RESENHA: “TODAS AS ESTRELAS DO CÉU” DE ENDERSON RAFAEL

9
Capa de "TODAS AS ESTRELAS DO CÉU"

Quem nunca sonhou com um grande amor? Agora imaginem se este grande amor estiver dormindo, acordando, comendo, saindo e assistindo alguns filmes com você, porém nada entre vocês poderia acontecer, eu disse NADA, já que o seu grande amor é a sua IRMÃ!! Pois é essa é a história de “TODAS AS ESTRELAS DO CÉU” de Enderson Rafael e editado pela Novas Ideias.

Capa de “TODAS AS ESTRELAS DO CÉU”

Edição: 1
Editora: Novas Idéias
ISBN: 9788560284177
Ano: 2010
Páginas: 160

Podem dois irmãos adotivos se apaixonarem um pelo outro?

Caroline e Leandro são dois adolescentes de uma bem resolvida família de classe média, ele adotado, ela filha biológica do casal Marco e Lúcia. Diante dos conflitos da adolescência, do colégio, do vestibular, ambos se vêem diante de mais um dilema: um amor impossível e todas as consequências da busca pela felicidade ao lado da pessoa amada. O desafio dos dois em entenderem o que passa consigo mesmo, em enfrentar os pais, a sociedade e sua própia consciência é exposta neste romance honesto, ágil e de final surpreendente.

“Todas as estrelas do céu”. Uma obra polêmica e doce ao mesmo tempo, com um tema inusitado, falado de igual para igual com os jovens ou mesmo para quem já passou da adolescência.

Quando conheci o Enderson Rafael, fiquei encantada com seu jeito simples e com sua paciência para com seus fãs e com as blogueiras intrometidas (na verdade, A blogueira intrometida, EU mesma kkk) e a partir desse encontro, logo imaginei que seu livro iria ter algo que lembraria essa simplicidade toda e olha só acertei!!! O livro é contém uma história sensível e singela que encanta o leitor. Com apenas 160 páginas, ele conta a história de amor de Caroline e Leandro ele, adotado ela, filha biológica porém sua criação juntos, os impedem de viver esse sentimento que foi surgindo com o tempo e por esse motivo precisa ficar escondido no fundo de seus corações. O que não acontece por muito tempo. Quando a paixão não tem mais como ser escondida vários empecilhos irão impedi-los de ficar juntos. Então, será que eles vão conseguir quebrar as regras?

Bem, mesmo com um tema que me chamou atenção e com passagens delicadas dentro das poesias que a personagem principal escreve (“À noite, quando só as estrelas me restam, queixo-me à elas. Falo a essas distantes amigas, do meu amor, que enfadonha rima, insiste em só rimar com ‘dor’ E quem sou eu para entender a injusta mágica dos versos? O meu amor, verdadeiro e forte, no entanto, não resiste nem ao mundo, e caio.”), o livro tem suas falhas, possuí uma história rápida e com acontecimentos mais rápidos ainda o que desfavorece um pouco a espera dos mesmos. Não estou dizendo que o livro é ruim, não, mas poderia ser maior e mais detalhado. Seria melhor se tivesse mais cenas românticas entre o casal principal e o tempo corresse mais lentamente. Confesso que não gostei muito do final mas, sim é um bom livro, com leitura fácil de ser acompanhada e sem apelação, o que é muito bom. Esse livro precisa ser avaliado não só por mim mas por todos, então leiam e opinem. Para mim ele valeu 3 selinhos cabulosos e para vocês quanto essa leitura merece?

NOTA:

Avaliação: FODINHA!!!
  • Concordo contigo que dava para ter explorado mais a estória. Mas mesmo assim eu adorei, e achei o final fantástico.

    • É… Eu não gostei muito do fim, mas gostei sim do livro, ele é muito meiguinho =)
      Xerus Thyeri =*

  • @cyberlivingdead

    Curioso, mas não achei o tema tão chocante assim…considerando que eles não são irmãos de sangue. Maiana, você já leu “Lolita” de Vladimir Nabokov?

    • É Cyber realmente nunca li, mas se vc me garantir que o livro é bom eu leio, mesmo que ele seja polêmico.
      Sou muito curosa…
      xerus e obrigada pelo comentário

      • @cyberlivingdead

        O livro é muito bom. Pode ler tranquila. 🙂

        • Então vou procurá-lo =D

  • Eu gostei muito do livro. Claro, poderia explorar mais coisas, mas mesmo assim, gostei da forma que ele apresentou os personagens e achei as poesias lindas!

    • tb adorei as poesias Moni =D
      valeu pelo comentario
      xerus =D

  • OLucasConrado

    Acabei de ler o livro e, estou com uma dúvida que está me correndo por dentro: é um livro “de menina”? Porque acabei de ler e, apesar do final chocante, gostei bastante.

    Não sou muito de ler histórias de amor. Leio livros de ficção científica, de viagens, de ciência, e tal… até os livros que têm algum romance, tem tantas outras coisas acontecendo que dá pra dizer que são também de outros gêneros.

    Mas, voltando ao Todas… conheci o Enderson no podcast CPCast (www.canalpiloto.com.br). Como sou apaixonado por aviação (e espero um dia pilotar aviões), fui correndo comprar o Três Céus. Adorei a história. Aí almocei com o Enderson no sábado e, o cara foi tão gente fina, que surgiu o estímulo de procurar o Todas as Estrelas do Céu.

    Li o livro e, apesar de ser totalmente fora do público alvo, gostei bastante. E o final, apesar de não ter como ser diferente, me deixou meio chocado…