LANÇAMENTOS: EDITORA LEYA

13
O festim dos corvos

A nossa parceira a Editora Leya (Lua de Papel) mandou-nos os principais lançamentos desse mês. Dentre os livros estão alguns muito aguardados como a continuação de Guerra dos Tronos – O Festim dos Corvos e Surpresa do Além da Charliene Harris, autora da série True Blood. Vamos as novidades?

Jogador Nº1

Cinco estranhos e uma coisa em comum: a caça ao tesouro. Achar as pistas nesta guerra definirá o destino da humanidade.

Em um futuro não muito distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma chamada Oasis. Neste mundo distópico, pistas são deixadas pelo criador do programa e quem achá-las herdará toda a sua fortuna.

Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts escapa de sua miséria em Oasis. Mas ter achado a primeira pista para o tesouro deixou sua vida bastante complicada.

De repente, parece que o mundo inteiro acompanha seus passos, e outros competidores se juntam à caçada. Só ele sabe onde encontrar as outras pistas: filmes, séries e músicas de uma época que o mundo era um bom lugar para viver.

Para Wade, o que resta é vencer – pois esta é a única chance de sobrevivência.

A vida, os perigos, e o amor agora estão mais reais do que nunca.

 

 

 

 

 

O festim dos corvos

Uma reviravolta nos Sete Reinos! Traições, mortes, novos senhores, novas alianças, alguns velhos traidores e o anúncio de dragões vivos além-mar. Quem em Westeros pode ser confiável agora?

Ajudada por Mindinho, que tem outros planos para a garota que agora é a Senhora de Winterfell, Sansa finalmente conseguiu fugir do castelo em Porto Real – já que Robb e Catelyn foram executados pelos Frey, e Bran e Rickon desapareceram. Arya está sozinha vagando pelas florestas de Westeros em busca do Castelo Preto e Branco. John Snow, agora comandante da Patrulha da Noite, precisa reestruturar a Muralha e os irmãos de negro e defender, ou não, os interesses do Rei Stannis Baratheon.

Enquanto isso, os dragões avançam pelo mar…

O Festim dos Corvos anuncia o que se pode chamar de o fim da guerra e o início de uma busca infindável por repostas: Onde estão os Outros? Para onde fugiram os Selvagens? Quem matou Joffrey? Bran, Rickon e Catelyn estão realmente mortos? Até que ponto os laços de sangue salvarão os elos que mantém o Trono de Ferro erguido?

E o inverno está cada vez mais próximo, e pelos maus presságios, será avassalador.

 

 

 

Caiu do céu

Após uma fatídica manhã no terraço de um prédio em Chicago, a jovem Rachel torna-se a única sobrevivente de uma tragédia familiar e é forçada a se mudar para uma cidade estranha, tendo como tutora sua severa avó. Rachel, que até então havia sido criada como uma menina branca, agora se vê em uma comunidade completamente diferente. E, ao mesmo tempo que sua mente adolescente tenta entender a morte de sua mãe, ela também continua se perguntando por que tem de ser definida pela cor de sua pele e qual justificativa existe para que rótulos digam mais sobre o que ela é, em um mundo que insiste em classificá-la ora como negra, ora como branca.

Por meio das emoções e dos questionamentos dessa menina, Caiu do céu nos mostra um emocionante e perspicaz retrato de uma jovem birracial que precisa lidar com sua tragédia pessoal e com as concepções da sociedade sobre raça e classe.

“Um romance que fala ao coração, sobre rótulos que a sociedade nos impõe e sobre como viver sem eles. Emocionante!” – Barbara Kingsolver

 

 

 

 

Ladrão de olhos

Para vocês que não conhecem nada sobre crianças cegas, saibam que dão os melhores ladrões.

O que o destino reserva a uma criança cega e órfã, que usa seus dotes para roubar todo tipo de objeto de qualquer tipo de pessoa? Uma criança que dorme em um porão escuro e frio durante o dia e é obrigada a sair furtivamente à noite para cometer seus delitos e, assim, sobreviver?

O que o destino reserva a um garoto de dez anos que já é considerado o maior ladrão que já nasceu?

O destino, caro leitor, reserva a essa pobre criatura três olhos mágicos, que irão levá-lo a uma viagem inesquecível, na qual inimigos e estranhas criaturas estarão à espreita em lugares completamente deslumbrantes e magníficos! O destino lhe reserva um amigo que estará por perto sempre que precisar e aventuras que farão de Peter Nimble, o órfão, o cego, o pobre coitado, um dos maiores heróis que já existiu!

