RESENHA: “O HEROI PERDIDO” DO RICK RIORDAN

20
Capa de “O HERÓI PERDIDO”

Novos e conhecidos personagens do Acampamento Meio-Sangue dividem espaço nesse primeiro volume da série Os heróis do Olimpo. Rick Riordan volta ao universo de Percy Jackson e os Olimpianoscom ainda mais aventuras, humor e mistério.

Depois de salvar o Olimpo do maligno titã Cronos, Percy Jackson e seus amigos trabalharam duro para reconstruir seu mais querido refúgio, o Acampamento Meio-Sangue. É lá que a próxima geração de semideuses terá de se preparar para enfrentar uma nova e aterrorizante profecia.

Os campistas seguirão firmes na inevitável jornada, mas, para sobreviver, precisarão contar com a ajuda de alguns heróis, digamos, um pouco mais experientes — semideuses dos quais todos já ouvimos falar… e muito.

Longe de me apontar como um crítico totalmente idôneo, devo dizer que sou fã confesso de Riordan, e acompanho sua carreira há algum tempo. Um exemplo de meu favoritismo por ele é saber, apesar de não ser conhecimento geral dos fãs brasileiros, que Rick Riordan, autor da série Percy Jackson e os Olimpianos, e mais recentemente do livro A Pirâmide Vermelha, de sua nova série focando na mitologia egípcia As Crônicas de Kane (The Kane Chronicles), originalmente era um escritor de romances policiais.

Seus livros (Incluindo um antigo sucesso seu, “Tequila Vermelha”, que já saiu este ano no Brasil) tinham uma temática mais adulta, incluindo relações de vingança, assassinato e outros elementos utilizados de maneira bem mais sutil em seus livros atuais, voltados para um público infanto-juvenil. Nota-se esta característica analisando os elementos da narrativa, bem mais leve e ágil, a facilidade de plot twists e demais pontos na história. Mas, afinal de contas, que isto tem a ver com o The Lost Hero? Só uma coisa. É que Riordan teve as rédeas soltas neste livro. E o resultado é excepcional!

A começar pela apresentação dos novos personagens: Jason (nome que não deve ser traduzido, mas de referência clara ao Jasão da mitologia Grega), Piper (redimindo TODOS os filhos de… Há-há! Nem digo! Leiam o livro e descubram =D) e Leo (Que posso afirmar sem dúvida, é um dos melhores personagens que já tive o prazer de conhecer num livro!), são personagens riquíssimos, que em nada devem aos seus queridos antecessores (Que antes que qualquer fã se desespere, aparecem na história.). Uma característica bem própria do livro também reside em sua narrativa. Cada capítulo será apresentado do ponto de vista de um dos três personagens, dinamizando em muito a história. Não ficou parecido com a narrativa feita no livro A Pirâmide Vermelha, mas eu particularmente achei o resultado bem melhor!

O plot da história que já foi bem explicado no primeiro capítulo liberado na internet, mas não custa relembrar: Jason tem um problema. Acaba de acordar sem memória alguma num ônibus escolar, e a única coisa que sabe com certeza é que não devia estar ali, e que está correndo um enorme perigo. Piper tem um terrível segredo, e sonhos aterrorizantes. Sabe que algo está errado entre ela e Jason, que supostamente deveria ser seu namorado depois de meses de convivência, embora ele não pareça lembrar-se de absolutamente nada sobre isso. Leo é um menino com “a cara de um elfo latino do papai Noel”, e uma incrível habilidade com ferramentas e máquinas. Sempre fugindo de seu passado, finalmente encontra um lar no acampamento meio-sangue. Um lar bem estranho, claro, já que todos falam de maldições, monstros e sobre serem parentes de deuses! Ele só espera que isso não tenha nada a ver com o fato de estar vendo fantasmas. E no meio de tudo isto, descobre-se que estes três são na verdade semideuses, estão correndo um perigo que mal conseguem compreender e devem enfrentar uma missão que pode determinar o destino do mundo! Isto, claro, sem falar naquela bela (e perigosa) guerreira, Annabeth, que anda extremamente perturbada pelo desaparecimento repentino de seu namorado, um tal de Percy Jackson.

