Skip to content

LEIA CLÁSSICOS: “O DIÁRIO DE ANNE FRANK”

Posted by Serena - 22/05/2012 - LIVROS

LEIA CLÁSSICOS: “O DIÁRIO DE ANNE FRANK”

Capa de O DIÁRIO DE ANNE FRANK e foto da própria Anne Frank

Olá Ouvintes Leitores! Venho com muito prazer, anunciar uma nova seção no site Leitor Cabuloso. Sim leitores, incentivamos a leituras de clássicos, mas não porque achamos que vocês estão lendo muitos livros de anjos, vampiros, lobos, fadas e por ai vai.   Ou por, necessitarem urgentemente de ler algum clássico para serem considerados leitores. Deixo bem claro que nós incentivamos qualquer tipo de leitura sendo ela clássica ou não. Para o Leitor Cabuloso todo o tipo de leitura é válida, já que consideramos ler um prazer e pregamos o fim do preconceito contra a literatura fantástica.

No entanto, descobrimos que muitos dos nossos leitores estão interessados em mergulhar neste mundo literário ainda desconhecido e temido. Pensando nisto, achei interessante fazer esta seção, onde nos iremos apresentar a vocês alguns livros clássicos dando assim o ponta pé inicial neste universo.

Por isso, abriremos esta seção com chave de ouro apresentando a vocês um clássico que já li: “O DIÁRIO DE ANNE FRANK” por Otto H. Frank e Mirjam Pressler e lançado aqui no Brasil pela Editora Record.

Capa de "O DIÁRIO DE ANNE FRANK" versão definitiva

Edição: 20
Editora: Record
ISBN: 8501044458
Ano: 2004
Páginas: 349
Tradutor: Alves Calado

“O relato pessoal mais emocionante sobre o Holocausto continua surpreendendo e impressionando!”
The New York Times Book Review

“Esta edição é um memorial valioso para a humanidade.”
The Times

“Um dos livros mais importantes do século XX.”
Guardian

12 de junho de 1942 – 1º de agosto de 1944. Ao longo deste período, a jovem Anne Frank escreveu em seu diário toda a tensão que a família Frank sofreu durante a Segunda Guerra Mundial. Ao fim de longos dias de silêncio e medo aterrorizante, eles foram descobertos pelos nazistas e deportados para campos de concentração. Anne inicialmente foi para Auschwitz, e mais tarde para Bergen-Belsen. A força da narrativa de Anne, com impressionantes relatos das atrocidades e horrores cometidos contra os judeus, faz deste livro um precioso documento. Seu diário já foi traduzido para 67 línguas, e é um dos livros mais lidos do mundo. Ele destaca sentimentos, aflições e pequenas alegrias de uma vida incomum, problemas da transformação da menina em mulher, o despertar do amor, a fé inabalável na religião e, principalmente, revela a rara nobreza de um espírito amadurecido no sofrimento. Um retrato da menina por trás do mito.

Mas do que fala o “DIÁRIO DE ANNE FRANK”, Serena?

Este diário é um retrato dos horrores da Segunda Guerra Mundial a partir do olhar da Anne Frank, uma judia de apenas 13 anos, que durante a ocupação nazista em Amsterdam se esconde, junto com sua família e alguns judeus, em um estabelecimento comercial denominado, Anexo Secreto, onde vivem por dois anos.

E é neste período que a Anne Frank relata suas intimidades e o cotidiano de todos as pessoas presas no anexo até serem descobertos em 4 de agosto de 1944 e enviados para campos de concentrações, onde o único sobrevivente foi Otto Frank, o pai de Anne que após o termino da Guerra, volta a Amsterdam e cumpre o desejo da filha em revelar para o mundo seu diário.  Pois esta foi realmente a intenção de Anne Frank ao escrever seu diário. Mostrar com sua escrita sensível e reveladora, os horrores passados pelos povos judeus.

Retrato do diário original de Anne Frank que era um livro de autógrafos mas foi transformado por ela em diário.

A primeira edição de “O DIÁRIO de ANNE FRANK” saiu em 1947 e se tornou rapidamente um dos maiores sucessos editoriais de todos os tempos. Além disse tornou Anne uma das figuras mais conhecidas do século XX. É leitores, Harry Potter não foi o único.

Versões de "O DIÁRIO DE ANNE FRANK"

Existem várias edições deste diário. No Brasil você pode achar três: “O DIÁRIO DE ANNE FRANK versão definitiva”, “O DIÁRIO DE ANNE FRANK, versão definitiva mais fotos e texto inéditos” (esta é minha versão e a mais completa) e a versão de bolso. Todos saíram pela Galera Record.

Vocês também podem encontrar “ANNE FRANK-UMA BIOGRAFIA” por Melissa Müller. A autora se aprofunda no passado e traz alguns fatos não revelados a publico da adolescência da Anne. Esta é considerada a biografia definitiva desta garota que é um símbolo da luta contra a opressão e injustiça.

Capa da biografia de Anne Frank

Edição: 1
Editora: Record
ISBN: 8501056103
Ano: 2000
Páginas: 395

Milhões de pessoas no mundo todo já se emocionaram com O diário de Anne Frank. Mas a verdadeira história dessa adolescente era praticamente desconhecida. Como foi sua vida antes de se ver obrigada a viver escondida dos nazistas? Como os alemães descobriram seu esconderijo? Teria sido Anne traída por amigos? Quem foi o responsável por guardar as páginas inesquecíveis de seu diário para a prosperidade?

