NOTÍCIAS: NOVIDADES SOBRE A ANTOLOGIA “DRAGÕES” DA EDITORA DRACO, O DRAGÃO ESTÁ PRESTES A DESPERTAR

3

Saudações, caros leitores! A Editora  Draco, parceira do blog, tinha anunciado o lançamento da coletânea de contos “Dragões” para o dia 30 de Novembro, contudo a data foi alterada para o dia 20 de dezembro, obviamente visando ofertar aos leitores o melhor!

Olhem as mudanças:

Lançamento de e-book: 20 de Dezembro de 2012

Lançamento de papel: 31 de Janeiro de 2013 – pré-venda (De R$ 64,90 por R$ 50,00 – frete incluso – no PaypalPagSeguro ou Depósito bancário por e-mail)

Por que o e-book vem primeiro?

Porque essa versão digital é especial, terá todos os contos selecionados, ou seja, os 22 autores que fazem parte do time escolhido.

E o que vem na impressa?

Apesar de só ter os 16 autores selecionados, esta será uma edição comemorativa com quase 500 páginas, e o primeiro livro da Draco no formato de vitrine, ou seja, 16 x 23 cm. É um livrão parrudo e especial, que temos certeza que os amantes da boa literatura vão curtir muito.

Quem comprar a versão impressa na pré-venda (De R$ 64,90 por R$ 50,00 – frete incluso – no PaypalPagSeguro ou Depósito bancário por e-mail), receberá os 6 Contos do Dragão restantes em e-book para curtir no seu e-reader preferido.

Sobre a antologia “Dragões”:

Capa

“Dragões” é a coletânea comemorativa do Ano do Dragão e dos três anos da Editora Draco.

Os dragões guardam tesouros, são deuses dos céus e da terra, senhores dos elementos, criaturas ancestrais que raptam meninas nobres por puro capricho ou simplesmente lagartos gigantes que voam e cospem fogo. Mas ninguém pode negar que esses seres mitológicos são sinônimos da fantasia e da imaginação onde quer que apareçam.

Nas 16 histórias deste livro você encontrará dragões domésticos que atrapalham a vida alheia, homens-dragões guerreiros com poderes antigos, dragões humanoides que lutam kung fu, ou dragões disfarçados que se revelam quando menos se espera.

A coletânea é editada por Erick Santos Cardoso e Marco Rigobelli, com contos de Albarus Andreos, Alec Silva, Ana Carolina Pereira, Ana Cristina Rodrigues, André Soares Silva, Antonio Luiz M. C. Costa, Bruno Oliveira Couto, Cirilo S. Lemos, Elsen Pontual Sales Filho, Eduardo Barcelona Alves, Flávio Medeiros Jr., Karen Alvares, Kássia Monteiro e Pablo Amaral Rebello. Aproveite este voo e aventure-se no Ano do Dragão.

Os autores Leandro Leme, Josué de Oliveira, Vitor Frazão, Carina Portugal, Nilton Braga e Nuno Almeida complementam o time nas versões em e-book da antologia e nos Contos do Dragão.

Sinopses dos contos:

“O negro” (Albarus Andreos)

Roma dominou o mundo por mil anos. Sua cultura, o exército, a civilização, são legados sempre citados como razão de sua força sobrepujar a barbárie antiga. Mas por trás desta grandeza existem segredos que a história ignorou. O Negro é só um deles…

“Ninho de dracogrifos” (Alec Silva)

Vannora, uma destemida guerreira em busca de vingança, depara-se com uma criatura totalmente rara e poderosa, obrigando-a a mudar drasticamente seus planos e selando um destino de amizade, dor e perda a ela e ao dracogrifo.

“Operação rastro rubro” (Ana Carolina Pereira)

A investigação de uma série de desaparecimentos leva o detetive Erik P. Coch até a chuvosa e antiga Escócia. Lá, aliados inesperados e pistas insólitas o levarão ao covil de um poderoso inimigo… e velho conhecido.

“O primeiro dia da primavera” (Ana Cristina Rodrigues)

Um dragonete encontrado na floresta pode não ser o bichinho de estimação mais adequado para a jovem herdeira do dux da Burgúndia.

“Salve Jorge” (André Soares Silva)

Rio de Janeiro, dias atuais. Uma Ordem de Cavaleiros inglesa envia um de seus melhores agentes para a Cidade Maravilhosa. Seu objetivo: localizar e recuperar, a qualquer custo, uma das lendárias relíquias de São Jorge. Mal sabe ele, contudo, que existe mais do que dizem as lendas do Santo, um segredo ancestral que está prestes a despertar para desafiar sua missão – e sua sanidade.

“O recrutamento da mulher-dragão” (Antonio Luiz M. C. Costa)

Us Marló Cemtli pertencia a um clã modesto na sociedade atlante, mas queria um futuro além do que sua casta normalmente oferecia. Ela queria entrar para a ordem sagrada das rionós, as mulheres-dragões — mas o que ela consegue é algo ainda mais importante que isso.

“O mais louco dos surrealistas” (Bruno Oliveira Couto)

Diante de tamanha solidão que uma cidade grande pode proporcionar, Derick encontra em seu [in]sano cores, fragmentações, superações, música e um cadinho de poesia. E, ao se perder e se desviar em seu consciente, transita entre alucinações e emoções amorosas.

