[Resenha] Longe demais da Jennifer Echols

5

Olá Ouvintes Leitores! Devo confessar que esta resenha não deve se estender muito, já que o livro da Jennifer Echols não possui tantas páginas assim, apenas 238. Outro motivo é que passei um bom tempo me auto sabotando para escrever este texto. Você pode me perguntar o porquê, e eu respondemos prontamente. Quando comecei a leitura de “LONGE DE MAIS”, lançado aqui no Brasil pela Editora Pandorga, esperava bastante deste livro, pois tinha lido só resenhas positivas sobre ele, mas  ele se mostrou uma leitura um pouco morna justificando a demora nesta resenha e sua provável pouca extensão. Provável pelo fato que quando começo a escrever não sei onde isso pode me levar, apesar de não querer me alongar muito.

Mas deixem-me contar um pouquinho desta história que é centrada na personagem Meg de 17 anos que possui cabelos azuis, por opção e tendências a entrar em encrencas, também por opção. È claro que ela não perde a oportunidade sair para beber e tirar uns bons amassados com seu não tão namorado na linha do trem que corta a cidade. Porém nesses mesmos trilhos a alguns anos atrás ocorreu uma grande tragédia e será nestes mesmos trilhos que a personagem terá o azar de esbarrar com o policial John After que não perderá a oportunidade de enquadrar os quatros jovens rebeldes a procura de adrenalina.

Após passar uma noite na delegacia Meg é obrigada acompanhar nas suas férias de verão o policial que a prendeu, nas rondas noturnas e tentar aprender alguma coisa com isso. Apesar de ser um homem da lei, John só é dois anos mais velho que Meg e até estudou no ano anterior com ela. O que a deixou bastante surpresa, pois ela não entende como um cara como ele, inteligente e adorador das artes não tinha saído daquela cidade sufocante da qual ela não via a hora de abandonar.

Este é o ponta pé inicial para o relacionamento deles, pois apesar de no início ambos não se darem bem Meg começa a conhecer um pouco mais sobre John e os segredos que ele esconde por baixo da farda de policial. John também começa a desvendar os mistérios sobre a rebelde de cabelos azuis que usa uma mascara para esconder seus verdadeiros medos e angustias. O amor irá surgir entre eles, porém está fadado a dar errado, pois Meg não vê a hora se sair daquela cidade quando terminar o ensino médio e John escolheu ficar e protege-la.

Vou parar por aqui pois, esta é premissa da história e se eu contar mais, estrago o livro para vocês. Como eu já disse no início desta resenha, a história não me surpreendeu muito, o tema é até bastante clichê, um policial certinho tentar colocar na linha uma adolescente sem causa. Até parece chamada de filme da sessão da tarde. Mas é isto mesmo que o livro é, um bom filme que se encaixa perfeitamente numa tarde despretensiosa e nada mais.

A narrativa da Jennifer Echols é interessante, mais sua personagem principal não me convenceu. As justificativas da Meg de ser infeliz e rebelde não me sensibilizaram. E confesso que quando terminei o livro, fiquei com a impressão que faltava alguma coisa para a história ser melhor. É boa confesso, mas faltou aquele quê para me conquistar.

Agora, o protagonista John com seu corpo de Matt Damon é um caso a parte, apesar desconfiar dos motivos dele não querer sair da cidade, achei sua história melhor e mais bem amarrada. Realmente Jonh After é apaixonante.

O livro tem um belo acabamento e diagramação. A capa foi mantida igual a americana, tirando um piercing que existe na imagem original (veja aqui) e as folhas de rosto são rosa uma exclusividade da edição brasileira que ficou linda.  Parabéns a Editora Pandorg.

Para finalizar leitores, já que me estendi mais do que devia, se você está a procura de uma leitura leve, gostosa sem muito sobressalta e quer fugir da temática sobrenatural, “LONGE DEMAIS”,  é uma excelente pedida para uma tarde gostoso e chuvosa. Boa leitura e cometem, faça esta blogueira aqui muito feliz.

Nota:

02-e-meio-selos-cabulosos

Ficha técnica

capa-longe-demais-estrangeiraTítulo: Longe demais

Autora: Jennifer Echols

Ano: 2011

Páginas: 238

Idioma: português

Editora: Pandorga

Sinopse:

Tudo o que Meg sempre quis foi fugir. Fugir do colégio. Fugir da sua pacata cidade. Fugir de seus pais, que pareciam determinados a mantê-la presa em uma vida sem futuro. Mas, em uma noite louca envolvendo trilhos de ferrovia proibidos e desafiadores, ela vai longe demais… e quase não consegue voltar. John escolheu ficar.

Para impor o cumprimento das leis. Para servir e proteger. Ele desdenha a rebeldia infantil e quer ensinar a Meg uma lição que ela não esquecerá tão cedo. Mas Meg o leva ao limite ao questionar tudo o que ele aprendeu na academia de polícia. E quando ele a pressiona para saber por que ela não se prende a nada, a resposta os levará a um caminho sem volta…

  • Ola!!!
    Serena eu concordo absolutamente com vc faltou algo na história, mas é um romance muito bom de ler. Eu comentem na minha resenha no blog que não engoli o John loiro, na minha cabeça ele era morenão!!!!rsrsrsr
    A narrativa da Jennifer é muito boa, quando você já terminou o livro, muito bom!!!
    Também quero ler Como pude esquecer você, apesar de muitas blogueiras disserem que o livro é muito fraco, que o romance não convence, mas vamos ler para tirar nossas próprias conclusões.!!
    Bjos!!!
    http://palavrasproliferas.blogspot.com

    • Oh, se faltou! Risos
      Quem sabe se em COMO FUI ESQUECER VOCÊ, que todo munda achou fraco eu não vá gostar mais, já que todo mundo achou LONGE DEMAIS melhor e eu não! XD
      Obrigada pelo comentário!
      Cheiros!

  • Ainda não li Longe Demais, mas tenho Como fui esquecer você e estou animada para lê-lo. Gostei da resenha e acho que tem vários livro dos quais a protagonista nos deixa com a sensação que falta algo. De qualquer forma, vou ler Longe Demias!

    Beijos, Serena!

    • Leia mesmo Monique, pois você pode ter outra impressão do livro e gosta mais do que eu! É uma boa leitura!
      Obrigada pelo comentário!
      Cheiros da Serena!

  • Oiii Serena, eu gostei mtoo desse livro pq o final ñ era o q eu esperava, e infelizmente eu ñ posso dizer oq eu esperava p ñ dar spoilers huahuahau Enfim, ñ é dos meus preferidos, mas eu gostei mto, porém acho q a personagem é mto encucada sem motivo para tanto, enfim… Qro mto ler Como fui esquecer você, já tá na minha lista há um tempinho.
    🙂
    bjosssssssssssss