A jornalista autríaca Melissa Muller passou muito tempo fazendo essas perguntas. Decidiu, então, mergulhar no passado de Anne Frank para satisfazer sua curiosidade. Foram anos de pesquisas que resultaram neste livro importante e comovente. A biografia definitiva do maior símbolo de resistência aos horrores nazistas na Segunda Guerra.

Além de livros e biografias “O DIÁRIO DE ANNE FRANK”, também tem suas versões cinematográficas. A primeira saiu em 1959 e foi dirigido por George Stevens. O filme é preto e branco e pode ser assistido completo pelo youtube com tradução em português. IMPERDÍVEL!

Cover de "O DIÁRIO DE ANNE FRANK" (1959)

“ANNE FRANK O FILME” (1959)

Também foi feita uma mini-série com 14 episódios em 2001 chamada, “ANNE FRANK – THE WHOLE STORY” que é baseada na biografia da Melissa Müller, sendo considerada uma das versões mais fieis do “DIÁRIO DE ANNE FRANK”.

Cover do DVD "O DIÁRIO DE ANNE - THE WHOLE STORY" 2001

Confiram o trailer legendado!

É claro que existem mais versões para a telona deste livro, coloquei aqui só algumas para estimular vocês caros leitores. Se quiserem mais, fiquem a vontade para fuçar na rede de computadores!

Vou ficando por aqui leitores cabulosos, espero que tenham gostado desta nova seção, podem mandar dicas de clássicos que terei o prazer de fazer um post recheado de informações para vocês ficarem com água na boca.

BOA LEITURA!



Comentários

  1. Ju Costa says: maio 22, 2012

    Esse livro é excelente! É o tipo de história que toca bem no fundo. Foi uma ótima escolha para estrear essa seção!
    Seção que eu adorei, por sinal! Massa essa ideia! Posso recomendar Dostoievsky, Machado e Hemingaway para posts futuros? Eles merecem espaço, com certeza! ^^ beijoss

    • Serena says: maio 22, 2012

      Obrigada Ju! Que bom que vocês gostou! Espero que seja tão bem recebida pelos outros leitores cabulosos!
      Anotada as suas ideias! Pode esperar que vai sair LEIA CLÁSSICOS com seus autores indicados!
      Um grande cheiro para você!

    • Ju Costa says: maio 22, 2012

      =) *Hemingway (só corrigindo ^^)

    • mauricio says: agosto 11, 2012

      a mini-serie de 2001 mostra o que acontece DEPOIS da prisao,com cenas fortissimas dentro dos campos de concentração…excelente,porem muito triste

  2. Gabriel says: maio 22, 2012

    nunca li livros assim classicos, mais com a resenha e o comentario da ju influenciaram muito, vou procurar ler classicos

    • Serena says: maio 25, 2012

      Então Gabriel está na hora de começar! E leia O DIÁRIO DE ANNE FRANK você vai amar!
      Mega cheiros!

  3. @cyberlivingdead says: maio 22, 2012

    Olá, Serena!
    Muito boa essa nova seção do Leitor Cabuloso! Já estou familiarizado com muitos clássicos, especialmente os de Horror (Edgar Allan Poe e Lovecraft, por exemplo). Ainda não li “O diário de Anne Frank”, mas volta e meio o vejo sendo citado em algum filme.

    Beijos!
    http://policialdabiblioteca.blogspot.com/

    • Serena says: maio 25, 2012

      Obrigada Cyber, que bom que você gostou! Fico feliz!
      Mega cheiros!

      • @cyberlivingdead says: maio 30, 2012

        Pelo pouco que vi da história desse livro sendo discutida no filme “Escritores da Liberdade” fiquei fascinado! Não o li ainda porque sempre surge tanta coisa que fico meio perdido kkkkkkkkk

        Beijos, Serena!

  4. Eder Leal says: maio 23, 2012

    Idéia perfeita! Aguardando as próximas. Confesso que não li O Diário de Anne Frank, mas tenho muita vontade de o fazer. Adoro livros históricos, principalmente relacionados à II Grande Guerra.

    • Serena says: maio 25, 2012

      Obrigada Eder, e aguarde mesmo! Estou com vontade de sempre pegar clássicos que eu já li e que você me indicarem!
      Obrigada pelo comentário!
      Mega cheiros!

  5. Rita Souza says: maio 25, 2012

    ler classicos fdaz muito bem a saude!!kkkk mas o comentado a cima eu nunca li…

    • Serena says: junho 26, 2012

      Jura Rita? Nunca ouviu falar do DIÁRIO DE ANNE FRANK? Então que bom que apesentei ele a você! Espero que também tenha despertado sua curiosidade.
      Obrigada pelo comentário!
      Mega cheiros!

  6. wilson says: maio 25, 2012

    Assisti o filme de 1947, historia muito verossimil. Porém, em pesquisa posterior na internet, vê-se que tudo foi invenção de um talentoso escritor. Entretanto, é um filme muito bonito, que mostra a guerra interna para manter a fe, esperança e unidade familiar.

    • Ju Costa says: maio 28, 2012

      Não entendi o que tu disse, Wilson… Que filme de 1947? É algum filme de história similar? Não pode ter sido realmente a história do diário de Anne Frank, pq o pai dela só liberou o diário em 1947. Acho que não daria tempo deles fazerem o filme no mesmo ano. huahuahau! =D

    • Serena says: junho 26, 2012

      Wilson, invenção? O DIÁRIO DE ANNE FRANK não é ficção. Anne realmente existiu e seu diário hoje está exposto em museu.
      Eu não sei onde você tirou esta informação.

Faça seu comentário