ANIME/MANGÁ: BECK – PRA VOCÊ QUE É APAIXONADO PELA MÚSICA

8

 

Episódios: 26
Status: Finalizado.
Foi ao ar em: 2004
Gênero: Comédia, Drama, Música, Shounen, Slice of Life.
My Anime List

Abertura:

Beck vai ser um anime e mangá difícil de comentar. Não porque foi ruim, muito pelo contrário é um dos que eu vou lembrar com carinho e gostaria muito de passar esse sentimento para vocês.

Beck é feito para os apaixonados por música. Eu amo a música e amei o anime e mangá. A música não faz parte da minha vida como faz com quem é parte de uma banda ou um cantor e se você está nesse grupo, vai apaixonar completamente por Beck. Ouvimos a história de cinco amigos que desejam ser a melhor banda. Eles têm talento e sabem disso.

Conhecemos Yukio (ou Koyuki) que tem uma vida monótona e sofre perseguição na escola. Em um dia, após salvar um cachorro um tanto esquisito, ele conhece Ryuusuke, um americano. Ryuusuke tem uma guitarra que parece velha e acabada, mas tem uma grande história por trás. Ele acabou de sair de uma banda e deseja montar a sua própria.  A guitarra de Ryuusuke é um dos grandes mistérios do mangá, assim como seu cachorro, o Beck, que esquisito é pouco para descrevê-lo. Por que a guitarra tem marcas de bala? E por que o cachorro é todo remendado?

Com o tempo, Kouyki aprende a tocar e se aperfeiçoa. Descobre-se que ele tem talento para vocalista e assim ele faz parte de Beck . Com o tempo, outros integrantes juntam-se a Ryuusuke e Koyuki e tem o mesmo sonho. Conhecemos Taira-kun, um baixista muito talentoso conhecido por sua “pegada” funk, como o Flea dos Red Hot Chili Peppers. Chiba o vocalista que gosta de rap e Saku o bateirista “diamante bruto” melhor amigo de Koyuki. Conhecemos também a Maho, irmã do Ryuusuke. Não faz parte da banda, mas tem uma grande importância na trama. Se você pensou que Koyuki se apaixona por ela, acertou.

Montar uma banda não é uma coisa fácil, mesmo que você tenha talento, mas com Beck é tudo mais difícil. Por causa dos segredos de Ryuusuke e alguns problemas com Eiji, um membro da banda que Ryuusuke participava – acho que o problema é o Ryuusuke eim – parece totalmente impossível fazer o Beck famoso. Eles são barrados em gravadoras e grandes eventos por causa da influência dessas pessoas poderosas. Parece que Beck está fadado ao submundo. Mas é claro que eles nunca desistem. E existem pessoas que acreditam no sucesso de Beck e ajudam a banda mesmo sendo ameaçados. Depois de muito esforço eles conseguem um contrato com uma pequena gravadora americana que muda o nome da banda para Mongolian Chop Squad. Mas não pense que agora serão só flores… aí que os problemas começam.

Uma coisa que me deu raiva no anime foi Koyuki. Ele é muito inocente e nunca aprende com seus erros o que acaba trazendo muitos problemas para ele e para a própria banda. É aquele tipo de garoto que confia cegamente em alguém, mesmo que essa pessoa já tenha pisado na bola com você. Como eu disse, Koyuki apaixona-se por Maho e até certo ponto parece recíproco, até que ela faz uma coisa estranha que te deixa confuso. Eu sinceramente tinha dado o pé na bunda dela bem rapidinho.

O anime termina bem rápido e repentinamente. Abaixo vou comentar do mangá que continua. Acontece muitaaa coisa depois e você que viu o anime e gostou recomendo enfaticamente que leia o mangá. Beck é um anime que eu gostaria MUITO que continuasse. Há vários momentos, músicas que gostaria de ver no anime.

2º Encerramento (o meu preferido):

E agora vamos falar um pouco do mangá:

Autor: Harold Sakuishi
Volumes: 34
Capítulos: 103
Publicado em: 2000

Uma coisa que pode assustar no início do mangá é o traço de Sakuishi. Os personagens diferem muito do que é mostrado no anime no começo e alguns são até feios – a Maho no começo é bem feinha. Além do mais o autor tem a mania de usar expressões que deixam o personagem com uma cara bem de japonês mesmo, mas isso são em momentos engraçados e na minha opinião até ajudou. Com o passar do tempo o traço melhora muito.

Como eu disse, o anime acaba muito rápido. Para vocês terem uma ideia, não é nem metade do mangá quando isso acontece. O anime termina no Greatful Sound, um evento que eles finalmente conseguem participar, no mangá há mais conquistas e também perdas.

Disse que no anime Koyuki é muito bobão, mas no mangá é diferente. Ele passa por seus problemas, confia demais nas pessoas, mas parece só um menino sem sorte e inocente. Não senti tanta raiva dele como no anime. O mesmo com a Maho. O relacionamento dos dois têm seus altos e baixos, mas você torce o tempo todo para que fiquem juntos.

Uma coisa esquisita ao ler um mangá de música é você não ouvir. Parece meio bobo dizer isso, mas às vezes eles estão tocando, você vê o público vibrando e fica na expectativa de como deve ser a música. Um grande exemplo é a voz do Koyuki. Vemos no mangá que quando Koyuki canta todo o público enlouquece.