Acho que dá pra ver, mas eu saliento assim mesmo: É intenso! O Herói Perdido conta com uma das melhores (se não for a melhor!) história do universo dos Olimpianos. Novamente somos transportados para situações de perigos mortais, personagens mitológicos repaginados (e com bem mais personalidade agora, diga-se de passagem), humor esperto (Sacadas nerds por segundo. Aliás, vocês sabiam que Rick Riordan é fã de Star Trek?), batalhas épicas emocionantes e, claro, tudo isso num prazo impossível de se realizar! Não esperem que o tratamento habitual de Riordan aos seus leitores tenha mudado. Sim, os clichês ainda aparecem aqui e ali (Pô, o personagem principal está com amnésia! Claaaássico!), mas são trabalhados de maneira exímia, e fogem do lugar comum. O aspecto mais adulto de sua escrita, pelo menos em comparação com seus “primos” infanto-juvenis, continua lá, e muito mais forte agora! O próprio plot da história é bem mais adulto que seus antecessores, e apresenta uma surpresa gratificante mais para frente da história (mas quem é esperto pode sacar antes da metade), enriquecendo ainda mais este incrível universo concebido por Riordan.

Talvez a maior vantagem de O Herói Perdido em relação aos seus antecessores seja justamente esta liberdade que é dada em relação ao seu ponto de partida. O universo do mundo dos Olimpianos já foi razoavelmente bem explicado na saga anterior de Riordan, liberando-o de se demorar muito na explicação deste mundo na nova obra, o que realmente ele não faz. O que é um ponto negativo em relação a novos leitores – que podem ficar um pouco perdidos a priori, já que alguns personagens antigos são citados, mas pouco é explicado sobre eles, gerando alguma dúvida sobre coisas que não deveriam importar tanto nesta história – se torna um alívio para aqueles que já leram a saga original, pois deixa o livro mais leve, rápido e dinâmico. Outro ponto seria a idade dos personagens. Enquanto em PJO (Percy Jackson e os Olimpianos) todos os semideuses principais apareciam na faixa dos treze anos, aqui a faixa já sobe para uns 15. Certo, isto normalmente deveria ser um grande “Ta, e daí?”, mas fica claro que isto influencia na temática de Riordan. Seus personagens no O Herói Perdido estão mais humanizados. Sofrem mais, sentem mais, pensam mais. Aquele ar de acampamento de férias “IWannaBeHogwarts” acabou! E agora? Agora os olimpianos novamente irão para a guerra. E a maior de todas! Com proporções dignas da guerra de Tróia!

Pois a batalha final será onde se escondem as raízes do mundo do Olimpo!

Quer saber do que eu estou falando? Então se prepare, e leia este maravilhoso livro. O Herói Perdido é um livrasso que só está esperando por sua leitura para te transportar mais uma vez a este maravilhoso universo de deuses, monstros e heróis. Embora seja inevitável, é uma pena que algumas piadas se percam na tradução para o português, mas isto não vai te impedir de se divertir horrores, e se deliciar com cada momento heróico, emocionante ou engraçado!

Então, prepare seu escudo e espada herói, escute a profecia, e prepare-se para mais uma aventura de sua vida!

Nota:

Avaliação: LEITURA CABULOSA!!!

  • Ola!!!
    É o Riordan alavancou geral como escritor deste Pecy Jackson, e O Herói Perdido mal chegou nas livrarias e está conquistando fãs!!! eu ainda não li nenhum livro deste autor(estou co m o Ladrão de raios na fila p/ler!!!rsrsrsrsr),mas acredito que não vou me decepcionar.

    Bjos!!!

    P.S. Excelente resenha, parabéns!!!!

    • Obrigado pelo elogio Danielly! Fico feliz que tenha gostado!

      E pode ler sim a saga de Percy Jackson, que não irá se arrepender de maneira nenhuma! Rick Riordan é um ótimo escritor, e fez uma obra prima da literatura juvenil!

      Espero que aproveite bastante =)

  • eriton

    eu quero esse livro ele promete ja pelo primeiro capitulo!
    tu muito ansioso

    • Promete, e fica melhor a cada capítulo Erilton! Não vai se arrepender! Obrigado pelo comentário ^^

  • Monique Melo

    Menino estranho, você aqui também? Nossa! Se já acompanhava antes, imagina agora? Você já comentou comigo o quanto gostou de O Herói perdido e aumentou a minha curiosidade com essa resenha. Ficou maravilhosa! E adorei o avatar: é sua cara! XD Beijos!