“Hoffman & Long” (Cirilo S. Lemos)

Após uma noite de farra e bebedeiras, o Sr. Hoffman, autômato contador da máfia, acaba desaparecendo. Cabe ao seu guarda-costas, Sr. Long, refazer seus passos através de uma cidade habitada por ciberastecas, ciclopes, lesmas e crocodilos pedintes, de preferência sem amassar o terno feito sob medida para seu corpo reptiliano.

“Mistérios, mentiras e dragões” (Elsen Pontual Sales Filho)

Tudo que o detetive Dallas queria era que o deixassem em paz nas suas férias, mas um telefonema no meio da madrugada o arrasta para uma intrincada teia de surpresas onde fantasmas do passado podem voltar para assombrá-lo, ou salvar sua pele.

“Um dragão no porão” (Eduardo Barcelona Alves)

Um garoto numa casa nova, num país novo, enfrenta os mesmos problemas com seus pais problemáticos. Apenas não sabe que um terror ainda maior o aguarda no porão.

“Devorados” (Erick Santos Cardoso) – editor

Para manter a honra de sua casa, o cadete Duran Draconian participará do ritual para se tornar um dragoneiro rubro. Para isso, deverá beber do Sangue de Dragão e encontrar a sua própria montaria, uma vipera, no Vale das Almas.

“Coronel Mostarda” (Flávio Medeiros Jr.)

Um figurão é assassinado e o principal suspeito é um dragão. Tudo leva a crer que ele tenha sido escravizado pelo homem que matou, mas ninguém faz ideia de onde ele está. Para resolver o caso, o Inspetor Wolfman e o Investigador Lobato — um licantropo e um saci — investigam o passado da vítima e de sua família.

“A dama das ameixas” (Karen Alvares)

Eleonora tem apenas trinta dias para viver e nenhuma lágrima para chorar. À medida que o tempo escorre depressa, ela precisa escolher entre a efêmera felicidade que nunca experimentou e sua própria vida amaldiçoada.

“Capeta” (Kássia Monteiro)

Um iguana esquisito, tão feio que se chama “Capeta”, muda completamente a vida de sua dona ao mostrar que veio ao mundo com alguns atributos extras. Como sua habilidade de cuspir fogo, por exemplo.

“As mulheres da minha vida” (Marco Rigobelli) – editor

Artur conhece a garota dos sonhos graças a um encontro às escuras marcado por um amigo. Ela acaba fazendo-o lembrar de algumas mulheres que passaram por sua vida, a primeira, o grande amor, a maluca, a obsessiva e o dragão. Descubra como Arthur a conheceu e como descobriu seu maior segredo.

“O buraco dos malditos” (Pablo Amaral Rebello)

No interior da Bahia encontra-se uma caverna misteriosa. Uns acreditam que ela possui uma passagem secreta para o inferno. Outros, que ali mora um dragão. Um documentarista pretende descobrir a verdade por trás das lendas, mas o preço pode ser alto demais.

Histórias que sairão na versão em e-book e na coleção Contos do Dragão:

“A Conquista de Forja” (Leandro Leme)

Olaf, um rude caçador de tesouros das terras frias, e seu parceiro, o erudito Prof. Holmes, estão a caminho das ruínas de Forja guiados por um manuscrito antigo e de origem dúbia. Nascido num lugar devastado pelo gelo, Olaf irá ao encontro das lendas contadas pela sua família.

“Novo voo” (Josué de Oliveira)

Em Arkasia, humanos convivem com espécies animais altamente evoluídas. Quando o falcão Zaron Dott é brutalmente assassinado, seu misterioso amigo Petros Graig, um humano, precisa investigar o crime – e proteger um inimaginável segredo que percorreu gerações.

“Posso ficar com ele” (Vitor Frazão)

A Biblioteca, o recetáculo de todo a crianção literária da humanidade, pode ser um local solitário para os dois últimos Leitores. Infelizmente para Munin, a sua irmã, Hugin, quer combater essa solidão com um animal de estimação muito especial…

“A Alma dos Mil Nomes” (Carina Portugal)

Chamam-me Alma dos Mil Nomes e sou um dos mitos que se perderam nos mares da Grécia Antiga. Com os dentes rasgava a carne humana, com a cauda despedaçava navios corsários… e com um coração de dragão sentia o punhal envenenado da traição.

“Hc svnt dracones” (Nilton Braga)

Uma estranha carga é transportada até uma igreja no interior da França do século XV. Depois disso, a fé e as verdades de um monge serão postas em xeque. No mosteiro de San Michele di Murano, em Veneza, o mundo como o conhecemos tomará uma nova forma.

“Drakkan” (Nuno Almeida)

Quando um dragão selvagem é violentamente arrastado para o mundo dos homens, todos esperam que ele se torne numa arma contra os usurpadores da coroa. Mas quando o reino estiver à beira do caos, irá a criatura em auxílio dos seus captores?

Fonte: Blog – Editora Draco.

  • carliane sousa silva

    muito bacana os contos e os preços tbm. vale a pena comprar p conferir!!! =]

    • O preço está uma “belezura”, assim como o livro ficará 🙂

  • Rita souza

    Parece q vai ser um livro e tanto hein?? esse eu vou querer!!