RESENHA: “COBIÇA” DA SÉRIE FALLEN ANGELLS

6
Capa de "COBIÇA"

Olá queridos leitores cabulosos, eis aqui minha resenha sobre a mais nova obra de J. R. Ward, Cobiça, primeiro título de sua nova série, Fallen Angels publicada pela Editora Universo dos Livros. Um livro intrigante cheio de mistérios e intrigas além das tradicionais cenas de amor picantes que, mesmo sendo reduzidas, não podiam faltar já que são uma marca registrada desta fantástica escritora. Essa história, voltada para o público feminino, tem com certeza a possibilidade de cair nas graças dos machões de plantão devido à temática abordada.

Sete pecados mortais. Sete almas para salvar. Esta é a primeira batalha entre um salvador que não acredita em si mesmo e um demônio sem nada a perder!

Romance e redenção são o início dessa saga. o jogo final entre anjos e demônios começou. E a contagem de pontos será feita pela quantidade de almas que Jim Heron foz capaz de salvar… Jim Heron? Um soldado com uma bondade tão latente quanto seu instinto para matar. Por isso ele foi escolhido para decidir este jogo.

A sua missão é salvar o milionário Vin DiPietro. Superlativo é um adjetivo que bem define o cara: carros, jóias, casas espetaculares e para combinar com tudo isso ele ainda tem a mulher que está nos sonhos de qualquer homem comum. Bem, Vin não é um cara comum.

Sua encruzilhada começa quando ele conhece Marie-Terese. Uma mulher com tantos pecados quanto ele e disposta a pagar suas dívidas. Mesmo que seja pelo caminho mais difícil… Heron, o Anjo Caído, terá que cumprir sua missão mostrando o caminho correto pelo qual DiPietro deve seguir e assim garantir uma eternidade tranquila para as almas que estão no Céu… ou no Inferno! E também seu próprio futuro

Em um misto de policial com suspense o livro tem a dose certa de dúvidas, de tensão, de ódio e de amor necessário para criar um universo intrigante e que desperta o desejo de saber mais. Lembrando que não é um livro que conta a história de um dos irmãos sensuais e gostosões da série “IRMANDADE DA ADAGA NEGRA”, mas a autora faz questão de dar uns toques que insinuam a mescla dessas histórias, aumentando a impressão de “veracidade” das duas histórias, como se ambos os mundos co-existisse e fossem reais.

A história começa com um acordo entre Anjos e Demônios. Quando a luta entre esses dois seres chega ao ponto de não haver mais vantagens para nenhum dos dois lados, um acordo é selado onde um homem, que tivesse seus valores apreciados por ambos os lados, seria o encarregado de salvar ou condenar 7 almas condenadas, cada uma, por um pecado capital diferente. Tudo iria depender da vontade do escolhido. O lado que ganhar será o responsável pela humanidade, com o total controle sobre ela. Já o lado perdedor se submeterá ao vencedor no entanto, não se pode confiar nos demônios eles sempre possuem uma carta na manga. Nossos principais personagens são quatro: Jim cara durão, ex-gerrilheiro e ex-assassino de aluguel que detesta companhia, trabalha em uma construtora onde sofre um acidente que quase o mata, mas é, teoricamente, salvo por Vin dono da construtora. Com o acidente Jim descobre o verdadeiro propósito de vida, ele é o escolhido para realizar um grande feito. Vin, homem extremamente rico que sempre quer mais do que o necessário e com sua ambição atrai pessoas que só querem se dar bem às suas custas, como Devina, e com isso ele consegue se afastar cada vez mais de seu verdadeiro eu, trazendo lembranças e sentimentos que realmente gostaria de se livrar Em um belo dia Vin se vê salvando um homem, mas não sabe ele que na verdade o homem é que vai salvá-lo. Devina mulher sensual que se apodera dessa sensualidade para conseguir o que quer, é manipuladora é capaz de matar se for preciso para conseguir o que quer. Devina é namorada de Vin, mas sua verdadeira identidade é muito mais que isso. Por fim chegamos a última personagem destaque Marie-Terese, mulher sensível e muito bonita que usa esse nome falso para se livrar de seu passado/pesadêlo (marido), trabalha como garota de programa em uma boate no centro de Caldwell e passa a o estopim dessa história por se tornar a paixão da vida de Vin e o começo da derrota de Devina.

Bem pessoal espero que tenham se empolgado com essa história, mas o que eu falei aqui é só uma parte dela, não deixem de ler o resto, pois as obras de J. R. Ward sempre valem a pena. Beijos a todos e espero que eu tenha ajudado no quesito curiosidades.

  • Oieee!
    Vim divulgar um sorteio que estou fazendo no meu blog.
    Serão 4 livros: Feios, O Pequeno Príncipe, Memórias de uma gueixa e Água para elefantes

    http://bit.ly/gH4LXD

    Aparece por lá *-*

  • Diana

    Eu adoro a Irmandade da Adaga Negra e se a autora manteve o mesmo ritmo tenho certeza q vou amar o Cobiça.

    • maiana

      Oi Diana bem o tipo de escrita é o mesmo, porém é uma história mais voltada para o policial, mas tão boa quanto os amantes se vc gosta de J. R. Ward vai gostar desse tb =D

      bjos

  • ADOOORO esse livro… simplesmente! Claro que a temática hot me atrai, mas o que mais me agrada nesse livro é a maneira de contar a história por pontos de vista diferentes!
    Já falei nas cenas hot’s né? Pois é…

    Bjos do Mix…

    • maiana

      Concordo com vc em tudo Nice, adoro o jeito que ela escreve =D

      bjos