 

O mangá aprofunda muito mais no relacionamento entre os membros da banda – que no futuro também têm seus problemas – e na disputa por um espaço. Entre ameaças de mortes, brigas, promessas impossíveis, Beck vai ganhando seu espaço. É muito gostoso acompanhar essa tragetória. Apesar de ser grande – além dos volumes, os capítulos também são grandes – devorei o mangá. Não conseguia parar de ler.

Bom, eu espero que tenha deixado vocês pelo menos curiosos com esse post.

Claro que não podia faltar algumas das músicas de Beck tocadas no anime:

Brainstorm

Slice of Life

Face

Slip Out

I’ve Got a Feeling

Para vocês que já viram o anime ou leram o mangá ou ambos, comente dizendo suas impressões e me digam se eu esqueci de algo xD Para você que ainda não viu, corre!

 

  • vale a pena dizer que todas as versões japonesas das músicas são mais fodas que as versões dubladas em ingles. Brainstorm por exemplo, que foi colocada aí a versão em ingles, perde feio para a japonesa. Aqui um link para quem quiser ouvir em japa: http://www.youtube.com/watch?v=utmB-KIlpTw

    Have fun! Anime bom, mangá FANTÁSTICO =)

    • Sr. Estranho, sinceramente nem tinha visto que o vídeo continha a música em inglês! Realmente japonês fica bem melhor.
      Abraços!

  • Rita Souza

    já tinha ouvido falar mais eu acompanho tantos animes q nunca reparei nesse em especial,confesso q agora nessas férias ele vai pra minha lista. Agora se eu entendi bem,o mangá continua o anime??

    • Rita, o anime para em certo ponto e o mangá continua e acontece mtas coisas. Por isso é interessante que depois de ver o anime, vc continue a história pelo mangá!
      Abraços!

  • Eu baixei vários episódios deste anime, mas ainda não consegui ver. Mas parece muito bom! =)

  • Biruta th

    sinceramente falando :\
    foi um dos melhores animes que ja assisti.
    ja havia visto o anime a 2 anos e recomecei a velo por saudades mesmo.
    desde q assisti ele me apaixonei cada vez mais por musica. sempre curti musica principalmente rock. mas beck me levou a outro nivel.
    pra mim o unico pecado é que o anime termina muito rapido e todo esse tempo achava q acabava ai. agr q vi q continua nossa to loco pra ver o manga e a continuação dessa obra. pena q não vou escutar novas musicas com decorrer do manga T.T as musicas da banda são exellentes. (a versão de a i’ve got felling é um dos melhores covers de bettles q ja vi na vida) nota 9 pro anime e loco pra ler o manga

    • Priscilla Rubia

      E olha que continua bastante o mangá, acontece mta coisa! Li o mangá pela internet, mas ainda sonho de ver publicado por aqui.
      Obrigada pelo comentário!

  • Oi Priscilla. Nem sei se vc vai chegar a ler isso pq eu só depois de acabar de ler o post vi que ele é de 2012. SOCORRO.
    Mas bem, eu vi BECK em meados de 2008. O post é de 2012. Hoje é 2016 e provavelmente no futuro eu ainda vou lembrar do animê de BECK. É uma coisa engraçada, porque antigamente eu fiquei com uma má impressão dele (quando vi lá em 2008), por causa do jeito repentino em que ele termina. Mais tarde, eu já com meu blog e tals (2011) fui lendo e revendo várias coisas do meu mundo pequeno de quem compra mangá na banca e que SIM, beck continuava no mangá. Disso, meu ódio pelo animê esvaiu-se e eu guardo com muito carinho ele também. Cê acredita que eu tenho até HOJE no meu celular (na época que eu vi nem celular eu tinha kkkkkkkkkkkkk) músicas de BECK? Slice of Life, FACE, a Opening maravilhosa do Beat Crusaders.

    Pra quem vai ver hoje em dia, é um animê bem defasado que às vezes dói o olho tentar ver pela qualidade péssima; mas não acredito de jeito nenhum que alguém vá dropa-lo só por causa disso. Quando terminei, fiquei com a sensação de algo faltando e com as recentes tretas, me deixou com a impressão de mangá triste – aliás ele nunca foi muito alegre mesmo HUSAHUSA- mas eu ADORAVA as cenas em que a banda tocava ou mesmo a última música I GOT A FEELING ficou marcada pra sempre em mim. Hoje em dia há filme e tudo mais (com atores que eu gosto, até) mas ainda assim as músicas do animê pra mim são as melhores. Beck fica quase na mesma categoria de Nana pra mim: odiei, mas ouço as músicas até hoje (se bem que Nana eu odiei mesmo HEOHEAOEH).

    E: eu tenho que ler o mangá agora que você comentou. Nunca tive vontade de ler porque eu sinceramente tenho uma paciência 0 e reler tudo do começo parece meio cansativo, mesmo que eu não lembre muito do começo também (lembro dele aprendendo a guitarra etc, do cachorro e da piscina, do show que ele canta, mas as ligações entre as cenas já foram esquecidas faz tempo GYDSIUDHOASJOKDDJIAUSGYDFSALDGIUAOJA).

    Enfim, recomendadíssimo até hoje BECK.