    • E não é Monique? Agora atancando de crítico literário =p

      Pode ter certeza que as supresas só serão positivas com o novo livro!

      E eu me esforcei muito para fazer o avatar =P Bom ter ficado parecido!

      E pode me seguir sem medo hein? Abraços!

      • Monique Melo

        Claro que vou seguir! E sem medo! =D Atacando e arrasando como crítico! Muito bom. Vai fazer sucesso! =)

  • Tbm sou fã de Rick Riordan, e esse livro tá na minha lista, só vou esperar um pouco, ainda tá muito caro!
    Não sei se fico grata ou não, por não ter mais que uma teoria de como é a “realidade” do acampamento meio-sangue, mas confesso que quando comecei a saga do Percy fiquei bem perdida. Mas, se vc diz que não cansa, é bom!
    bjos do Mix.
    @nicecrsantos

    • Olha Nice, se você já leu a saga original de PJO, não ficará nem um pouco perdida neste novo livro, e ficará bem mais divertido de ler sem toda a explicação. Só é um pouquinho (mas nem tanto!) complicado para novos leitores, que nunca viram a saga original (que recomendo muito ler!). Quando puder, consuma este livro do começo ao fim, que vai ser uma ótima experiência!

      Abraços do Menino Estranho!

  • Eu ainda não li a piramide vermelha, mas série do Percy foi genial!
    Achava que ele tinha encerrado… Com certeza vou procurar!
    Depois da resenha deu até vontade de ler tudo de novo! kkk

    • Com certeza Juliana, esta nova série, quando foi anunciada, foi uma grata surpresa para mim também!
      E confesso que depois de fazer a resenha, li alguns dos livros da saga PJO =p
      Ah, em tempo, a saga “As crônicas dos Kane” é uma boa pedida! Pode ler sem medo também, que é só diversão =)

  • Isma

    Poxa, nem tava sabendo que saiu esse livro, parece que vai ser muito bom.

    adorei tua resenha ^^

    • Haaa, brigadão Isma!
      O livro deve estar saindo agora em Maio, pela Intrínseca. É show!

  • debora

    estou muito ansiosa para ler este grande e mais recente sucesso de Rick Riordan
    ja li os primeiros capitulo quando foram colocados
    claro vou sentir falta de percy mais achei muito util ele ter o colocada em seu novo livro
    quero muito que este e outros sucesso tambem sejam admirados por varios brasileiros que muitos Não respeitam que pensam que não somos cultos bom so e culto que quer ser .
    adorei espero que você pssa escrever
    muitos anos ainda
    beijo de uma grande

    • Obrigado Debora, fico feliz em ver que gostou da resenha! Pode esperar muito mais contribuição minha para o Leitor Cabuloso, e qualquer coisa ainda tem meu Blog lá pra outras besteirinhas minhas!

      Abração!

  • Eu

    Bom, eu já li o livro mas estou contando os dias para comprar o livro e ler de novo!
    Ótima resenha, alias.

  • Gabriela

    Olá!Td bem??Acabei de comprar O herói perdido do Riordan!E estou ansiosíssima para lê-lo!
    Devorei os 5 volumes da Percy Jackson e os Olimpianos em 1 semana….
    Aliás ameii sua resenha, uma das melhores que eu já li.
    Obrigado Bjs

  • Olá! Eu já li toda a saga de Percy Jackson aqui mesmo no meu pc, tô lendo a Pirâmide Vermelha e logo depois que terminar vou devorar o livro O Herói perdido, tô muito afim de ler,realmente o Rick é um mestre!!
    Na minha opinião os livros do Rick são mais emocionantes e mais humanoide do que Harry potter.
    Então é isso adoro os livros do Rick,e a Pirâmide Vermelha é legal mais achei um pouco mais infantil que percy,mais é bom ler também.

  • Gabriela

    Olá! Assim como você, sou uma grande fã do Rick Riordan, e “O Herói Perdido” me surpreendeu! A história é maravilhosa (como em todos os livros que já li do Rick), muito envolvente, não conseguia parar de ler! Recentemente tive a oportunidade de ler “O Filho de Netuno”, e ele é simplismente excelente! Confesso-lhe que foi um dos melhores livros que já li do autor. Aguardo ansiosamente a estreia de “A Marca de Atena” e espero que seja melhor que os dois anteriores (apesar de ser muito difícil, pois os dois são ótimos!). Parabéns pela resenha, está muito boa!