 

 

 

 

 

O corvo

O que pode haver de tão inspirador num poema para ser traduzido para tantas línguas, por alguns dos maiores tradutores, críticos e escritores do mundo? Charles Baudelaire, Stéphane Mallarmé, Machado de Assis e Fernando Pessoa são apenas alguns desses nomes. Mas poucos conhecem traduções como a de Didier Lamaison, Emílio de Menezes, Gondin da Fonseca, Benedicto Lopes, Alexei Bueno, Jorge Wanderley e a de Milton Amado, segundo Ivo Barroso, a insuperável em Língua Portuguesa.

Um dos mais belos poemas produzidos pelo gênio humano, “O corvo”, de Edgar Allan Poe, é notável por sua musicalidade, pela métrica exata, pelos jogos fonéticos e pela composição das palavras – que cria uma atmosfera forte e sobrenatural. Por tudo isso, traduzi-lo para outro idioma é tarefa das mais densas.

Eis a grandiosidade da obra de Ivo Barroso, escritor e mestre no ofício da tradução: trata-se de um estudo completo e complexo a respeito do genial e enigmático poema, mas também um verdadeiro ensaio sobre os desafios da tradução, em que o trabalho de diversos tradutores é comparado, e suas opções e soluções, discutidas.

 

 

 

Lotte & Zweig

Escritor austríaco judeu, biógrafo de destaque, humanista, pacifista e crítico do nazifascismo, Stefan Zweig (1881-1942) refugiou-se no Brasil com a esposa, Charlotte Elizabeth Altmann, em 1940. EscreveuBrasil, país do futuro, livro no qual retratou o nosso país e interpretou o espírito brasileiro – o que rendeu ao Brasil, até hoje, o famoso apelido.

Mas Zweig não viveu por muito tempo entre nós. Em 1942, foi encontrado morto ao lado da esposa em seu pequeno bangalô em Petrópolis. Fato que até hoje não se esclareceu completamente: suicidaram-se ou “foram suicidados”?

Não houve autópsia – sob a alegação de não incomodar os mortos.  A história social e política da época não deixa dúvidas de que havia razões para um assassinato. Mas Zweig deixou uma carta de despedida justificando-se: “quando alcanço 60 anos de idade, seriam necessários esforços imensos para reconstruir a minha vida, e a minha energia está esgotada pelos longos anos de peregrinação…”

 

 

 

 

 

Surpresa do Além

Harper Conelly era uma garota comum até ser atingida por um raio e desenvolver um estranho dom, ela pode sentir os mortos. Desde então, ela e seu meio irmão Tolliver cruzam os Estados Unidos para encontrar corpos de pessoas desaparecidas. Afinal, as pessoas merecem saber a verdade sobre a morte de seus entes queridos.

Depois de encerradas as investigações em Sarne e da retirada das acusações de envolvimento num triplo homicídio narrado em Visão do Além, o primeiro volume da série Harper Connelly Mysteries, Harper e seu meio irmão Tolliver estavam de malas prontas para o próximo trabalho. Dessa vez apenas uma demonstração para alunos de antropologia de uma universidade em Memphis. Harper já estava preparada para chegar ao cemitério mais antigo da cidade, analisar uma ou duas sepulturas e chocar os estudantes céticos.  Bom, era o que ela planejava, mas os mortos também podem nos surpreender.

  • Rita Souza

    meu DEUS eu preciso ler guerra dos tronos!!!!

  • Sabrina

    O que aconteceu com a coluna do Settembrini? Não foi publicada em Janeiro? Adorei as dicas.

    • Sabrina,

      Settembrini está passando por problemas pessoais e no momento está afastado para cuidar disso.

      Abraços.

      • Sabrina

        Puxa, que pena. Espero que tudo fique bem e que a coluna volte logo!

  • Priscilla Rúbia

    Além de Guerra dos Tronos, o que me interessou foi Surpresa do Além, já li o Visões do Além e gostei =)

  • @cyberlivingdead

    Estou lendo o primeiro livro de Guerra dos Tronos e amando! Livro quatro…me espere! xD Esse livro sobre “O Corvo” fez meu cérebro explodir! Opa, lista de desejados! Go, go, go!

  • Já saiu o Martin, quero dizer, o Festim de Corvos. Me ligaram da Saraiva hoje dizendo que minha compra online que mandei entregar lá já está disponível para retirar 😀

  • Eriton

    Eu nem sequer estou na metade de Guerra dos Tronos-Cronicas de gelo e de fogo e já quero ler todos os outros. Me parece que olhos de ladrão deve ser um otimo livro também ja está anotado na lista.