ENTREVISTA COM O FÃ – COM TATIANA RUIZ

2
Tatiana Ruiz

Por que as pessoas leem Anne Rice? O que elas mais gostam nos livros e o que elas não gostam? Será que toda adaptação foi bem feita? Descubra aqui na entrevista com o fã!

Tatiana Ruiz

1 – Como você conheceu as obras de Anne Rice?

Quando era criança assisti ao filme “Entrevista com o Vampiro” e me encantei, pois pra mim os vampiros são mais parecidos com o que estava ali do que com qualquer historia de “morde vira” que há. Aos 14 anos, com o falecimento de minha avó, eu comecei a pesquisar mais e mais sobre vampiros pra manter a cabeça ocupada e acabei encontrando um fórum chamado “A Corte das Sombras” onde fiquei sabendo da existência de todos os livros e me interessei ao saber que aquele filme que eu tinha amado era apenas a adaptação do primeiro livro da série.

2 – Com qual personagem você se identifica mais?

Hmmm… Dificil… Acho que tenho um pouco do Louis e Rowan, pois são aqueles seres melancólicos, que sentem as dores do mundo e acreditam que a culpa de tudo (ao menos por alguma parte que não puderam dominar) é deles, mas ao mesmo tempo tenho muito de Lestat – ágil e que odeia ter de esperar pelas coisas, pois já teve de esperar muito na vida – e recentemente descobri que tenho algo de Mona, pois a ânsia infantil de viver tudo aquilo que lhe foi privado tem se feito muito presente. (Sim… Eu adoro as crônicas, tanto dos vampiros quanto das bruxas… rs)

3 – Como a autora lhe influenciou na escrita?

Os conflitos internos dos personagens, a forma de ver os vampiros e de certa forma até os humanos… Tudo isso me fez repensar no meu modo de encarar os seres que existem na minha cabeça e a forma como os ajudo a pular pro papel. Até as histórias que sei sobre ela, sobre os motivos que a levaram a escrever… Tudo pra mim influencia, pois eu também dei à escrita o poder de amenizar algo que me doía demais.

4- Qual o livro que você mais gostou e recomenda?

Mais difícil ainda… Vampiro Lestat, Armand e Cânticos de Sangue (que já vi muita gente reclamando, mas eu adoro) estão encabeçando a lista, seguidos por Rainha dos Condenados, Entrevista com o Vampiro e todos os outros rs (não necessariamente nessa ordem…). Estou começando a ler a trilogia erótica… Vamos ver como se dá esse outro contato com o mundo da fantasia. Prometo que serei imparcial e direi se não gostar rs

 5 – Qual o livro que você não gostou?

Até o momento não tem nenhum que não tenha gostado… Rainha dos Condenados eu achei um pouco mais lento de inicio, e até meio chatinho às vezes (parei e retomei a leitura algumas vezes) mas no fim das contas não posso dizer que não tenha gostado, então acho que ate agora, nenhum.

6 – Qual adaptação foi bem feita e qual não foi?

Entrevista com o Vampiro – ótimo e Rainha dos Condenados  –  péssimo! Vi alguns trechos do musical de Vampiro Lestat (infelizmente não pude ver tudo ainda… mas sigo tentando) e me pareceu bom…

Lestat?!

7 – Você possui alguma história engraçada ou incomum que possa compartilhar conosco e envolva a autora ou algo de um de seus livros?

Olha, como eu disse, na minha adolescência (devia ter uns 16 anos) eu conheci o fórum de RPG “A Corte das Sombras”. Jogava lá e um dia a ADM (que fazia Lestat) quis sair e passou o personagem a outra pessoa. Lembro-me que um grande amigo meu disse “Taty, tem um impostor querendo tomar o lugar da Nessa, ta aqui o MSN dele!” e eu, muito invocada como sou, corri a saber quem diabos era ele e já fui perguntando “Quem você pensa que é???” e isso foi um prato cheio…
A resposta dele foi “Sou o vampiro Lestat. Sou imortal. Mais ou menos. A luz do sol, o calor constante de um fogo intenso, essas coisas poderiam destruir-me. Mas, por outro lado, talvez não. Tenho um metro e oitenta de altura, o que causava forte impressão nos idos de 1780 quando eu era um jovem mortal. Agora, não é nada de mais. Tenho cabelos louros e cheios que quase chegam aos ombros, mais para ondulados, que parecem brancos sob luz fluorescente. Meus olhos são de cor cinza, mas absorvem facilmente as cores azul ou violeta das superfícies a seu redor. E tenho um nariz bem pequeno e estreito, uma boca bem desenhada, só que um pouco grande demais para meu rosto. Pode parecer muito cruel ou extremamente generosa a minha boca. Mas sempre parece sensual. Emoções e propósitos estão sempre refletidos em toda minha expressão. Tenho um rosto que está sempre animado.” – e o que é pior… Ele realmente era loiro, cabelos cacheados e de olhos furta cor, apenas mais baixo que o Lestat.

Só por essa resposta eu já me desarmei… Simplesmente não sabia mais o que fazer. Ainda tentei brigar mais com ele, mas acabei deixando que explicasse o ocorrido e ficamos muito amigos. Jogamos por mais algum tempo juntos até que ele foi em minha cidade me conhecer e começamos a namorar. Nosso casamento foi anunciado no fórum, com todas as pompas de nossos personagens falando sobre o evento, onde seria, como se daria… Enfim, uma salada rs.

Hoje não estamos mais juntos, mas se não fosse pela Anne Rice eu jamais o teria conhecido e meu filho lindo não estaria aqui, então OBRIGADA Anne Rice!!! rs

8 – O que você tem a dizer sobre a autora e suas obras?

Apesar de ser escritora eu não sou boa com as palavras, pelo menos não quando tem de ser ditas por mim… rs Mas eu acho que ela foi inovadora pra época, e ainda hoje é referência no que diz de vampiros e também de escrita, pois adoro o modo como os livros fluem e pra mim é uma mestra. E as obras são pequenos monstros que habitam nosso imaginário criando, cena por cena, os filmes de seus escritos.

9 – Qual livro você, se tivesse os recursos necessário, iria adaptar para o cinema? Por que?

Oh… Sempre tive aquele desejo secreto de adaptar 2 livros… 1 deles é o Vampiro Lestat, na verdade fazer quase como fizeram com o Rainha – juntar todos os cacos da historia da vida dele que estão espalhados nos livros pra formar um só filme – mas bem feito.  E o 2 é Vampiro Armand, porque eu acho a historia dele fantástica. Bom, pra mim eles três (Louis, Lestat e Armand) são a trindade perfeita, e mereciam cada um seu filme (Louis já teve sua vez, brilhantemente interpretado em Entrevista, a meu ver) e agora os outros dois mereciam seu destaque – e por favor… Armand é RUIVO e JOVEM!!! Ah, claro, um anjo de Botticelli, não aquela coisa medonha do filme Rainha dos Condenados rs

Muito obrigada por essa oportunidade e um grande beijo a todos (leitores e equipe!)

  • Rita souza

    é parece todos os leitores de Anne rice tem algo de Melancólicos,é pelo oq eu vi o amor por ela é capaz de unir pessoas!!rsrsrs
    Adorei essa nova coluna.mas ela sera mensal,semanal, ou só vai acontecer quando o autor estiver em alguma comemoração especial?

    • Rita, vai acontecer mais de uma vez no mês, sempre no dia de aniversário de um grande autor =)
      Abraços!