NOTÍCIA: PRÉ-VENDA DO KOBO, MAIS UMA OPÇÃO DE E-READER NO BRASIL

5

Saudações, caros leitores! Sendo você um adepto dos livros eletrônicos ou não, é inegável a crescente popularização desta plataforma para a experiência da leitura e a Livraria Cultura está realizando a pré-venda do Kobo, o mais recente e-reader disponibilizado no mercado brasileiro.

Kobo – Ótimo para quem gosta de um bom livro por perto. Excelente para quem ama vários.

O Kobo que está em pré-venda é a versão mais simples do e-reader que pesa menos de 200 gramas e está disponível nas cores: preto, cinza, roxo, azul e branco.

Kobo – Especificações

O catálogo da Livraria Cultura, que segundo a mesma, chega a 1 milhão promete uma boa experiência do cliente com o produto, contudo os preços dos e-books estão “salgados” demais e, em alguns casos, o preço chega quase ao mesmo da versão impressa, o que é injusto com o consumidor, uma vez que o processo para criação de um livro eletrônico exige gastos absurdamente menores que a versão impressa.

Abaixo as especificações técnicas do Kobotouch (em pré-venda), o Koboglo e o Kobomini:

Kobo – Especificações Técnicas

Como encomendar o produto? Acesse aqui!

Fonte: Livraria Cultura.

  • carliane sousa silva

    pra quem gosta é otimo,mas eu ainda prefiro o cheiro dos livros…

    • Acho que os e-readers são uma ideia interessante, mas não trocaria completamente o papel por algo digital.

  • Edilton

    Tenho um Kindle mas nunca parei de comprar livros por causa dele. A questão não é nem trocar, mas sim ter o e-reader como complemento. Digamos que você vai fazer uma viagem e não quer levar vários livros pra não ocupar espaço na mala, o e-reader oferece essa praticidade. Além de que nele também é possível ler traduções de livros não oficiais ou mesmo livros em inglês que raramente teremos acesso de maneira física. Para isso ele é perfeito (sem contar na praticidade que é ler um “guerra dos tronos” nele… Bem mais leve e fácil de guardar do que aquele tijolaço rsrs)

    Quem já leu em um e-reader sabe que a experiência é COMPLETAMENTE DIFERENTE de ler um ebook em um tablet, computador ou celular. É muito mais agradável de ser ler do que em um computador e cansa menos as vistas do que a leitura no próprio livro (enquanto o fundo do livro é, na maioria das vezes branco, o do e-reader é acinzentado, apresentando um contraste mais agradável entre a cor da fonte e a cor de fundo).

  • Edilton

    Mas repito o que disse lá no face: muito salgado o preço desse kobo, mesmo porque por esse preço da pra mandar importar um kindle (o ipad dos e-readers rsrs) com os impostos inclusos. A cultura já teve uma péssima experiência com o e-reader positivo alfa e está repetindo com a kobo… Eles disseram que iam vender o e-reader pelo menos preço possível, com a menor margem de lucros, para obterem lucro com as vendas dos ebooks, mas o que fizeram foi jogar a margem de lucro das vendas do e-reader pra cima e sequer abaixaram os preços absurdos dos ebooks. Mas infelizmente eu já esperava por isso… Se a cultura não vende nem livros baratos eles iam vender um e-reader? rs

    • Edi, o grande problema do Kobo é: ele só tem uma função (leitura), o que torna o preço absurdo, além de que os e-books, como você disse, estão como uma facada!