta bem Lucien.
      abraços!

      • Carlos,

        A Priscilla é muito tímida quando se fala em vídeo. Ontem conversando com ela enquanto gravávamos um Drops, ela confessou o alívio que foi fazer o post. Também confesso meu alívio, pois não estou com tempo para editar os vídeos.

        Obrigado pelo comentário.

        Abraços.

  • Oi!
    Sobre as indicações de Amanhacer, ah já falaram tanto sobre a saga que já encheu o saco. Estou com o Dragão Dourado! Também não estou mais nem aí!

    Sobre a paródia de 50 tons, a literatura está parecidíssima com o cinema atual, não? O que fizeram de paródia da saga twilight (nas telonas) chega a ser ridículo. Pelo visto a literatura está indo para o mesmo caminho. Não sei se esse tipo de paródia existe desde sempre, mas tenho a sensação de que toda vez que uma “obra” dessas é publicada, um livro bom perde a chance de ser publicado. Resumindo: o dinheiro gasto na compra de um livro como esse poderia ser gasto de uma maneira mais bem gasta (oi? rs)

    Sobre Jogos Vorazes – O que eu tenho mais vontade de fazer e não dá, é contar o final da trilogia (haha)! Tenho certeza que as pessoas teriam vontade de ler (no meu mundinho imaginário talvez?)
    O primeiro livro é só a ponta do iceberg, o jeito como ela terminou o livro achei extremamente corajoso. Ela (a Collins) conseguiu retratar o que é uma guerra e as suas consequências para um publico que acha que o melhor livro que eles já leram na vida é sobre um ser sobrenatural que se apaixona por uma garota de 17 anos (sinopse genérica dos livros Y.A.).
    E Lucien, por mais que existam comparações com Battle Royale e a autora alegar de nunca ter lido, a J. K. Rowling fez a mesma coisa falando que nunca havia lido Os livros da magia. E a Suzane ainda tem a “desculpa” de dizer que nunca ouviu falar de B.R. pq é japonês etc, já a Rowling…
    Sobre as leituras atuais- Coitado do Dragão dourado! A passagem é um livro muito bom mesmo, mas quem leu e gostou está esperando até agora a continuação. Eu esperaria para ler o livro depois que saírem as continuações.

    Ah! Ia quase esquecendo. Tenho um nome sim, mas sabe como são esses fãs fanáticos. Chega a dar medo, vai que me matam por falar qualquer coisa sobre o Neil que eles não concordam. E não é “cuzonismo”, mas é que existe gente que é chata mesmo e não consegue separar as coisas. Pode me chamar de Jane Doe ou Fulaninha (haha)

    Agora, ninguém mandou falar que vai fazer o cast sobre o Gaiman. Vou esperar ansiosamente. E já sugiro um sobre o King. Porque né?

    Abraços e sou a única a dar risada da risada do Lucien?

    • Jane (gostei do nome),

      Eu discordo do que você disse sobre a paródia de 50 tons. Penso que se houver um número expressivo nas vendas a editora pode apostar em novos títulos e em muitos casos trazer aquelas publicações que nós gostamos, mas que não possui um número expressivo de vendas, compreende?

      Que feliz comparação entre a Collins (e o caso de Battle Royale) e o da Rolling (com Livros da Magia) não me lembrava disto, realmente a Collins está perdoada. 😀

      Que bom que minha risada consegue fazer você rir.

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços.

  • Desculpe Carlos, mas foi tãaao bom fazer o Pombo Correio em fotos. Um alívio hahahaahha Vou fazer só assim agora =P Mas espero que vc goste e comente =D
    Abraços!

  • Paulo Ricardo

    Ainda não tive tempo de ouvir todo o cast,mas a noticia do fim da vinheta me alegra muito,só posso agradecer:Obrigado,thank you
    ¡gracias,Dankie,falemnderit,Danke,شكرا,Շնորհակալություն,təşəkkür edirik,Eskerrik asko,তোমাকে ধন্যবাদ,,Дзякуй,Gràcies,谢谢,謝謝,감사합니다,Mèsi poutèt ou,Grazas,გმადლობთ,תודה,paldies,grazie,Tack,спасибо,…agora ouvirei o restante do post para comentar.
    Até breve.